História Uma Paixão Impossível - Michaeng - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Oitavo Capítulo: família Son


Fanfic / Fanfiction Uma Paixão Impossível - Michaeng - Capítulo 8 - Oitavo Capítulo: família Son

                       🎀𝕾𝖆𝖓𝖆 🎀

Ainda estou pensando em quem acordar, bom, Momo provavelmente não chegaria no castelo sem parar em qualquer canto para cochilar, Chae eu acho q não aceitaria porque ela me disse que tem medo de Minari perder eu e Momoring, então só sobra Nayeon, mas, não quero incomoda-la ela já está cuidando muito bem de nos, não vou incomodar ela.
Então, acho que vou sozinha, mesmo se der certo Minari vai me matar de qualquer jeito por ter corrido risco, então o que eu tenho a perder?

Sai da casa, de noite o planeta morria, não tinha sinal de vida na rua. Acho melhor eu voltar, mas, Minari pode estar em apuros.

Chae: Sana! O que você está fazendo?
Sana: Chae!? E-eu estou, indo atrás de Mina.
Chae: Não se preocupe, Nayeon disse que a rainha so consegue se o que ela tentar absorver for rainha ou rei, ou, quase for.
Sana: Mas eu preciso salva-la!
Chae: Eu te entendo, eu nunca contei isso para ninguém, e-eu...
Sana: Não precisa falar se você não se sente confortavel em me contar.
Chae: Não, eu preciso contar isso pra alguém, bom, e-eu t-tenho uma irmã, mas eu nunca se quer vi ela, ela deve ter uns 10 anos por aí.
Sana: Nunca viu ela por causa da rainha?
Chae: Isso mesmo.
Chae começou a chorar, ela não conhecia a própria irmã, fiquei muito triste em ver ela chorando, não sabia como ajudar.
Sana: Você sabe onde ela mora?
Chae: Eu sei onde meus pais moravam, mas não sei se eles ainda moram lá.
Sana: Vamos tentar, as vezes eles ainda moram.

A casa dos pais de chae ficava bem longe de onde nos estavamos, mas finalmente chegamos.

Chae: É aqui mas acho que eles mudaram.
Sana: Vamos tocar a campainha.

Nós tocamos a campainha da casa que era bem simples. Nos não tivemos respostas então tocamos denovo.

Alguém de dentro da casa: Vai embora, não queremos ninguém aqui.
Chae: Pai? Pai, sou eu Chaeyoung!
Sr. Son: Filha?
Chae: Sim sou eu!

Um homem que aparenta ter uns 30 anos saiu la de dentro.

Chae: Papai! Quanto tempo!
Sr. Son: Porque você nunca veio nos visitar? achamos que tivesse sido exilada.
Chae: A rainha me proibiu disse que os mataria se eu viesse visitar vocês.
Sr. Son: Vamos entrar, aqui fora é perigoso.

Nós entramos na casa dos pais de Chae, ela era bem chique a julgar pelo lado de fora, era mais bonita que o castelo que eu moro, mas não conta pra mamãe.

Sra. Son: Chaeyoung?
Chae: Sim mamãe sou eu.
Sra. Son: Dahyun vem conhecer sua irmã!
Dahyun: Irmã? Chaeyoung?
Sra. Son: Essa é sua irmã! Ela que nos achamos que tinha sido exilada.
Dahyun: Prazer! Mesmo sendo irmãs, sempre quis te conhecer! A mamãe me contou de vezes que você salvou muitas pessoas, você é minha maior inspiração. - chae começa a chorar por que achava que talvez ela seria rejeitada pela família- ei, não chora, você está aqui agora, nunca te rejeitariamos!
Chae: Como você sabe que eu tinha esse medo? Eu não disse isso!
Dahyun: É uma longa história, e, oi Sana! Não precisa se preocupar, Mina vai ficar bem, eu sei que sou linda! Você também é mo gata!

Como ela sabia que eu estava pensando em Mina? E, ela é linda mesmo, será que ela é solteira? Não, foca Sana! Foca!

Dahyun: Eu sou sim, ta Sana? - senti meu rosto queimar - mas acho que daqui a pouco você se arrependa.

Dahyun contou que ela conseguia ler mentes e mudar o pensamento das pessoas, ou algo assim.

Dahyun: É isso mesmo gata! E por isso que a rainha nunca me encontrou.
Chae: Espera! Quando eu era pequena eu não conseguia dar vida a objetos?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...