História The small support grup - Now United - Capítulo 160


Escrita por:


Capítulo 160 - Página 160: " katana"


Segunda Temporada: 30EP

Narradora• 

Eles sabiam oque estavam fazendo, elas tinham tudo planejado desde o começo, eliminar o Norte não era uma opção, era um dever deles, lá estava Any Gabrielly deitada no chão com a barriga doendo e tentando respirar aos poucos, dizem que quando você está prestes a morrer a vida passa diante dos seus olhos 

Any- Vocês não desistem mesmo não é?! Eu devo aplaudir a vocês, de pé ainda porquê isso é fato!! Vocês não desistem- falo recuperando o ar e a dor diminue aos poucos 

Júlia- Sabe qual é o seu problema Any Gabrielly?! Você deixa de ser realmente a pessoa que você é, pra virar do dia pra noite, Any Gabrielly em chamas, o renascimento - falo pegando minha adaga 

Any- Estão erradas, eu sempre fui Any Gabrielly em chamas, eu sempre fui essa garota autentica e cheia de si, sabe qual é bonseu problema Julia?! É falta de sexo piranha - falo tirando meu cinto

Prudence- Você é minha!! 

Any- Me joga na parede e me chama de largaticha - falo debochando pela sua frase contestadora 

Em seguida de vários golpes com a perna a brasileira bloqueia eles com seus braços, era uma luta corpo a corpo até a faca de Prudence atingir o braço de Any, um rasgo é feito ali com pouca pressão, Any não deu tanta importância assim pois não tinha sido grave, seu cinto é balançado no ar e atingi a perna de Prudence com um estralo dando a ela vários arranhões feios 

...

Sina- Está escutando isso?! São batidas Yoon, batidas de espadas em uma batalha aberta, quem veio com espadas pra cá?!

Heyoon- A Hina e a Sofya se não me engano, agora não sei quem do lado Sul veio com espadas 

Sina- Será que temos que ajudar?! - fico com receio 

Heyoon- Não podemos se os investidores souberem disso vão matar a gente, vão totalmente acabar com nossa raça aqui e lembre-se que você tem que manter esse bebê vivo - falo baixinho 

...

Noah- Eu nunca entendi essa raiva toda pelo Norte, será porquê a gente do lado Norte nunca deu bola pra vocês do lado Sul?! Deve ser chato levar um fora da gente né?! Achava que os do lado Sul fossem mais atraentes, mas me enganei - falo me esquivando do soco inglês 

Pego sua cabeça e bato com força no meu joelho, ele fica meio tonto e vou para o outro que está com um facão na mão, vou até ele me encostando em uma árvore, vindo em direção do americano o musculoso atira o facão com tanta força que ao americano se esquivar o próprio facão fica preso na árvore 

Noah- Lição número um companheiro, nunca deixe suas emoções levarem você pra guerra, o coração é um órgão muito importante pra ser tirado de você- falo enfiando minha adaga no seu peito 

Noah- O seu cérebro tem que raciocinar o quão você é capaz e oque você pode fazer, unir as duas pesas é uma missão suicida, ninguém quer ser morto - falo enfiando outra adaga em seu crânio

Noah- Diga a Satanás que não é pra ele se animar não tá, não vou completar quinhentas almas pra ele esse ano, já não basta ano passado - falo retirando unhas adagas e lavando no rio 

Noah- Eu deixo vocês aqui tá de boa ou vocês querem ser enterrados?! Porquê eu estou falando com mortos?! 

Noah- Cruzes- falo fazendo o sinal de reza 

...

Júlia- Você não pode comigo Any, desiste e prometemos uma morte menos dolorosa- falo colocando força na espada contra o conto dela 

Prudence- Cuida das olhinhos fechados, a brasileira é minha Júlia!!- falo derrubando a japonesa e indo pra Any 

Any- Porquê vocês duas não desistem e voltam pra casa?! Tem certeza que quer morrer aqui Prudence?!

Prudence- Eu não vou só matar você - falo chegando perto do seu ouvido e falando 

Prudence- Eu vou enfiar uma adaga na sua barriga e matar o seu filho, quem diria né?! Nem teve a chance de ver o sol e já está prometido a morte - falo no seu ouvido 

Any- Sua piranha desalmada- falo pegando o meu chicote e amarrando no seu pescoço trazendo ela até mim 

Any- Se tentar encostar no meu filho eu juro a você que não só mato você, eu mato a sua família e amigos inclusive o seu namoradinho de merda, na verdade o Sold nem te considera uma namorada - falo e vejo a cabeça dela ficar vermelha 

Júlia- Prudence!!- falo e empurro a japonesa com o pé 

Any- Tá sentindo as dores da amiga agora é?! - falo soltando a Prudence pra respirar e pego a Júlia pelo pescoço 

Hina- 私の剣があなたの腐った魂を吸収してくれますように - falo pegando minha katana do chão e me virando pra Júlia ( que a minha espada absorva sua alma podre)

Algo em Hina estava dando errado, a brasileira ficou absmada com a ação da pequena Hina Chan, a sua katana tinha atravessado o corpo de Júlia, o sangue pingava no chão, Prudence não estava mais alí, Any largou o corpo de Júlia e fechou os olhos da garota que morreu recentemente 

Any- O que vamos fazer agora Hina Chan?!

Hina- Vamos seguir com o jogo Any - falo pegando uma pegar enorme e jogando em cima do rosto de Júlia 

Uma simples pedra pois um ponto final naquela tarde, Hina não tinha superado o seu passado, ela estava colocando pra fora as suas mágoas, sua katana tinha se tornado sua melhor amiga, sua memória estava conturbada, ela olhava o rosto disfigurafo de Júlia com admiração, a única coisa que se passava pela sua cabeça era " Uma pena eu não ter aproveitado muito de você"



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...