1. Spirit Fanfics >
  2. Tornando o impossível em possível (Levi Ackerman e leitora) >
  3. Já Começou Tenso

História Tornando o impossível em possível (Levi Ackerman e leitora) - Capítulo 1


Escrita por: ViihOtsutsuki

Notas do Autor


Eae? Autora aqui pra avisar que agora vem uma nova história do nosso querido capitão Levi

Capítulo 1 - Já Começou Tenso


Lá estava eu, dentro da muralha Maria, se divertindo com meus amigos, mas tudo mudou no momento em que um titã quebrou a muralha, os pais de todos os meus amigos morreram, mas os três sobreviveram, e quanto a mim? Minha família sobreviveu, e fomos para a muralha rose, lá, meus pais entraram para a tropa de exploração, colocando sua vida em risco para salvar a humanidade, quando eles saiam em missões, quem ficava comigo, era um rapaz de olhos pretos, aparência cansada mas ainda sim, muito gentil, junto com Farlan e Isabel, mas essas memórias se foram, por conta da amnésia infantil, desde então, só me lembro de poucas coisas daqueles dias que sobrevivi no subterrâneo

[...]

Mais uma batalha havia acontecido fora das muralhas, eu esperava ansiosamente os heróis chegarem, subi em um pequeno banco de madeira junto com outras crianças, e logo os portões se abriram, revelando todos os heróis, inclusive, meu amigo, Erwin Smith, assim que vi ele chegar, desci correndo passando entre os adultos, até chegar no cavalo do Erwin

Sn: ERWIN-KUN!

Erwin: olá pequena, como você cresceu

Sn: que saudades, fico feliz que tenha chegado bem, bem-vindo de volta

O loiro me segurou no colo e me colocou já frente dele sentada em seu cavalo, ao lado dele, estava o capitão Levi, um garoto rabugento, desviei minha atenção para o belíssimo cavalo do Smith

Sn: seu cavalo é tão bonito

Erwin: e em breve, você terá um, aliás, quantos anos você já tem?

Sn: eu já tenho 9 anos!

Erwin: olha só, parece que temos uma futura capitã na divisão de reconhecimento

Sn: e você será meu braço direito!

Sim, é bem patético, naquela época, tudo que eu queria, era salvar a humanidade, não importa de que maneira isso iria acontecer, assim como prometi salvar a humanidade, eu prometi proteger Erwin com minha própria vida, deixando ninguém tocar nele

Erwin: e então? E seus amigos?

Sn: não tenho amigos, todos me acham estranha por ter essas coisinhas vermelhas abaixo de meus olhos

Erwin: isso se chama charme, é o que faz você ser única, bem, eu irei comer alguma coisa, durante a missão, não pude comer nada, estou faminto!

Sn: ótimo! Eu conheço um lugar pra comer, e é muito gostoso

Erwin: bem, vamos deixar nossos cavalos e iremos comer, está bem?

Sn: sim

O cavalo de Erwin nos levou para o estábulo, deixamos o cavalo em seu lugar, e fomos para a lanchonete, como sou gentil, chamei o Levi para ir com a gente, ele, vendo que eu era uma criancinha, deu um sorriso forçado se abaixando para ficar da minha altura, que cá entre nós, não era preciso ele se abaixar já que ele é baixinho

Levi: claro pequena, eu pago dessa vez, vem, sobe

Ele me coloca sentada em seus ombros, seu sorriso se foi por algum motivo que eu desconheço, não me importei naquele momento, mas depois me arrependi de saber o motivo do sorriso dele desaparecer

Sn: e então? Onde estão meus pais?

Erwin: sobre isso bem.....

Levi: temos que conversar, depois nós falamos, vamos primeiro saciar essa fome né? Afnal, nós três estamos morrendo de fome

Sn: falou tudo tio Levi!

Erwin: tio Levi? Essa é boa hahaha

Sua risada contagiante preenchia meu ouvido como uma melodia, segurei com cuidado os cabelos macios do Ackerman que me levou para a lanchonete em seus ombros, assim que chegamos, nos sentamos e pedimos bolinhos de arroz, que é o nosso favorito, já o Ackerman, pediu apenas um café, assim que me colocaram na cadeira, eles se pronunciaram falando sobre meus pais

Levi: e sobre seus pais, não trouxemos boas notícias sobre eles

Erwin: seja carinhoso Levi, ela tem 9 anos

Levi: okay, bom, durante a missão, eu e Erwin, fomos atrás de seus pais, quando os encontramos, eles não estavam conseguindo respirar direito, depois de alguns minutos, seus batimentos cessaram assim como sua respiração

Sn: tá querendo dizer....que meus pais morreram?

Levi: sinto muito

Sn: eles não irão voltar pra casa?

Erwin: infelizmente não

Ali mesmo, com nove anos, eu soube a dor de perder alguém, eu caí no choro abraçando o loiro, que depois daquilo, me batizou como Sn Smith, assumindo assim, o posto de sua irmã mais nova, anos e anos se passaram, até que finalmente completei meus 14 anos, assim, eu posso me alistar no exército digamos assim, durante todos os anos, eu treinei pesado com Levi e Erwin, até hoje, não descobri nada sobre as marcas em minhas bochechas, Erwin diz que é algo de família, e Levi bem, ele não liga muito, saí da minha suposta "casa" para me alistar, os passos calmos me faziam ter uma audição ampla, desse jeito, eu poderia escutar os passos dos Titãs caso sejamos atacados, durante o caminho, comprei algumas balinhas, gosto bastante de bala de menta sabor morango, é uma delícia, chegando lá, avisto várias outras pessoas que olham pra mim como se eu fosse uma ameaça, novamente, o motivo é minhas marcas, após me alistar, sou parada por duas garotas, uma de cabelo loiro e olhos azuis, e outra de pele morena assim como os olhos

???: Olá garotinha, qual seu nome?

Sn: não sou uma garotinha, meu nome é Sn

Minha maneira fria de ser desde que eu soube o que houve com meus pais, me influenciou a não fazer amizade, tirando Erwin e Levi

???: Sn o que?

Sn: você não acha que é curiosa demais?

???: Desculpe, meu nome é Christa Lenz, essa é Ymir

Ymir: eai?

Sn: é um prazer conhecer você, mas no momento despenso a amizade, no máximo colegas

Digo ajeitando a gola da minha camisa social

Christa: não poderia pelo menos tentar ser nossa amiga?

???: Eae pessoal? Tudo bem?

Christa: esse é o Connie, Connie, essa é a Sn, a mais nova entre a gente

Sn: não revele minha idade, vão achar que ainda sou filhinha da mamãe

Annie: Sn!

Sn: Annie, o que faz aqui?

Annie: decidi entrar para o exército, assim poderei cuidar de você

Sn: não preciso de babá

Annie: é apenas brincadeira, bom, espero que você não morra no primeiro dia

Sn: digo o mesmo, ainda tenho que revidar aquele chute

Annie e eu somos conhecidas, sempre lutamos por qualquer coisa, até mesmo para ver quem fica com o último pão, desde então, criamos uma espécie de rivalidade, mas nunca levei muito a sério, decidi visitar o Erwin, faz muito tempo que não o vejo, chegando no distrito, vi mó galera limpando, inclusive o Levi, que estava com um pano muito engraçado na cabeça, mas não ri, apenas tirei uma com a cara dele, mas antes, tirei meus sapatos ficando de meia

Sn: aí Levi! Estou precisando de uma empregada, você até que está vestido como uma, que tal trabalhar pra mim?

Levi: oi pirralha, veio visitar o comandante?

Sn: sim, e vim ver você também

Levi: coisa rara, seu cavalo preto está no estábulo, tem saudades de você

Sn: então entende a linguagem deles sim?

Levi: fica quieta pirralha, vá logo visitar o comandante, e se possível, podemos tomar um café juntos

Sn: opa, tá marcado pra daqui a três minutos, te vejo na sala do comandante, e desculpe o desrespeito capitão

Digo oferecendo meu coração a ele

Levi: tudo bem, te vejo depois

Passei pelo baixinho acariciando os cabelos dele como sempre faço e segui meu caminho para a sala do comandante, assim que entro, sou recebida por um largo sorriso dele

Erwin: há quanto tempo em?

Sn: pois é, me alistei e em breve virei para a divisão de reconhecimento

Erwin: deixe me adivinhar, convidou o Levi para tomar café né?

Sn: como sabe?

Erwin: quando você conversa com ele, costuma ficar mais animada rapidamente

Sn: por que é raro Levi tomar café com alguém que não seja você

Erwin: tem razão, mas enfim, está pronta para encarar os Titãs?

Sn: sim senhor, acredito que já estou pronta para seguir você e ajudar a humanidade

Erwin: é assim que eu gosto

A porta é aberta pelo Levi que entra já com as xícaras de café em uma bandeja junto com o bule, nos sentamos e tomamos algumas xícaras de café

Erwin: e então? Quando pretende fazer amigos?

Sn: se possível, nunca, ter você e Levi comigo já é mais que o suficiente

Erwin: nem mesmo um namorado?

Acabo cuspindo o café e me engasgando no processo, como assim namorado? Por que eu pensaria nisso?

Sn: é muito cedo pra pensar nisso

Erwin: eu estou brincando, não gosto de pensar na idéia da minha irmãzinha com um namorado

Levi: além disso, como iriam manter um relacionamento, sendo que os Titãs não param de atacar?

Sn: sério como sempre em capitão?

Levi: você já deveria estar acostumada, você é como eu

Sn: tem toda razão, somos bem parecidos, a única diferença, é que você não rouba os DMT dos outros

Digo tirando um DMT de baixo da mesa deixando Erwin e Levi assustados

Erwin: como conseguiu isso?

Sn: pata mansa, aqui, eu peguei de uma garota loira

Levi: da Petra?

Sn: sei lá, os nomes não importam

Erwin: ai ai, bem, você pode por favor devolver?

Sn: claro, é apenas um costume já que eu vivi roubando

Erwin: ok ok, que isso não se repita tá?

Sn: senhor!

Levi: mas então? O que você espera do exército?

Sn: um treinamento duro, muitas mortes e medo

Levi: bem realista você em?

Sn: é melhor do que ficar dizendo pra mim mesma que vou ver todos felizes e alegres

Erwin: ela é boa se preparando mentalmente

Levi: disso a gente sabe, quero saber fisicamente, mesmo sabendo que ela vai ficar bem

Sn: posso fraquejar, mas poderei levantar certo?

Erwin: sim

Sn: então sem problemas, aliás, o café está uma delícia

Levi: eu sei, eu que fiz

Sn: convencido

Erwin: bem, amanhã vai ser seu primeiro dia, pode ir descansando mocinha

Sn: tá, eu vou pra casa, se quiser me visitar, não precisa bater na porta, até mais tarde comandante e capitão

Levi e Erwin: até

Agradeci Levi pelo café e beijei a bochecha do Smith, saí com o dispositivo de manobra tridimensional nas mãos para devolver, assim que a encontrei, entreguei o DMT dela que ficou puta comigo, mas se acalmou ao ver Levi

Levi: Petra, essa é a Sn, minha amiga, não quero que vocês briguem agora, vão sujar o chão

Sn: certo, desculpe mais uma vez senhorita Petra

Petra: que isso não se repita

Só de sacanagem, eu bocejei fingindo estar desinteressada, o que estava correto

Sn: já vou indo

Sai do distrito calmamente indo até o estábulo, peguei o meu cavalo para passear ao redor da muralha, o cavalo do Levi estava dormindo, e a cara do dono, cara de quem teve um péssimo dia, devo dizer que ter Levi como amigo é bem esquisito, afinal, não é todo dia que se faz amizade com o capitão Levi Ackerman, sendo sincera, eu gosto dele, sinto que o conheço bem antes de conhecer o Erwin, eu sei um pouco sobre o passado dele, mas não o suficiente para o considerar 100% confiável, mas já é alguma coisa.

Assim que cheguei em casa, deixei meu cavalo em seu cantinho, assim que coloquei os pés em casa, as memórias de quando eu ainda tinha meus pais vieram na minha cabeça, mas se foram rapidamente pois deixei de lado essas lembranças e decidi ler mais sobre os titãs, vai que essas coisas nos meus olhos tem alguma coisa haver, descobri que anos atrás existiu um experimento em pessoas para se transformarem em titãs, mas nenhum relato confirma o que houve de fato, os titãs colossais são os maiores titãs que já existiram, cerca de 50 metros de altura e bastante difícil de matar, o titã blindado é outro Titã que usa uma espécie de armadura impenetrável, mas que pode ser atravessada com poderes de outros titãs e quanto ao titã bestial, não há nenhum relato sobre isso, por enquanto, a única coisa que eu seu, é que esses três titãs existem, mas que são raros de encontrar.

Fechei meu livro de pesquisa e decidi tomar um banho, tirei minha roupa casual e entrei no chuveiro deixando a água escorrer pelo meu corpo, fechei meus olhos e novamente outra lembrança, dessa vez de quando eu tinha 5 anos

Flashback on

???: Prometo cuidar de você até o último dia da minha vida, nem que eu tenha que morrer, eu prometi isso aos seus pais, por isso eu irei cumprir

Flashback off

Com essa lembrança acabei me desequilibrando com dor de cabeça, o que está acontecendo comigo?

Terminei meu banho e vesti uma camisa branca social, calça comprida preta e peguei minha adaga pequena o suficiente para esconder no bolso do meu bolso, e por último, hesitante, peguei minha relíquia de família, um relógio de bolso, que eu normalmente coloco no bolso do meu colete, vesti meu colete preto e coloquei meu relógio de bolso, suspirei fundo e saí com meu cavalo, eu não posso descansar enquanto eu não souber quem é que fez aquela promessa, encontrei Hange andando por aí animada como sempre, desci do meu cavalo e fui até ela que percebeu minha presença e logo deu aquele sorriso assustador

Hange: pequena Smith! Como você está?

Sn: quero saber de algumas coisinhas, você é super amiga do comandante Erwin, preciso de informações, pois sei que ele conta tudo a você

Hange: e sobre o que seria?

Sua feição mudou para séria, ela talvez já saiba do que se trata

Sn: por acaso o Erwin comentou sobre alguma promessa?

Hange: não o que eu saiba, por que? Lembrou de alguma coisa?

Sn: não muita, depois daquela lavagem cerebral, tenho dificuldades de lembrar

Hange: precisamos voltar com os experimentos

Por que ela mudou de assunto, ela está escondendo alguma coisa

Sn: eu sei, mas não sei se estou pronta

Hange: você é uma titã, precisamos saber do seu poder

Sn: você sabe que tentamos fazer com que eu me transformasse em uma titã, mas no final, fiquei com minha mão machucada

Hange: eu sei eu sei, mas podemos voltar?

Sn: tá bom, eu volto assim que eu matar pelo menos 5 titãs

Hange: trato feito, não vou me esquecer

Sn: te vejo por aí

Hange: depois eu te pago uma bebida!

Assim que eu olho pra trás, vejo ela correndo em direção ao QG, desconfiei do por que ela fugir assim tão rápido do assunto, suspirei fundo e voltei pra casa, eu já estava caindo de sono, não tive opções e fui para casa dormir

Semanas depois, já na preparação para o teste do DMT

Passando alguns dias em uma cabana, conversamos bastante, até chegar o dia do teste do DMT, Eren estava nervoso coma situação do DMT, Mikasa estava de boassa, e Armin, bem, não estava lá essas coisas, ele veio correndo na minha direção junto com Eren e ele, como sempre, foi direto

Armin: Sn! O que faço?

Sn: por que pergunta pra mim?

Eren: nós sabemos que você já roubou DMT e já matou alguns titãs quando fomos atacados outras vezes

Sn: claro, os esquadrões estavam com dificuldade, então peguei o DMT das pessoas mortas e ajudei na expedição fora das muralhas

Armin: por isso você é incrível usando o DMT! Pode me dizer como fazer pra ficar equilibrado?

Sn: é bem simples

[...]

Explicar pro Eren foi perda de tempo, o coitado ficou de cabeça pra baixo, o Armin foi até que bem, já a Mikasa, foi impecável, ela foi incrível, conseguiu ficar sem dificuldade, e quanto a mim bem, conseguia ficar igual a ela, só que eu não ficava igual a Mikasa que ficava tremendo digamos assim, graças aos treinos, eu conseguia ficar parada sem dificuldades, distante, eu consigo ver o Levi me olhando acenando com a cabeça, olhei pra ele e fiz o mesmo, em suas mãos estavam uma capa da divisão de reconhecimento, quer dizer que poderei usar quando eu me formar.

Me desceram dos fios me deixando de pé, tirei os fios da minha cintura e saí calmamente pegando uma balinha e colocando na boca

Os dias passaram rapidamente, fizemos "missões" em floresta com o dispositivo de manobra tridimensional, combate corpo a corpo, que inclusive eu lutei com a Annie, lutamos bastante, no final, ela saiu com um hematoma no estômago e eu com um arranhão na bochecha, nós levamos essa luta a sério, mas no final, Reiner teve que nos separar, então, nosso primeiro dia de trabalho chegou

Lá estava eu, andando calmamente voltando do QG onde estava o Erwin, Levi e Hange, eu já havia falado com eles, e conseguiram a permissão para eu entrar para o reconhecimento, por isso, eu já tinha meu uniforme e a capa, sim, em menos de um mês, eu já havia me formado e conseguido entrar para o reconhecimento, foi bem rápido, afinal, eu tenho meus contatos, chegando na superfície da muralha, vi Eren, Sasha, Connie e outros arrumando os canhões

Connie: olha ela! Usando a roupa do reconhecimento

Eren: uau! Então você conseguiu!

Sn: sim, agora sou oficialmente do reconhecimento, e por isso, é minha prioridade que nenhum de vocês morram

Sasha: já me sinto protegida com essa mulher!

Diz ela me abraçando de lado e apalpando meu braço como se eu tivesse tanto músculo quanto um homem me fazendo revirar os olhos desinteressada

Estava tudo calmo, quando derrepente, o titã colossal apareceu atrás da gente, sem mais nem menos, ele era tão grande que passava de onde estávamos, o que era bem alto, ele deu um chute na parte de baixo da muralha fazendo um enorme buraco, enquanto a área chutada foi parar no meio da cidade, eu e os outros caímos mas paramos quando usamos o DMT pra ficarmos de pé na lateral muralha olhando para o grande titã que já tinha sua mão esquerda na superfície de cimento

Sn: droga, Eren! Vamos com tudo pra cima dele, vamos tentar chegar na nuca!

Eren: vamos pela direita!

Subimos até a superfície da muralha, corremos para direita alcançando a mão esquerda dele, subimos e continuamos o caminho pelo seu pulso e antebraço, Eren foi correndo, eu fui usando DMT para alcançar sua nuca com mais facilidade, quando eu estava prestes a cortar sua nuca, sentimos um vento quente forte saindo do titã, eu e Eren saímos voando batendo as costas no chão, mas para proteger ele, eu caí com ele em cima de mim, abrindo meus olhos, notei que o titã sumiu

Sn: você está bem Eren?

Eren: sim, sim estou bem, obrigado, machuquei você?

Sn: só um pouquinho, mas agradeceria se você levantasse

Digo um pouco desconfortável, ele se levanta com dificuldade e me ajuda e levantar, limpei a poeira da minha roupa e logo me pronunciei

Sn: reporte o que houve, eu já vou indo, me encontre junto com o pessoal da guarnição das Muralhas

Eren: tome cuidado, não sabemos se outros titãs irão atacar

Sn: certo, eu cuido dessa área, se junte com os outros cadentes

Eren usou o DMT para sair enquanto eu dava uma olhada no lado de fora da muralha, meus olhos que antes entregavam que eu era uma pessoa cansada e até mesmo rabugenta, se abriram em susto quando eu vi uma pessoa correndo para dentro da muralha, provavelmente aquela pessoa, é o titã colossal, como isso é possível? Desci até o lado externo da muralha vendo o enorme buraco, mas nenhum sinal de inimigo, apenas uma marca de mão e algumas pedras claramente esmagadas por pé de humanos, olhei pra trás e entrei em desespero, vários titãs, apareceram e vieram andando até a muralha, usei o DMT e fui para onde combinei de encontrar o Eren, todos estavam ouvindo uma palestra de um homem, mas eu interrompi aquele homem chamando a atenção de todos alí

Sn: avisem a todos, titãs se aproximando da muralha!

Eren: conseguiu encontrar?

Sn: não, mas vi resquícios de uma reação de titã, esse é o de menos, temos que ir! Vou falar com o comandante Pixis! Encontro Mikasa na muralha!

Homem que eu esqueci o nome: você não tem o direito de dar ordens!

Sn: não tenho tempo pra conversa, Mikasa é a melhor para o trabalho! Não teime comigo! Você não tem experiências com titãs! Vamos Mikasa!

Mikasa: é pra já!

Usamos o DMT e fomos até onde estava o comandante Pixis, durante o caminho, a Ackerman ficou calada, para quebrar o gelo, eu resolvi afirmar

Sn: Mikasa, alguém entre nós é um traidor

Mikasa: do que está falando?

Sn: eu vi alguém com DMT saindo de onde o titã colossal surgiu, tenho certeza que um de nós, é um traidor

Mikasa: e em que você se baseia?

Sn: é apenas um palpite

Rapidamente sou colocada contra o chão, Mikasa me olhava com raiva enquanto eu devolvia o olhar, mas dessa vez, com tédio, peguei minha espada e apontei para seu coração pela parte de trás enquanto ela pressiona sua espada me meu pescoço

Mikasa: acha que eu tenho tempo pra palpites?!

Sn: Mikasa, olhe para o buraco da muralha, acha mesmo que eu tenho tempo pra briguinha insignificante?

Mikasa: e por que escolheu justo eu?!

Sn: por que mesmo não querendo admitir, vejo um grande potencial em você, e outra, acho melhor sair de cima de mim cadente, sou sua superiora agora

Mikasa: e quanto ao Eren, quem vai proteger ele?

Sn: escute, eu não estou aqui atoa, meu superior, me deu a ordem para proteger todos que eu puder, mas também, não hesitarei em demandar sacrifícios, espero que não se importe em ver alguém morrendo

Digo dando leves tapinhas em sua bochecha, ela se levanta e continua o caminho me deixando pra trás, limpei minhas roupas e fui atrás dela, ao chegarmos na muralha, tentei me transformar em titã, mas sem sucesso, os experimentos da Hange não revelaram nada sobre minha verdadeira natureza, isso me preocupa, coloquei uma atadura na mão e olhei para onde Mikasa apontava com seu dedo trêmulo

Sn: puta que....pariu

Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...