1. Spirit Fanfics >
  2. To the rhythm of the heart >
  3. Weak or Strong?

História To the rhythm of the heart - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Weak or Strong?


Ja se passaram duas semanas desde evento no hospital, meu pai se certifica todos os dias que eu estou bem antes de sair para seu trabalho enquanto eu fico em casa de repouso, uma semana, duas semanas sendo massacrada de todas as formas por Rose Hale, algo em mim a incomodou, porém eu não sei o que é ou como reverter.

Claro que eu me defendo todas as vezes s xingando para ser deixada em paz, mas nunca é o suficiente.

Rose tomou um ódio mortal por mim, assim como eu por ela, depois das inúmeras humilhações passadas eu resolvi hoje revidar com estilo.

Coloquei um vestido apertado e branco como um desafio para ela jogue mais uma vez seu maldito suco em cima da minha roupa, voltei a usar salto para que ela veja que não temo que ela me jogue novamente no chão.

Ela pode me olhar de todas as formas, porém hoje ela não vai me atingir, não hoje.

Nesses dias não tive um real motivo para sorrir, porém o que mais me deixou triste nisso tudo é que depois que meu pai chegou para me buscar na enfermaria do hospital, Emmett finge que não existo, não fala comigo e como se não bastasse cada vez mais deixa de sorrir para mim nos corredores e isso me machuca. Machuca muito.

Com o pé esquerdo eu piso sobre o chão desse Colégio vendo de longe o carro dos Cullen chegando, Edward está de volta o que me deixa feliz, depois da discussão entre Edward e Emmett no hospital, Edward não tinha retornado para escola.

Quando o carro finalmente parou Rose saiu do carro me olhando enquanto caminha em direção à porta do prédio, seu ombro se esbarra com o meu me jogando novamente contra o chão, porém em um movimento rápido e eficaz eu me levanto.

__ O que a de errado com você garota? __ Eu pergunto apertando minha mochila contra minhas mãos __ Que você e sua família são esquisitos todos sabemos, mas querer ser a vilã não combina muito com essa sua cara de sonsa.

Eu falei em alto e bom som, Rose de virou para mim enquanto todos os Cullen estavam a nossa volta. Todos pareciam tensos com essas coisas.

__ Você não te noção do quão perigosa eu posso ser __ Rose falou se virando oafa mim com seus olhos pretos nublados, eu dei de ombro de forma debochada.

__ Querida você somente é um perigo quanto se trata de moda, o resto te considero tão ou talvez até mais sonsa que a maioria das meninas __ Eu falei pisando firme com meu salto sobre o chão enquanto eu ouvia as vozes de nossos comentários sussurrando a favor ou contra o que eu estava dizendo __ Eu não tenho medo de cara feia.

__ Claro por que vê uma no espelho __ Rose falou antes de jogar os seus cabelos para trás em uma pose superior.

__ Não sabia que agora os espelhos refletem o seu rosto __ Falei cutucando sua pele, foi um movimento rápido ela segurou meu pulso apertado.

__ Escute bem, em nenhuma vida Isabella você será melhor que eu __ Rose falou antes de soltar minha mão praticamente dormente.

__ Sim, porque já sou nessa, por que ser em outras? __ Eu falei sorrindo, ela nunca vai ser metade do que eu sou ofendendo, nao sou muito boa no vamos ver, porém sei como ofender.

__ Eu vou te matar lentamente, você vai sentir tudo __ Rose falou para mim com a voz ameaçadora, um frio subiu por minha coluna, era como assistir um psicopata lhe ameaçando.

__ Me avise o dia que é para que eu use preto, eu fico linda de preto, então quando me acharem vão chorar por que o mundo perdeu uma bela mulher __ Eu falei com a mão na cintura enquanto ela solta um rosnado enorme, era como um cachorro __ Se rosnar para mim de novo cadela, eu te deixo presa na coleira.

__ Eu vou acabar com você agora mesmo __ Ela falou correndo em minha direção para poder me pegar.

__ Meu Deus que medo que eu estou agora da vassoura da bruxa que quer me pegar __ Eu falo ironizando totalmente tudo.

Então foi como ver um raio em um momento Edward e Jasper seguravam Rose com força perto de meu rosto, seus olhos vermelhos sangue me fitavam como se adivinha-se onde e como poderia me matar, então vários outros detalhes passaram pela minha mente, Emmett esta agachado em minha frente em uma posição de ataque, Edward me encara pedindo para que eu corta enquanto Alice fica de frente a Rose tentando acalma a mesma.

__ Hoje a noite use preto __ Rose falou antes de se virar em direção ao prédio.

Algo em meu corpo me disse para correr pegar minha coisas e desaparecer, mas outra dizia que essa era minha chance de sair por cima.

__ Deixarei a janela aberta __ Afronto novamente para poder sair por cima pelo menos essa vez.

Sei que não deveria dar asa a cobra, porém ela quer voar e quem sou eu para quer impedir.

__ Você não devia ter feito isso __ Emmett falou com a voz ameaçadora não como a de sua ex e sim uma pouco mais frágil com a situação.

__ Quando ela me desafia tudo bem? Quanto ela me machuca está tudo ótimo? Agora quando revido é errado? __ Falei com raiva, ele está agindo como se eu fosse a porcaria da vilã dessa merda, que raiva.

__ Não é isso Isabella __ Emmett passou a mão em toda a extensão de seu rosto com o pensamento longe __ Rose esta descontrolada e você acabou de chamar ela para uma briga que vai perder. Você não precisa se machucar.

__ Não, Emmett será que você não vê? Não vê como isso me machuca, eu estou perdida __ Minha voz saiu nervosa e fico olhando para ele nervosa, ele somente assentiu antes de vir até mim e envolver meu corpo em um abraço apertado.

__ As coisas vão começar a entrar em ordem, só precisa de um tempo Bella, somente um tempo __ Ele tornou a me pedir seu tão precioso tempo.

__ Quanto tempo Emmett, você esquece que somos humanos e amanhã eu posso nem estar mais viva __ Eu falei de maneira dramática.

__ Não fique falando isso, caso contrário vão começar a espalhar coisas sobre sua vida que são mentiras __ Ele me orientou enquanto estávamos caminhando.

__ Eu só preciso de um tempo sabe? Sua irmã tem feito da minha vida um inferno, todos os dias confinados a fugir dela, já estou exausta de tentar pousar bonitinha na foto __ Eu falei para ele sem sentir a menor vontade de expressar em palavras o meu real pensamento.

__ Acho que sempre pensei que eu precisava de um tempo e acabei por ingnirar que você também pode estar prestes a explodir __ Ele falou inclinando o para frente quando passamos pela porta.

__ Bom, as vezes somos tão egoístas que nem percebemos que ao nosso redor existe pessoas na mesma ou pior situação que nos encontramos __ Eu falei para ele enquanto ando cada vez me aproximando mais.

__ Uma situação complicada, quase nunca pensamos em outras pessoas.

Eu confirmei entrando junto a seu corpo para dentro da escola, os alunos nos olhavam como se fossemos aberrações, podíamos ouvir algumas meninas comentando sobre isso como se fossemos um casal famoso de televisão.

Sempre saia de seus lábios varios comentários e entre eles "A Bella é maluca e muito corajosa para desafiar a Rose dessa forma", eu não acho que sou um e nem a outra somente me cansei de ser  tratada com um lixo, igual a essas garotas que não reagem, Rose é somente mais uma garotinha que se acha o mundo e nem chega perto de ser uma casa confortável.

Eu sei que para muitos é difícil enfrentar quem faz essas coisas com você, sei que tem medo ou receio das coisas piorar, porém as vezes temos que arriscar, as vezes, temos que enfrentar nossos medos para seguir em frente e eu fiz isso eu  me orgulho de mim mesma agora, tenho certeza que se muitos arriscar isso vai dar certo.

__ Não bata de frente com Rose mais __ Emmett me pediu sorrindo para mim de uma forma carinhosa apesar de nao ser exatamente um pedido algo mais parecido com uma ordem.

__ Por que? Tem medo de que eu machuque muito Rose? __ Falei sorrindo enquanto toco seu rosto.

__ Eu tenho medo que ela faça algo que eu não goste a você e então eu vou ter que matar ela __ As palavras dele foram vazias de sentimentos para depois seus sentimentos transbordante em seus olhos.

Estou estranhamente cansada, cansada da escola, de olha para os lados e ouvir comentários desnecessários e fora de hora, a minha intenção ao enfrentar Rose não foi criar uma multidão de apoiadores a minha causa ou inimigos, eu somente quero minha paz de volta.

Ninguém nesse Colégio parou e me perguntou como foi meu dia, se estou bem, somente fofocam e contam mentira sem se importar com comprir a verdade ou não.

Todos os colégios seguem o mesmo padrão, aquele mesmo e chato clichê do que vier é lucro, fazem do jogador o rei do Colégio, a mais bonita e antipática a rainha da escola e sua escória de amiga sua corte, as pessoas nerds e dedicadas são taxadas como esquisitos e horrendos.

Quando se tivéssemos um tempo para pensar são boas pessoas, Ângela é um tipo exemplo disso, o quão ela é legal e não é entretida por essa camada da sociedade que são os leva e trás do Colégio.

As aulas como sempre transcorreram de um jeito bastante consumidor de tempo e espaço. Quando tudo terminou estávamos saindo da sala posso ouvir mais e mais comentários.

__ Hey vão tomar conta da vida de vocês, porque não vão assistir não sei largado e pelados ou qualquer reality para tomar conta da vida deles, da minha cuido eu __ Eu berrei no corredor atraindo várias atenções para meu corpo.

Já chega dessa palhaçada, não sou nem santa nem nada minha querida para aguentar isso.

__ Bella? __ A voz de Emmett soou perto ao meu ouvido quando estávamos saindo do Colégio ao fim das nossas aulas.

__ Emmett? __ Um sorriso se ilumina em meu rosto ao ver ele a minha frente.

Emmett automaticamente corresponde ao meu sorriso com suas covinhas aparecendo.

__ Eu vou te acompanhar até em casa __ Emmett não me perguntou se pode me acompanhar ele simplesmente me comunicou tal ato.

Eu somente assento andando lado a lado com ele enquanto vejo seus irmãos passarem para seu carro.

__ Deixei a janela aberta para facilitar __ Rose falou esbarrando em mim eu dei meu sorriso desafiador e puxei minha mochila para cima.

__ Cadela que ladra não morde, principalmente se for banguela __ Desafie ela sorrindo antes de envolver minha mão na mão direita de Emmett enquanto caminhamos __ Eu tenho que comprar algumas coisas antes de ir para casa.

__ Então é sorte do meu pai ter me trazido meu carro __ Emmet falou ao parar de frente ao um carro Sandero, da Renault, alto e ironicamente tinha uma mochila típica de escalador em cima do apoio superior do carro.

__ Foi escalar? __ Perguntei sorrindo, afinal é um dos meus passatempo preferido.

Desde que completei meus onze anos Phill me levava para acampar com seus amigos e nos escalavamos algumas montanhas menores por que era uma coisa que Phill e eu gostávamos de fazer era algo padrasto e enteada.

__ Jasper e Alice pegaram para acampar, noite romântica ou algo assim __ Emmett falou antes de desligar o alarme do carro, eu admirei mais uma vez antes de olhar a porta do carro aberta para que eu entrasse __ Qualquer dia desse vamos acampar?

Eu olhei para ele sorrindo antes de assentir freneticamente, acampar e escalar são umas das coisas que eu mais amo depois de sentir as gotas da chuva tocarem meu corpo enquanto corro no meio dela como uma maluca.

__ Eu iria adorar __ Falei antes de colocar minha mochila no banco de trás e me sentar na poltrona, Emmett fecha a porta sorrindo enquanto eu fecho o cinto de segurança em minha cintura.

__ Eu gosto de acampar geralmente quando envolve uma caçada __ Emmett comentou antes de entrar no carro e assumir o volante.

__ Phill e eu gostávamos de acampar juntos e fazermos escaladas, corremos maratonas juntos e fazermos coisas que nos denomina genuínos padrasto e enteada __ Falei sorrindo olhando as pessoas passarem por entre os carros.

__ Assumo que Phill é seu padrasto? __ Emmett falou antes de virar o carro em uma esquina.

__ Sim ele se casou com minha mãe quando ainda era criança então eu o amo quase tanto quanto meu pai __ Falei me virando para fitar o rosto de Emmett enquanto fora do carro a chuva começou, Emmett sorriu olhando para mim enquanto vira mais uma esquina.

__ Carlisle também é um bom pai, ele soube como substituir meu pai biológico __ Emmett comentou sorrindo me fitando __ Então ele se casou com Esme e eu tive muitos mais irmãos e uma mãe bondosa e carinhosa. Esme é uma mãe maravilhosa.

Eu suspiro ao me lembrar da minha mãe, Renée a mãe mais maluquinha e perfeita, as vezes eu parecia uma mãe e não ela, porém o meu instinto de viver a vida, a fadiga por adrenalina queima nas minhas veias são parte dela. Meu pai me deu o instinto de preservação, que muitas vezes se sobressai com minha vontade de adrenalina, agradeço a Charlie também por me dar um senso crítico muito bom sobre as coisas, e a coragem em minhas veias veio de meu pai tenho certeza minha mãe é forte mais também é muito medrosa.

__ Acho que tudo que eu vivi na minha vida são parte de mim, meu pai me ensinou mais sobre ser forte do que qualquer outra coisa, Phill me ensinou a reconhecer as boas oportunidades da vida, minha mãe me ensinou a ser repleta de vida e de conquistas alem de saber combinar roupas __ Eu falei em início com um tom sério que depois de minha mente me mostrar lembranças embarcou por algo divertido.

Emmett parou seu carro de frente ao mercado mais popular de Forks, quando saímos eu pude novamente conhecer um pouco dele.

__ Esme tem uma doçura natural, ela é uma verdadeira mãe, nasceu com instinto de ser, as vezes mesmo sem querer julgar ou se meter em nossa vida usa aquele tom super repressor __ Emmett soltou uma leve gargalhada com isso enquanto entrávamos com um carrinho de compra __ Carlisle é mais sério, quando precisamos de um conselho pedimos diretamente para ele, Carlisle tem um dom da compreensão ele sabe te ouvir e aconselhar.

Sua voz caiu em um tom nostálgico, eu olhei para prateleira e tirando dois pacote de macarrão, macarrão instantâneo, arroz e feijão.

__ Eu sempre sonhei com irmãos, minha mãe não pode ter mais filhos, quando ela estava na sala de parto ouve uma complicação então ela é impossibilitada de me dar irmãos __ Comentei enquanto pego temperos para colocar no carrinho, Charlie sempre comia fora e gastava com lanches agora que estou aqui faço questão de cozinhar __ Meu pai não teve outra namorada desde minha mãe, então isso o impossibilitada de me dar irmãos.

Emmett colocou algumas coisas no carro, coisas que eu tinha na minha lista, foi quando eu o vejo com algo que me deixa completamente corada.

__ Ah vamos Bella, isso não é nada demais, eu tenho duas irmãs esqueceu __ Emmett coloca dois pacotes de absorventes em meu carrinho, um interno e outro externo.

__ Sim, mas isso não deixa de ser constrangedor __ Falei olhando para ele que mantém seu olhar divertido e seus lábios levemente inclinados em um sorriso de canto.

__ São coisas normais, não precisa ficar corada ou eu vou pegar no seu pé pelo resto do nosso tempo juntos __ Emmett comentou enquanto pegavamos ovos e peixe e colocamos no meu carrinho onde somente estava coisas de comida e a dele de higiene pessoal __ Esme nem vai acreditar que eu fiz compras como um perfeito dono de casa.

__ Oh bom rapaz já pode casar __ Falei enquanto terminava com o frios.

Peguei algumas coisas para fazer sobremesas, após isso passamos tudo enquanto isso eu fui pegar uma revista tinha muita coisa para passar.

Quando sinto a respiração de alguém em minha nuca eu me viro, Emmett está segurando inúmeras sacolas enquanto me olha.

__ Vamos Bella? __ Emmett questionou eu me levanto abrindo minha mochila.

__ Espere eu vou pagar e então vamos __ Comentei e fui em direção ao caixa, porém fui parada pela mão de Emmett.

__ Eu paguei __ Emmett falou naturalmente para mim, eu me virei para ele bruscamente.

__ Você pagou? Como assim? Emmett __ Falei em um tom irritado pela adrenalina muito mais forte que passou pelo meu corpo.

__ Sim eu paguei, não chore, eu poupei seu dinheiro, você disse que eu estou pronto para me casar __ Emmett comentou enquanto aponta para minhas compras __ Pegue o resto está atrapalhando os clientes.

Eu peguei minhas outras sacolas de coisas leves, Emmett esta com as mais pesadas, eu olhei para meu companheiro de compra ele parecia está feliz pelo que fez.

__ Olha Bella eu tenho dinheiro, herdei de meus pais, tenho mais dinheiro do que posso gastar então não me olha assim por favor, eu não matei seu pai eu somente paguei umas comprinhas para você, que não deu nem a metade do que Rose compra no shopping __ Emmett falou colocando minhas coisas no seu porta-malas, nós dois nos olhamos enquanto ajeitamos minhas coisas no porta-malas.

__ Podemos não falar da sua ex-namorada agora? Sabe eu fui ameaçada de morte por ela hoje, então __ Falei enquanto ele me olha, um clique de seu porta mala ele se voltou para mim.

__ Seja lá o que ouvir nessa noite não saia de sua cama, se possível nem abra seus olhos __ Emmett me puxou para ele me envolvendo em seus braços, eu apoio minha cabeça contra seu peito respirando seu cheiro delicioso e único de canela e morango __ Me prometa Bella, me prometa que não irá sair?

__ Eu prometo, Emm __ Sussurrei para ele usando uma abreviação carinhosa de seu nome, ele respirou fundo antes de deixar um beijo em minha testa.

__ Eu te amo Isabella __ Emmett falou carinhosamente.

Meu coração bateu acelerado contra meu peito, seu olhar era vago com certeza ele ainda não se deu conta que me disse tais palavras e isso ao mesmo tempo que faz meu coração gritar de agonia o faz gritar de felicidade, ele disse que me ama mesmo que de uma forma inconsciente.

Não sei o porquê mais meu coração acredita em suas palavras acredita em seu amor.

Emmett ficou comigo até que meu pai chegou, ele parecia querer confirmar que eu não ficaria sozinha um momento de sequerer, Emmett não mais tocou no assunto de suas palavras, ele parecia nem se lembrar de dizer elas para início de conversa.

Nossas horas juntos foram resumidamente na cozinha entre pratos sendo preparados para o jantar na qual apesar de muita insistência minha ele não quis participar.

Agora com os ânimos aclamados, eu estou em meu quarto olhando seriamente para janela, ela será a prova da minha loucura o da estupidez de Rose, o desafio foi lançado, está em jogo a vida das rainhas e as peças brancas começaram a se movimentar, uma atrás da outras, os peões perdidos e em batalha, as torres sendo ameaçada e os bispos esperam por sua vez, a rainha e o rei estão prontos para o confronto final, quem fará o movimento vencedor.

É simplesmente engraçado eu estar comparando minha vida a um jogo na qual eu nunca gostei de jogar mais na minha escola era muito mais que necessário para uma boa aluna ter méritos.

Meu maior medo não é como isso irá acabar, e sim quantos tem que cair e quantos sacrifícios teram que existir para um dos lados vencer.

Eu caminho lentamente até minha cama ao lado da janela, olho s árvore bater seu galhos contra a janela como se me avisa-se que esta ali, tanto para me tirar daqui quanto para trazer alguém para dentro.

Nunca fui conhecida por ser alguém pessimista, alguém medrosa por que o medo e está ligado a uma insatisfação, algo que você acha que nao pode fazer, eu não posso fazer o que eu nao quero fazer, ser livre é um dos poucos direitos que temos na vida, eu tive isso minha vida interia, não é agora que eu como uma pessoa livre que sou desafiei Rose que terei medo de minha liberdade.

Jamais colocaria meu pai nessa história aguentaria o possível surto de Rose em silêncio caso ela ouse a aparecer por aqui.

Meus pulmões se enchem de ar, meu coração se enche de determinação, caminhando até o banheiro eu tomo meu banho calmamente sentido cada gota de água cair sobre meu rosto, molhando meus cabelos os fazendo se prender contra meu rosto, enquanto olho com firmeza para minha camisola sobre a pia do banheiro, nunca achei que um dia eu a usaria, porém hoje ela me deu uma utilidade ao me lembrar dela no confronto com Rose.

Preta como as trevas remete algo que eu sempre achei que usaria com um namorado ou coisa do tipo, mas se eu de fato for assassinada, quero que o corpo de resgate tenha pelo menos uma vista agradável para esquecer da minha morte tão precoce.

Após o banho eu me seco e pego a camisola em minhas mãos, delicada e preta como um desafio a tudo, como eu disse as peças estão no jogo, as brancas (apesar de eu estar de preto) estao prontas para um movimento das pretas.

O tecido da camisola caiu batendo contra minha coxa enquanto eu amarro meu cabelo em um coque e escovos meus dentes, após tudo pronto eu peguei um livro de contos para que eu possa me distrair até o sono chegar quando eu pude ouvir um barulho no quintal da minha casa, eu sei que metade de Forks está dormindo a esse horário afinal são duas horas da manhã, mas o que eu posso fazer se tenho insônia.

O barulho não parecia ser de um ser humano, muito pelo contrário parecia um rosnado de um animal, eu pensei em me levantar quando a lembrança da minha promessa me passou pela mente, me sentei novamente na cama e olhei pela janela que fica ao lado da minha cama.

O escuro do lado de fora é notável, porém não o suficiente para encobrir três corpos no quintal da minha casa, Rose está sendo segurada por Edward e Emmett está na frente dela.

Rose ironicamente usa Branco então as peças começaram a se mexer, ela olha para mim na janela seus olhos estão em um vermelho intenso, meu corpo tremeu dos pés à cabeça como um choque, ela estava aqui o que significa que ela veio com intensão de me matar, okay ela é corajosa ou muito idiota.

Então os outros dois me olharam, tudo foi muito rápido para meus olhos, de repente tudo que eu pude entender foi que a distração dos dois rapazes foi capaz de abrir uma brecha em sua defesa deixando Rose sair da prisão dos braços de Edward.

Meus olhos arregalaram quando o corpo de Rose apareceu em minha janela, ela estava passando por ela quando um surto de adrenalina passou por todo meu corpo, meus institos gritam, eu passo pela pota de meu quarto em velocidade, Rose soltou uma risada muito macabra para meus instintos, foi quando por irônia do destino eu tropeço em meus próprios pés caindo escada a baixo, minha cabeça dói com a bancada.

De repente a dor nao estava tão forte como antes, meus pulmões não doia para puxar ar e a adrenalina já não estava com tanto vigor em meu sistema nervoso.

Meu corpo parece calmo, minha nuca doi mais pode ser somente pelo mal jeito que estou deitada, meu corpo esta em um posição que não gostumo a dormir, nunca dormiria assim tão desconfortável e sem pagar a luz do abajur principal e lugar a luz noturna por conta do meu medo do escuro.

Muitas coisas nao se encaixam mais o medo ainda está aqui em minha veias, jamais tive um pesadelo tao realista como esse. Essa conclusão chegou ao meu cérebro assim como a de que um corpo estava perto do meu sentado em minha cama.

Foi então que abro meus olhos ofegando, um corpo estava junto ao meu no meu quarto, olhando para ele pude diferenciar ele com perfeição.

Charlie estava ao me lado com a mão passando em minha cabeça com carinho.

__ Sente-se bem? __ Charlie me questionou eu acenei olha para o lado com rapidez, eu estava em meu quarto, o sol entra pela minha janela ironicamente aberta, meu pai me olhou novamente.

__ Estou bem, o que aconteceu? __ Perguntei fitando seu rosto preocupado, ele suspirou me olhando com cuidado e carinho antes de se levantar.

__ Doutor Cullen ligou procurando por sua filha Rose, ele disse que ela havia dito algo sobre você antes de sair, por acaso sabe onde ela está? __ Ele me questionou com uma voz tranquila e muito serena.

__ Não, nos não somos amigas pai, ela é o cão __ Eu neguei com a cabeça rapidamente, olhando pela janela, suspirando ao me lembrar da merda de ontem.

Minha mãe sempre me disse que quando eu ficar pilhada por causa de algo meu cérebro iria pregar umas peças em mim, mas isso não significa que deve ser tão realista não é mesmo cérebro.

O livro ainda está aberto sobre meu corpo como se eu tivesse adormecido lendo ele, o que nunca acontece, mas acho que não deve ser nada demais.

__ Bom vou avisar aos Cullen que você não sabe onde está Rosalie! __ Meu pai saiu com uma velocidade do meu quarto, eu olhei novamente para minha janela.

O sonho parecia tão real, tão real.

Bom eu sou uma louca chegamos a conclusão, sai da minha cama com cuidado deixando minha camisola bater novamente contra minha coxa, foi quando reparei em algo, várias manchas em minha pele que não estava ali antes de dormir.

Com rapidez olho novamente para minha janela me inclinado para ver a parte de fora, meu fôlego se foi na hora, tem marcas na estrutura da janela antiga, feita de madeira e vidro, marcas de dedos que apertaram fortemente contra a janela.

Eu corro com velocidade máxima ate meu banheiro, minha cabeça estava normal a não pela dor em minha nuca, que eu senti em meu sonho após minha queda.

Não pode ser, não pode, isso não foi um sonho? Rose esteve aqui com seus dois irmãos? Como eu me machucaria estando dormindo ou até mesmo lendo um livro?

Isso foi como a constatação do apocalipse em minha mente, eu já não sabia respirar, não sabia me mover.

__ Pai? Pai? __ Gritei em pânico, ouço passo apressados em minha direção eles estavam ficando cada vez mais perto assim como o pânico em meu corpo.

__ Bella? Filha? __ Charlie perguntou quando entrou pelo meu quarto indo em direção ao banheiro, Charlie me olhou assustado __ O que aconteceu?

__ Pai ontem o senhor ouviu alguma coisa? __ Perguntei a ele, o mesmo me olhou e então olhou para meus hematomas __ O senhor sabe se eu cai das escadas?

Charlie me pegou no colo com cuidado me retirando do chão com delicadeza.

__ Não Bella, você não caiu das escadas, pelo menos não que eu tenha visto ou ouvido __ Meu pai falou com cuidado, então tocou meu machucado com cuidado, então eu reparei que não tem sangue escorrendo ou sujeira de sangue seja lá o que aconteceu alguém limpou minhas feridas.

__ Pai, ontem eu caí das escadas, ontem anoite __ Eu falei olhando dentro dos olhos do meu pai ele me olhou de volta.

__ Bella o que? Você tomou alguma coisa, usou alguma coisa? __ Meu pai me questionou então eu bufei de raiva.

__ Pai, eu nunca me droguei e não é agora que irei começar a me drogar __ Falei me levanto saindo de perto do mesmo __ Eu fui criada com honrarias de escorreita jamais mexeria com algo que pudesse me matar, ou me fazer alucinar.

__ Isso não faz sentido Bella, você me acompanhou na janta, apesar de não querer comer, então nos deitamos para dormir, eu dormi maravilhosamente ontem e então voce me diz que caiu das escadas __ Charlie sorri para mim como se estivesse me explicando o por que o céu é azul, como explica para uma criança algo, vagarosamente e com cuidado nas palavras.

__ Talvez seja algumas manchas do dia que fomos pescar e eu caí após puxar o peixe  __ Falei para meu pai.

Ontem de ontem fomos pegar junto com alguns amigos do trabalho de meu pai, foi um dia dedicado a família cada pessoa trouxe uma mulher para me fazer companhia seja suas filhas ou sua mulher foi um dia agradável ate que eu caí puxando uma peixe e todos riram, inclusive o desastrado do meu pai.

__ Okay Bella, tente não me assustar de novo __ Meu pai falou ante de meu dar um beijo em minha testa, ele nao esta plenamente convencido que não sou uma drogada.

Eu me arrumo para o Colégio e para provocar coloco uma meia calça preta com um vestido branco, casaco preto e minha mochila, salto branco para combinar com meu vestido, eu diria que estou linda se não tivesse para dar o último movimento.

Charlie insistiu para que eu tomasse café da manhã na qual eu neguei com rapidez, tenho contas para acertar com os Cullen, para ser específico com dois Cullen, Rose e Emmett.

O caminho para o Colégio foi curto dessa vez, Rose estava com seus irmãos, todos me olharam quando me aproximei.

__ Esperto Rose, muito esperto de fato, mas tente garantir que eu não acorde com hematomas de manhã ao pregar suas peças __ Falei bem baixinho para ela todos os outros em olharam.

__ Não sei do que esta falando garota insuportável __ Rose falou olhando para mim, ela está vestindo um vestido vermelho com alguns detalhes perolados.

__ Eu poderia até achar que era um sonho, eu achei por alguns minutos Rose, mas quando eu constatei que meu travesseiro e meu edredom não poderia me machucar, eu percebi que você esteve lá junto com seus irmãos __ Falei apontando para Emmett e Edward ambos olharam para o lado com se não tivesse nada haver com essa história __ Saiba que eu não irei deixar barato, não mesmo.

Eu falei encostando em minha nuca então o rosto dela ficou um pouco mais relaxado, um sorriso nasceu em seu rosto antes dela fitar meu rosto novamente.

__ Se sabe que eu estava lá sabe também que não deve se meter comigo __ Rose falou baixinha eu olhei para Emmett.

__ Mas tem uma coisa que eu sei também Rose __ Falei jogando meu cabelo para o lado um sorriso debochado surgiu em meu rosto quando me recordei, eu falei olhando em seus olhos __ Você tem muita sorte por que meus hematomas serem por causa da minha queda nas escadas, se não estaria morta.

__ Por quê você me mataria? Você não é paria para mim sua vadia metida __ Rose deu um passo para frente então eu vejo Emmett dar um passo para frente seguindo entre mim e Rose, um sorriso brotou em meu rosto.

__ Não, Rose, eu não sou forte o batante o rapida o batante __ Falei lentamente enquanto assistia o sorriso presunçoso de Rose nascer em seu rosto __ Mas Emmett sim, ele me disse ontem que não deveria te desafiar, porque se voce me machucasse ele teria que te matar. Eu não tenho culpa de ser mais importante para ele do que você.

Rose me olhou enquanto Alice deu um passo para frente, eu olhei para Emmett pedindo sua mão, Emmett gentilmente pegou minha mão.

__ Eu lamento Rose, mas Emmett me protegeria nem que para isso você a irmã dele, a ex dele, a melhor companhia que ele teve antes de mim tenha que morrer __ Eu falei para a provocar o que descobri funciona que é uma beleza.

__ Então eu lamento ter que dizer, mas Emmett terá que me matar! __ Ela falou com rapidez.

__ Que bom, então seremos dois a gostar de sua morte, afinal minha querida você é um estorvo para qualquer um __ Falei colocando minha posição superior a dela.

__ Você que nunca foi motivo de orgulho para ninguém garota, achou mesmo que seria a maior aqui? __ Ela falou apontando para o fato de que eu sempre fui a melhor.

__ Pobre Hale, acha mesmo que minha vida gira em torno de ser ou não ser a mais popular e sim, em ser a mais feliz __ Eu falei para ela sem abaixar minha cabeça.

Ela sorriu de forma perversa como poucas vezes, mas não posso vacilar.

__ Feliz? Você é a pessoa aqui que menos merece isso.

__ Olha garota, você não consegue me deixar em paz, vem me importunado desde que eu cheguei aqui, se contente por não ser mais o centro da atenção de Emmett, se toca eu cheguei e vim para ficar __ Eu falei para ela que me olhou com sede nos olhos.

__ Eu vou fazer da sua vida um verdadeiro inferno, tenha isso em mente.

__ Eu serei muito feliz ao lado de Emmett, você gostando ou não, tenha isso em mente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...