1. Spirit Fanfics >
  2. Um Tom Mais Escuro de Magia

Fanfics de Um Tom Mais Escuro de Magia

Fallen Scream ( Cidade dos caídos) escrita por Edcarmo

Fanfic / Fanfiction Fallen Scream ( Cidade dos caídos)
Em andamento
Capítulos 2
Palavras 4.397
Atualizada
Idioma Português
Categorias Cidade das Trevas, Drácula, Mundo Das Sombras, Mundo de Sombras, O Nascimento do Vampiro, O Último Lobisomem, Os Imortais, Os Instrumentos Mortais, Peça-me o que quiser, The Vampire Diaries, The Witcher, Trilogia da Magia, Um Tom Mais Escuro de Magia
Gêneros Ação, Fantasia, Ficção, LGBT, Magia, Mistério, Misticismo, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Alguns lugares realmente nunca deveriam ser encontrados.ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ •••
ㅤ ㅤEm algum lugar ao sul da Romênia, existe uma cidade obscura (se é que pode chamar um lugar assim de cidade), cuja localização exata ninguém tem conhecimento, não há nenhum mapa nem mesmo GPS que possa indicar o caminho ou provar sua existência. Dizem até que é melhor que continue assim. Nunca se soube de ninguém que voltou de lá, ou ninguém humano pelo menos.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Tudo que se ouve são apenas algumas lendas sobre a existência dessa cidade. Como a lenda de que Fallen Scream é uma egrégora. É como se denomina a força espiritual criada a partir da soma de energias negativas (mentais, emocionais) fruto da congregação de criaturas ou pessoas. Mas nem sempre o termo pessoa se adequa a Fallen Scream.

Muitas histórias norteiam o surgimento desta cidade, algumas absurdas, como por exemplo a existência de uma noite de lua de sangue onde tudo pode acontecer.

ㅤ ㅤ ㅤ ㅤ Algumas lendas beiram a loucura e a contradição. Uma delas é de que como a cidade não se encontra em nenhum mapa, não possui um modo natural de chegar até lá, você apenas está caminhando pela estrada e como se fosse uma força oculta que te chama para um universo paralelo, você é levado a uma outra estrada que chega aos portões de Fallen Scream. Parece loucura não é?!

Algumas das histórias dizem que não existe um só mortal na cidade, e que nela não existe dia, só entardecer e uma eterna noite, claro que isso não pode ser verdade. Uma coisa assim não deveria existir , algo desse jeito não existe de verdade, ou .. existe?

Contudo entre a dúvida e o medo do desconhecido , dizem que nesta cidade vivem as mulheres mais lindas de todo o mundo, brancas com olhos claros, cabelos pretos e lábios eternamente vermelhos. E os homens mais atraentes e fortes já vistos, que te provocariam bons sonhos por muito tempo.

Em todo caso algo tão perfeito assim merece certa desconfiança e cuidado. Se você resolver passar pela grande estrada proibida ao sul da Romênia, é melhor estar preparado para o atalho, é impossível que você não seja assaltado por pensamentos sombrios em meio ao som baixo na madrugada, e subitamente levado aos grandes portões da cidade. Como eu sei disso? Acho que você vai acabar descobrindo.



Atenção
+18
  • 5
  • 2

TULBA, A SERVA AUSTRAL escrita por Wendeltoti

Fanfic / Fanfiction TULBA, A SERVA AUSTRAL
Terminada
Capítulos 1
Palavras 2.205
Atualizada
Idioma Português
Categorias Um Tom Mais Escuro de Magia
Gêneros Aventura, Ficção, Suspense, Terror e Horror, Violência
Tema: Terror, Romance e suspense.

AUTOR:Wendel toti e amigos

O RELATO A SEGUIR, FOI ENCONTRADO EM UM PAPEL CARTA INTACTO EM MEIO ÀS CINZAS DE UM INCÊNDIO EM UMA CASA ABONDONADA EM QUE MISTERIOSANENTE HAVIA UM CASAL A FALECER
SEGUE OQUE ESTAVA ESCRITO:

Sempre fui um jovem quieto e um pouco anti social, mais tímido muito tímido mesmo.

EU gostava de uma garota, a mais linda da minha sala, mais ela nunca me dava atenção, para ser sincero foram poucas as vezes que troquei uma palavra com Ela 3 anos que estudamos juntos.

Mais um dia algo estranho aconteceu com Ela, ela sempre vivia arrodiada de amigos, sempre ficando com um ou outro cara, isso me doía tanto, Porque não eu ? Oque todos os garotos tem que eu não tenho ? Eu sou feio ? E porque sou pobre ? Ou me visto mau ? Ou não sou legal como os outros ?

Talvez esses tenham sido os motivos, mais naquele dia tudo mudou, foi uma tarde chuvosa é ela estava calada, o tempo passou e deu a hora de ir para a casa.

EU fui até a biblioteca devolver o livro que eu havia pegado, e quando sair da escola pude ver ela no ponto de ônibus, parei ao seu lado é a observei e ela olhou para min feito dois minutos de silêncio quebrado apenas pela chuva e o barulho dos carros que passavam pela Rua, ela me olhou como se esperasse que eu fizesse algo ali.

EU precisava fazer algo, mais pra min não era tão fácil assim, ela virou o rosto, então percebi que aquela fosse a única chance de me aproximar dela:
- Você está bem ?
Ela volto seus olhos para min, seus olhos vermelhos lacrimejando, sua roupa molhada e sua expressão de extrema tristeza
EU estava certo, aquela foi minha melhor oportunidade.

E NO caminho de volta para casa voltamos conversando E ela me contou tudo que havia acontecido, "decepção amorosa" Bem já era de se esperar Mais algo nasceu naquela conversa e aos poucos fomos nos aproximando.

Passaram -se alguns meses então apareceu um cara, um aluno novo da outra turma que veio no período da tarde, eu mau pesquei é lá estava ele dando em cima dela, ele estava cada vez mais próximo dela e ela mais distante de min.

Uma sensação terrível começou a tomar conta de min, era doloroso, triste, eu quis morrer quando vir os dois se beijando E ela já não voltava mais para casa comigo.

Não foi fácil, não foi fácil deixar aquilo de lado, mais os poucos momentos que passei ao seu lado foram incríveis mesmo sendo como amigos.

Bom como do lup tudo se repetiu, novamente eu a encontrei chorando dessa vez no banco do terminal rodoviário eu estava disposto a ignora-la e seguir meu caminho mais quando ela me viu correu em minha direção e me abraçou, tudo se repetiu dali para frente mais dessa vez estávamos mais fortes e depois de algum tempo nos beijamos pela primeira vez e foi ali que eu percebi que a amava.

Era perdidamente apaixonado por ela e então ela se tornou tudo para min.

Nossa relação foi ficando cada vez mais forte e começamos a namorar, o fim do ano chegou e com ele as férias, ela saiu de viajem para outro estado com sua família e eu fiquei aqui nessa Cidade.

Conversávamos todos os dias mais com alguma semanas ela não me respondia mais com a mesma frequência, a conversa já não parecia fluir como antes e no fim da tarde de uma sexta feira ela me ligou, sua voz não era mais a mesma eu percebi que tinha notado algo diferente e alguns minutos após o meu mundo desabou.

Ela havia ficado com outro cara é o sentimento foi tão grande que ela se entregou e os dois havia ido para cama, o telefone caiu da minha mão.

Você pode imaginar oque é isso ? Esse sentimento que me atingiu ? É inexplicável ! Porque isso estava acontecendo comigo ? Eu nunca fiz nada de mau p'ra ninguém ! Eu nunca fiz nada de errado, Eu não merecia isso, mesmo assim estava acontecendo…

Os dias após àqueles foram horríveis, ela não me mandou uma mensagem se quer, mais publicou frequentemente no seu Instagram fotos com seu novo homem.

Aquilo era demais para min, e foi então que eu encontrei algo na internet que me chamou atenção "ocultismo, a criação de uma tulba, um servo astral" pesquisei o máximo que pude.

Então tomei coragem necessária para fazer oque deveria ser feito, e estava pronto, inacreditável ! Mais Real! Minha tulba tinha a aparecia da garota que eu amava e ela tinha apenas uma missão ! Fazê-la novamente a gostar de min e para sempre ser apenas minha.

No DiA seguinte a invoquei, alimentei a tulba com uma gota do meu sangue e ordenei que se fosse, eu sabia que seria algo que não correria do dia para a noite, mais se esse era meu desejo minha criada certamente o realizaria, eu tinha dúvidas mais não restava nada mais se não crê em seu êxodo sobre meu propósito.

O dia se passou e a noite chegou, eu estava saindo do banho quando ela retornou, sua imagem apareceu no espelho do banheiro em quanto eu escovava os dentes , então eu me virei E perguntei:
- fez oque eu ordenei ?
Ela acenou com a cabeça afirmando oque havia feito, sair do banheiro e fui para meu quarto.

Minha criada continuava a me seguir, ela queria se alimentar e não sairia dali enquanto eu não fizesse, peguei a agulha da minha mãe e então furei meu dedo, uma única gota de sangue caiu sobre o sigilo e então ela sou dali.

Os próximos 10 dias foram a mesma coisa, porém no décimo primeiro dia foi que a mudança começou acontecer, dessa vez minha tulpa retornou mais tarde que o normal somente pelo fim da noite depois das 23 horas eu perguntei se ela tinha cumprido a missão e como de costume perfurei meu dedo para dar uma gota de sangue para ela, mais ela não permitiu que eu fizesse, se aproximou de min e ajuelhou-se inclinou sua cabeça para cima e abriu levemente a boca, isso me deixou perplexo, ela era apenas uma entidade mais naquele momento eu sentia ela me tocar, em todo conteúdo que eu lir nada mencionava algo parecido é a cara que ela fez me deixou mais estranho ainda, fiquei arrepiado é ordenei que ela me deixa -se, então minha criada me obedeceu é saiu, naquele momento eu me sentir aliviado é fui dormi.

Acordei com o sol atravessando a janela de meu quarto, algo não estava normal, fui olhar o Instagram de minha amada e percebi algo estranho, ela estava de luto ! Como assim ? O cara que ela estava namorando tinha morrido nesta madrugada é ela estava muito triste pela morte dele, eu entrei em desespero e fui p'ro banheiro,

- não! Não era isso que eu queria tulba, apareça !

A tulba apareceu é eu falei que não era pra chegar naquele ponto, então a tulba não falava nada apenas me olhava até sumir. Então naquela tarde eu refletir que tudo tava acontecendo de verdade, peguei no sono e acordei com uma ligação as 19 h da noite o telefone toca.
Era ela,a Ana que eu tanto amava, eu atendi e não falei nada, apenas escutava é respirava forte pra ela perceber que eu estava escutando ela falando.

Ela me pediu perdão é disse que tava arrependida, e que eu era diferente, eu novamente continuei calado apenas escutando, eu queria falar alguma coisa mais eu não podia ser tão fácil assim, Ana me trocou por outro cara não podia perdoar ela tão fácil assim.

Invoquei minha tulba, já era 23h da noite ela apareceu.

- vejo que você está fazendo bem o seu trabalho, agora vá até Ana é sussurre nos seus ouvidos coisas sobre min

Antes da tulba ir ela precisava se alimentar, mais uma gota de sangue não era mais necessário, aquilo me deixou apavorado, minha serva astral queria algo a mais de min…
Então minha serva se foi e eu fui assistir um filme, o filme acabou é eu fui dormi, entrei no quarto é deparei com minha serva astral deitada na minha cama ! Eu fiquei apavorado com aquilo, mais algo diferente aconteceu ali, ela estava com a mão direita no seios é a mão esquerda no cabelo, em min subiu um fogo e uma vontade de ficar com Ela, mais eu não podia, ela era minha serva astral seria muito estranho ficar com Ela, então ordenei que ela saísse da minha cama e ela não me obedeceu é ficou me chamando… me chamando… me chamando… então mais uma vez eu sentia ela me tocar, que coisa estranha isso, minha tulba deitou em cima de mim e desapareceu.

10 minutos depois Ana me liga novamente.

- alô ? Eu sonhei com você agora, eu sonhei que a gente ficava na sua casa na tua cama…

Então ali eu pude perceber que minha tulba foi a responsável por aquilo tudo…

Então eu conversei com Ana e voltamos a namorar, ela voltou de viajem é foram os melhores dias que passei com Ela, só que eu cometir um grande erro, após a tulba ter comprido com seu propósito de fazer Ana me amar, eu não quis me desfazer da tulba como ordenava os livros de ocultismo, pensei que futuramente precisaria da tulba é nunca mais a invoquei…

Os dias se passaram e Ana tinha um melhor amigo, os ciúmes foram tomando conta de mim

Será que ana vai me trocar denovo ?

Uma certa noite eu peguei no sono e entrei em um sonho, neste sonho eu via Ana indo abrir o portão de sua casa as 3h da manhã pro amigo dela entrar, então eles foram pro quarto dela e ficaram, e eu conseguia ver tudo, sabe ? Tipo uma câmera? Eu não conseguia me mexer, só conseguia ver eles dois ficando…

Me acordei com um ódio profundo no peito.

Será que foi por causa de eu não ter cumprido com meu compromisso com a tulba ?

Na manhã seguinte eu acordei com uma ligação de Ana, sua voz estava diferente.

- oque aconteceu Ana?

Ela me respondeu que seu amigo foi fazer um trabalho de casa e já estava muito tarde pra ele voltar pra casa, então ele dormiu lá na casa dela e amanheceu morto… fui até a casa dela, eu sabia que ana estava mentindo para mim, aquilo não foi um sonho só ali pude perceber que mais uma vez foi a tulba que me mostrou…
Então cheguei na casa de Ana é ela correu é me abraçou chorando, o IML
Ainda não tinha chegado é o corpo do amigo dela ainda estava estava lá…

Mais porque todo homem que Ana fica acaba morrendo ?
A minha tulba queria me avisar algo, mais eu fui teimoso demais, estava apaixonado por Ana, o tempo passou e lá estava Ana com outro cara, era só um vacilo meu pra ela está com outro cara, todos eles morriam, então eu pude perceber que por mais que eu tentasse eu não conseguiria mudar a personalidade de Ana…

Então eu percebi que minha tulba estava querendo me avisar algo, mais eu queria dar um fim naquilo.

Fui até a casa de Ana pela a madrugada conseguir entrar no quarto dela pela janela e me deparei com Ana comendo seu namorado, Ela era um monstro da cabeça deformada, a porta de seu quarto tinha 2 metros de altura e mesmo assim ela ficava abixada para passar na porta, monstro horrível! Me vir sem saída e voltei correndo para casa, apavorado olhei para atrás !!!! Ela estava me seguindo no meio da madrugada, cada vez que eu corria mais rápido ela chegava mais perto de mim, já imaginou um monstro de 2 metros de altura da cabeça deformada te seguindo ?

Me refugiei para uma casa abandonada no meio da floresta, ali eu percebi que tinha que dar um fim nisso tudo, nessa bagunça toda !

Peguei no sono ! Me acordei com as zoada das folhas sendo quebradas com pisados fortes, algo passava pelas as árvores assobiando, E AGORA? A PILHA DA LANTERNA ACABOU ! ESTOU NO ESCURO, Tranquei as janelas e as porta, não conseguia ficar em paz com aqueles gritos, árvores mexendo é ventando muito forte !

ANA CHEGOU ! INVOQUEI MINHA TULBA UMA ÚLTIMA VEZ !
NAQUELA NOITE SOMBRIA NO MEIO DA FLORESTA ESTAVA PRESTES A DAR UM FIM NAQUELA MALDIÇÃO…

A TULBA ABRIU O SIGILO E MATOU A ANA…

NUNCA MAIS A CIDADE OUVIU FALAR DA GENTE

A TULBA CONTINUAVA A ME SEGUIR POIS PRECISAVA SE ALIMENTAR ! E EU ? EU ALIMEBTEU A TULBA !
PASSARAM -SE ANOS E EU NÃO AGUENTAVA MAIS AQUILO

AQUILO ESTAVA TOMANDO CONTA DE MIM… COBRIR A CASA DE GASOLINA !


HOJE VOU ME ENCONTRAR COM ANA ! SO QUE EM OUTRO MUNDO !

A CASA PEGOU FOGO MISTERIOSAMENTE E NUNCA MAIS OUVIRAM FALAR DELES NOVAMENTE… FIM…

DIZ A LENDA QUE DEVEMOS TER CUIDADO O ESFORÇO QUE FAZEMOS PARA FICAR COM UMA PESSOA…

AUTOR: WENDEL TOTI E AMIGOS
  • 0
  • 0