1. Spirit Fanfics >
  2. Zootopia-Sou um Lobo >
  3. Uma mente estranha Parte 4

História Zootopia-Sou um Lobo - Capítulo 37


Escrita por:


Notas do Autor


Só vou pedir uma coisa... Não me matem por favor T-T
Aqui está o capítulo e desculpa a demora!
Boa leitura!

Capítulo 37 - Uma mente estranha Parte 4


Nati


Data???... 2 minutos após atravessar a fissura…

LocalMente de Micke… Cavernas…


—Já estou farta disso! Essa porra de monstro não sofre nenhum dano com meus raios! –digo irritada enquanto disparo raios que não surgem nem um efeito na criatura misteriosa


Na minha frente neste exato momento tem um ser feito puramente de pedra, eles existiam aos montes no nosso antigo mundo, nós os chamamos de “Golens da Terra”, são fortes o suficiente para destroçar o corpo de alguém e tem uma pele muito resistente também, são conhecidos por serem as maiores pedras no sapato justamente por isso


—É a primeira vez que enfrento um… achei que poderia acabar isso com alguns raios mas… –o Golem vem se aproximando enquanto fecho meu punho juntando raios no mesmo– parece que vou ter que pegar pesado! Controle mental: Punho elétrico!


Sorrio enquanto junto ainda mais raios em meu punho direito, os condensado e criando uma massa pura de energia elétrica, pulo em direção ao monstro enquanto o mesmo vinha na minha direção pronto para um soco, nossos punhos se chocam criando uma explosão de ar e pressão, enquanto meus raios percorriam todo o corpo do Golem causando alguns danos onde se chocavam em seu corpo, deixando pequenos buracos e lugares lascados, minha força finalmente estava se igualando a daquele Golem


—Parece que você é apenas mais um fraco… –pude sentir a fúria daquele Golem surgir, seu rugido foi tão alto e estridente que ecoou por todo o lugar, me forçando a me afastar e tampar os ouvidos– Argh…


Após o fim daquele rugido ameaçador ele olhou diretamente pra mim e em um movimento rápido lançou um soco ao qual desviei com um pulo pra trás, o local que ele acertou facilmente se transformou em uma cratera, mas ele não parou por aí, o chão abaixo de mim tremeu por um momento e antes de perceber um pilar de pedra subiu me jogando pra cima e me prensando no teto da caverna com o intuito de me esmagar

Faço força apoiando as mãos e os pés com a ajuda dos braços e pernas no teto e empurro fazendo com o que o pilar volte a descer de uma vez me libertando do lugar e começando a cair, o Golem correu em minha direção e antes que eu tivesse qualquer reação me acertou um soco com seu punho me arremessando para uma parede ao qual bati as costas cuspindo sangue


—AARGH! –sinto a dor chegar de uma vez mas logo me recomponho ao ver que ele se aproximava para outro golpe, saio da parede e limpo o sangue que escorria pela lateral da minha boca com as costas da mão, cubro meu corpo com raios e me movimento em uma velocidade insana indo até suas costas, girando no ar enquanto preparo uma esfera de raios em minha mãos– Controle Mental: Explosão Elétrica!


Paro de girar esticando os braços em sua direção e abrindo um pouco as mãos disparando a esfera no Golem, atingindo assim em cheio suas costas atravessando para o outro lado deixando um buraco enorme no lugar, o Golem vira rapidamente para mim tentando me socar, controlo a energia da gravidade e faço ele ir ao chão de uma só vez abrindo uma cratera enorme no local, uso o mesmo poder para me permanecer flutuando no ar

Aumento ainda mais a força da gravidade fazendo ele ser expremido no chão, mas é claro… um guerreiro luta até o fim e antes dele ser esmagado por completo ele tentou um último ataque, várias estacas feitas de pedra vinham na minha direção, esse ataque era chamado de “prisão de pedra” no meu mundo, o ataque mais forte dos golens... Mas para alguém como eu, isso não é nada!


—Apenas morra logo… –digo em um tom frio e calmo enquanto o olho nos olhos e termino de esmaga-lo no chão, envolvo meu corpo com os raios fazendo tudo parecer estar em câmera lenta pra mim, desvio facilmente por todas as estacas e desço até o chão, ao tocar o primeiro pé no chão o tempo volta ao normal e todas as estacas se encontram no mesmo lugar se fechando em uma bola enorme de pedra


—Humf! Muito fácil! –me vangloreio com um sorriso enquanto olho para cima em direção a bola de preda


Um pequeno tremor onde pisei pode ser sentido e quando menos percebi o chão desmoronou e eu cai em algo escuro e estranho…


Nick


Data???... 5 segundos após atravessar o arco…

LocalMente de Micke… Caverna Glacial…


Assim que atravessei dei de cara e cauda com com um clima frio e impiedoso que parecia que iria congelar meus ossos a qualquer momento, abraço a mim mesmo fechando os olhos enquanto sinto meu corpo inteiro petrificar e congelar…

De repente, sinto que algo morno preencher meu corpo e me esquentar, abro os olhos para ver de onde vinha essa fonte de calor e tive uma grande surpresa ao ver…


—O-Odio? –gaguejo tanto pelo frio que ainda sentia quanto pela surpresa de o ver tocando em meu ombro com a pata


Ele apenas me olhava com sua cara de poucos amigos e de que a qualquer momento iria matar alguém, enquanto ainda tocava em meu ombro, de começo não entendi, mas logo percebi que era ele que estava me impedindo de congelar até a morte

Ele retira a mão do meu ombro e eu posso sentir que minha temperatura corporal está normal, não estou sentindo mais frio, danço os olhos pelo local analisando tudo

Era uma caverna feita inteiramente de cristais… não, uma caverna feita de gelo… uma caverna…


—Caverna Glacial! –diz uma voz ao meu lado, era Micke– esse é o lugar onde estamos… e é o lugar de onde devemos sair o mais rápido possível… –ele começa a andar– Venham é por aqui

—Por que devemos sair o mais rápido possível? –digo o seguindo, ele não parecia estar com frio, será que o Ódio fez com ele o mesmo que comigo? Penso olhando de relance pra ódio pelos cantos dos olhos, ele andava de braços cruzados e ainda com a mesma cara

—Depois eu explico… –diz apressando um pouco mais o passo

—Mas eu… –apresso o passo também a fim de segui-lo mas acabo escorregando, saio deslizando pelo gelo e barrou em Micke o levando ao chão também, escorregando até uma das paredes da caverna


A situação era praticamente a seguinte, Micke virou de cabeça pra baixo batendo as costas na parede, enquanto a mim estou apenas beijando o gelo aqui, dei de cara cara na parede e acho que agora estou com a cara toda amassada


—Ai… –reclamo me sentando no chão e massageando o nariz, olho para Micke e ele ainda estava do mesmo jeito com uma cara de “como foi que eu vim parar aqui?”

Ei princesinhas! –Ódio se aproximava com sua voz grave e zangada– acham que isso aqui é hotel pra ficarem descansando sempre que querem? LEVANTEM LOGO SEUS MOLENGAS! –aumenta o tom de voz e agora não só meu nariz mas também minhas orelhas doem…

—Que maravilha… –resmungo baixo revirando os olhos e me levantando


Contínua...


Notas Finais


Esse foi o capítulo de hoje!
Até o próximo!
Fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...