1. Spirit Fanfics >
  2. Um Amor Inesperado >
  3. A Escolha Certa

História Um Amor Inesperado - Capítulo 73


Escrita por:


Notas do Autor


Gente! Esqueci de avisar que já tenho a capa da minha próxima história. mas vão ter de esperar eu acabar esta. E de certeza que vão adorar a próxima que vou escrever.
É só isso.

Boa Leitura...

Capítulo 73 - A Escolha Certa


Fanfic / Fanfiction Um Amor Inesperado - Capítulo 73 - A Escolha Certa

Izuku:On

Mesma sexta-feira. Bom, estou trabalhando desde a hora do almoço. Se bem que o meu trabalho é falar com o Toya.

Mas algo dentro de mim, está se tornando uma dúvida e das grandes.

“Deveria voltar para a escola?”

Dabi: Ei Izuku... Passa-se alguma coisa?

Izuku: Ahm... Não, não é nada. Eu... Só estava com a cabeça na lua. É, só isso mesmo.

Dabi: Você é um péssimo mentiroso Izuku. Vá, me conta. O que te está incomodando?

Izuku: E você me conhece, até bem demais. Aff... Lembras-te... Não, sabes quando pediste ao Gran Torino para me ligar, hoje de tarde?

Dabi: Sim, o que têm?

Izuku: Bom... Nesse momento, eu estava na minha escola.

Dabi: Humm... Interessante. O que você foi lá fazer?

Izuku: Bom... Resolver uns assuntos, muito importantes.

Dabi: Tipo?

Izuku: Tipo... Recuperar a minha dignidade e talvez revelar a verdade. E algo me diz que aquelas três serão consideradas lixo para o resto da vida.

Dabi: Ahhh... Então você foi tratar do mesmo motivo que te trouxe até aqui. Muito bem.

Izuku: Pode dizer-se que sim. E para ser sincero, é menos um peso nas minhas costas.

Dabi: Ok. Então e agora... Vais voltar para a escola?

Izuku: Essa é que é a questão. Eu quero, mas por um lado desisto do meu emprego, mas por outro posso ter a minha chance de conseguir realizar o meu sonho. Ser strip tease é algo que adoro, mas... Eu já nem sei.

Dabi: Como teu amigo, dou-te a minha opinião. Volta para a escola. És bom demais para estar aqui e além do mais tens um longo caminho a percorrer. Não o desperdices.

Izuku: Uau! Toya Todoroki a dar a sua opinião... Esta é nova.

Dabi: Oh, vá lá! Podias ao menos estar atento ao que eu digo.

Izuku: E estou. E a tua opinião até que foi útil. Talvez eu pense no caso.

Dabi: Ok.

Fiquei com o Toya por mais uns minutos. Ao fim desse tempo, eu e ele saímos do quarto. Eu tranquei a porta e então fomos para o andar de baixo. Toya foi para casa e eu sentei-me num dos bancos e fiquei no balcão. Com isso, pensei, porque não falar com o Gran Torino sobre isso.

“Se uma não chega, porque não duas opiniões?

Izuku: Gran Torino. Posso falar consigo?

Gran Torino: Sim, diz lá.

Entreguei-lhe a chave e o mesmo a guardou. Em seguida arranjei forças para falar.

Izuku: Eu... Eu pensei... Pensei em voltar para a escola. E deixar o meu trabalho de strip tease, mas não tenho bem a certeza.

Gran Torino: Estou a ver... Bom, acho que a minha resposta é certa. Nesse caso, volta para a tua escola. Tens muito talento e bom, não o podes desperdiçar.

Izuku: Mas...

Gran Torino: É verdade que és um dos melhores dançarinos que tenho aqui. Bom, talvez o único, mas não te posso prender aqui. Tens um grande talento meu jovem e voltar à escola é algo que pode te ajudar no teu futuro.

Senti as minhas lágrimas descerem pelo meu rosto. Não tenho como agradecer ao Gran Torino, por tudo o que ele fez por mim.

Num movimento, abraço o Gran Torino. E o mesmo retribui.

Izuku: Obrigado Gran Torino. Nem sabe quanto eu vou ter saudades daqui.

Gran Torino: Que é isso? Podes sempre nos visitar nas férias. Estaremos sempre prontos para te receber.

Izuku: Muito obrigado. Bom, acho que vou andando. Segunda-feira trato de tudo para voltar para a escola.

Gran Torino: Espera. Tenho uma coisa para ti.

Ele foi na caixa e retirou algum dinheiro. Em seguida voltou- se para mim e esticou a mão para mim.

Gran Torino: Aqui tens.

Izuku: O que é isso?

Gran Torino: O teu salário deste mês e um extra por teres trabalhado aqui.

Izuku: Uou... Agradeço, mas não posso aceitar. O salário talvez, mas o extra já é muito.

Gran Torino: Eu insisto. Tu mereces. Agora vai lá. E boa sorte para contigo.

Izuku: Hummm... Obrigado Gran Torino. Um dia, ei de retribuir-lhe. Prometo.

Gran Torino: Vá deixa-te de fitas. Vai lá.

Izuku: ... Adeus.

Gran Torino: Até mais meu jovem.

Sai do bar, permitindo que as minhas lágrimas caíssem. Passei bons momentos aqui e agora estou deixando tudo por algo melhor. A meio das lágrimas, um sorriso aparecia nos meus lábios. Andei pelas ruas e cheguei em casa.

Deitei-me no sofá e deixei o dinheiro em cima da mesa. Estava encarando o teto, quando me lembrei do Ayato.

“É verdade... Tenho de lhe contar as novidades!”

Peguei no meu celular e remexendo na tela, abri a aplicação e a conversa com o Ayato.

Mensagens:On

Izuku: Oi Ayato! Preciso de falar contigo.

Izuku:On

Ele não me respondeu. Desliguei o celular e fiquei uns minutos esperando. Foi então que ouvi o meu celular tocar. Era uma chamada do Ayato. Quando vi, atendi no exato momento.

Chamada:On

Izuku: Ayato. Olá.

Ayato: Boa noite Izu. Então, o que é que querias falar comigo?

Izuku: Tenho muitas novidades para te contar. Meu Deus... Nem sei por onde começar.

Ayato: Calma Izu. Começa pelo início, está bem?

Izuku: Ok. Bom, tudo começou ontem, antes de você me ligar. A Uraraka e eu estávamos bolando um plano, para contar a verdade, sobre o ocorrido de alguns meses atrás.

Ayato: Aquele mesmo ocorrido, que me contas-te no bar?

Izuku: Sim, esse mesmo. Bom, hoje fui na minha escola e fizemos de acordo como o plano. Correu tudo bem e agora aquelas três, estão abaixo de zero.

Ayato: Fico feliz por ti Izuku, mas algo me diz que não ficamos por aí.

Izuku: Sim, é verdade. Uma das coisas que me aconteceu, foi... Bom, o Zack...

Ayato: O que tem ele?

Izuku: Ele me beijou. Meu Deus, nem pude acreditar quando isso aconteceu.

Ayato: Eh, eu sabia que iam ficar juntos. E então, rolou mais alguma coisa.

Izuku: Não... Eu falei que não era bom o suficiente para ele. Por isso, não rolou mais nada.

Ayato: Izu... Você tem que aprender a parar de ignorar o seu coração. Se você o ama e ele te beijou, aceita de uma vez por todas.

Izuku: Acho que vou ter mais oportunidades. Há mais uma coisa que quero te contar.

Ayato: Sim, e o que é?

Izuku: Eu decidi deixar o meu trabalho de strip tease e voltar para a minha escola.

Ayato: Uhhhh! Esse é o espirito Izu! Estou orgulhoso da tua escolha!

Izuku: Obrigado Ayato. Bom saber que posso contar contigo.

Ayato: Sempre Izu. Mas... Tens mais novidades?

Izuku: De momento, só uma.

Ayato: Qual?

Izuku: Tenho sono.

Ayato: Hahahahaha! Conhecendo você isso não é novidade nenhuma. Nesse caso vou desligar. Dorme bem Izu.

Izuku: Obrigado. Boa noite Ayato.

Izuku:On

E desliguei a chamada. Em seguida, fui no banheiro e tirei as minhas roupas. Sem seguida entrei dentro da banheira e tomei um belo banho.

Quando acabei, voltei para o meu quarto e peguei na minha camisola de pijama. Em seguida, deitei-me na minha cama e adormeci.

 

Quebra de Tempo Segunda-Feira

 

Izuku:On

Aproveitei o fim de semana, para relaxar e colocar as ideias no lugar. Vesti uma roupa das minhas e fui em direção à cozinha. Desci as escadas e entrei na cozinha, indo em direção ao frigorifico. Peguei num pacote de leite achocolatado e em seguida, fechei o frigorifico e fui no armário, pegando numas bolachas.

Tomado o pequeno almoço, sai de casa, trancando a porta e fui para a escola.

Chegando lá, entrei e fui no gabinete do diretor. Chegando perto da porta, bati duas vezes e ouvi o mesmo.

Nezu: Entre!

Izuku: Olá.

Nezu: Ah, Izuku. Em que posso ajudá-lo?

Izuku: Bom... Eu queria falar algo de muito importante com o senhor. Posso?

Aponto para uma das cadeiras e o diretor assente com a cabeça, dando a permissão para eu me sentar.

Quando me sentei, encarei o professor com o meu melhor sorriso.

Izuku: Eu... Eu decidi voltar para a escola. Tomei essa decisão na sexta e tenho a certeza do que eu quero.

Nezu: Estou muito feliz pela sua escolha. Mas...

Izuku: Sim, eu sei que não devia ter feito aquilo com a Cathy, mas ela mereceu.

Nezu: Certo, o que ela fez, não tem perdão, mas não era motivo para bater-lhe com um taco.

Izuku: Foi mal.

Nezu: Bom, como não estava registado na escola, não tenho como culpa-lo. E quanto à sua entrada na escola, eu tratarei disso. Pode vir já amanhã.

Izuku: Muito obrigado! Venho sem falta! Mal posso esperar para falar com a Ura amanhã. 

Levanto-me e dou um aperto de mão no diretor.

Izuku: Até amanhã!

Nezu: Até amanhã!

Fui para casa e fiquei na sala de estar, esperando que o amanhã chegasse.

“De volta ao que era antes. Kkkk.”

 

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
AVISO: A história deve acabar daqui a alguns capítulos.
É só isso. Até ao próximo capitulo. BYEEE!!
Tive um problema com o wi-fi e duplicou o capítulo, mas já resolvi isso.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...