1. Spirit Fanfics >
  2. We never have time - Tom Holland >
  3. Acidente

História We never have time - Tom Holland - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu ia fazer apenas uma One Shot, mas decidi dividir essa Fanfic do caro Tom Holland em três capítulos... Aproveitem o primeiro capítulo agora <3

Boa leitura a todos e todes e espero que gostem.

Capítulo 1 - Acidente


Fanfic / Fanfiction We never have time - Tom Holland - Capítulo 1 - Acidente

                           P.O.V S/n

Mais um dia... Mais uma noite acordada, preocupada com Tom que não dá notícias de onde está.

Tom colocou na cabeça que após a morte de Tony Stark, ele teria que se esforçar ainda mais, fazendo nossa relação ter certas complicações e conflitos.

Ouço batidas na janela de casa. Olho na mesma direção e vejo Tom sem sua máscara, me encarando.

- Eu não deveria abrir pra você. - Falo chateada, andando na direção da janela.

- Tá fazendo doze graus aqui fora. - Ele diz baixinho e eu abro a janela.

O mesmo adentra o quarto e fecha a janela novamente.

- Desculpa não ter avisado por onde estava. - Ele começa a tirar sua roupa.

- Eu fiz um comunicador temporal, você pode falar comigo até mesmo em outro mundo. - Sento-me aos pés da cama e encolhi minhas pernas.

- Já pedi desculpas. - Ele fica apenas de cueca e eu vejo que ele estava com uma ferida no abdômen. - Não foi nada.

- É claro que foi. - Me levanto e pego uma das máquinas que eu mesma criei.

- Foi só um acidente. - Ponho o spray na ferida e logo a mesma se fecha rapidamente.

Fecho meus olhos e os abro, encaro a rua calma que estava lá fora.

- Tom eu... - Ele me abraça pôr trás e eu seguro em seu braço. - Não posso continuar assim!

- A-Assim como? - Ele pergunta e eu me viro de frente para ele.

- Você tá colocando sua vida em perigo todos os dias! Mais do que deveria. - Aliso sua bochecha. - E eu tenho que ficar aqui, preocupada com você.

- Natasha morreu... O Capitão se foi e Tony morreu, S/n. - Respiro fundo e olho para baixo. - Estão sem ninguém para cuidar de tudo.

- Eles tem sim, mas você quer provar para o Senhor Stark que é o melhor super herói de Nova York. - Me afasto dele. - Quando você morrer, eu vou sentir sua falta. Sua tia vai pirar e vai ficar triste também.

- Vocês duas me tratam como se eu tivesse dezesseis anos, mas eu não tenho S/n! Já fiz vinte e três anos, sou bem crescido. - O mais alto sai da janela.

- Não tem dezesseis, mas age como um garoto mimado. - Pego a minha bolsa. - Pra mim não dá!

- Vai pra onde? - Ele se aproxima de mim. - São quase duas da manhã.

- Pra casa da minha irmã. - Ajeito meus fios de cabelo. - Acabou, Tom.

Coloco minha mão na maçaneta e ele joga uma de suas teias, me impedindo de sair.

- Não posso deixar você ir! - Começo a me soltar daquelas teias. - Para S/n! Por favor.

- Eu sou uma cientista e treinada pela Natasha, Tom. Não tenho medo de uns ladrões. - Ele me segura e eu tento me soltar, o que foi inútil.

- Não posso deixar ir porquê... Você tá grávida! - Ele me solta e eu encaro ele com um olhar assustado. - De três semanas.

- Como você...? - Ele se senta na cama e eu tiro a bolsa dos ombros.

- Vi seu resultado no laboratório do senhor Stark uns dias atrás. - Me sento ao seu lado. - Entende por que eu precisei ficar um tempinho longe de casa?

- Conhecendo você, como eu conheço... Provavelmente surtou. - O mesmo balança a cabeça positivamente. - Meu Deus! 

- Eu sei que você só tem vinte e dois, é cientista, lutadora e ainda quer várias coisas. - Olho para baixo e deixo uma lágrima cair. - Não chora, tá bem? Se não eu choro junto.

- Eu tô grávida! - Cruzo nossas mãos. - Você vai ser pai.

- É, eu sei. - O mesmo dá um sorriso. - Posso?

Ele estende sua outra mão na minha barriga e eu faço que sim. Sua mão toca em meu abdômen e ele alisa com seu polegar.

- Você tem trabalho, mais tarde. - Ele fala beijando meus lábios. - Melhor dormir.

- Você também. - Tiro a minha calça e ponho na cadeira ao lado.

- Tá eu tô indo. - Ele vai até o guarda-roupa e veste um calção azul bem curto.

Ele se deita ao meu lado e me abraça. Sinto seu coração acelerado e aliso seu braço.

- Estamos mesmo prontos pra ser pais? - Pergunto ao mais velho.

- A gente aprende com o tempo. - Sorrio fraco e beijo seu peitoral.

                        Dia seguinte

- Bom dia, senhora Holland. - Sou acordada aos beijos de Tom. 

- Não tinha que ir salvar o mundo? - Me sento na cama e olho para suas mãos. - O que foi isso?

- Fui fazer nosso café da manhã, mas acabei me cortando. - Seguro em sua mão.

- Pega o spray. - Ele se levanta e pega o mesmo na minha bolsa. - Vou ter que fazer outro, você sempre arranja um jeito de se machucar. 

- O nosso bebê vai ter a minha beleza e seu cérebro de cientista. - Dou uma risada e passo o spray novamente em sua mão. - Como faz isso? 

- Lembra que fui numa missão, aquela do meteorito que caiu perto da Flórida? - Ele faz que sim. - Analisei e o Professor Hulk deixou eu ficar com alguns fragmentos.

- Realmente tenho a namorada mais inteligente do mundo. - Ele beija meus lábios e eu afago seus fios de cabelo. - Eu vou voltar às dez, tá bem?

- Talvez eu tenha que passar a noite no laboratório! - Aliso meu ombro. - Wanda tá muito abalada com tudo que está acontecendo e tentando lidar com as perdas.

- Pelo o que me falaram, ela está sumida já faz uns nove dias. - O mais velho alisa minha coxa. 

- Scott quer tentar achar ela. O que uma mulher com o poder dela pode fazer se estiver muito triste, emocionalmente abalada e com raiva? Vou ajudar a criar um dispositivo para encontrá-la.

- Lembra do que eu disse... Não faça nada que eu faria. - Dou uma risada e me levanto da cama. - Vem, o café tá nos esperando.

Caminhamos de mãos dadas até a cozinha.

Ouço algumas batidas na porta e eu vou atender. Abro a porta e vejo a Tia de Tom ali.

- Tom me disse que havia uma emergência! - O garoto aparace ali atrás de mim.

- É melhor a senhora entrar. - Ele sugere e assim ela faz.

- O que aconteceu? - Ela se senta no sofá.

- Eu tô grávida! - Falo rápido e a mesma dá um sorriso.

- Que ótima notícia. - Fizemos que sim. - Quantas semanas?

- Três. - Falamos juntos e a mesma foi até a cozinha.

- Se precisarem de alguém para cuidar dele ou dela quando nascer, estou livre. - A mesma pega uma xícara no armário.

- Tia, ainda falta muito tempo. - Tom diz se sentando no balcão. 

- Conhecendo você como eu conheço, vai deixar tudo pra última hora. - Dou uma risada junto com a mais velha.

- Hey! - O mesmo me abraça e afaga meus fios de cabelo.

                    Quebra de tempo 

Adentro a enorme nova torre Stark e sigo caminho até o laboratório.

Vejo Tom aparecer na minha frente com sua roupa de Homem-Aranha.

- Bom trabalho. - Aliso seu peitoral. - E me avisa de algo.

- Eu aviso sim. - Ele levanta um pouco sua máscara e me beija.

O mesmo sai pela janela e eu me aproximo do professor Hulk.

- Fiquei sabendo do bebê. - Ele diz me entregando um protótipo. - Parabéns.

- Obrigada. - Ajeito meu cabelo, fazendo um rabo de cavalo. - Bom e enquanto o Scott?

- Sabe que aquele ali tá sempre atrasado. - Demos uma risada baixa. - Já mexeu com nanotecnologia?

- Não. Eu ia aprender com o senhor Stark. - Olho para baixo.

- A gente te ensina então. - Vejo Scott crescer no meio do laboratório.

- Você estuda matéria quântica, Scott. - Professor Hulk fala para o mais baixo. 

- Isso não significa que eu não sei sobre o assunto. - Ele fica ao meu lado.

- Adoraria estudar muito sobre nanotecnologia. - Falo aos dois ali.

- Então, iremos ensinar tudo sobre nanotecnologia. - Scott diz olhando para o painel gigante.

- Quem sabe você vira a próxima "Mulher de ferro". - Professor Hulk diz e eu ponho uma mecha do meu cabelo atrás da orelha.

- Não me vejo como super heroína. - Falo aos dois. - Vejo Tom como super, nossos filhos e até a Tia May, mas eu não me daria bem como eles.

- Eu era um ladrão, olha onde vim parar. - Scott diz apontando para cada canto da sala.

- Nunca duvide de seu pontencial S/n, você é uma garota bem inteligente e deveria saber disso. - O homem, digo, o meio homem fala.

- Então... Rastreadores interdimensionais, certo? - Pego um dos tablets na mesa. - Como vamos encontrar ela?

- Wanda sempre deixa um rastro do poder dela, então é só rastrear as assinaturas de frequência e pronto. - Scott diz ajeitando seus fios de cabelo.

- Tá eu vou ficar no meu cantinho, qualquer coisa eu falo com vocês. - Pego o tablet e saio dali.

Caminho até fora da sala e começo a andar até o final do corredor.

Esbarro meu ombro em alguém e eu encaro a pessoa.

- Tinha que ser. - Falo olhando para o Thor. - Pensei que estivesse com os Guardiões.

- Vim ver como as coisas estavam. Parabéns pelo o bebê. - O mesmo aponta na direção da minha barriga.

- O Tom divulgou isso no grupo de WhatsApp dos super heróis? - Ele dá uma risada.

- Quase isso. - Lembro-me de algo que eu precisava. - Conheço essa cara, o que foi?

- Preciso de uma rocha da lua. - Sorrio fraco. - Tô estudando uma coisa.

- Tá eu trago a tal rocha pra você. Se cuida S/n. - O mesmo bagunça meus fios de cabelo.

- Você também, filho de Odin. - O mesmo sorrir e eu adentro minha sala.

Começo a montar o rastreador em meu tablet, colocando cada peça importante em seu devido lugar.

                     Quebra de tempo 

- Toc Toc. - Ouço alguém na porta e logo vejo Tom ali. - Pensei que estaria com fome.

- Nem tanto. - Digo me virando para a frente novamente.

- Mas agora você tem que comer por dois. - Ele põe ao meu lado uma vitamina e uma salada. - E precisa manter ele ou ela saudável.

- Você tá machucado. - Olho para seu ombro e me aproximo do mesmo. - Pensei que só fosse impedir ladrões de assaltar pessoas.

- Tive um pequeno contratempo. - O mesmo fala beijando minha bochecha. - Acabei me arranhando em um vidro solto.

- Ah, eu tive tempo de montar algo pra você. - Caminho até o armário e pego uma das armaduras que fiz para Tom.

- Por que pegou ela? - O mesmo me pergunta.

- Eu não peguei, aprimorei. - Ativo ela. - É feito de vibranium.

- Uol! - Ele tira sua máscara e a põe de lado

- Considere isso um presente de natal. - Ele me abraça e beija meus lábios.

- Quando eu te pedi em namoro, sabia que tinha acertado. - Aliso seu braço.

- Fui eu que te pedi em namoro. - Salvo o protótipo do rastreador e mando para os arquivos do Scott. - Espero que esse rastreador dê certo.

- Vai vir pra casa? - Olho as horas no relógio, vendo que eram quase nove da noite. - Ou pretende ficar mais tempo aqui?

- Tô esperando o Thor trazer algo pra mim. - Me sento na cadeira.

Tom começa a tirar sua roupa, e em seguida veste a nova armadura de Homem-Aranha.

- Ela é altamente flexível, consegue aguentar temperaturas muito elevadas ou muito baixas. - Começo a lhe explicar. - Também é ajustável, tem lança teia automático e principalmente o modo Aranha.

- Colocou o modo Aranha? - Faço que sim e vejo a felicidade dele. - Você é a melhor namorada do mundo.

- É, eu sei. - Recebo uma mensagem no computador.

Verifico a mensagem e percebi que a cidade de Los Angeles estava com uma elevada taxa de poder.

- Isso é coisa da Maximoff. - Falo baixo analisando o mapa de toda a região. - Consegue me fazer um favor?

- Claro, o que seria? - Ele se senta na minha frente.

- Me arranja um dos jatos do Stark? - A expressão de Tom fica séria. - Tá bom.

- Eu só não quero que se arrisque tanto. - Envio uma mensagem para o Professor Hulk.

- Eu estou disposta a ajudar a encontrar a Wanda e ajudar ela. Eu sei como é perder os pais e o irmão. Eu já perdi muita coisa.

- Mas agora você está grávida e tem que pensar na saúde do bebê. - Pego um do meus spray's na gaveta.

- Desculpa Tom, mas eu preciso ir. - Jogo o spray no rosto dele e o mesmo logo começa a ficar sonolento.

Arrumo minhas coisas em uma bolsa e sigo até a sala principal.

- Vamos? - Scott me pergunta e eu faço que sim.

Fomos até o elevador e subimos até o topo da torre.

Me sento ao lado do professor Hulk e ele liga a máquina. O jato começa a subir.

- Por que quis tanto essa missão? - Scott pergunta ajeitando alguns botões.

- O que ninguém sabe sobre meu passado, é que assim como Wanda e Pietro, eu fui exposta a testes com a jóia da mente! - Digo aos mais velhos.

. 

.

.

.

Continua...


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Até a próxima.
Bjs, se cuidem. ♥️♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...