1. Spirit Fanfics >
  2. Vivendo Juntas >
  3. As cartinhas sumiram!

História Vivendo Juntas - Capítulo 23


Escrita por: moonsunpjct2

Capítulo 23 - As cartinhas sumiram!


No dia seguinte, Ashley já estava na cozinha, fazendo algo para comer.

— Que milagre você acordar esse horário, Ash!— Diz Elizabeth entrando na cozinha e abrindo o armário, e pegando um pacote de café em pó.

— Na verdade eu nem dormi!— Ela respondeu indo se sentar na bancada, com uma cara de sono incomparável.

— O que?!

— Estou tentando regular o meu sono!

— Ah tá! Que susto!— A ruiva diz rindo.

— O que você vai fazer hoje?

— Hm, não pretendo fazer nada hoje, por enquanto...Talvez eu vá comprar umas coisas para a faculdade que estão faltando...Espera, que dia é hoje mesmo?

— Hoje é sexta-feira, por quê?— Ashley perguntou, curiosa.

— Meu Deus, quase esqueci!— Lizzie diz com a mão na testa, meio chocada— Tanta coisa aconteceu essa semana que eu até esqueci que o Jake tinha me chamado para sair amanhã.

— Fica aí marcando bobeira, ruiva, fica!

— Sério, ia chegar ele aqui amanhã batendo na porta e eu não ia lembrar— Ela diz dando uma risada, de nervoso mesmo— Já vou mandar uma mensagem para ele, perguntando se está tudo certo para amanhã.

— Você já escolheu o seu look?

— Ainda não.

— Então, conte comigo! A gente pode sair hoje para fazer as suas coisas e comprar uma roupinha porque eu tenho certeza que o Jake vai fazer algo, bom, vai fazer se ele não for devagar.

— Você com essa sua certeza absoluta...O que ele disse naquele áudio?

— Ele não me fez prometer nada, então eu vou falar, o Jake disse que estava interessado em conhecer a senhorita e que quando ele achasse o momento certo ia te pedir em namoro!

— Ah é?— Ela perguntou, um pouco mais corada que o normal

— É! Por que você está surpresa? Uma garota tão linda e simpática! Claro que ele iria gostar de você!

— Se isso foi um elogio, obrigada! 

— Por nada!

Alguns minutos depois, Nancy também acorda, vai até o banheiro, escova os dentes e vai até a cozinha onde estão Ash e Lizzie agora sentadas na bancada comendo.

— Bom dia meninas!

— Bom dia!— Responderam as outras duas ao mesmo tempo.

— E aí, como foi a prova de ontem? Nem te perguntei— Pergunta Ash para a brasileira.

— Olha, é mais complicado do que pensei! Acho que esqueci de como se dirige!

— Mentira dela, a Nancy simplesmente gostou do professor, que até esqueceu como se dirige, não é?

— Você que está vendo coisas, Lizzie! Você e essa sua mente suja!

— Mente suja? Logo eu? Eu vi que ele te deu a maior bola! Falando para você chamar ele de "Ben".

— Sério?— Ashley começou a rir— Agora a Nancy tem uma paquera?

— Parem com isso! As duas! Até parece que eu já estou apaixonada por um cara que eu acabei de conhecer!

— Sei, sei...Quando é a próxima aula?— Perguntou Ash.

— Terça feira, às 14h!— A brasileira disse, animada.

— Realmente a Lizzie tem razão, tá apaixonadinha falando nesse tom de animação.

Um tempo depois Emily também acorda, vai até o banheiro e em seguida até a cozinha.

— Bom dia!— Ela diz entrando na cozinha.

— Bom dia!— Todas respondem juntas novamente.

Emy come alguma coisa e depois vai para seu quarto, ela não parecia muito afim de conversar, parecia que estava pressentindo algo ruim que ia acontecer.

Então, foi até sua caixinha ver se estava tudo bem, todo dia ela conferia para ter certeza de que as meninas não tinham invadido a privacidade dela, principalmente Nancy.

Era como aquele ditado: "Um olho no peixe e o outro no gato" 

Porém dessa vez alguém tinha mexido, e é claro, ela ficou muito brava com isso, pois as cartas não estavam lá, então Emy resolveu chamar Nancy discretamente para perguntar se ela sabia de alguma coisa, já que Nancy era a melhor amiga dela ali na casa, apesar de ser meio intrometida de vez em quando.

— Nancy, pode vir aqui por favor?— A mexicana perguntou, olhando para a cacheada que estava sentada no sofá.

— Claro!— Ela respondeu se levantando e seguindo Emily até o closet.

— Você mexeu na minha caixinha?

— Eu que não fui!— Nancy se defendeu rapidamente, já percebendo que Emily estava brava.

— Então quem foi?

— Bom, acredito que foi a Ash— Ela diz cumprindo o que disse para Lizzie: colocando a culpa em cima de Ashley.

— Ash? E por quê?

— Sei lá, entre todas nós, é a mais impulsiva, ela só faz a primeira coisa que vem à cabeça dela.

— Mas…Eu acho que ela não sabia sobre a minha caixinha!— Emily tenta lembrar de algum momento em que falou sobre essa caixa, mas só a Nancy sabia, aquilo não fazia nenhum sentido para ela.

— Não lembra do dia do encontro da Lizzie? A ideia de ir espiar o encontro, foi dela! Sem contar que ela é bem curiosa também!

Depois de alguns segundos calada, pensando sobre aquilo, tirou uma conclusão: "se não fosse a Ash, quem seria?".

— ASHLEY!— A de cabelos negros grita do closet e vai até a cozinha.

— Ah meu Deus, o que eu fiz?— Diz Nancy em voz baixa, percebendo a burrada que tinha feito e indo atrás de Emy.

Lizzie e Ash se assustam com o grito e olham uma para a cara da outra.

— Eu sei que foi você!— Emily diz apontando para a morena, que estava lavando a louça.

— O que eu fiz?— Ela perguntou, confusa.

— Ah, pare de se fazer de sonsa! Por que você fez isso?

— Isso o quê? Está doida?

— Lizzie, eu vou perder a paciência com ela!— Disse Emily olhando para a ruiva e ainda apontando para Ash.

— Calma Emily! Não grita! Olha a hora! Ainda tá cedo para abrir o berreiro! Quer que os vizinhos reclamem?

Tory acorda com os gritos e corre para a cozinha para acompanhar a suposta briga.

— O que tá acontecendo aqui?

— A Ashley é uma intrometida mesmo! Eu nunca mexi nas coisas dela e ela mexe nas minhas!— Ela continuou, muito brava.

— No que ela mexeu?— Perguntou Victoria, tentando entender, ainda com cara de sono.

— Na minha caixinha azul!

Nancy e Lizzie se olham tensas.

Elizabeth não acreditava que a outra tinha realmente feito aquilo e agora a olha com uma cara nada boa.

Seu olhar dizia: "você não fez isso, Nancy!"

— O que? Eu não mexi em nada seu, garota!

— Mexeu sim!

— Mas o que tinha nessa caixinha, para você ficar tão brava assim?— Agora Tory se faz de desentendida, pois sabia muito bem o que tinha naquela caixa, mas é claro, não ia dizer que sabia senão a culpa cairia sobre ela.

— Tinham cartas, Tory! Cartas que significavam muito pra mim, e foi a Ash que pegou! Não duvido nada que ela tenha enviado pelo correio!

— E para quem eram as cartas?— Ela continua perguntando e a Ashley a olha torto: "eu sei que você sabe daquela caixa, nós lemos as cartas".

— Eram para...— Emily ia explicar, mas desiste— ...Não importa! Eram minhas e ela não tinha o direito de mexer! Eu nem ia enviar aquilo! 

— Eu não mexi em nada e não peguei nada seu, Emily!— Ashley diz, ainda tentando se defender.

— Ah por favor, Ashley! Não adianta mentir! Eu já sei que foi você! Você gostaria que eu mexesse nas suas coisas e enviasse suas cartas para o Nicolas?

— Mas eu nem escrevi cartas pra ele!

— DANE-SE!

— Calma aí Emily, não é legal sair acusando assim!— A de cabelos rosa diz.

— Mas foi ela sim!

— Como você sabe?

— Porque a Nancy me contou!

— O QUÊ?— Gritam Ash e Tory ao mesmo tempo e Lizzie só conseguia pensar na burrada que Nancy tinha feito, mas não se meteu, deixava elas tentarem se resolver sozinhas, mesmo que ela tivesse muita vontade de se meter.

Nancy só olhava a situação assustada, não esperava que Emily tivesse uma reação assim.

— Emily, você tem certeza que foi a Ashley?— Lizzie perguntou— Seria a palavra da Ash contra a da Nancy.

— Eu acredito na Nancy, ela é a minha melhor amiga! 

— Nancy? Por que você fez isso?— Pergunta Ash indignada.

— Eu…— A cacheada tenta falar, mas é interrompida por Emily.

— Nem tente culpar a Nancy! A errada aqui é você!

— Mas Nancy, você tem alguma prova de que foi a Ash?— A ruiva perguntou, querendo que Nancy dissesse a verdade, afinal, ela não concordava com o que ela fez, mesmo sabendo de tudo.

— Ela é a mais impulsiva de todas nós, esqueceu que a ideia de te seguir no encontro foi dela? Ela só faz o que dá na cabeça dela e não pensa nas consequências depois! E é muito curiosa!— Emily responde antes mesmo da brasileira abrir a boca para pensar numa resposta.

— Sim ela é, mas…

— ...Ah por favor, Lizzie! Quem mais daqui faria algo assim?— Diz Emy interrompendo mais uma vez.

— Eu não sou obrigada a ficar aqui ouvindo isso!— Ashley diz se levantando, pegando a chave do carro e saindo do apartamento.

— Para onde ela vai?— Pergunta Tory, olhando para a porta, perplexa.

— Não sei, devemos ir atrás dela?— Lizzie diz quase indo até a porta.

— Não, deixe ela!— Respondeu Nancy.

Alguns minutos depois Emily voltou para o seu quarto, pensando em tudo que poderia dar errado se os garotos para quem ela escreveu, recebessem as cartas.

Aliás, não queria nem pensar.

— Nancy, vem cá!— Diz a ruiva puxando Nancy até seu quarto.

Já no quarto de Lizzie, a mesma diz:

— Isso não vai acabar bem! Você não podia ter feito isso!

— Isso o quê?— Tory perguntou abrindo a porta do quarto, após segui-las.

— Fecha essa porta!— Exclamou Nancy, como se a vida dela dependesse daquilo, e realmente, dependia, porque se a Lizzie não a matasse iria contar tudo para Emily e essa faria o serviço.

— Tá bom, já fechei! Agora me contem, o que rolou?

— Tory você tem que prometer não contar pra ninguém!

-Ok eu prometo, Nancy, agora fala!

— Fui eu que enviei as cartas da Emy.

— EU SABIA! Essa história estava muito mal contada! Se fosse a Ashley ela teria admitido!

— Fala baixo!— Suplica a brasileira.

— É verdade isso, Lizzie? 

— É verdade sim! E eu disse para a Nancy não fazer isso, mas essa garota é louca!

— Gente! Chocada! Aí para a Nancy não se queimar ela culpou a Ashley?— Disse Tory finalmente entendendo direito a situação.

— Sim!

— Você sabe que a burrada que você fez foi muito grande, né?— Victoria começa a rir.

— Tory, você não tá ajudando!— Nancy exclamou.

— Ah, desculpa, mas não tem como, Nancy, onde você estava com a cabeça pra fazer uma coisa dessas e achar que ia dar certo? Que você ia escapar dessa sem ter consequências?

— Eu…— Diz Nancy tentando se explicar.

— ...Sério que você achou que isso ia acabar bem?— Tory interrompe.

— Tory!— Lizzie diz segurando o riso e dando um tapinha no braço da de cabelos coloridos, como se tentasse concluir uma frase sem dar risada mesmo com aquela desgraça toda acontecendo.

— Ah, pelo amor de Deus! Vai dizer que você acha certo o que ela fez?

— Realmente foi uma burrada enorme e eu te avisei, Nancy, talvez a Ash não te perdoe e muito menos a Emily!

— Muito obrigada, vocês duas estão me ajudando demais!— A brasileira diz, sendo irônica— Eu sei que o que eu fiz foi errado…

— ...Se não soubesse também né— A ruiva começa a rir.

— Calma Lizzie, deixa a gênia falar! Vai gênia, fala!— Diz Tory rindo.

— Ah gente para! Se a Ash não me perdoar eu vou entender, por que realmente eu não devia ter feito isso! Mas se a Emy descobrir e não me perdoar, aí sim eu vou ficar chateada.

— Falando na Ash, onde será que ela está? Vou mandar uma mensagem para ela!— Elizabeth diz indo buscar seu celular em cima da cama de Ashley: "como veio parar aqui?".

Enquanto isso a morena estava dirigindo sem rumo, ela só não queria mais ficar ali sendo acusada injustamente, mas ela resolveu encostar o carro e mandar mensagem para Nick, que era o único outro "amigo" que ela tinha na cidade.

~//~

Eu, às 10h30

Nick? Tá acordado?

~//~

— Mas que droga de homem, que não responde!— Resmungou Ashley, sozinha, vendo que ele não respondia.

~//~

Nick♡, às 10h35 

Oii, estou sim!

Eu, às 10h35

Tá ocupado?

Nick♡, às 10h36

Não, por quê?🤔

Eu, às 10h36

Quer vir se encontrar comigo? Posso te buscar na sua casa se quiser!

Nick♡, às 10h36

Pode ser, eu moro na rua de trás daquele restaurante, n°27

Eu, às 10h37

Posso ir agora?

Nick, às 10h37

Vem daqui a uns 10 minutos, só vou me arrumar

Eu, às 10h37

Tá bom, beijos!😘

~//~

Assim Ash desliga o celular e liga o rádio, e o celular vibra alguns segundos depois.

— Ué, será que já posso ir? Ele tinha dito pra esperar 10 minutos!— Pensou ela em voz alta.

Mas quando ela liga o celular não era o Nick, era uma mensagem de Lizzie.

Como já era esperado, se não era Nick, com certeza era ela.

~//~

Lizzie♡, ás 10h38

Ash? Onde você está? 

Eu, às 10h38

Ah, eu to perto daquele restaurante, por quê?

Lizzie♡, às 10h38

Quando volta?

Eu, às 10h39

Não vou demorar muito, mas por que?

Lizzie♡, às 10h39

Quando você voltar, temos que conversar com você, principalmente a Nancy

Ah, e também eu ia te falar para irmos no centro, como a gente tinha combinado hoje mais cedo

~//~

— O quê? Apaga isso, Lizzie!— Reclamou a cacheada, que estava do lado da amiga acompanhando a conversa.

— Não, você tem que contar a verdade!— Elizabeth respondeu. 

~//~

Eu, às 10h39

Não tenho nada pra conversar com ela! Não quero papo com ela e nem com a Emily

E sobre a saída no centro, hoje eu não estou muito no clima, desculpa

~//~

Nancy comemorou ao lado da britânica ao ver que a Ash não queria conversar.

Enquanto isso, Tory fazia uma maquiagem básica na frente de um espelho, no quarto mesmo.

— Não comemore, ela vai conversar com você sim, sua danada!

~//~

Lizzie♡, ás 10h40

Ah, por favor, Ash! É uma coisa séria! Juro!

Eu, às 10h40

Me desculpe Lizzie, mas não vai rolar, depois a gente se fala, ok? Tchau 💖

~//~

Ash deixa o celular de lado e espera mais uns minutos para ir buscar o Nick, logo ele manda uma mensagem e ela vai até lá.

Quando chega estaciona em frente a casa de Nicolas e buzina, ele escuta e desce rapidamente.

— E não é que você veio mesmo?— Nick diz, admirado.

— Claro que eu vim, entra aí!

— Beleza! Para onde vamos, motorista?— Ele perguntou, entrando no carro.

— Então, eu não sei!— Diz Ash rindo.

— Você me chama pra sair, mas não sabe o lugar?— Nick começou a rir também.

— É...Sim! Tem algum lugar em mente ou eu posso levar a gente para o parquinho?

— Eu ia falar pra gente ir almoçar, mas tá meio cedo!

— Então vamos pra uma lanchonete, ficar matando tempo!

— Ótimo!

— Partiu!— A morena diz saindo com o carro.

Enquanto isso no apartamento, Emy vegetava na sala tentando digerir o que "Ash" tinha feito, e as outras meninas estavam no quarto pensando em uma solução para o problema.

— Quando a Ashley chegar vou tentar convencê-la a ter uma conversa!— Anunciou a ruiva.

— Provavelmente ela não vai querer!— Responde Victoria.

— Espero que não queira mesmo!— Falou Nancy esparramada na cama de Elizabeth.

— Eu vou convencer ela sim! Nancy já vai se preparando!— Avisou Lizzie.

— Me preparando para quê? Para o meu funeral? Pode deixar! Já estou até decidindo a música do meu enterro!

— Ai que exagerada! A Ash vai ser compreensiva!

— Compreensiva?— Exclamaram Nancy e Tory ao mesmo tempo, e depois se matando de tanto rir.

— Aí você forçou muito, né Lizzie!— Victoria diz.

— Compreensiva, até parece!— A brasileira disse, ainda rindo.

— Ok, admito que eu forcei agora! Mas você prefere encarar a Ash ou a Emy?— Perguntou Elizabeth— Se você falar com a Ashley e resolver as coisas, você vai conseguir falar com a Emily de boas.

— Sinceramente eu prefiro não falar com nenhuma das duas! Na verdade, eu prefiro deixar como está!

— Meu Deus!— Tory colocou a mão na testa e Lizzie fez o mesmo gesto, tão sincronizado que Nancy se assustou.

— Inacreditável!— A ruiva completou.

— Qual é, gente? Antes só uma brava comigo do que duas!

— Só quero ver até quando você vai sustentar essa mentira!— A britânica disse dando tapinhas nas pernas de Nancy— Com licença, deixe eu me sentar aqui.

Assim a brasileira dá espaço e quando Lizzie se arruma na cama, Nancy coloca as pernas em cima do colo da James.

— Que folga!

— Garanto que não vai ser por muito tempo!— Continuou a de cabelos rosa— Uma hora ou outra ela vai ter que contar a verdade!

— Não vou não!

— Ah, mas você vai sim! Por que se você não contar eu conto!— Ameaçou Elizabeth.

— E como será que a Ash vai ficar ao saber que você compactuou com isso? Que viu ela sendo acusada injustamente e não disse nada?

— Aí ela tem um ponto!— Tory aponta para a cacheada.

— Vish, pior que é verdade! Se bem que ela também já omitiu algo para mim, naquele dia do encontro. É diferente? É, mas se eu admitir isso para ela tenho certeza que ela vai entender, afinal somos amigas— Lizzie concluiu.

— Vamos deixar como está por enquanto, eu conto na hora certa, pode ser?— Perguntou Nancy.

— O clima vai ficar pesado aqui, a Emily com raiva da Ash, e a Ash com raiva da Nancy e da Emily!

— Aí que eu vou amar! Barraco todo dia! e eu nem vou estar envolvida!— A mais velha responde debochando da situação.

— Ninguém morrendo está bom!— Diz Lizzie.

— Será que se eu contar a verdade, rola alguém morrendo? Assim, só curiosidade!— Tory perguntou brincando.

— Acho que sim, melhor não arriscar!— Respondeu a britânica, entrando na brincadeira.

— Ótimo, vou contar!

— NÃO!— As outras duas gritam ao mesmo tempo. 

— Calma, afobadas, eu só tô brincando, não vou contar nada, mas eu gostaria!

— Nem pense nisso!— Disse Nancy.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...