1. Spirit Fanfics >
  2. The perfect love >
  3. Free to live

História The perfect love - Capítulo 55


Escrita por:


Notas do Autor


Oi oi gente <br />Desculpa ter sumido, quase um ano sem postar nada tive um pequeno bloqueio, <br />mas voltei com um capítulo fresquinho para vocês... Espero que gostem

Capítulo 55 - Free to live


Fanfic / Fanfiction The perfect love - Capítulo 55 - Free to live

Vitor 

-Vai ficar para o jantar? - olhei para ela que me encarava com os olhos verdes 

-Se não for incomodar- ela negou com a cabeça descendo do carro

Entrei com ela e todos os olhares foram em nossa direção.

-Estávamos preocupados já-Bryan olhou para gente

-Quem você agrediu dessa vez? - o pai dela veio caminhando com um livro na mão e uma xícara na outra 

-Um dos meus jogadores- ela deu de ombros e caminhou até o armário 

-E o que ele fez pra merecer um soco? -ele levantou o olhar para ela que olhou para ele como se não devesse explicações 

-Ele provocou a pessoa errada- ela olhou para mim e depois voltou a atenção para o pai- acabou o interrogatório senhor Adams? -ela olhou seria pra ele e concordou com a cabeça- Ótimo vou subir e tomar um banho

- O que deu nela? - Antonella olhou para mim e depois para Melissa que subia as escadas 

-Ela ficou assim no caminho enquanto olhava o celular- olhei para ela que concordou com a cabeça

-Acho que vou falar com ela- Antonella levantou e segurei seu braço

-Acho melhor não, ela quebrou um nariz com um simples soco e não aconteceu nada com a mão dela tenho medo do que ela pode fazer com você melhor deixar ela um pouco sozinha- ela concordou com a cabeça e se sentou na mesa

Estávamos conversando quando ouvimos alguns barulhos de vidro quebrando e um grito vindo do andar de cima, corri no mesmo instante para o quarto da Melissa e ela estava sentada no chão perto do espelho quebrado ao seu redor além de cacos de vidro tinham nossas fotos, olhei em volta e o quarto estava virando do avesso ela olhou para mim secando as lagrimas e respirando fundo.

-Ta tudo bem? - me aproximei dela mas ela se afastou se colocando pra trás-Sabe que pode falar pra mim né? - olhei para ela e sorri ela desviou o olhar para porta olhei pra trás e Jordan estava parado olhando para Melissa 

-Fiquei sabendo o que aconteceu e vim ver de você estava bem, mas vejo que ainda não- ele entrou no quarto e caminhou até ela pegando na mão dela que tinha um corte ele levou a mão dela até os lábios dando um beijo no lugar cortado e logo em seguida puxou um pedaço de vidro que estava preso ali

-Ai isso dói- ela olhou feio pra ele que riu e caminhou até o closet dela tirando de uma das gavetas uma caixinha de curativos- Eu odeio o fato de você conhecer meu quarto- ela olhou para ele que piscou para ela de um jeito sexy

-Isso era um segredo gatinha- ele se ajoelhou na frente dela fazendo um curativo na mão e ela sorriu 

-Nosso segredo está guardado gatinho-ela se levantou do chão com a ajuda dele e deu um beijo no rosto dele- Daqui a pouco vem me ajudar a limpar a bagunça preciso falar com o Vitor- ele revirou os olhos mas concordou com a cabeça 

-Não se acostuma que não sou seu empregado- ele saiu do quarto e fechou a porta

 Melissa

Assim que Jordan saiu do quarto caminhei até minha cama e me sentei na mesma Vitor se levantou do chão e caminhou para perto de mim e ficou me encarando, respirei fundo e olhei para ele.

-Pode falar- ele passou a mão na minha e jogou a cabeça para trás respirou fundo e me olhou de novo

-Eu sei que desde quando a gente terminou as coisas não estão muito bem e sei que isso está te incomodando, mesmo você me defendendo do que aconteceu hoje no colégio eu amo você e nada vai mudar isso- ele passou a mão no cabelo e olhou para o chão- e eu sei que eu exagerei muito nesses últimos dias por causa de ciúmes e foi por causa disso que nosso relacionamento acabou- ele olhou para mim esperando que eu falasse algo

-Sabe nesses dois últimos anos eu prometi para mim mesma que não iria me envolver com um jogador porque não faziam meu tipo e por conta do que aconteceu comigo na Alemanha, mas eu acabei me apaixonando por você e você simplesmente me destruiu Vitor, tudo isso por ciúmes eu achei que você confiasse mais em mim mas eu percebi nesses últimos dias que você não confia nem um pouco, eu realmente te amo e muito, mas não sei o que vai acontecer daqui pra frente, não vou te esconder nada mas não quero que fique com raiva- olhei para o chão e depois olhei para ele de novo 

-Pode falar- ele colocou a mão no seu rosto eu suspirei e voltei a olhar para ele 

-Ontem quando eu estava com o Ben, a gente acabou se beijando ele foi meu primeiro amor depois dele nunca mais amei ninguém até conhecer você- olhei nos olhos dele e ele parecia com raiva ou algo do tipo

-Acho que isso era o que eu precisava ouvir para saber que nosso relacionamento realmente acabou, porque depois de ver você hoje cheia de intimidade com o Jordan e saber que você o Ben ficaram já ficou bem claro o que você pensa sobre nosso relacionamento- ele olhou para mim sério e eu comecei a rir 

-Agora a culpa vai ser minha, presta bem atenção no que você falou Vitor não fui eu que te trai o relacionamento quase todo, se eu fiz isso foi porque estava solteira diferente de você que ficava com sua amiguinha as escondidas, mas sabe de uma coisa, agora você realmente está livre para fazer o que quiser era isso que você queria ouvir não era, então pronto- me levantei da cama e caminhei até a porta coloquei a mão na maçaneta e antes que eu pudesse abrir Vitor me segurou e me virou para ele

-Não é isso o que eu quero, não quero te perder sei que cometi muitos erros nesses últimos meses mas não é isso que eu quero- ele olhava fundo nos meus olhos eu acreditava nele mas não sabia o que dizer-Fala alguma coisa- ele pegou na minha mão e eu olhei para ele e suspirei

-Eu te amo muito e também não quero te perder, mas a gente precisa pensar sobre isso você estava se sentindo sufocado por me ter no seu pé o tempo todo, agora está livre para viver um pouco se for para continuarmos juntos o tempo vai dizer- abri a porta e sai em direção ao quarto do Jordan

Jordan

Melissa entrou no quarto e se jogou na cama com lagrimas nos olhos, fechei o computador e o livro de anatomia e caminhei até a cama me sentando do lado dela ela abriu os olhos e deu um sorriso para mim.

-Você acha que tem algo de errado comigo? - ela tirou o sorriso do rosto e ficou me olhando  

-Não acho, você é perfeita Mel meio agressiva as vezes mas continua perfeita- peguei em sua mão e ela se ajeitou na cama ficando mais perto de mim

-Não sou tão agressiva assim-ela mostrou a mão com a tala pra mim e deu risada o som da sua risada era incrível ela me olhou com aqueles olhos verdes brilhantes e suas bochechas começaram a ficar vermelhas

-Vem vamos lá limpar seu quarto-puxei ela pelo braço e ela se levantou reclamando mas veio caminhando comigo até a porta do quarto dela

Entramos no quarto dela que estava uma bagunça enorme, ela caminhou até as fotos que estavam jogadas no chão e pegou elas juntando uma em cima da outra e colocando dentro de um envelope guardando na gaveta.

-Acho que vamos precisar de uma vassoura pra recolher isso aqui- apontei para o espelho que estava quebrado no chão ela concordou com a cabeça ela saiu do quarto e voltou logo em seguida com uma vassoura e uma pá nas mãos-Aonde você achou isso tão rápido? - olhei para ela e depois para as coisas que ela segurava na mão

-Nós temos um armário aqui em cima com essas coisas, fica no final do corredor virando a direita lá é um lugar muito legal- ela piscou para mim e depois deu risada

-Você gosta de me levar para armários né- dei um sorriso de lado para ela que ficou mega vermelha-Te deixei sem graça, agora vamos terminar de limpar isso que quero conhecer esse novo armário- peguei a vassoura da mão dela e comecei a juntar os cacos de vidro enquanto ela arrumava as coisas que tinha jogado no chão

-Agora que já terminamos aqui, vou guardar as coisas e vamos descer- ela pegou a vassoura a pá e os cacos de vidro que colocamos em uma caixinha

-Vou te ajudar com isso-peguei a caixa que estava um pouco pesada e caminhei com ela até o armário que ela tinha comentado, ela acendeu a luz e colocou as coisas no lugar, e falou para eu colocar a caixa com vidros no canto que ela ia pedir para o pai dela jogar fora

Saímos em direção ao meu quarto peguei o livro de anatomia que estava estudando e meu computador e fomos em direção a sala.

-Você nem disse o que achou do armário- ela me cutucou com o cotovelo e eu dei risada e ela riu também

-É um armário interessante, na próxima a gente podia fazer igual nas cenas de filmes que o casal fica preso no armário- olhei para ela que soltou uma gargalhada fofa e eu estava encantando por ela, ela era linda, inteligente, tem os olhos chamativos

-Quem sabe Jordan- olhei para ela que piscou para mim e depois deu um sorriso fofo terminamos de descer as escadas e todos estavam nos olhando principalmente Vitor que nos olhava meio triste

Bryan

Melissa e Jordan desceram as escadas dando risada, todo mundo olhou na direção deles inclusive Vitor que estava quieto demais e não saia do celular olhei meio por cima e ele olhava algumas fotos dele e da Melissa em Nova York.

-Ei sabe que vocês vão voltar né? - ouvi Antonella falar para o Vitor que deu um sorriso de lado e concordou com a cabeça

-Cara não se preocupa a Melissa gosta muito de você, logo logo vocês se resolvem- coloquei a mão no ombro dele e depois olhei para minha irmã que estava na sala de jantar com Jordan eles pareciam estudar algo importante já que Jordan era o único que fazia faculdade  

-Crianças hoje nós iremos jantar fora- meu pai saiu do escritório e sorriu para gente

-Pai, não somos mais crianças e me desculpa pelo modo que falei com o senhor hoje mais cedo- Melissa foi até ele e deu um abraço e ele deu um beijo em sua testa

-Sei que você está passando por coisas difíceis filha, e saiba que vou estar aqui sempre que precisar- ela concordou com a cabeça e voltou para cadeira que estava sentada antes- Bom decidam aonde vocês querem ir jantar e me avisem mais tarde- ele voltou para o escritório

-Eu apoio irmos na pizzaria- Camila olhou para nós eu e Melissa demos risada- O que foi que vocês estão rindo? - ela olhou para nós dois

-Hoje é sexta, dia de japa- olhei para Melissa que concordou com a cabeça

-Nós temos uma tradição dos Adams, toda sexta comemos japa por conta da nossa avó sempre que estávamos com ela em uma sexta feira ela fazia o meu sushi de todos os tempos e desde então mantemos essa tradição- Melissa olhou para uma foto da nossa avó que estava em cima da lareira e deu um sorriso

-Então vamos de japa hoje -Jordan olhou para todos nós e nós concordamos com a cabeça

-Melissa sabe fazer um sushi muito bom viu- Antonella olhou para o Jordan e para o Vitor e deu risada

-Cala boca Antonella-Melissa jogou a almofada na direção da Antonella que tentou sair correndo mas ainda sim bateu nela- Eu sou um jogadora sempre acerto meu alvo- Antonella olhou para ela e começou a rir

-Mas dessa vez o alvo é você né-Camila olhou para Melissa que deu risada

-Vocês são péssimas- olhei para a três que deram risada- Bom vou avisar ao nosso pai aonde vamos essa noite- assim que comecei a caminhar Melissa me gritou olhei para trás

-Fala que vamos no Akimor- ela sorriu para mim e eu concordei

Entrei no escritório do meu pai e ele estava parado no telefone olhando para a janela.

-Você podia pelo menos fingir que se importa com seus filhos, mas não você só pensa nessa sua nova coleção de roupas e na empresa não esteve aqui no dia do aniversário deles Anastácia- ele fala sério ao telefone fechei a porta e voltei para sala

-O que aconteceu que você está com essa cara? - Camila olhou para mim e eu olhei para ela

-Meus pais estão brigando por telefone- todo mundo olhou para mim e Melissa saiu da onde ela estava e veio até mim

-Decidiram aonde vamos jantar hoje? - meu pai apareceu como se nada tivesse acontecido e sorriu para nós

-Sim, vamos no Akimor- Antonella olhou para ele que deu um sorriso

-Sexta de japa, papai- Melissa deu um sorriso para ele que olhou para a foto da vovó e deu um sorriso

-Vovó Mel iria gostar que vocês mantem a tradição dela- ele olhou para mim e depois para Melissa que sorriu para ele

-Como está a nossa mãe? - olhei para ele que desfez o sorriso e suspirou

-A mesma de sempre Bryan, só se importando com a coleção de roupas e com a empresa- ele mexeu a cabeça parecia estar decepcionado com ela na mesma hora a campainha tocou

Me levantei para abrir dando de cara com Margo e Tyler que deram um sorriso e eu dei passagem para eles entrarem.

-Bom se dividam entre os carros e nós nos encontramos no Akimor- meu pai olhou para todos nós que concordamos com a cabeça

-Eu, Jordan e Antonella vamos com o papai- Melissa olhou para meu pai que concordou com a cabeça

-Eu, Camila e Vitor vamos com a Margo e Tyler- olhei para eles que concordaram com a cabeça



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...