História Unconditional Love - Capítulo 11


Escrita por: ~ e ~TiaHobii

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 13
Palavras 5.764
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente linda do meu Kokoro... KimMiin-ah aqui e... Bom esse capítulo sai um pouquinho atrasado, pedimos Mil desculpas a vocês e pra compensar nosso atraso esse capítulo ficou um tanto grandão ja que vocês gostam( eu acho....) e é isso, vamos parar de enrolação e vamos pro Capítulo que estar um _coiso_ lindo( *risos*) e é isso... Beijos e Boa leitura.

Capítulo 11 - Por que comigo?


Fanfic / Fanfiction Unconditional Love - Capítulo 11 - Por que comigo?

POVs Deh



     "-Preciso falar com você.


      -Precisamos conversar...

   

      -Você não vai acreditar..."


-Fala logo- pedi e ela começou, como assim ela e o hope se beijaram?, to abismada e feliz por ela imagina quando eu contar o mesmo.


-E foi isso... não sei o fazer diante disso- a mesma suspira com o olhar baixo.


-Nem eu...- a mesma me olha confusa.


-Como assim " nem você"- frz ênfase na minha fala.


-É que...- contei tudo sobre o dia no parque, mas não detalhei tanto, digamos que eu falei upor cima do que aconteceu- nunca imaginei que ele ficaria daquele jeito, ele tava tão... diferente- sorri de canto por lembrar da cena.


-Hum... sabia que tinha acontecido alguma coisa- a mesma ri e me empurra leve- vocês dois "tavam mó" estranho quando voltaram.


-Tava tão na cara assim?- perguntei receosa.


-Olha... na cara não tava, mas eu percebi- sorriu orgulhosa.


-E agora?- me deitei na cama e coloquei as mãos no rosto- isso é loucura...


-Não sei unni... temos que dar um jeito nisso.


                                 ...


Isso era loucura, mas pra mim era possivel, os meninos podem sair prejudicados se acontecer algo, gosto bastante deles, mas... não sei se esse amor que sinto por ele seria para "namorar", tambem sei que os K-idols tem uma certa dificuldade em relacionamentos e tem o trabalho agitado... que complicado... talvez tivesse sido melhor nos não termos viajado... isso não estaria acontecendo.


Quer saber, ja sei o que vou fazer... o que eu vou lhe dizer.... espero que ele entenda.


                      Tempos depois...

              (Uma semana na Coreia)


Ja passou um tempo que estamos aqui, e estamos nos divertindo bastante, Rafah está mais quieta as vezes por conta do que houve com Hoseok, mochi... de vez em quando vemos os meninos eles estão muito ocupados com o Comeback, mas ja está acabando essa "turnê", bom... eu e o yoongi... não temos tanto contato como antes depois do que aconteceu no parque. 

De vez em quando conversamos normalmente, mas as vezes o assunto morria ali,  jimin tem estado mais próximo esse tempo, de vez em quando saimos pra dar uma volta, as vezes os outros membros iam também, desde que comecei a falar com yoongi ele tinha se afastado, mas voltamos a conversar como no dia em que cheguei, podemos dizer que sou amiga de todos os meninos, eles são muito legais, engraçados, divertidos, como eu imaginava... vou senti falta deles, mas vamos poder nos falar por telefone ja que acabei pegando o contato deles, pelo menos eles me destraiem e me fazem rir, pelo menos até eu lembrar de yoongi.


                                  ...


Estavamos TODOS na sala de ensaio, estamos vendo os meninos ensaiar, eles dançavam GOGO, simplesmente amo a coreografia dessa música, aliás quem não gosta, eu e Rafah os olhavam atentamente cada passo ela queria ficar no hotel, provávelmente querendo evitar hoseok, mas a trouxe pra ver se ela se diverti um pouco pelo menos, eles deram um tempo para descansar um pouco, ficamos conversando um tempo até que.


-Não é nada- falei fazendo biquinho que não deu muito certo e acabei rindo.


-Deh...-olho pro lado e vejo que era yoongi.


-Oi- falo o olhando.


-S-sera que podemos conversar?- o mesmo fala, parece tenso.


-Claro... Pode falar.


-A sós...- assinto e nesse momento sinto um frio na barriga, mas sabia que um hora ou outra ele teria que ter uma resposta.


-Rafah... vou ali e volto ta?- a mesma olha por cima e vê yoongi.


-Vai conversar com ele?- assinto confirmando- Boa sorte- a mesma sorri meigo e contribuo.


-Obrigada...- falo baixo e saiu junto com yoongi, fomos rumo à um corredor ficamos em silêncio até que chegamos a uma porta que tinha uma "companhia???".


-Por que... esquece- estava um pouco (muito) nervosa, não sei ( sabe sim) por que, o mesmo me olha e volta seu olhar a porta. Em seguida a abre e vejo que é um studio, e que studio, olhei em volta, era organizado. Yoongi se senta num sofá que tinha ali e fez sinal para que me juntasse à ele. E começou...


-Bom... você sabe o porquê que te chamei aqui não é?- assinto confirmando- eu sei que eu te dei um tempo pra pensar, mas... já passou uma semana e... eu não agento mais esperar, nós quase não conversamos mais, e sinto sua falta...- o mesmo fala levando sua destra até meu rosto o acariciando, sorri de canto com seu gesto.


-yoongi eu...-suspiro pra vê se tomo coragem pra falar- eu espero que você entenda o que eu vou lhe dizer certo?- o mesmo supira cabisbaixo e assenti- aqui na Coreia vocês agem um pouco diferente que nós no Brasil sabe... nós costumamos conhecer a pessoa de quem estamos gostamos, pra começar algo sabe, eu gosto de você de verdade... eu só...- o mesmo me interrompi.


-Você quer dar um tempo para nos conhecermos é isso?- murmuro um "uhum" e balanço a cabeça afirmando- ta bom... mas vamos poder ficar juntos não é, como antes...- o mesmo fala entrelaçando nossos dedos.


-Podemos sim... mas eu prefiro não falar isso pros membros por equanto, tudo bem pra você?- peço.


-Se voce quer... eu respeito, pelo menos vou poder ficar mais tempo com você- sorri satisfeito.


-Olha... eu não quero atrapalhar você, quando você poder nós saimos ta bom.


-Eu não vou estar ocupado se tratando de você-  sorriu de canto, sinto minhas bochechas arderem- acabei de descobrir que você fica mais linda ainda vermelha- agora estam queimando devo estar parecendo um tomate.


-Pare com isso... está me deixando com vergonha- falo tampamdo meu rosto com as mãos.


-Ta bom ta bom parei, mas você é linda mesmo- fala num tom convencido fechando os olhos em seguida abrindo um dos e sorriu, bendito sorriso- obrigado por pensar...- sorriu e meu olhar desvia do seu em direção à sua boca, aproximo meu rosto no mesmo até sentimos nossas respirações quentes misturadas e por fim nos beijamos, um beijo calmo e necessitado, o mesmo pedi passagem com a língua e "cedo", yoongi levou sua mão ate minha nuca aprofundando mais, levei uma de minha mãos até seu ombro subindo para sua nuca passando as unhas lentamente no local fazendo carinho, sinto o mesmo arrepiando e sorri de canto entre o beijo, nos separamos -N-não f-faz isso- não satisfeita levo meus beijos até seu pescoço, levando minha mão, descendo- a até sua coxa apertando de leve, fazendo com que o mesmo arfasse tombando a cabeça pro lado sorri de canto tendo meu resultado parei e o olhei, ele estava os olhos fechado apertando os lábios, no estante soltou um suspiro e me encarou e lhe dei um selinho e sorri marota.


-Isso é por ter me deixado envergonhada- fiz bico, cerrando os olhos.


-Se for pra ganhar um beijo desses... vou te elogiar sempre.


-Nem tente- o olho convencida- acho melhor voltarmos, antes que nos procure.


-Aigoo...queria ficar aqui com você...- pediu manhoso( N/A: Kd meu yoongi durão e difícil??)


-Aigoo... mas não vai não- falei com voz de criança e sorri- vem logo- falei me levantando o puxando de leve fazendo com que o mesmo levantasse, tendo resultado ele levanta aparentando preguiça- e esse lugar... é o seu famoso estudio?


-É... gostou?


-Amei... sempre quis ter um desses- falo entrando na parte de gravações, chego perto do microfone e finjo estar cantando e faço umas caretas, só vejo aquele sorriso lindo do outro lado do vidro, que eu não via a um tempo, saio da sala onde estava.


-Belíssima- fala sorrindo.


-Eu sei...- falo convencida e quando estavamos saindo até que fui surpreendida sendo prensada da porta, yoongi.


-Olha... cuidado com o que você faz... não sei se vou me controlar perto de você... desse jeito...entende?- o mesmo fala me olhando de cima a baixo num tom rouco, que me arrepiou por hora, eu estava com um calça jeans cintura alta simples que eu amava, e uma blusa curta branca, *notas finais*.


-Não lhe garanto nada- sorriu marota- agora se me der licença eu vou voltar pra sala de ensaio-

falo desviando da sua "cerca", e abri a porta saindo, olho pra trás e o mesmo me encara- não vem?- o mesmo sai da sala, eu vou na frente e ele me segue um pouco atrás.


POVs Deh Off


POVs Rafah On



Ja havia se passado uma semana que estamos aqui na Coreia, e estamos nos divertindo muito, pelo menos tento, estamos todos mais próximos, eu estou tendo aulinhas com o Jin, ele cozinha muito bem, quem me dera se eu tivesse um irmão como ele.


Estamos na sala de ensaio dos meninos, deh me forçou a vim, eu observava cada passo talvez eu tentasse mais tarde, mas mal conseguia me concentrar ja que meus pensamentos iam longe... hoseok. Tem um tempo que eu tenho evitado falar com ele por conta da nossa discussão, sinceramente aquele foi o momento mais desconfortável que já passei...



Flashback On



Hoje Jin vai me ensinar a fazer Kimbap, aqueles que só ele sabe fazer, e é melhor que os feitos em restaurantes famosos, assim que ele disse que já estava vindo, por ligação, avisei a Deh e nos arrumamos, eu coloquei uma calça jeans que marcava minhas curvas e um moleto cinza. Deh estava usando uma saia um palmo acima do joelho branca e uma blusa moletom azul marinho com listras brancas, que deixa ela mais bonita do que já é!


Maquiagem básica, delineador e uma sombra marrom clara, assim que terminamos fomos até o elevador. Meu celular toca. Jin!


LIGAÇÃO ON


-Jin?- atendi.


- Olá pequena! Estou aqui na frente, venham rápido!


- Estamos no elevador, Appa! - ri em seguida.


- Appa não! Oppa! - ele bufou.


- Esta bem!- desliguei.


LIGAÇÃO OFF


- Vamos? - Deh me chama, assim que o elevador abre no andar que selecionamos.


- Appa Jin, chegou! - exclamei, ela riu do nosso apelido que colocamos nele.


- Aquele Appa não tem jeito! - ela rui boba, chegamos até a Van.

 

- Até que enfin! - ele riu.


- Appa! - dei um abraço nele. - que saudade!


- Appa! - Deh o abraçou- pronto para mais um prato?


- Ha! Sempre estou pronto! - ele sorri convencido.


- Okay! E eu mais uma rodada de Kimbap! - eu acabo rindo boba, ele coloca sua mão em meu ombro.


- Você esta longe de pronta! - todos acabam rindo, eu faço uma cara engraçada e acabo rindo junto.


Durante o caminho conversamos o clássico, comida! Eles falavam sobre receitas, e mais receitas, enquanto isso, eu só ouvia minha barriga roncar, estavamos indo depois do café, mas mesmo assim.. é comida. Assim que chegamos, Deh e Jin foram para a cozinha ver o que iriam preparar para o almoço, e eu? Deitei no sofá, eu estava com sono, havia dormido mal, e acordei algumas vezes durante a noite.


Assim que deitei no sofá, acomodei uma almofada em baixo da minha cabeça, não demorou muito, até eu sentir algo,ou melhor, uma almofada sendo jogada em mim, era o Tae.


- KIM TAEHYUNG! - alevantei correndo do sofá, correndo atrás do mesmo, que corria pela sala.


- Se você me pegar, eu deixo você ganhar no Mortal Kombat! - ele ria.


- SE PREPARA TAE! - eu corri mais rápido, davamos giros na sala, até ouvir um chamado do Nam, o V parou, e eu também.


- Parem de Correr!! - ele bufou, até me ver na sala - Rafah! - ele me deu oi, e um abraço - vou ver o Jin e a Deh..


- Okay... - fiz beiço, olhei pro V e dei risada, ele deu o clássico sorriso quadrado. Me aproximei de soslaio - TE PEGUEI! - pulei nas costas dele, que se perdeu o equilíbrio e caiu no sofá.


- Não Vale Rafa-ssi! - ele reclamou, eu tentei me alevantar mas fui abraçada por braços músculosos.

H

- E ai Rafa! - Era o Kook, ele ajudou a sair de cima do Tae. - Tão cedo, com tal energia? - ele riu, tudo bem que ele era uns meses mais velho que eu.. mas, parece um velho.


- Jeon Jungkook! Você é apenas dois meses mais velho! - eu reclamei, ele riu.


- Esta bem! 


Jimin saiu do quarto todo descabelado. Me viu e me deu um super Oi, aqueles clássicos dele. Depois foi para a cozinha, e foi acompanhado por Tae. Logo acordou o Yoongi, ainda de "pijama" ele se jogou no sofá, e dei um oi, o mesmo respondeu um "Uhum", tipico de um Min Suga que acabou de acordar, ele e a Deh não conversam mais tanto quanto antes, até quando?


- Ei! To sentindo cheiro de café! - Dei um pulo de alegria, observei Nam se aproximar com uma xícara de cappuccino em mãos, me aproximei dele.


- Ei! Nam! - Ele toma um gole, e me olha.


- Sim?


- Me da um gole? - faço cara de triste. O mesmo se rende e me entrega a xícara, dou um gole, exclamando um "Huumm" de bom, e de "Ai que quente!" - Valeu! - ri, entregando a xícara para ele.


Fui até a cozinha e observei Deh e Jin conversar sobre receitas, e fazendo o café, estamos mais na casa deles, do que no próprio Hotel.


Logo Jin me nota ali. Fui pega...


- Ei! Arteira, quer algo pra comer? - ai que coisa, eu definitivamente não gostava muito desse apelido, me faz lembrar da pegadinha que fiz com ele ontem.


- Sim, Appa! - retruquei.


- Como seu Appa, pega pra mim o pote de arroz? - ele me mandou, e eu tentei alcançar, ele ta de brincadeira né? Eu só tenho 1,60m - Logo você alcança, Filha! - ele retrucou novamente, e eu ri, logo desistindo.


- Sério.. Jin Oppa! - eu fiz careta.


Jin, Chim, Jimin, e Tae começam a rir como condenados. Jin se aproxima e pega o pote, mas antes, bagunça meus cabelos. Um verdadeiro Irmão!

 

- Vamos ver.. o que podemos fazer hoje? Além de Kimbap, que a Rafa ama tanto? Deh?

 

- Yakisoba! - ela da um sorriso de orelha a orelha.


- Okay, eu vou ver, que tal mais uma lasanha, eu realmente amei! - ele fala.


- Eu vou comprar os ingredientes, ja que eu sei do que precisamos! - falei dando de ombros - e a Deh te ajuda! Vocês salvam a Familia Bangtan de um desastre da Cozinha! - todos riram.


Assim que Chim me deu uma pequena, grande lista, e eu peguei o dinheiro, quando estava prestes a chegar na porta de saída, ouço Deh falar comigo.


- Ei! Tem coisa de mais, da conta? - ela pediu.

Olhei para a lista em minhas mãos.


- Ahn.. acho que.. - interrompida.


- Ei, isso é demais só pra você! - Namjoon surgiu ao meu lado me assustando. - eu vou junto.


- Okay, vamos agora então! E conseguimos ingredientes para fazer. 


Assim que saimos fomos andando até o local, pois o mercado não era longe.


- Ei, o que temos que pegar? Esta tudo em português.. - ele reclamou, assim que chegamos ao local.


- Ah! Sim.. é: 4 tomates.. queijo.. presunto, carne.. queijo ralado.. - e assim começou meu discurso sobre o que tinha que pegar - e é isso! 


- só isso? - ele reclama - é muita coisa! - Ele ri, pega na minha mão e me puxa até a fruteira.

Logo depois de uns 10 minutos, pegamos tudo o que era preciso. E eu lembrei.


- Ei! Nam, que tal uma sobremesa? - pergunto.


- Que tipo de sobremesa?- ele ri malicioso.


- Comida de preferência! - eu riu junto.


- Okay, mas qual? - Ele passa a me encarar.

- Ahn.. uma brasileira,Pudim? Ou doce de Beijinho, ou um brigadeiro! - dei de ombros.

 

- que tal todos? - ele ri.


- Mas ai vocês iam engordar! - eu ri mais ainda.


- Dá nada, nós comemos de mais, e não vai ser hoje que comemos porcarias.. doces.


- Okay, temos que pegar, massa de pastel, leite condensado, leite, chocolate em pó, açúcar.. coco ralado. - fomos pegando o que precisávamos, tive um pouco de dificuldade de achar os ingredientes ja que não eram as mesmas marcas- Vamos fazer surpresa, assim que eles terminarem de comer, a gente faz, mas não vale contar! Só diremos que é para comer!


-Okay! E o Jin vai querer saber.. ja que ele sempre fica na cozinha. - fiz beiço.


- Vamos dar um jeito! - pagamos as sacolas e voltamos. - Ei Nam


- Sim


- E o Hope? Não vi ele hoje!


- Ele saiu cedo pra dar uma corrida, e ir ao estúdio dele! - ele deu de embros - Hoseok é um menino incrível! Você e ele estão bem proximos esses dias né... - o mesmo fala fitando o chão.


-É... ele é uma ótima companhia, você deve saber disso- o mesmo murmura um "uhum", por que ele ficou assim? - Oh.. Mas e você? - perguntei.


- Eu o que?


- Conseguiu pegar a coreografia?


- É.. digamos que quase! 


- Vou te ajudar, ja que eu vi o Hoseok ensaiar esses dias. - ele me olhou, e fez que sim com a cabeça.  - Amanhã? Pode ser? - respondeu com um "Uhum".


Assim que chegamos, nos perguntaram sobre os ingredientes a mais, falamos que era pra de noite, ja que não havia o porque de dizer que não era comida, tava na cara isso!


Assim que todos terminaram de tomar café, resolveram de ir para a sala de jogos, e eu dei a desculpa de não me sentir bem, e que Nam ficaria ali comigo, caso eu "precisasse". O que eu realmente precisava, era que ele não quebrasse nada, apenas naquele momento.


- Eii! Aqui Nam! - ele colocou o pacote na vasilha errada, a acabou rindo.


- Ta, a gente faz assim! - ele pegou farinha, e colocou na certa.


- Isso! - eu ri, e comecei a bater as gemas do ovo.


- Meu deus! Como você consegue aguentar tanto tempo? - ele resmunga quando faço ele bater as claras.


- Namjoon! Para de Resmunga! - Mostrei a língua para o mesmo.


- Ei!! Não faz isso! - rimos mais um pouco, até ouvir a porta ser aberta.


- O que ta acontecendo aqui? - Hoseok...


- A gente ta fazendo uma sobremesa para de tarde... mas você não pode contar para ninguém! Nem pro Jin e nem pra Deh! - Aponto para o mesmo com a colher.


- O-okay! - ele saiu.


- O que aconteceu com ele? - perguntei.


- Não sei.. ele ta assim a um tempo! - ele voltou a bater as claras. 


Passamos cerca de uns 10 minutos, e 5 minutos deles foram de pura brincadeira, acabamos por sujar toda a cozinha.


- Você.. sabe que.. se não limparmos isso, o Jin nos mata né? - ele falava entre os risos.


- Sei! E eu sou muito nova para morrer! - eu falo em meio os risos.


Lavo minhas mãos sujas de leite condensado e vou até a panela onde o Pudim estava em banho maria e pedi para Nam pegar um pato, para colocar a sobremesa.

 

- Nam, pega pra mim? Mas pelo amor de G-Deus, não quebre! - ri em seguida.


- Meio, que, difícil! - ele se esticou para pegar a vasilia, e sua blusa sobe.

 

- Que isso em Namjoon! - dou uns tapinhas na barriga do mesmo, e acabo rindo - anda malhando em  dobro? 


- Percebeu!? Estou com meus "gominhos" definidos! - ele coloca a vasilha sobre a bancada e da leves tapinhas na própria barriga.


- Ha ha! - acabo rindo irônica. - vamos terminar, temos mais uma pra fazer. Temos agora, o doce de beijinho! - pego a massa de pastel.


- O que? Quem vai beijar quem? - ele ficou vermelho.


- Não Nam! Ninguém! - ri fraco - temos que fazer docinho brasileiro! Pega o coco ralado? E mais um ovo! E bate tudo em um potinho. E depois... CADE AS FORMINHAS? NAMJOON!


- Desculpaa!! Eu não sei onde está! Jin esconde! São os preciosos dele! - Nam procurava nas prateleiras.


- Okay Okay! Vamos usar a forma grande! Peega aqui e fazemos assim! - mostrei o formato redondo.


- Okay! - Ele fez.


- Temos que fazer alguns, para todos


Logo que terminamos, colocamos no forno e fizemos o brigadeiro. E assim fomos para a sala assistir algo.


- Ei! Rafah, amanhã te pego que horas?


- Não sei, de manhã?

 

- Pode ser! - ele riu.


Assistimos algo qualquer na TV, Nam teve que colocar as legendas em inglês, ou eu não entenderia absolutamente nada! 


- Vou la ver! E desligar o Forno! - fui até a cozinha e arrumei. - Okay! Pronto! NAM! VEM ESPERIMENTAR! - o chamei.


- Oi? CHEGUEI!


- Aqui! Cuida que ta quente! Da uma mordida! - ele mordeu o canto, e fez uma cara de "Huumm" - e ai?


- Delicioso! Cara, isso é muito bom! - ele morfeu um maior.


- Ei! - coloquei o resto na boca - era meu!- ele riu, mostrando mais as covinhas.


- Pronto, podemos liberar o pessoal, mas não podemos deixar eles tocarem no forno do fogão!


- Okay! Omma! - ele riu.


- Quer dizer quer ela é a Omma agora? - Jin apareceu rindo.


- Ei! Eu não sou tão velha, tenho quase 20 anos!

 

Todos riram. Deh me chamou, eu falei pra ela, a sobremesa, afinal eu não aguentava mais guardar segredo pra ela.


Assim que Jin e a Chim começaram a arrumar o almoço, me espreguiçei no sofá. Eu estava acabada. Tínhamos demorado cerca de 10 minutos limpando a bagunça da cozinha.

Comemos e depois fomos até a sala, todos perguntavam o que era.. menos Hoseok, ele estava calado, pensativo.


- Ei, Hope! - me sentei ao seu lado.


- Eai...


- Você esta quieto, aconteceu algo? 


- N-não.. pode ficar tranquila- Seco... de mais.


-Não quer me falar?


-Aish... até parece que você não sabe o porquê- ele foi irônico?


-Olha... eu sinceramente não sei- realmente eu não sabia o porquê do agir dele assim.


-Cara... eu falo aquilo tudo ontem pra você e você nem me considera... Aish- o mesmo se levanta bravo e vai em direção a seu quarto, "ué?". O sigo.


  -Você disse que ia me dar um tempo pra pensar lembra? E claro que eu te considero Hoseok- falo entrando no quarto e fechando a porta.


  -Não me pareceu mais cedo... você e o "Joonie" - deu ênfase no modo em que chamava Namjoom, foi irônico novamente, já estava me irritando.


  -Por favor Hoseok, não tem motivo desse seus ciúmes bobo, o Namjoom é quase um irmão pra mim... isso é criançisse sinceramente.


  -Criançisse.... sabe talvez você só esteja me enrolando... - depois que ele falou, bufei fortemente.


  -OLHA HOSEOK EU ESTOU PENSANDO TA LEGAL... EU NÃO TENHO CULPA SE VOCÊ DECIDIU FALAR QUE GOSTA DE MIM DE UMA HORA PRA OUTRA...- acabei por falar alto sem intenção.


  -AGORA A CULPA É MINHA... HAHA- riu irônico- AGORA EU SOU CULPADO POR GOSTAR DE VOCÊ... INCRÍVEL- o mesmo fala e bate palmas em seguida. A gota d'água!


  -Eu... eu não vou ficar aqui vendo seu ciúmes bobo, dá licença- falo me virando em direção à porta, mas o mesmo me segura- M-me solta- falo tentando me soltar, mas é inútil, sinto meus olhos arderem, mas não vou chorar.


  -M-me desculpa... eu não queria falar desse jeito...- o mesmo fala com os olhos fixos aos meus, e me abraçou.



  -H-hoseok... eu preciso pensar nisso, por favor deixa eu sair- pedi e o mesmo me solta dificilmente, sai dali e me deparo com Deh me encarando- Você ouviu?- a mesma assenti e me abraça em seguida, não aguentei e deixei uma lágrima escapar - Deh!! - falo segurando as lágrimas.


  -Não fica assim Mochi... por favor- a mesma pedi limpando as lágrimas do meu rosto.


  -Chim... eu não consegui decidir isso, ainda mas com ele agindo assim- faço sinal- Tudo bem se eu der uma volta... eu preciso pensar- a mesma assenti.


  -Mas não vai longe ta bom? - murmuro um "uhum" e vou em direção a sala e pego todos me encarando, eles ouviram? Que ótimo, não aguento e sinto meus olhos marejarem, saiu o mais rápido que consigo dali e só ouço meu nome ser chamado, mas não me importo.


  Ao sair pela porta, fechando a mesma, não contive as lágrimas, elas estavam acumuladas, eu ja queria chorar, não suporto brigar com ninguém..


  - Por que comigo? - corro até a porta do elevador, mas desisto, me encosto na parede e desço até o chão,agarrando meus joelhos, e tentando conter os soluços.



    "-AGORA A CULPA É MINHA... HAHA"


   "-AGORA EU SOU CULPADO POR GOSTAR DE VOCÊ... INCRÍVEL".



  POR QUÊ? O QUE EU FIZ? POR QUE AUMENTEI O TOM DE VOZ? EU TENHO O DOM DE FUDER COM TUDO! Mais lágrimas, agora descontroladas. Não tenho mais nem controle de minhas lágrimas


  Ouço passos, apressados, mas isso ja não importa mais.


  - R-rafah.. - Namjoon... o olho em seguida, visão extremamente borrada pelo choro.


  Em um jeito carinhoso, ele me da um abraço, fico entre suas pernas, e ele me acalmava. Tão carinhoso... 


  - Nam.. Eu quero...sair daqui..- disse em meio aos soluços e o choro desesperado.


  - Vem.. vamos ao parquinho. - ele me ajuda a levanta, com dificuldade, pois eu ainda chorava baixinho.


  Não falamos nada o trajeto inteiro, ele apenas estava com um de seus braços ao redor do meu pescoço, em um sinal de  carinho. Caminhamos por um tempo até chegar a um parquinho, que esta deserto. Me sentei no primeiro banco que vi.



  - Aqui está tranquilo. Podemos conversar melhor.. - ele se senta ao meu lado.


  - V-vocês.. escutaram, não foi? - direcionei meu olhar para ele. Que abafou um "uhum" com as mãos - estou me sentindo uma criança!


  - Posso te dizer, que, de criança você não tem nada... - o olho. - as vezes.


  - Aish! Se você vai me rebaixar a tal nível não precisava me trazer até aqui! - me alevanto bruscamente - Eu voltarei ao Hotel, ficare.. - interrompida.


- Se você voltar, irei atrás! Você não esta em condições! Olha pelo que você passou! O Hoseok brigou com você! E você se deixou levar! - ele fala, com a voz alta.


  - Eu não sei como lidar com Isso Namjoon! EU GOSTO DO HOSEOK, ELE ME PEDIU PARA PENSAR! E O QUE EU FIZ? PASSAR UMA NOITE PENSANDO, NÃO IA ME DAR UMA CONCLUSÃO A ÚNICA COISA QUE EU CONSEGUI FOI DURMIR MAL!- desabo.. como cachoeira.


   - Rafa! ACORDA!! TEM PESSOAS DE MAIS NESSE MUNDO! COMO VOCÊ SABE QUE ELE É O CERTO? - fico surpresa.. 


  - Nam.. Eu simplesmente não sei! - tampo meu rosto, vermelho de tanto chorar, eu ja estava ficando com dor de cabeça.


  - Então saiba! - ele se sentou no banco novamente, me ajeitei, ainda com lágrimas nos olhos, me sentei ao seu lado.


  - Desculpa.. por isso, aumentar a voz.. isso sempre machuca as pessoas.. - peço, ele me abraça, surpresa.


  - Só.. tente não sair correndo, venha para mim, eu te ajudarei! Te aconselharei, e darei meu apoio! - Ele ri mostrando aquelas covinhas.


  - Ta bom! - falo mostrando um sorriso meio frouxo. Ele despeija um beijo em minha testa.


  Assim que ele se ajeita no banco, deito em suas pernas, eu estava cansada, era demais pra mim... peguei no sono.


  Fui despertada, com alguém me carregando, era Nam, eu conheço aquele perfume, bocejo.


  - Acordou?! Já? - ele ri.


  - Sim, mas quando chegar, quero dormir mais, então, finja que estou durmindo e me deixe em seu quarto, e eu vou ficar lá!


  - Você não pode se esconder pra sempre! - ele fala baixo. - Vai ter que o encarar algum dia! E conhecendo ele como conheço, ele vai tentar falar com você.


  - Mas.. Nam.. eu.. eu não sei! - afundo meu rosto na curvatura do seu pescoço - eu só quero dormir agora! - Falei.


  Assim que chegamos, ele fez o que combinamos.


  - Ei Nam! Ela está bem? - Tae pergunta, acabo por não entender o que dizem pois falavam em coreano.


  - Ela não se machucou né? - Jimin perguntou - ela saiu correndo.. todos ficamos preocupados.. ela parecia mal... e o Hoseok não saiu do quarto desde que ele falou alto com ela...


  - Eu vou deixar ela na cama, e deixar ela dormir. - Ele falou - Deh, vem junto?


  - Sim! Claro..


  Sabe quando você sabre de leves o olho, pra ver o que está acontecendo, mas tem que finjir estar dormindo.. então, eu fiz isso, e vi todos.. todos.. menos ele! O que eu tenho na cabeça, em pensar que ele se preocupa? Talvez se desculpar por ter gritado, e me fazer ficar com raiva e sair sem rumo? Talvez pensar que ele realmente gosta de mim? Talvez o gostar dele.. seja o oposto do meu! Eu.. seria.. um.. quase amar? Nem eu sei direito.


  - Me ajuda aqui! - Nam sentou na cama, me deitando - Ela está mal.. vou tentar ver com Hoseok o que houve e melhores detalhes.


  - É melhor deixar as coisas se acalmar! Assim que ela acordar, vamos para o Hotel.. isso está uma novela mexicana! - Chim bufa, e despeja um beijo em minha testa.


  "Unnie.. sabe o quanto eu gostaria de não preocupa-la? Sabe o quanto eu me sinto mal por isso?" , uma lágrima está para escorrer,  me viro na cama confortável, para disfarçar.



  "[...] COMO VOCÊ SABE QUE ELE É O CERTO?"


  DROGA KIM NAMJOON! POR QUE ME FAZENDO UMA PERGUNTA DESSAS, SE NEM MESMO SEI A RESPOSTA! Afinal.. quando amamos.. não sabemos se é ou não o certo, simplismente acontece... né?

  DROGA JUNG HOSEOK! POR QUE TENHO TANTA CERTEZA QUE ME APAIXONEI POR VOCÊ?


Flashback Off



-O que tanto pensa Mochi?- fui desperta do meu transe por Chim, que para em minha frente, em seguida se sentando ao meu lado.


-Nada não Chim...- sorri simples.

-E você acha que eu vou acreditar que não foi nada-riu fraco- pensando no hope?- assenti confirmando- Olha rafah... você não pode evita-lo pra sempre.

- Eu sei... mas...argh- grunhi nervosa passando as mãos no cabelo- Tá tá... eu falo com ele... pelo menos vou tentar- suspiro.

- Faz isso por mim! Pelo menos.. tentar.. custa nada.. - ela piscou para mim.

Não posso dizer que nessa hora não deu vontade de chorar, porque eu estaria mentindo. Eu queria poder esquecer.. mas para isso acontecer, tenho que falar com ele, mas só de pensar em ter que me aproximar dele, fico nervosa..

- Rafa - ela pega em minhas mãos - busca uma latinha de refri para mim, la na máquina de bebidas? - ela me entrega algumas moedas.

- Sim.. -  me alevanto, e vou até a porta de saída.

Assim que saio da sala, um ar pesado parece ter sido tirado das minhas costas. Fui até o final do corredor e coloquei as moedas, e retirei uma coca-cola e mais uma pepsi, assim que virei as costas para a máquina, Hope se aproximava. "Eu quero passar reto, mas tenho que encarar ele!". Respirei o mais fundo possível. Ele se próximou da máquina, fazendo a mesma ação que fiz para pegar a lata.

- H-hope.. E-eu... aquele dia... - Não consigo formar as palavras.

- Aquele dia? - ele se virou para me encarar - O que foi? Quer dizer algo? - ele arqueou uma de suas sobrancelhas.

- Eu.. - suspiro - Desculpa, evita-lo não é o melhor a se fazer.. e eu.. eu pensei! Sim, pensei! - olho para o chão.

- ? - ele bufou. - Pensou foi? Pensou em como dizer "Ai Hope oppa, eu pensei em não, pois eu amo O Jonnie!" - ele soou irônico, não pude conter a lágrima, que formava cachoeira em meus olhos.

- Eu acho que não vai adiantar.. MAS JA TO FAZENDO ISSO! HOSEOK! MAS QUE MERDA, VOCÊ NÃO SE TOCOU AINDA? QUE EU ESTOU APAIXONADA PO.. - Interrompida.

- PELO NAMJOON? AIGOO! EU JA SABIA! - Ele diz bravo.

- POR VOCÊ! EU TENHO NOITES DE INSÔNIA POR CAUSA DO SEU PEDIDO, E POR CAUSA DA NOSSA BRIGA POR SEUS CIÚMES TOSCO EU TENHO ME CULPADO TODOS OS SEGUNDOS DESDE AQUELE DIA! - Agora eu chorava descontrolada, ele ficou sem palavras. - Não me interrompa! NUNCA MAIS! - agora eu estava escorada na parede, indo em encontro ao chão.

- O-o que? - Ele pareceu muito surpreso.

- Sim.. por você.. Nam é meu amigo..um irmão.. - eu falava entre os soluços descontrolados.

- E-eu pensei... você... ele.. - interrompi o mesmo.

- Pois não tire conclusões precipitadas! - o encarei, minha maquiagem ja era!

- Eu.. desculpa.. - minha visão estava turva, mas eu podia ver claramente um Hoseok arrependido e choroso.


- Esta vendo? - falei baixo, enquanto lágrimas ainda estava descendo de meus olhos - Amar doi! Doi não ser correspondido, mas doi mais ainda não ser ouvido! 


Eu não sabia mais o que fazer, mas o que eu sabia, era querer ficar ali, naquele piso gelado, sentindo o calor dele, mas ele não se aproximava, apenas lá, parado, sem reação, o que me fez ter uma ação. Me alevantei, sendo seguida pelo olhar do mesmo.

- B-bom.. eu vou levar isto aqui para a Chim.. com licença.. - falei passando pelo mesmo, mas senti sua mão agarrar meu pulso. O encarei, surpresa.

- Rafa.. - ele me puxou para perto dele, em um abraço - eu quero que pense, pense muito bem, porque através de sua resposta, é que garantiremos nosso futuro.. juntos!- juntos? Como?

Eu não tive reação, não tinha uma reação para aquele momento, então eu apenas o encarava, seus olhos, e sua boca, okay.. a boca dele é muito chamativa, convidativa..

- Hoseok.. eu, não sei o que falar, mas.. eu.. eu ja pensei.. - dou um sorriso bobo, sem jeito.

- E.. qual seria? - Ele ficou confuso.

- Sério Hoseok! - o encarei - depois de todo o meu discurso e briga, você ainda pergunta!

- M-mas.. Rafa! - ele faz uma careta de confuso.

- Aigoo! - começo a rir de nervoso - e-então.. a sua.. r-resposta é.. que tal.. pode ser.. um.. ahn.. Sim? - Ele parou para pensar.

- Okay, depois de tanto enrolamento, você... SIM? - ele gritou.

- Hoseok! - chamo sua atenção - não grita! - dou um leve tapa em seu braço direito.


- Tá! Desculpa! É que.. sim cara! Sim!! Vamos poder ficar juntos então?... - ele repetia minha resposta.


-Vamos pelo menos tentar... pra vê se dar certo, mas queria te pedir pra não falar pros outros, digamos que... pra eles ainda estamos brigados, ta bom?


-Claro... concerteza, se for pra ficar com você- o mesmo fala colocando os braços em volta de minha cintura, ele é doido? estamos no meio do corredor.


- ta ta! Agora deixa eu voltar para o estúdio! - quando vou sair, ele me puxa e me beija.. um beijo nem tão rápido e nem tão demorado.

- Agora você pode.. Amor! - ele sorri bobo, e eu viro um pimentão.

- Okay.. apresado mas okay.. - saio em direção a sala.

Quando entrei, senti muitos olhares em minha direção. Fui até Chim, a entregando a lata.


- Okay... não era pra você trazer.. mas valeu!- sério Chim? você armou tudo? só você mesmo... mas obrigado Chim...



|CONTINUA|


Notas Finais


QUE CAPÍTULO FOI ESSE MEU DEUS... confesso que quase morri escrevendo esse cap. com a TiaHobii... Socorro... Bom gente esse foi o cap. de hoje e espero que tenham gostado tanto quanto eu e... Até a proxima.

Amo Vocês!!
...

Conversa da Deh com yoongi

LOOK DEH: https://i.pinimg.com/originals/f0/19/af/f019afdd6d3baf380e49ad67b1da1547.jpg



Flaskback Rafah

LOOK RAFAH:  https://i.pinimg.com/originals/45/a2/b3/45a2b3adc58368ac1e672dbd2b941b54.jpg


LOOK DEH: https://i.pinimg.com/originals/53/38/4b/53384b708752290f9251e48003f4a5f2.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...