1. Spirit Fanfics >
  2. Villan deku - o outro caminho >
  3. Repercuçoes da midia e uma reuniao

História Villan deku - o outro caminho - Capítulo 38


Escrita por:


Notas do Autor


fala galera bam?
bom ta ai vo prender voces nao, espero que gostem
boa leitura

ps: eu sei que ta meio sedo, mas a insonia bateu e eu precisava de algo pra me distrair, entao ta ai o cap espero que gostem

- acoes
nome e: falas
*nomes () pensamentos

Capítulo 38 - Repercuçoes da midia e uma reuniao


Fanfic / Fanfiction Villan deku - o outro caminho - Capítulo 38 - Repercuçoes da midia e uma reuniao

cap anterior

- A jornalista fica calada observando toda aquela sena quando o celular toca de novo e ela atende conversando com a estação de tv que ligava preocupada

cap atual

Na liga

-Algum tempo avia passado e Izuku assistia o jornal junto dos outros quando o jornal começa falar sobre a invasão da prisão e estavam tendo uma entrevista com a escola e alguns heróis em relação aos alunos que se tornaram vilões

Jornalista: senhor Endeavor o que o senhor tem a dizer em relação as alegações de que o senhor teria criado os dois vilões conhecidos como Dabi e Todoroki Shoto? Além da alegação de que ambos sendo seus filhos foram maltratados quando em sua casa?

Endeavor: acusações falsas e mentiras criadas para tentarem se justificar e manchar meu nome

Jornalista: mas sua esposa está em um internato e fora dito que o senhor a colocou lá por instabilidade mental correto?

Endeavor fica exaltado e soca a mesa: EU JÁ DISSE QUE É MENTIRA, ELA ESTA LA POR OUTRA COISA

All Might: acalmasse Endeavor, se exaltar não ajuda em nada

Endeavor: CALE A BOCA

Nezu: já basta vocês dois, por favor a próxima pergunta

Jornalista: senhor Nezu, o que a escola tem a dizer sobre as acusações do jovem que estudou aqui?

Nezu: na época que os alunos estudavam aqui ocorreram sim algumas desavenças, mas nada tão serio como fora dito por ele, agora quanto a os outros alunos nós estamos fazendo investigações para tentar verificar se eles realmente tem culpa do que foi dito, e caso confirmado tomaremos as medidas punitivas.

Jornalista: mas falar que não foi “tão sério” não é o mesmo que alegar que sabiam e não fizeram nada? Porque não interviram desde o começo?

Nezu: disputas leves e competividade são bons para os desenvolvimentos dos jovens, então não avia necessidade de interferir

Jornalista interrompe: não tinha necessidade? O jovem mostrou em seu corpo varias cicatrizes e contou das varias coisas que aconteceram e o senhor diz não ter necessidade?

Nezu: não, eu estou dizendo que enquanto em nossa escola nada de sério como os que fora dito ocorreu, o que ocorreu foi somente algumas discussões e disputas

Jornalista: então está jogando a culpa em outra escola? O senhor está dizendo que eles que deveriam ter interferido antes dele ficar naquele estado e não o senhor?

Nezu: não estou culpando ninguém, estou dizendo somente que não avia nada que possamos fazer se o que aconteceu não foi dentre o espaço do colégio

Eraser se levanta chamando a atenção de todos: eu como professor daquela turma mantive meus olhos nos alunos, e posso garantir que nada ocorreu enquanto eu mantinha supervisão, ao menos não entre os alunos

-Quando Eraser termina de falar todo auditório foca sua atenção em All Might e este olha para baixo calado então um jornalista se levanta e começa falar

Jornalista: All Might: o senhor foi acusado de tentativa de assassinato, além de varias coisas o que tem a dizer?

All Might: eu não tenho nada a dizer – diz com o semblante bastante triste

Jornalista: o senhor não tem? Então podemos alegar que todas as acusações são verdade?

All Might: não, eu aceito que fui um pouco injusto com o jovem Midoriya e seus colegas, mas em momento algum eu fiz nada de tão sério como foi acusado, eu estava só tentando guiar eles

Jornalista: “nada tão sério” não levaria alguém a se tornar vilão All Might, e se o senhor queria guiar ele porque foi dito por todos que o senhor foi o principal motivo dele se tornar vilão? O que o senhor fez durante esse guiamento?

All Might: e-eu...

Jornalista: o senhor?

Nezu: desculpe, mas o All Might não está se sentindo bem, com tudo que aconteceu e foi acusado ele está tão chocado quanto vocês, então por favor – diz tentando afastar a atenção do outro herói

Jornalista: desculpe me, senhor Nezu, mas dizer que ele esta chocado ou mal não ajuda em nada, pois se for falar assim imagine como está a população depois de ver isso tudo sendo feito pelo maior dos heróis? só de pensar nas famílias daqueles jovens eu já fico mal, e só de ver jovens que nem se tornaram adultos ainda, se tornarem vilões eu fico chocado, eu quero uma resposta dele em nome de toda população

-Assim que o jornalista se cala todos focam seus olhos no herói que respira fundo e encara o jornalista em pé

All Might: como eu disse eu posso ter errado um pouco com o jovem Midoriya, mas eu não causei tanto mal como foi dito, ele falou isso tudo para desestruturar a confiança do povo em nos heróis, é somente um plano dele para nos virar uns contra os outros, e isso eu não posso permitir

Eraser: até quando vai se negar aceitar sua culpa - diz baixo, mas pelo microfone estar perto todos ouvem

All Might: o que você quer dizer Eraser? Aqueles dois eram somente vilões disfarçados e você sabe disso

- O clima começa ficar bastante pesado então um policial entra a frente de todos e toma um microfone e começa falar

Naomasa: desculpem, mas por hoje é só, ok senhores?

Jornalista: mas o que ele quis dizer com isso? Eraser tem algo que não foi dito? Poderia explicar sua afirmação?

Naomasa: desculpe, mas sem mais explicações ou afirmações, estamos encerrando agora, por favor se retirem do local, depois das investigações falaremos novamente, por agora estamos colocando Endeavor e All Might em uma suspenção de dois meses para investigações e após decidido tomaremos as medidas adequadas

Jornalista: somente a explicação da frase de Eraser

Naomasa: negativo

-Os heróis se levantam irritados e caminham para a porta do local calados, mas antes de saírem são parados por uma mulher que encara All Might e da um tapa em sua cara

All Might: mas oque?

??: minha filha não é qualquer uma pra sair indo atrás de vilão atoa não, se aqueles meninos se tornaram vilões a culpa só pode ser sua, seu projeto de soberba

-Os policiais se aproximam e seguram ela separando os dois, então a mulher começa chorar e olha nos olhos do herói

??: eu sou a mãe da Ochaco, e antes disso tudo acontecer eu conversei com minha filha e hoje pude confirmar o que ela tinha me falado, você não é símbolo da paz, nem merda de herói porra nenhuma, você não passa de mais um que enxerga somente seu ego e acha que pode ser Deus dizendo o que eles podem ou não podem ser! Eu tenho nojo de você! – diz apontando para cara do herói

-Assim que para de falar a senhora Uraraka se solta dos policiais que a segurava e calmamente vira indo embora com todos filmando e os heróis se viram sem falar nada e seguem embora encerrando o programa, mesmo com a insatisfação dos jornalistas

Izuku: tudo foi perfeito, a cara deles foi maravilhosa, essa cara de dor do All Might foi a melhor

Tomura: sim, foi ainda melhor do que eu esperava

Shoto: o ódio daquele maldito foi delicioso de ver

Dabi: só espero que ele não faça nada com nossa mãe

Izuku: vamos colocar alguém de olho nele, caso necessário faremos algo

Shoto: obrigado Izu

Momo: não esperava aquela frase do Aizawa

Ochaco: ele ainda deve estar zangado com tudo que aconteceu

Momo: verdade, espero que fique tudo bem

*Izuku (acho que a manipulação dele foi ainda mais profunda que eu esperava, talvez de para usar isso no futuro) -pensa e começa a sorrir

-Kurogiri recebe uma mensagem e após ler se aproxima dos outros

Kurogiri: Izuku, Tomura, Dabi e Stain o mestre quer conversar com vocês três, por favor entrem

-Dizia abrindo um portal

*Izuku (se chamou só nos deve ser algo sobre o plano, então para não estranhar as meninas melhor preparar algo)

Izuku: ok, nós iremos, mas antes – diz se virando para o grupo que estava no sofá - meninas minha mãe deve estar preocupada então voltem para o dormitório para ficar com ela por favor, Sho reúna todos vilões que participaram do ataque e faça um relatório de perdas e de tudo gasto e toga faça um compilado com todas informações que retiramos da prisão pra mim por favor

-O grupo concorda e Izuku atravessa o portal e saindo em uma sala com uma mesa encontra Afo junto dos outros membros da liga sentados olhando para eles

Afo: vocês chegaram, sentem se – diz apontando para cadeiras vazias - Izuku qual é o próximo passo do seu plano?

Izuku: nos sairemos do país, mas antes disto eu gostaria de fazer um pedido

Afo: qual?

Izuku: a repórter que usamos hoje nos ajudou bastante então quero fazer algo por ela

Muscular: e porque nós deveríamos garoto? Ela deveria estar feliz por não estar morta agora – diz sorrindo

-Todos olhavam calados parecendo concordar e Afo pensa por um momento então olha para o esverdeado

Afo: se você está falando isso deve ter algo a nos beneficiar, o que está em mente?

-Izuku pega a pasta com os dados dela e joga sobre a mesa

Izuku: nesta pasta tem listado alguns heróis e políticos corruptos que mataram a família dela e eu estava pensando em fazer uma visita a eles, não é nada heroico nem nada do tipo, é mais uma diversão já que nessa missão não matamos muitas pessoas para mantermos as aparências

Stain: heróis corruptos? Eu quero participar – diz sorrindo

Mr. Compress: bom se é assim, nada melhor que compensar quem ajudou no estágio da nossa apresentação, eu apoio a ideia

Muscular: se é pra matar alguém a história e outra garoto, tinha que ter falado isso antes ne – diz rindo

Afo: tudo bem, mas qual o plano

-Kurogiri aparece por um portal e após cumprimentar os outros se vira para o esverdeado

Kurogiri: Izuku o senhor Giran disse que a festa ocorrera amanhã durante o dia todo

Tomura: festa? Que festa? – pergunta confuso

Twice: a festa nossa? Bora beber porra, espera que festa?

Izuku: eu já tinha em mente fazer uma visita para eles caso tudo desse certo então pedi informações e parece que toda lista de nomes da pasta estará em uma festa em uma casa de veraneio de um político, deve ser desta que ele fala

Afo: ok então, podem fazer o que quiserem, e todos que quiserem estão liberados para participar, mas depois peguem tudo de valor daquele lugar ok?

Izuku: era exatamente o que eu planejava mestre

Afo sorri: agora continuando, você disse que sairemos do país, então aonde iremos?

Izuku: ainda não tenho certeza mestre

Magne: como assim? Você não tinha um plano? – pergunta confuso

Izuku: eu preciso dos dados que recolhemos hoje para dar certeza do país, então só terei essa informação de noite após toga terminar de compilar os dados e eu ler, mas o que faremos eu já sei

Spinner: e isso é?

Izuku: tem uma garotinha com uma Quirk interessante que o governo está tentando esconder e eu quero essa garotinha para ter o controle de um pequeno projeto que a Yakuza tem tentado criar, assim as coisas ficarão interessantes por um bom tempo – diz sorrindo

Afo: então quando tiver os dados quero que me mande tudo por e-mail e partiremos assim que tudo confirmado então se mais alguém tiver algo a finalizar aqui termine antes do tempo

-Todos concordam

Kurogiri: aproveitando, mestre, nós temos a localização do grupo que vem usado nosso nome

Afo: ótimo, expliquei tudo para o Tomura e ele diz ter um plano – diz apontando para o grisalho

Tomura: obrigado mestre, Izuku eu quero testar as duas meninas

Izuku: como assim?

Tomura: tem um grupo usando nosso nome ultimamente, eles têm abusado de pessoas roubando e fazendo baderna, são vilões de quinta categoria que mal tem poderes, e eu quero que suas garotas tomem conta deles, será um teste para ver suas determinações, o que acha?

Izuku: ótima ideia, mas eu irei mandar o Sho com elas por proteção ok?

Tomura: sem problemas, mas diga a ele para somente observar a não ser que extremamente necessário intervir

Izuku: ok, me passe os detalhes depois e eu repassarei para elas, eu farei como um teste e se tudo der certo usaremos isso como ritual de passagem – diz sorrindo

Tomura: exatamente como pensei, pegou rápido pequeno – diz rindo

Afo diz sorrindo: bom é isso certo?

- Afo encerra a reunião e todos se separam

Quebra de tempo

-Já era noite e Izuku estava no bar retomando os detalhes da missão junto de Tomura, quando Shoto e as meninas se aproximam

Izuku: bem-vindo Sho, meninas, nós estávamos querendo conversar com vocês

Shoto: algum problema?

Tomura: na verdade não, mas temos uma missão para vocês

Uraraka: missão?

Tomura: sim, vocês provavelmente não devem ter ouvido falar, mas tem um grupo de pseudo vilões fingindo serem algo grande usando nosso nome ultimamente, e eles tem criado um certo nível de dor de cabeça para nós, então eu quero que se livrem deles

Shoto* (nos? Não o Izu e os outros? Tem algo a mais aí... será que...)

Shoto: isso é um teste para elas? – pergunta sério

Izuku: exatamente – diz sorrindo – nós não ditaremos regras, nem planejaremos nada, só forneceremos o local que estarão, e suas informações, vocês duas montarão um plano e lidarão com eles sozinhas

Shoto: e eu?

Tomura: você será uma precaução e o observador delas

Uraraka: vocês querem que matemos eles? – diz seria e meio receosa

Izuku: isso cabe somente a vocês decidir, eles são lixos que o mundo ficaria melhor sem, mas não daremos nenhum tipo de ordem a vocês, se quiserem capturar e trazer para nós é uma opção também

Momo: entendi, isso é para avaliar nossa evolução desde que entramos na liga ne?

Tomura: exato – diz então pega de trás do balcão um pequeno grupo de folhas e entrega as meninas – estes são os dados do grupo, local, nomes, idade, Quirk e tudo que precisam além do local que estarão amanhã à noite

Izuku: vocês terão hoje e amanhã durante o dia para planejarem e se decidirem o que farão, nós estaremos ocupados em outra missão então não terão reforços e nem precisam perguntar nada, o que decidirem está ótimo

Uraraka: entendi – diz pegando as folhas e lendo um pouco

Shoto: eu devo só observar e se precisar ajudar ne?

Tomura: isso mesmo, mas após terminarem queime o galpão para não ter provas ou rastros ok?

Shoto: entendido

Momo: Ochaco-chan vamos para meu quarto então?

Uraraka: vamos sim, levaremos as folhas ok?

-O esverdeado faz um sinal que tudo bem e as duas meninas sobem para o quarto para planejarem, ficando somente os três no bar

Shoto: conhecendo vocês têm outro motivo por trás disso ne?

Tomura sorri: queremos ver se elas vão matar eles ou não

Izuku: e queremos mostrar suas habilidades para o resto da liga

Shoto: entendi, assim matam dois coelhos com uma cajadada, mas e vocês? Que missão é essa?

Izuku: na realidade não é uma missão, e mais uma diversão para aqueles que pensaram que faltou sangue na missão da prisão

Shoto: como assim?

Izuku: lembra os políticos e heróis dos arquivos da repórter?

Shoto: sim

Izuku: eles estarão todos juntos amanhã durante o dia para uma festa e nos convidamos para ela sabe – diz sorrindo maliciosamente

Shoto: agora sim tudo fez sentido – diz sorrindo – é uma pena não poder participar, mas eu entendo a importância dessa missão das meninas, bom vou indo boa noite

Tomura/Izuku: boa noite

- O meio ruivo sai indo para seu quarto e os outros dois continuam planejando o ataque a festa, assim a noite se passa

 


Notas Finais


e ai povo o que acharam? bom? ruim? continua? morre?
comentarios? xingamentos? ameaças? criticas? zombacoes? concelhos? elogios? manda tudo que eu respondo
isso ajuda muito a incentivar alem de eu ver o que tao achando ne
bom é isso ai ate sabado que vem povo
vamo que vamo
fui


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...