História You Are Not Monster Jason! - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Sexta-Feira 13
Personagens Personagens Originais
Tags Jason, Jason Voorhees, Romance, Segredos, Sexta-feira 13, Terror
Visualizações 21
Palavras 742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 10 - O que não tivemos juntos - Part One


Fanfic / Fanfiction You Are Not Monster Jason! - Capítulo 10 - O que não tivemos juntos - Part One

Pov.s Makenna
06:23Am

Minha mente ficou se vagando por várias coisas que tinham acontecido desde então, o sábado chegou e era refrescante como não tinha cheiro de cocaina ou Lsd pelos os narguíles de manhã, afinal...todos estavam mortos, era doentio pensar assim mas na verdade eu me sentia bem assim, quem precisa de jovens rebeldes que fazem ao contrário do que os pais querem quando se tem alguém que pensa assim como eu...Jason! Por falar nele...não consegui desgrudar meus olhos nele a noite passada, estávamos deitados numa cama abraçados como se nada fosse separar aquele momento, eu me perguntava se a gente ia se manter assim, não queria nem voltar pros meus pais adotivos nem que me pagassem mil dólares vivos na minha mão, queria ficar ali com Jason no acampamento, não iria mais ninguém ali e criaríamos nosso espaço, nosso templo, como devia ter sido desde o começo, ainda sentia poucas dores pela a facada que havia de levar, o grandão insistiu sempre de verificar como estava, era tão fofo o jeito que ele cuidava de mim, o que pouco eu via de ao matar os outros, ele estava ali preocupado comigo e sempre me abraçando como se eu fosse uma bonequinha de porcelana.


Tentei me levantar ainda com calma, a enfaixada que Jason fez ainda estava bem instável em meu corpo mas resistível, quase manquei ao tentar sair do quarto, o casarão era bem grande o que era mais fácil para eu poder me perder, Jason ainda dormia na cama então pensei de tentar comer algo, não podia sem ficar de comer nada o resto do dia, a cozinha ainda se mantia de pé aparentemente nada que uma faxina ali fosse feita, abri uma caixinha de suco e encontrei uns sucrilhos ainda sobrando num armário, arrumei um pote e coloquei um pouco de leite, me sentei numa mesinha redonda convencional perto da cozinha, ia comendo e olhando pela a janela da sala, tão calmo e silencioso que dava para ouvir o barulho lá de fora, estava bem distraída quando Jason apareceu sem a mascára e uma cara de sono mais evidente que a minha.

-Bom dia Jay! Dormiu bem bela adormecida? Sorria para ele da mesma maneira que eu não sorria assim em anos, ah...ele foi capaz de me fazer libertar tanta coisa oculta até mesmo de mim mesma!

             -Eu dormiria melhor se a senhorita não saísse sem avisar! Fiquei preocupado! Droga...Como ele conseguia ser fofo á essa hora.

-Eu sei...Mas precisava comer algo, não posso ficar o dia todo naquela cama parecendo um enfeite! Não se preocupou nem com isso ao me ver? Eu sabia tocar o coração dele facilmente como se fosse fácil igual achar uma agulha no palheiro.

-Claro né Kenna! Acho que acabamos dormindo demais por uma noite inteira cheia de coisas doidas! Ele se sentou ao meu lado e notei o quanto ele estava bem ferido, igualmente a mim nesse sentido, pois me ver quase morta sufocada não era melhor de ter sido arremessada quando criança.

-Eu sei...O que quer fazer hoje? Segurei em sua mão e ele me olhou de volta, sabe aquela conexão doida quando se sabe o que dizer apenas pelo o olhar? Eu não sabia então deduzi que o dia em questão seria para matar a saudade depois de anos.

-O-o que? Você precisa descansar Makenna! não está em estado estável para sair assim! Ele agia igual minha mãe, incrível até nesse ponto.

-Ah...Eu queria tanto aproveitar o que não podemos em tanto tempo! Menos nadar porque sei do seu trauma! Eu havia sacado e ele também, mas ele não podia sacar que eu estava tendo minha infância de volta só de estar ali com ele, queria voltar a ser criança, concertar as cicatrizes marcadas, só nós dois.

-Eu não sei Kenna! É muito arriscado! Me dói te ver assim! Minha mão que segurava a dele agora estava entrelaçada a ele e isso me apertava mais e mais, como que algo assim me fazia sentir mais calma do que parece, sabe-se lá quem vai entender.

-Relaxa Jay, tomarei cuidado e qualquer coisa a gente volta, temos o acampamento para gente! Confie em mim!

-Vou tentar, mas qualquer coisa a gente volta e você fica de repouso garantido e sobre vigia minha!

-Ok Senhor Voorhees! Rimos e logo ele comeu um pouco e me ajudou a levantar, agora sim nosso dia está só começando...

 

continua...


Notas Finais


até o próximo capítulo meus xuxus!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...