1. Spirit Fanfics >
  2. Um novo começo >
  3. Um novo Fernando

História Um novo começo - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura💕💕
Se cuidem nos tempos de quarentena em que estamos vivendo, bjs da Eliza para vcs💕

Capítulo 18 - Um novo Fernando


Enquanto isso na capital, Márcia adiou a viagem que faria nessa noite, remarcando para a noite do dia seguinte, ela dirigiu por horas a procura de algum sinal de Fernando, até nos hospitais ela passou, então ela liga para Carol.

Ligação 

Márcia: Carol – ela diz chorando

Carol: Alô Márcia?? Márcia por que está chorando? - ela diz preocupada.

Márcia: Ele desapareceu... Não encontrei nenhum sinal dele 

Carol: Não é possível... 

Márcia: Acredite, eu não o encontro em lugar nenhum, estou quase enlouquecendo... aonde você está?

Carol: Estou no apartamento da Lety, sabe onde fica?

Márcia: Não, passa o endereço estou indo aí. 

Carol passa o endereço e depois de alguns minutos o interfone toca e ela logo sobe. 

Márcia: Como ela está?

Carol: Ela ainda não acordou, já esta amanhecendo, logo ela acorda e o que vamos dizer?

Márcia: Queria muito poder falar que sei onde o Fernando está, mas essa é exatamente a pergunta que está deixando tão aflita... Onde está o Omar?

Carol: Dormindo no sofá 

Márcia: Como ele consegue dormir?

Carol: Ele adormeceu faz pouco tempo, estava aflito, mas o cansaço o venceu.

Márcia: Carol e se algo aconteceu?

Carol: Precisamos pensar positivo.

Márcia: Não consigo, já sabemos o que o Fernando fez no Brasil e se...

Carol: Márcia tente pensar positivo, o Fernando tem que estar bem! 

Elas ficaram um bom tempo conversando, até que Márcia vai para sua casa, Otávio estava esperando por ela, ele a ampara pois sabia do amor que ela sentia pelo irmão. 


Enquanto isso no litoral... 

Fernando estava olhando aquele  amanhecer, sentia que estava mais leve, suas feridas tinham sido curadas, a culpa foi embora, havia se perdoado, tinha se renovado. De fato que Fernando Mendiola não era o mesmo a muito tempo, ele havia amadurecido. 

Eduardo: Meu amigo vejo que funcionou, estou certo?

Fernando: Sim, eu precisava de ajuda, estava morto e vocês me trouxeram de volta...

Eduardo: Nós não... O Mar, foi ele quem limpou sua feridas, ele que renovou sua alma.

Fernando: O que eu faço agora?

Eduardo: Você volta e enfrenta tudo!

Fernando: Você sabe que o mar não levou ela né?

Eduardo: A Lety? – Ele sorri – Ele não poderia levar ela Fernando...

Fernando: Mas porque?

Eduardo: Eu realmente preciso te dizer? Fernando a Letícia é o amor da sua vida, vocês tem uma ligação, suas almas estão ligadas...

Fernando: Ela é casada...

Eduardo: E isso importa?

Fernando: Claro que sim, ela é casada, mas não comigo

Eduardo: Entenda uma coisa, vocês dois estão ligados, então passe o tempo que for, a Letícia ainda vai te amar, e você ainda vai amá-la, vocês vão ficar juntos, não importa quanto tempo leve para que isso aconteça, é o destino de vocês...

Fernando: Eu já nem sei mais o que o destino quer

Eduardo: Olha, no momento eu sinto que ele quer que você simplesmente volte, tem pessoas te procurando, estão preocupadas

Fernando: Meu Deus eu não avisei ninguém... Só queria me livrar dessa dor que não lembrei de nada, a Márcia vai me matar!

Eduardo: A Márcia?

Fernando: Vish essa história é longa, olha resumindo, ela vai casar com um homem chamado Otávio, ela me perdoou e nós somos irmãos agora, Eduardo muito obrigado por tudo, eu preciso voltar agora mesmo...

Jorge Flores: Então vamos – ele surge do nada.

Fernando leva um susto

Fernando: Jorge... Jorginho está querendo levar minha alma pro mar? Quase me matou de susto homem.

Jorge Flores: Só vamos embora – Ele sorri.

Fernando, Eduardo e Jorge Flores entraram no carro e seguiram viagem de volta a capital, 4 horas depois eles chegaram em frente a casa de Jorge, Fernando se despediu deles e entrou no seu carro, alguns minutos depois ele chega na casa da Márcia, ela está abraçada ao Otávio quando ele chegou.

Assim que ela o viu, ela correu e o abraçou.

Márcia: Nunca mais faça isso, eu tive tanto medo... – Disse ainda abraçada a ele.

Fernando: Me perdoa Márcia, eu não pensei em nada, só precisava curar a minha dor...

Márcia levanta a cabeça e olha para ele.

Márcia: Curar a sua dor?

Fernando: Eu estava morto, morto por dentro e precisava tirar isso de mim, precisava me curar...

Otávio: E você se curou? Me desculpe a intromissão, mas você se curou, você está bem?

Fernando: Parcialmente sim, me sinto melhor, me sinto capaz e forte para continuar

Márcia: Fico tão feliz que você está bem meu irmão – ela o abraça forte.

Fernando: Me desculpe pela preocupação, juro que não queria deixar você mal...

Márcia: Já passou, o que importa é você estando bem... Preciso fazer uma ligação – Disse indo ao escritório. 

Ligação: 

Carol: Alô 
Márcia: Carol ele está bem, o Fernando de está bem, acabou de chegar, diga para Lety que ele está bem
Carol: Aí que bom – Ela suspira – A Lety acabou de acordar e eu não sabia o que dizer para ela.
Márcia: Fico aliviada de poder dar uma notícia boa pra ela, bom eu preciso conversar com o Fernando, a noite eu tenho que viajar então precisa ser agora.
Carol: Boa viagem e qualquer coisa é só me ligar, tchau Márcia.
Márcia: Tchau Carol, até - ela desliga. 


Fica aliviada de dar uma boa notícia pra quem – Fernando disse encostado na porta do escritório.


Márcia: Para a Letícia...
Fernando: Pra Lety?
Márcia: Sim, ontem quando você saiu, ela ficou chorando desesperada e acabou desmaiando...
Fernando: A Lety desmaiou?
Márcia: Foi o que eu disse, foi de nervosismo, mas ela está, Fernando ela está bem, agora nós dois precisamos conversar...
Fernando: Preciso ver a Lety...
Márcia: Não! Eu disse que nós iremos conversar e nós vamos, então senta logo nessa cadeira! - Disse brava.
Fernando: Calma Márcia, já estou sentando
Márcia: Você quase me matou de preocupação, quando te vi só queria te abraçar pra me certificar que estava bem, você não tem noção do quanto de coisas se passaram na minha cabeça. 
Fernando: Me desculpe...
Márcia: Aonde você estava? O que estava fazendo?
Fernando: Eu fui ao litoral
Márcia: Litoral, que diabos foi fazer no litoral?
Fernando: Precisava me curar, precisava tirar o sentimento que me corroía por dentro...
Márcia: Tem como me explicar melhor, não estou entendendo nada...
Fernando: Eu fui procurar o Jorge Flores, ele é um amigo, ele é uma pessoa bem sensível, é vidente ou algo assim...
Márcia: Está ficando mais confuso ainda
Fernando: Eu o procurei e por algum motivo o Eduardo, o Mendonza, ele estava lá, então os dois me levaram ao litoral, fizeram uma espécie de ritual de cura, eu tinha feridas na alma, tinha culpa, remorso e isso estava me matando, eles disseram que eu me curaria, fizemos o tal ritual, eu deixei a água do mar levar todos os sentimentos ruins, eu me perdoei, me perdoei de verdade, aceitei as minhas consequências e estou aqui, sou um novo Fernando, sou um homem melhor, voltei a me sentir bem, a me sentir eu mesmo...
Márcia: Você está realmente melhor?
Fernando: Sim Márcia, eu aceitei, aceitei tudo e estou bem, está tudo bem – ele sorri.
Márcia: Fico feliz, mas se você fizer isso de novo eu juro que te faço de picadinho...
Fernando: Me desculpe de verdade minha irmã.
Eles se abraçam. 
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado, continuem acompanhando💕💕💕💕💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...