História The Plan - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Iz One (IZ*ONE / IZONE), X1
Tags Eunhee, Eunsang, Iz*one, Junho, Junsang, Minhee, Yena
Visualizações 78
Palavras 3.740
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fluffy, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


meu comeback nesse site chegou! espero que gostem, fiz bem curtinha pois estava com saudades de escrever e ansioso para postar logo.

Capítulo 1 - Ice Cream.


- Com licença, desculpa, licença – Lá estava Lee Eunsang correndo apressado em direção a quadra da sua escola, logo o sinal tocaria e ele precisava falar urgente com seu amigo Cha Junho antes disso.

Ao chegar na quadra, ele viu Junho na roda de amigos dele do futebol, chegou lentamente e cutucou as costas do amigo, se Junho não estivesse com o uniforme do time da escola e Eunsang não usasse óculos, as pessoas iriam achar que o atlético ali era o Lee, já que Junho era menor que Eunsang.

- Oi senhor Eunsang – Disse Junho se virando para o amigo – O que deseja?

Era óbvio que Junho estava brincando com o amigo, e só pelo tom de voz que ele falou, Eunsang percebeu que o amigo já sabia o que ele veio fazer ali.

- Olá senhor Junho – Disse Eunsang entrando na brincadeira do amigo – Você sabe o que eu desejo.

- Kang Min... – Eunsang tapou a boca do amigo antes que ele continuasse a falar, todos os amigos de Junho os olharam confusos.

- Eu te odeio – Eunsang olhou bravo para o menor – Além disso, você já sabe o que eu desejo, senhor Junho.

- Sim, eu já sei – Junho revirou os olhos – Você disse isso já um milhão de vezes, e eu não estou exagerando, você tem me falado disso tem 2 meses, e quando não fala pessoalmente, você me liga ou me manda mensagem.

- Você está exagerando – Eunsang corou.

- Quer que eu abra nossa conversa e reproduza os milhares de áudios que você me mandou falando desse seu plano? – Junho disse indo em direção a sua mochila para pegar seu celular.

- NÃO – Eunsang disse entrando na frente do amigo – Mas você vai me ajudar ou não com aquilo?

- Sim, senhor Eunsang – Junho disse bufando – Já é a milionésima vez que digo isso.

- Você é o melhor amigo do mundo Chacha – Disse Eunsang abraçando o amigo.

- HMMMM CHACHA – Disseram os amigos do Junho em uníssono, zombando do apelido que Eunsang deu pro amigo, fazendo o menor corar.

O sinal tocou, para o alívio de Junho que foi correndo para o vestiário tomar uma ducha e trocar de roupa. Eunsang já corria em direção a sala de aula, porém parou no meio do caminho quando ele o viu, sim ele, o motivo dos suspiros do ruivo, Kang Minhee.

Eunsang já conversou com Minhee diversas vezes durante esse ano letivo, um total de 3 vezes. A primeira vez foi no primeiro dia de aula do Minhee, quando Eunsang ainda ajudava na biblioteca da escola, ele entregou os livros para Minhee, claro que ele pagou um mico, derrubando um dos livros no pé de sua paixonite. A segunda vez foi durante uma partida de queimada quando Eunsang entrou na frente de Minhee e deixou ser pego pela bola e a terceira vez foi no refeitório da escola quando Eunsang esbarrou nele.

E sim, nessas 3 situações Eunsang só ouviu um “obrigado” e “desculpe” de Minhee, e sim, Eunsang era um completo bobo apaixonado por ele.

- Oi Eunsang – Choi Yena, que estava conversando com Minhee, vai até o ruivo e dá um abraço nele, eles ainda não haviam se falado naquele dia direito – Tudo pronto para amanhã?

Ela estava se referindo sobre a viagem que a escola faria para o Rio Han.

- S-sim – Disse o menino gaguejando, sua paixonite estar logo ali na frente o deixava nervoso – Se me dão licença eu vou para a aula.

- Te vejo amanhã na viagem Eunsang- Minhee disse e aquilo quase fez Eunsang gritar.

Yena deu um risinho, pois ela sabe tanto quanto Junho da paixão que Eunsang tem pelo Minhee e ela sabe que ele está gritando internamente e com borboletas no estomago por essa simples frase que o moreno disse para o seu amigo.

~~

Durante a aula, Eunsang não conseguiu se concentrar, tudo o que ele pensava era na frase que Minhee disse a ele, milhões de pensamentos passava pela cabeça do ruivo. O que ele quis dizer com aquilo? Ele vai me ver amanhã? Mas em que sentido? Primeiramente, ele QUER me ver? Será que ele sabe do plano? A Yena estava conversando com ele, mas jamais contaria para ele, ela era sua melhor amiga, não tem motivo para ela querer estragar tudo.

O menino se distraí com a chegada de Junho na aula, como sempre ele estava atrasado, mas por ele ser um dos melhores jogadores de futebol da escola, os professores quase nunca pegavam no pé dele, e ele tinha notas boas e isso era tudo o que importava para eles no final das contas.

- Hey bobão – Junho chama o amigo ao se sentar na carteira do lado dele – Fecha a boca antes que entre mosquito.

- Vai se lascar – Eunsang diz para o amigo.

- Encontrei com a Yena no corredor e ela me contou tudo – Eunsang cora – Pelo jeito teu namoradinho quer te ver amanhã hein.

- Para com isso – Eunsang fica quase tão vermelho quanto seu cabelo – Ele não é meu namoradinho.

- Ainda – Junho brinca.

Junho sempre apoiou Eunsang em tudo, até mesmo nas fantasias mais bobas que o ruivo tinha.

O sinal toca e Eunsang percebe que não copiou quase nada da matéria, mas por sorte Junho copiou.

- Depois você me empresta o seu caderno para eu copiar a matéria – Eunsang diz.

- Isso vai te custar um sorvete – Junho sorri para o amigo.

- Feito – Eunsang concorda de primeira pois hoje ele estava de bom humor, o motivo era Kang Minhee obviamente – Mas você vai me ajudar amanhã né?

- Por Deus Lee Eunsang, eu já disse que sim – Junho bufa.

- Não bufa comigo – Eunsang faz um biquinho – Eu sei que no fundo você me ama e será um prazer para você ajudar seu querido amigo apaixonado.

~~

Já em casa, Eunsang decide ligar para Yena e Junho, pois ele queria repassar o plano com os amigos, pela quinta vez naquela semana.

- Alô meus queridos amigos – Yena atende primeiro – Ai pera o Junho não está aqui ainda, então, Oi Eunsang.

- Eu não sou querido? – Ele finge chorar.

- Você era nosso querido quando era o baby do grupo – Ela diz rindo – Porém a partir do momento que você se apaixonou e deixou de ser um baby, automaticamente deixou de ser nosso querido.

- Você me odeia – Eunsang ri – Eu não mando em meu coração Yena!

- Alô chato e Yena – Junho atende.

- Isso é homofobia seletiva – Eunsang diz e Yena ri – Enfim chatos, vamos repassar o plano?

- Isso vai te custar mais um sorvete – Junho diz – Pois eu não aguento mais ouvir esse bendito plano.

- Eu também quero sorvete – Yena diz fazendo uma voz fofa.

- Você acha que eu tenho cara de dono da sorveteria Cha Junho? – Eunsang diz fingindo estar bravo com o amigo.

- Sim – Junho ri – Na verdade você é o próprio sorvete de morango com esse cabelinho, o Lee Sorvetinho.

- Vocês parecem duas crianças – Yena diz bufando.

- Vamos repassar o plano logo – Eunsang diz.

O plano era simples, Junho e Yena não podiam deixar ninguém sentar do lado do Minhee no ônibus para que Eunsang sentasse do lado dele. Porém na cabeça de Eunsang aquele era um plano digno de filme de Hollywood.

Assim que o plano foi repassado, Yena desliga a chamada pois, de acordo com ela, ela tinha muita coisa para fazer, sendo assim apenas Eunsang e Junho permaneceram na chamada.

- Já sabe o que vai falar com o Minhee amanhã quando estiver sentado do lado dele? – Junho pergunta para o amigo.

- Claro que sei – Eunsang diz tentando convencer a si mesmo, ele jamais admitiria que seu plano tem uma falha, ele não sabe o que falar com o Minhee.

- Ah é? – Junho pergunta duvidando de Eunsang – Então sobre o que você vai falar?

- B-bom – Eunsang gagueja – Eu vou falar com ele sobre... sobre séries! Isso! Irei falar com ele, quero descobrir se ele é do tipo que assiste séries românticas ou não, vou perguntar quais as séries favoritas dele.

- Sério que você me atormentou por meses para no final das contas só falar sobre séries com o menino que você gosta? – Junho disse rindo do amigo.

- Sem julgamentos! – Eunsang disse tímido – Não é como se eu fosse conversar com ele sobre namoro e etc né...

- Pois deveria – Disse o menor ainda rindo do amigo – Quem sabe assim ele se apaixona por você ali mesmo no ônibus e vocês trocam uns beijinhos.

- CHA JUNHO! – Eunsang estava cobrindo o rosto com as mãos – Pare de falar besteiras.

- Apenas digo verdades – Junho amava pegar no pé do amigo, eles eram assim desde crianças.

- Por que eu ainda sou seu amigo? – Eunsang disse tirando a mão do rosto, porém ainda um pouco vermelho.

- Você me ama – Junho diz sorrindo – E não vive sem mim, espero que você nunca me troque pelo seu namoradinho quando vocês namorarem de verdade.

- Não diz isso – Eunsang diz sério – Eu nem sei se ele gosta de mim, e eu jamais iria trocar você, não existe Kang Minhee no mundo que faça eu me afastar de você Chacha.

Agora é a vez de Junho ficar corado, ele amava seu amigo e ficou feliz ao ouvir aquelas palavras.

 - Que bom então – Junho diz rindo – Mas você ainda me deve dois sorvetes.

- Não posso ser fofo uma vez que você já quer tirar proveito? – Eunsang ri também.

- É claro – Junho concorda – Mas não se preocupe, não tem sorvete no mundo que faça eu trocar você. Agora boa noite que eu preciso dormir, amanhã vai ser um dia longo.

- Boa noite Chacha – Eunsang diz e desliga a chamada. Realmente o dia seguinte seria um dia longo.

~~

Eunsang acordou no dia seguinte e fez todas as higienes matinais, exageradamente, ele tomou banho antes do café da manhã e depois, passou tanto perfume que se Minhee tivesse rinite, Eunsang estava ferrado. Ele já estava a caminho da escola e resolveu mandar uma mensagem para Junho, perguntando se já estava tudo pronto para o plano. Junho disse que provavelmente se atrasaria alguns minutos, mas que Yena já estava com tudo pronto.

~~

Ao chegar na escola, como hoje não teria aula devido ao passeio, ele foi direto para o estacionamento. Ele estava muito ansioso para sentar do lado de Minhee, mesmo que ele não soubesse direito o que falar com o moreno.

Porém ao entrar no ônibus ele se depara com uma cena que o deixa mais vermelho que o seu cabelo, se é que isso era possível. Son Dongpyo, outro menino que era apaixonado por Minhee, e que Eunsang detestava, estava sentado do lado de Minhee. Seu plano havia falhado, pois ele não queria parecer um louco ciumento na frente de todos ali, e principalmente na frente de sua paixonite.

- Bom dia Eunsang! – Yena grita do fundo do ônibus – Tem um lugar pra você sentar ali do lado do Junho.

Junho sorri para o amigo que vai em sua direção, a cara de taxo de Eunsang era óbvia, porém ele jamais que iria maltratar seu melhor amigo pelo plano ter falhado.

- O plano falhou – Ele fala chateado para o amigo, já sentado em seu lado – Não acredito que ele está sentado com aquele baixinho chato.

- Sinto muito Eunsang – Junho diz olhando para o amigo – Não era minha intenção ter me atrasado.

- Não é sua culpa – Eunsang pega na mão do amigo para transmitir a sinceridade – Eu estou um pouco triste e levemente com raiva do Dongpyo, estou querendo jogar ele para fora deste ônibus etc, mas não irei fazer isso!

- Você é maluco – Junho ri.

- Por que a Yena não seguiu o plano? – Eunsang pergunta para Junho.

- Quando eu cheguei eles já estavam sentados juntos – Junho responde – Mas pelo o que ela me disse rapidinho, ela tentou seguir o plano mas o Dongpyo insistiu muito, e o motorista vendo a situação chamou a atenção dela e deixou o Dongpyo sentar com o Minhee.

- Motorista Eunsangfóbico – Eunsang brinca.

- Não fica triste mais ok? Junho aperta a mão do amigo – Você sabe que pode conversar comigo sobre séries se quiser.

- Bobo – Eunsang sorri para Junho.

~~

O ônibus da partida, Eunsang e Junho estão no próprio mundinho deles conversando sobre o que Eunsang tinha planejado conversar com Minhee. Séries. Yena observa eles do fundo do ônibus, e dá um sorrisinho.

No meio do caminho Eunsang começa a passar mal, fazia tempo desde a última vez que ele viajou de ônibus.

- Motorista, para o ônibus por favor – Junho grita – Meu amigo está passando mal e precisa sair para vomitar.

O ônibus para e Eunsang corre para fora do veículo, obviamente com Junho logo atrás dele. Ele vomita e Junho não se importa com a cena, ele apenas queria ficar do lado do amigo.

- Está tudo bem Eunsang? – Um dos professores que estava indo de carro logo atrás do ônibus da escola, chega até eles preocupado.

- Não – Eunsang diz ainda meio tonto após ter vomitado – Faz tempo que eu não faço viagens longas de ônibus, se eu voltar pra dentro vou passar mais mal ainda!

- Você quer vir de carro comigo aqui no banco de trás? – O professor pergunta para o ruivo – Prometo dirigir devagar para você não se sentir mal.

- Eu aceito professor – Eunsang diz e abre a porta do carro.

- Eu também vou junto – Junho diz e entra do lado do amigo – Para o caso dele precisar de alguma ajuda.

- Tudo bem Junho – O professor concorda e avisa o motorista do ônibus que havia saído para ver se Eunsang estava bem.

~~

Durante o caminho, Eunsang ainda não estava se sentindo bem e Junho percebeu e puxou o amigo para deitar em seu colo.

- Assim você descansa – Junho faz carinho no cabelo do amigo.

- Obrigado Chacha – Eunsang agradece e fecha os olhos, ele iria aproveitar para cochilar um pouco.

Enquanto cochilava, Eunsang tem um sonho, era uma lembrança, de quando ele conheceu Junho.

Ambos eram crianças, tinham 6 anos e estudavam em salas diferentes, Junho estava brincando no parquinho e Eunsang também. Junho cai enquanto brincava e começa a chorar, aquilo chama atenção de Eunsang, que na época tinha cabelos tão pretos quanto a noite.

- Não chora – Eunsang disse se aproximando de Junho.

- Eu ralei o meu joelhinho – Junho diz fazendo beiço.

- Deixa eu te ajudar – Eunsang pega na mão de Junho e o ajuda a levantar – Vamos ali na torneira lavar o machucado, minha mamãe sempre diz que quando nos machucamos precisamos passar muita água para não juntar bichinhos e inflamar.

Eles vão até uma torneira e Eunsang ajuda Junho a lavar o machucado, ele havia um curativo pois sua mãe sempre deixava um no bolso dele por precação, ele coloca no joelho de Junho e da um beijinho no local.

- Para sarar mais rápido – Eunsang sorri e da um pirulito para o menino – Toma, pra você não chorar mais.

- Obrigado – Junho sorri para o mais novo – Eu me chamo Cha Junho, e você?

- Lee Eunsang – Eunsang diz – Você quer ser meu amigo?

- Quero – Junho diz e eles começam a criar um cumprimento de mão só deles, seria um código secreto entre eles.

~~

- Eunsang, acorda – Junho diz calmamente – Chegamos.

O ruivo acorda e não diz nada, ele estava muito pensativo após ter aquele sonho.

- Você está melhor? – Junho diz ajudando o amigo a sair do carro.

- Estou sim Chacha – Ele tranquiliza o amigo – Obrigado por cuidar de mim.

- Por nada – Junho sorri – Não vou cobrar outro sorvete de você por isso.

Eunsang sorri e começa a ir em direção aos outros alunos, ele vê Yena indo em sua direção e para pra conversar com a amiga.

- Você está melhor? – Yena diz e Eunsang concorda com a cabeça – Me desculpa por ter feito seu plano dar errado.

- Tudo bem – Eunsang diz – Eu sei que não é sua culpa, Junho me contou o que aconteceu.

- Por que você não aproveita esse dia lindo e se declara pra ele? – Yena como sempre, tendo suas ideias malucas repentinas – É bem romântico aqui.

- Tá maluca Yena? – Eunsang cora – Eu iria travar, jamais que isso iria dar certo.

- O não você já tem Eunsang – Ela diz e ri para o amigo – Toma aqui essas balinhas de menta pra sair o bafo de vomito, vai lá e se declara pra ele, vai, vai.

Ela diz empurrando o amigo em direção ao Minhee que estava sentado na grama com fones de ouvido, provavelmente estava ouvindo música.

Eunsang cria coragem e vai em direção a Minhee. Ele para no meio do caminho e olha para trás, Junho está o observando, ele dá um sorriso fraco e acena positivo para o amigo, o encorajando a fazer aquilo. Eunsang volta a olhar pra frente e continua em direção a Minhee. Ele coloca uma bala em sua boca pois não queria ficar com bafo de vomito, como Yena havia dito.

- Oi Minhee – Eunsang diz e se senta do lado do menino.

- Oi Eunsang – Ele responde – Você já está melhor?

- Estou sim – Ele sorri – Obrigado por perguntar, e você como está?

- Estou bem – Minhee ri com a pergunta repentina – Então, você quer me falar algo?

- Não! – Eunsang engole em seco, quase engolindo a bala junto – Quer dizer, Sim!

- Então me diga – Minhee diz dando uma risadinha.

- Eu gosto de você – Eunsang diz rápido demais.

- O que? – Minhee diz – Repete pois não entendi nada.

- Eu gosto de você – Eunsang diz e coloca a mão no rosto de vergonha.

- Oh – Minhee diz, chocado – Você sabe que eu não posso te corresponder né?

- Por que? – Eunsang diz, quase chorando.

Minhee começa a gaguejar, ele não está conseguindo nem montar uma frase direito.

- CHOI YENA – Ele grita e Eunsang entende tudo, ele sai dali correndo e chorando, ele não podia acreditar que sua paixonite gostava de sua melhor amiga.

Junho que estava observando tudo de longe, corre em direção ao amigo, ele está indo para as escadas que levam em direção ao rio, ao chegar as escadas, ele para e se senta em um dos degraus, Junho senta do lado dele.

- Eu sou feio Chacha? – Ele pergunta chorando para o amigo.

- Claro que não – Junho responde na mesma hora – Você é bonito Eunsang, o menino mais bonito que eu conheço.

Junho coloca a mão no rosto do amigo e limpa as lágrimas. Eunsang começa a ter mais lembranças de quando eles eram crianças.

~~

Eunsang e Junho sempre foram muito grudados, quando crianças eles sempre gostavam de ficar escondidos atrás de uma das árvores que tinha no parquinho da escola, aquele era o santuário deles. Eles também eram muito carinhosos um com o outro, diversas vezes Junho e Eunsang trocavam bitoquinhas, coisa boba de criança.

- Sangie, você é muito bonito – Junho chamava Eunsang por esse apelido quando eles eram crianças – É o amigo mais bonito que eu já tive.

- Você também Chacha – Eunsang nunca foi bom em receber elogios, mas com Junho era diferente, ele sempre conseguia retribuir – É o mais bonito do mundo.

- Posso te fazer uma pergunta? – Junho diz segurando na mão do amigo.

- Claro – Eunsang sorri.

- Quando a gente crescer – Junho começa e Eunsang solta um risinho – O que foi?

- Você é tão baixinho que eu acho que não vai crescer quando ficar adulto – Eunsang ri da brincadeira.

- Eu sou quase da sua altura – Junho faz cara de bravo para o amigo.

- Claro que é – Eunsang concorda ironicamente – Mas me faça a pergunta logo.

- Quando a gente ficar mais velho – Junho muda suas palavras – Você namora comigo?

- Namorar? – Eunsang pergunta curioso – Mas minha mamãe diz que é errado dois meninos namorarem.

- E quem liga para o que os adultos pensam? – Junho diz debochando – Se você se namorar comigo, eu te dou um sorvete.

- Hmm... – Eunsang pensa – Tá bom!

- Eba! – Junho comemora.

~~

Ao lembrar disso, Eunsang sorri feito um bobo olhando para o amigo ali do seu lado, como ele pode ser tão cego? Junho estava ali o tempo todo com ele, sempre o apoiando em qualquer coisa que seja. Ele sempre amou Junho e Junho sempre o amou, como ele não havia percebido isso?

- Chacha – Eunsang para de chorar. – Eu tenho um plano.

- De novo Eunsang? – Junho revira os olhos.

- Calma, desse você vai gostar – Eunsang sorri. – Vamos comigo até a sorveteria, eu estou te devendo um sorvete, e você também está me devendo um.

- Estou é? – Junho pergunta para o ruivo.

- Sim – Eunsang se levanta e segura na mão do amigo – No caminho eu te explico tudo, vamos logo.

Eles partem de mãos dadas em direção a sorveteria que não era muito longe dali.

Um pouco mais distante deles, estão Yena e Minhee, observando tudo.

- E aí, deu certo? – Minhee pergunta para Yena – Seu plano funcionou?

- Claro que deu – Yena sorri vitoriosa.

- Ele acha que eu gosto de você – Minhee diz - Aliás que inferno você gritando no meu ouvido, eu não estava com coragem de dizer pra ele que eu gosto do Dongpyo, você deveria me ajudar com outro plano e não ficar dizendo em meu ouvido para contar tudo, eu até gaguejei.

- Relaxa – Yena diz para Minhee – Amanhã eu me resolvo com ele.

- Então – Minhee continua- Como você sabe que o plano deu certo?

- Acredite em mim – Yena ri – Eu conheço bem aqueles dois, eles se gostam desde sempre, mas nunca perceberam, talvez Junho sempre soube, mas ele jamais iria se declarar para Eunsang, principalmente ao saber que ele gostava de você.

- Me sinto culpado – Minhee olha para o chão envergonhado – Mas o que te faz acreditar que deu certo nosso plano?

- O sorriso de Eunsang – Yena diz – Eu nunca o vi sorrindo assim para ninguém, aquele brilho nos olhos, talvez ele tenha finalmente percebido o quanto ama Junho.

- E agora? – Minhee pergunta – Temos que fazer mais alguma coisa?

- Não – Yena nega – Agora é com os dois, porém já podemos declarar que nosso plano foi um sucesso.


Notas Finais


mais uma fanfic com final em aberto e choca 0!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...