História Tudo por você, Daryl. - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Walking Dead
Personagens Bob Stookey, Carl Grimes, Carol Peletier, Daryl Dixon, Lizzie Samuels, Maggie Greene, Michonne, Negan, Paul "Jesus" Monroe, Personagens Originais, Pete Anderson, Rick Grimes, Ron Anderson
Tags Daryl
Visualizações 61
Palavras 1.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olaaaaaaaaaaaaa, tudo bem? Hoje postei cedooo o//
Espero que gostem do cap ❤

Capítulo 14 - Confusões 2


Fanfic / Fanfiction Tudo por você, Daryl. - Capítulo 14 - Confusões 2

 P.O.V Melanie

Organizei algumas papeladas pois Maggie me deixou no comando. Havia apenas 8 pessoas em Hilltop logo, desci para fazer companhia a eles e eles faziam cada graça que até chorei de rir,  eles eram bem legais.

- ABRAM OS PORTÕES! - Gregory gritou. E eles abriram. Ele estava em um carro e logo parou na minha frente olhando pela janela dizendo que queria falar comigo e assenti. 

Algum tempinho, fui para a sua sala e me assustei ao ver quem tava deitado no sofá (imagem de capa). Tentei sair de fininho mais senti alguém me pegar pelo pulso. 

- Vai aonde? - Ele arquea as sobrancelhas. 

- Aonde não é da sua conta. - Disse. 

- Você é uma garota má e não tem coração. - ele ajeita uma mexa do meu cabelo ainda me segurando. - 

- E você não? - Retruquei. Ele ia falar algo, abriu e fechou a boca umas três vezes fechando os seus olhos. 

- Sou legal com você, te ofereci o meu quarto pra você ficar, me esforço pra caramba pra não matar você e é assim que agradece? Sendo audaciosa desse jeito? - ele aumenta o tom. Reviro meus olhos. 

- Sabe Negan? Vai pro inferno não me importo com o que você fez por mim. - Ele apertou mais o meu pulso que tinha a convicção que ia ficar a marca. - Tá doendo. - Conseguia ver a fúria em seus olhos mais logo ele se acalma e ri com a situação .

- Só não te mato porque você tem algo que é meu na sua barriga. - Engoli seco. 

- Não é seu. É do Daryl. - Ele da uma gargalhada soltando o meu braço pondo a mão no seu queixo molhando seus labios. 

- Claro que é meu e o Daryl? Eu o matei . - Daryl morto? - agora vamos que não tenho todo o tempo do mundo aqui. - ele pega novamente pelo pulso me levando direto pro carro e eu apenas ia pois estava em choque. Não podia ser verdade. - Deixem eu passar. - Ele fala pro Gregory que assenti e eles liberam a entrada que o mesmo vai junto com a gente. Por que não fizeram nada? Temeram que ele não estivesse só. 

P.O.V Daryl 

- Acabamos com todos eles. - digo olhando o massacre que estava todo o lugar.

- Ainda não, precisamos ir atrás deles antes que planejam algo. Estamos em pouco número mais juntos conseguiremos acabar com TODOS eles. - Rick disse.

Maggie? O Negan esteve aqui. - Escutei. Já me preocupando pois deixei a Mel lá .

- Como deixaram ele entrar? - Ela briga com eles. 

- Não vimos. Só na hora deles irem que o Gregory foi com ele e a Melanie também. 

- QUÊ ! - Meu chão caiu? Sinto uma grande pontada em meu peito e uma raiva que me consome. Saio empurrando todos e ignorando que falavam, Rick e alguns homens me seguram impedindo de ir até lá. Eu os empurro dando um soco na cara de um e corro para entrar no carro dando partida. 

Não vou perde-la de novo. 

Me culpo por não deixar ela vim comigo. 

Calma Daryl, você apenas quis protejela. 

Estava em alta velocidade. Saberia o risco de ir nessa velocidade tá mais provável ela me perder do que eu a ela. 

P.O.V Melanie. 

- Confortável? Eu mudei um pouco as coisas. Esse armário é pra você, olhe. - Ele abriu. Eu fui olhar. Era como se estivesse em modo automático com todas aquelas lágrimas saindo do meu rosto a única coisa que me mantém viva é o meu bebê se não já teria desafiado o Negan por matar o Daryl, preciso manter a calma. Tinha cada vestido lindo. - Quando você foi embora saberia que voltaria então deixei umas coisas prontas pra você se acomodar. Experimente um vestido, quero ver como ficou. - Negei. - Vou sair pra você se vestir. Peguei um vestido qualquer rosa que dá no meu joelho, era um tecido fino. - Já posso entrar. 

- Sim. - Disse. Ele entrou e se surpreendeu com a roupa, eu creio. 

- Você fica linda de todas as formas. - Ele de aproxima ajeitando uma mexa do meu cabelo acariciando o meu rosto e logo me beija. Era calmo, não havia pressa. Me lembra na cabana quando beijei o Daryl que quase vômito nele. Lágrimas descem automaticamente. Ele me pega no colo sentando na cama. 

- Você gosta de mim. - Ele para o beijo. 

- S-sim. - disse fraco. 

-O-o que? - A voz soava tão familiar que pensei que fosse um sonho. Me virei e vi Daryl na porta vendo a cena. 

- Oi Daryl. Veio me matar e salvar a Mel? - Ele ri. 

- Não, pode ficar com ela. Não quero ela, é apenas mais outra puta. 

- D-daryl. - tento sair do colo de Negan mais ele me segura pela cintura impedindo que eu saia. - Me larga! - dei um empurrão que acabei caindo no chão. Me levanto indo até Daryl o abraçando. - Eu pensei que você estava

- Não se aproxima de mim! - ele me interrompe me soltando de si. - Não se aproxima de mim. - ele repete. - Vocês se merecem, sabe. Dois monstros, pensei mesmo que daria certo Melanie, que,que que... poderiamos fazer uma família e por mais que esse bebê seja meu 

- Nem em seus sonhos. - Negan diz rindo lá atrás apenas assistindo. Ele da um olhar de matador pra Negan e continua a sua fala interrompida. 

- Ele continuará sendo meu filho e se puder cuida-lo eu cuido mais você não quero ver nunca mais. Pode ficar com ela. - Ele diz saindo. 

- Não Daryl! Volta! Eu, eu te amo. - disse baixinho. Ele parou, mais logo continuou a andar. Me desabei em lágrimas e Negan tocou no meu ombro. 

- Ele era um merda. Deixa que eu cuido de você. - Tudo isso é culpa minha por ser tão fraca. Tudo é culpa do Daryl por não deixar ir com ele, por me deixar aqui. Tudo é culpa do Negan por ter começado tudo isso. Ignorei o que ele disse. O que menos queria era escutar a sua voz.


Notas Finais


Gente o que acharam? Eu me senti mal por eles. Meu coração se partiu junto com o de Daryl. Me desabei junto com Melanie.
Só não fiquei feliz junto com o Negan. <|3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...