História The walking Dead Besides the Lifes - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Fear The Walking Dead, The Walking Dead
Tags Fear The Walking Dead, The Walking Dead
Visualizações 9
Palavras 1.095
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Survival, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - 1 Temporada- Capitulo 1- "Quando tudo começou"


Fanfic / Fanfiction The walking Dead Besides the Lifes - Capítulo 1 - 1 Temporada- Capitulo 1- "Quando tudo começou"

Nos arredores de Atlanta, um grupo de amigos iam se formar, um deles era Raphael que estava muito contente, mais uma coisa o preocupava, varias noticias estavam saindo nos jornais de pessoas surtando e atacando outras pessoas, mas ele não ligou pois pensava que poderia ser algum tipo de droga, e foi se arrumar , depois chamou sua irmã:

- Amanda vamos logo, se não vamos se atrasar!

- Já estou indo. – Gritou Amanda.

- Encontraremos vocês lá. – Falou Ana.

- Está bem mãe, Agora vamos Amanda. – Falou Raphael.

Raphael e Amanda foram para a escola, encontraram seus amigos e foram se cumprimentar.

- Você esta lindo Raphael. – Falou Stephane.

- Deixem para namorar depois já estamos atrasados. –Falou Emanuel.

- Vocês viram as noticias no jornal? – Perguntou Gabriel.

- Sim, eu fiquei com medo mais acho que pode ser mentira, vamos lá a diretora esta nos chamando. – Falou Kelly.

A formatura finalmente começou, passou-se uma hora, e os pais de Amanda e Raphael não aviam chegado, mais não ligaram muito, pois pensavam que eles estavam presos no transito, de repente uma garota entrou e gritou:

- Eles estão vindo, eles atacaram todos, temos que sair daqu... – A garota acabou desmaiando, e a diretora vai ajuda-la, mas a menina ataca a diretora.

- Pode ser aquelas coisas da noticia? – Perguntou Kelly.

- Acho que são vamos temos que sair daqui. – Falou Raphael puxando Amanda.

Todos entraram em pânico com o aconteceu, Raphael e os outros correram para o estacionamento, pegaram um carro e quando iam saindo alguém grita:

- Por favor mim esperem! Não mim deixem aqui.

- Para, é o Victor. – Grita Amanda.

- Entra, o que foi isso no seu braço. – Pergunta Stephane.

- Uma daquelas coisas mim mordeu. – Falou Victor.

- Temos que leva-lo para um hospital. – Falou Kelly.

- O hospital fica muito longe, tem uma farmácia aqui perto. – Falou Gabriel.

Chegando na farmácia, quando iam entrando um homem com uma arma os para e fala:

- Para aonde vocês pensão que vão?

- Por favor, precisamos entrar, nosso amigo esta ferido. - Pediu Amanda.

- O que aconteceu com ele? – Perguntou o Homem.

- Ele foi mordido. – Respondeu Raphael.

- Ele vai virar uma daquelas coisas, já vi acontecer, todos que foram mordidos se transformam, pode levado mais se ele se transformar você tem que amara-lo, para evitar que ele machuque mais alguém, meu nome e Jacke, vamos mim sigam.

Chegaram na farmácia, Victor foi amarado e Stephane começou a cuidar da mordida, então ela percebeu que ele estava com muita febre, Victor acabou desmaiando, então Jacke pergunta:

- Vocês pretendem ir para aonde, tem um acampamento aqui perto foram varias pessoas para lá, se quiserem podem vir comigo?

- Nós aceitamos, obrigado por nos deixar entrar... – Quando Stephane ia terminando de falar Victor levanta e tenta morde-la, então Jacke pega sua faca e o apunhala na cabeça. – O que foi isso?

-Ele morreu, por isso virou uma dessas coisas, e para mata-los basta dar uma pancada bem forte na cabeça, se quiserem ir comigo para o acampamento, precisam de uma arma. – Falou Jacke.

Todos o seguiram, para uma loja de arma, Raphael pegou um taco de beisebol, Gabriel um revolver, Stephane um arco e flechas, Amanda e Kelly uma faca, Emanoel um machado, Jacke pegou algumas armas como fuzil, metralhadora e revolver, quando iam saindo da loja eles percebem que estão cercados por Zumbis, Amanda fala:

- Como vamos sair daqui, eles estão por todos os lados?

- Não sei temos que dar um jeito de sair, pois essas portas não vão aguentar. – Respondeu Gabriel.

- Podemos sair pelo o esgoto, mais não sabemos o lugar certo para sair. – Falou Stephane.

- Não custa tentar, vamos lá. – Falou Jacke.

Todos entraram no esgoto, quando se deparam com alguns zumbis, Jacke e Raphael cuidaram de todos eles e continuaram, saíram num prédio quase perto da saída da cidade, mais as ruas estavam cheias de Zumbis, então Amanda fala:

- Eles estão despercebidos, podemos tentar passar.

- Eles podem sentir nosso cheiro, e são atraídos pelo barulho, mais se nos cobrirmos com o sangue deles podemos passar, pois eles não vão sentir nosso cheiro, e igual uma camuflagem, e a única forma de sairmos daqui. – Falou Jacke.

- Podemos atrai-los pelo o som, posso colocar meu celular em algum desses prédios tocando uma musica, ai aquelas coisas vão para lá, e assim agente pode sair. – Falou Stephane.

- É pode funcionar vamos coloca-lo lá. – Concordou Jacke.

Eles colocaram o celular e todos os zumbis foram atraídos pelo som, então eles correram para fora, mais no meio do caminho ainda tinha alguns mais Jacke os matou, um pegou Stephane pela perna e a derrubou, quando ele ia mordendo ela, Amanda o golpeou na cabeça com sua faca, e as duas continuaram correndo, conseguiram chegaram ate um carro e entraram, e foram em direção ao acampamento.

- Vocês foram bem, mais vão ter que treinar mais se quiserem sobreviver, no acampamento vocês vão começar a treinar. – Fala Jacke

- É nós vamos treinar, preciso a aprender como usar meu arco, assim serei mais útil, quase fui mordida se não fosse Amanda. – Falou Stephane.

- Amor, vamos treinar juntos e vamos ser os melhores, vamos oque eu posso fazer com esse taco de beisebol. – Falou Raphael.

- Estamos chegando. – Falou Amanda descendo do carro. – Mãe!

- Amanda, Raphael são vocês pensava que tinha perdido vocês, eu e seu pai estávamos indo ai aconteceu esse ataque e fomos trazidos para cá com algumas pessoas, Stephane sua mãe esta lá dentro, Kelly e Emanoel os pais de vocês não conseguiram, aquelas coisas os devoraram. – Falou Ana chorando.

- Mãe, se acalme agente está aqui com você. – Falou Amanda abrasando ela.

- Vamos Gabriel, vamos ver nossa mãe. - Falou Stephane o puxando pelo braço.

Kelly começou a chorar nos braços de Emanuel, e Stephane foi ao encontro de sua mãe.

- Mãe, você está bem.

- Filha, vocês então bem pensava que tinham morrido, eu tentei ajudar o pai de vocês mais não consegui, aquelas coisas o pegaram. – Falou Clara chorando.

- Mãe vai ficar tudo bem, agente vai cuidar de você, sabemos que fez tudo oque pode para salvar o papai. – Falou Gabriel quase chorando e abraçando-a.

Enquanto isso Jacke foi falar com Otavio o líder do acampamento.

- Você trouxe mais pessoas, já te falei para não trazer mais ninguém.

- Vou treina-los para proteger o acampamento. – Falou Jacke

- É bom mesmo, se falharem, acabarei com eles e com você pessoalmente. – Falou Otavio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...