1. Spirit Fanfics >
  2. Uma Nova Amazona no Santuário. >
  3. Tudo está bem. Ou não?

História Uma Nova Amazona no Santuário. - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente! Tudo bom com vocês? aqui vai mais um capítulo. e ontem esqueci de falar algo importante:
* o Dohko é o Mestre Ancião.
agora, boa leitura.

Capítulo 5 - Tudo está bem. Ou não?


Já estava de Manhã e os dois ainda estavam dormindo. Adele acordou sonolenta, e pensou que Aiolia já havia acordado. Quando olhou do seu lado, viu o mesmo dormindo. Ela o balançou na tentativa de acordar, e o mesmo abriu os olhos.

Aiolia: Oi..

Adele: Vai levantar da Cama agora?

Aiolia: Não sei.

Adele: Você quem sabe.

Aiolia: deve ser 8 ou 9 da Manhã.

Adele: Então levanta você, Eu vou tirar um cochilo. - sorriu.

Aiolia: Nada disso, Você vai levantar também. - sorriu.

Adele: Ai, tá bom.

Os dois se levantaram da Cama.

Adele: Eu vou trocar minha roupa, pode ir a cozinha.

Aiolia: Tá bom, não vai dormir de novo.

Adele: é claro que não.

Aiolia foi para a cozinha e Adele trocou sua roupa. escovou seu Cabelo, e foi para o banheiro escovar os dentes e lavar o rosto. Depois disso, foi para a cozinha.

Adele: Onde eu lavo minhas roupas?

Aiolia: Tem uma lavanderia aqui em Casa.

Adele: ah, queria lavar a moda antiga.

Aiolia: a moda antiga?

Adele: Sim, lavar no rio.

Aiolia: Tem um rio, mas fica longe daqui.

Adele: Muito ou pouco?

Aiolia: Muito longe, teria que te levar.

Adele: Certo, agora eu não vou.

Aiolia: estou quase terminando de preparar o Café da Manhã.

Adele: Oba! - sorriu.

Aiolia terminou de preparar e colocou o Café da Manhã em cima da Mesa. Os dois se sentaram em uma das Cadeiras e começaram a comer.

Adele: Está muito bom, meus parabéns.

Aiolia: Muito obrigado, que bom que você gostou.

Adele: Quero te perguntar algo.

Aiolia: é sobre ontem, não é?

Adele: Ah sim, isso mesmo.

Aiolia: Eu queria te beijar, por que.. tive a curiosidade.

Adele: Curiosidade? Por que?

Aiolia: Queria saber se eu sentiria algo diferente em mim.

Adele: e Você sentiu?

Aiolia: Sim, eu senti..

Adele: Mas foi apenas um beijo.. não é?

Aiolia: Sim..

Adele: Somos amigos.

Aiolia: Você também sabe fazer pratos deliciosos?

Adele: Ah sim, farei qualquer dia.

Aiolia: Vou amar provar.

Adele: Então, vai me levar até o rio?

Aiolia: agora? Não acha que está muito cedo?

Adele: Não, o Sol já está brilhando lá fora.

Aiolia: está bem, vamos.

Os dois se levantaram e Adele pegou as suas roupas que usou ontem. Saíram para fora e foram andando.

Adele: Então, esse rio é muito fundo?

Aiolia: Sim, mas ninguém se afogou nele.

Adele: Ninguém nunca nadou nesse rio?

Aiolia: Não, apenas bebem da água.

Adele: Não acho muito saudável.

Aiolia: a água desse rio é completamente limpa.

Adele: Nunca se sabe.

Aiolia: Ninguém nunca sujou.

Adele: Como pode ter tanta certeza?

Aiolia: O próprio grande mestre proibiu de sujar esse rio, caso contrário a pessoa será expulsa do Santuário.

Adele: Mas e se essas pessoas estiverem aqui até hoje?

Aiolia: Cedo ou mais tarde, outra pessoa vai contar toda a verdade.

Adele: Mas, e para aqueles que cometerem crimes mais graves?

Aiolia: Será o mesmo, expulsão.

Adele: entendi.

Aiolia: O bom é que quase nunca acontece esse tipo de coisa.

Adele: Aiolia, Você sabe quem é o grande mestre?

Aiolia: Eu nunca soube, ninguém nunca soube.

Adele: Me conte mais sobre ele.

Aiolia: O grande mestre é uma pessoa totalmente séria, e prudente também.

Adele: sabe Aiolia, Eu não sou uma pessoa que julga as pessoas pela a aparência mas, aconteceu algo muito.. digamos estranho.

Aiolia: O que aconteceu?

Adele: Um dia eu estava treinando, quando de repente senti como se alguém estivesse me observando. Quando olhei para ver quem era, Eu vi uma sombra se movimentando em um lugar escuro. e quando percebi era o Saga. Ele estava muito sério, eu até estranhei..

Aiolia: Estranho..

Adele: Sim..

Depois de tanta conversa, chegaram até o Rio.

Aiolia: aqui está.

Adele olhou e ficou encantada com as águas limpas, mas o lugar também era muito lindo.

Adele: escuta, aqui tem animais perigosos?

Aiolia: Não, você só vai encontrar animais mansos.

Adele: Ah, certo.

Aiolia: Eu vou ficar aqui com você.

Adele: Não precisa Am.. Quero dizer, não precisa Aiolia.

Aiolia: Você iria dizer outra coisa?

Adele: Não.

Aiolia: Tudo bem.. então te vejo daqui a pouco.

Aiolia saiu dali e voltou para a sua Casa, e Adele começou a lavar as roupas no Rio. Era tão lindo o lugar, que as vezes ela se distraia vendo as borboletas voando. Voltou a lavar as roupas, até que viu um arbusto se movimentando e ficou atenta. Para sua surpresa, era um pequeno Coelho Branco. O pequeno se aproximou da mesma, e Adele o pegou no colo e começou a fazer carinho.

Adele: de onde você deve ser..? - perguntou a si mesma.

Adele se levantou ainda com o Coelho em seu colo e foi andando até onde tinha um pouco de mato. Quando olhou, havia uma Coelha e tinha alguns filhotes com ela. a Mãe dos coelhinhos estava um pouco ferida, havia um corte não profundo, mas mesmo assim ela ficou preocupada. Então voltou para pegar a cesta pela qual levou as roupas, colocou todos os filhotes e a Mãe deles no cesto. Também havia pego as roupas, e foi andando até a Casa de Aiolia para conversar com ele sobre o que poderia fazer.

Quando chegou, entrou na Casa e Aiolia estava na cozinha.

Adele: Aiolia, venha ver isso.

Eles foram para a sala e Adele colocou a cesta no Chão e Aiolia olhou para dentro da Cesta.

Aiolia: O que aconteceu?

Adele: Eu encontrei essa Mãe com seus filhotes, e ela está ferida.

Aiolia: Já para onde nós podemos levar.

Adele: Onde?

Aiolia: O Mu, ele tem conhecimento sobre essas coisas.

Adele: Certo.

Adele pegou a cesta e saíram da Casa para ir até a Casa de Mu. Andaram rapidamente, até que finalmente chegaram. Entraram dentro, e Mu estava na sala.

Adele: Mu, Sou eu!

Mu reconheceu a Voz e saiu da Sala.

Mu: Olá Adele, e Olá Aiolia..

Adele: Mu, olhe isto.

Colocou a cesta no chão e Mu olhou para dentro da Cesta, e logo percebeu o que havia acontecido.

Mu: Meus parabéns, Você me trouxe essa Coelha a tempo. Se tivesse demorado, seu ferimento teria infecção e ela morreria.

Adele: Você pode me ajudar.

Mu: Sim, felizmente o corte não é profundo.

Adele: Graças a Deus..

Mu pegou a coelha com cuidado no colo e devagar, e levou para uma sala onde tinha diversar ervas medicinais. Passou um pouco na barriga da Coelha e cobriu com um pano. Voltou com a Coelha nos braços, e a colocou na cesta devagar.

Adele: Terei que trazê-la aqui?

Mu: Sim, para tratar o curativo.

Adele: Tudo bem, muito obrigada Mu. - sorriu.

Mu: disponha.

Adele e Aiolia saíram da Casa de Mu e foram voltando.

Aiolia: O que vai fazer depois?

Adele: Vou criar essa Coelha e seus filhotes, deixá-la na Natureza será pior.

Aiolia: Você pensou bem.

              Tóquio, Japão.

    Mansão Kido.

Seiya: Eu não entendo como você não quis terminar a luta contra aquela amazona.

Shiryu: Eu poderia dizer o motivo.

Shun: Tudo bem Shiryu, nós te entendemos.

Seiya: Fala logo! Tá me deixando curioso!

Shiryu: é por que.. Ela era bonita.

Seiya: Há Há Há Há Há Há Há Há! Não brinca Shiryu, fala sério! Há Há!

Shun: Há Há Há! e sério?

Shiryu: Sim..

Ikki: Rum! até parece.

Seiya: Deixa só a Shunrei saber disso! Há Há!

Shiryu: Ela não é tão ciumenta assim Seiya, relaxa.

Seiya: Será que ela é linda mesmo..?

Shun: Deixa de ser curioso Seiya.

               Continua...


























Notas Finais


Espero que tenham gostado, não percam o próximo capítulo que sairá amanhã! Um beijão e tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...