1. Spirit Fanfics >
  2. You Are Not Monster Jason! >
  3. Você Deve Ser Makenna!

História You Are Not Monster Jason! - Capítulo 15


Escrita por:


Notas do Autor


Freddy para vocês meus caros! Sim o que custava ele aparecer para apimentar ou infernizar um pouco nosso casal hein!? heheheheh Mas relaxem e aproveitem a leitura!

Capítulo 15 - Você Deve Ser Makenna!


Fanfic / Fanfiction You Are Not Monster Jason! - Capítulo 15 - Você Deve Ser Makenna!

Pov.s Freddy Krueger
-Me diz narradora por que tenho que estar nesta história? (Cala a boca Freddy! E segue o roteiro que planejei!) -Mulher difícil viu...

Para Freddy, os últimos acontecimentos com Voorhees, foi lá de satisfatório por conta de sua matança na cidade que habitava, e por receio de que ninguém mais acreditasse nele, Jason colaborou até, mas claro que Freddy havia se zangado porque não sobrará nada para ele fazer, fora a briga dos dois, Krueger se manteve de pernas atadas por ficar devendo ao diagnosticado de hidrocefalia um favor, e  agora estava pagando miseravelmente ao ficar rondando os sonhos dos outros inclusive um bem peculiar, um incêndio num hospício não tão longe do acampamento, o sanatório Wheelwood, ele não se manteve surpreso ao ver o pesadelo ali inclusive, estava bem curioso, o ser em sua frente trajava uma roupa de hospital toda rasgada e perfurada e manchada de sangue, carregando a cabeça da diretora numa mão e o rosto todo manchado de respingos de sangue:

-Você deve ser a Makenna...Voorhees falou bem de você inclusive!

A menina o olhou diversas vezes mas não desabava em sofrimento como no último sonho mas esse alguém entrou sem bater na porta:

-Já ouvi falar sobre você...o pedófilo queimado pelos os pais! Eu não tenho medo de você! Makenna por mais que tentasse, não se sentiu ameaçada em seu próprio sonho meio pesadelo, seus pensamentos já eram bem mais pertubados por conta dos dias que ficará no sanatório e da pressão psicológica afetada.

-Deveria ter, sabia? Ele se aproximava e deixava a mostra a própria luva de lâminas mas a mesma ainda permanecia intacta feito pedra, e isso incomodará Krueger:

-Eu? Sério que está falando isso? Num Sanatório em chamas e no sonho de uma garota? 

-Me polpe de seus dramas femininos! Então é aqui que vem ficado? Voorhees vai gostar de saber disso tão bem! Seria uma pena se eu não contasse que a namoradinha está num sanatório de adolescentes doidos...e tentadores eu diria!

-Namorada? Olha eu realmente não sei como estou sobrevivendo aqui! E por falar no Jason, como ele está?

Ele riu de discórdia na cara dela, ela realmente tinha uma preocuação, então tinha um ponto fraco mas para o assassino ali, ela ainda era um enigma, o que o Assassino de acampamento via nela afinal?

-Ele está como está! E me pediu para te encontrar! Mas não fique feliz que não farei de novo, afinal estou pagando o que estava devendo!

-Você Morreu sorrindo ou algo assim? Bom se teve treta com o Jay, era provável que não acabou e nem começou bem!

-Você fala demais sabia? - Diz ao se aproximar da garota - Eu poderia te matar agora e nunca contar ao Voorhees disso!

-Me mata! É só isso que você ama fazer não é!? Sério acho que alguém que pertuba os pesadelos alheios, é tão piadista que dá até ânsia de vômito! Ela se aproximou deixando claro que nem ela estava para brincadeira e nesse minuto Freddy viu os olhos dela ficarem tão negros como todo o cenário ali mudar para a antiga casa de Krueger, o que foi de péssima lembrança pois era no momento que os pais tentavam assassiná-lo com o incêndio:

-Você tem um dom sombrio, não me surpreende que Voorhees viu algo em você! 

Logo ele muda o cenário os fazendo reaparecer denovo no sanatório mas não todo queimado:

-Ah Parker...Sério isso é tão curioso, suas lembranças, a morte repentina com sua mãe, tanta coisa que não sabia e agora, nesse lugar nojento mas relaxa que darei uma mãozinha! Sanatório Wheelwood...Gostei daqui!

Ele some da frente mas observa ela ainda causando desgraça naquele lugar e uma coisa ficará orgulhoso: Ela tinha uma ira bem radical, se Jason não existisse, bem que o papai Krueger daria o ar de suas graças para ela! Assim que ele reaparece aos sonhos de Voorhees, o mesmo parecia que já esperava pelo o da cara queimada e mal humor detectado:

-Krueger, espero que tenha a encontrado e não vindo para tirar sarro! Já disparou Jason ao ver o sujeito aparecer ali em forma de cobra gigante mas volta a sua forma convencional carismática:

-Seu senso de mal humor me cativa! Relaxa cara de cu, eu achei a tua mina, e que mina...ela está num sanatório da cidade, não fica longe daqui, e nos pesadelos dela, pensa numa jeitosinha e sombria!

Nem foi o tempo de Jason o agarrar o erguendo do chão quando o mesmo continua ainda querendo irritar o grandão:

-Se me soltar eu falo como pode soltá-la de lá! Por fim ele foi soltado brutamente ao chão e vendo Voorhees mais nervoso do que tudo, finalmente um brinquedinho a ser útil em suas mãos:

-Certo, bom já pode vazar daqui! Estamos quites afinal!

-Não quer nem saber como soltar ela? A véia de lá é carrancuda mas é pilantra!

-SÓ PRECI...só precisei que achasse ela seu verme! Eu cuido do resto agora!

-Ok você quem sabe, até outra chacina grandão!

E mais uma vez Freddy Krueger saiu vitorioso dos sonhos de Jason com um plano em mente, ele voltaria em breve...

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...