História Accept Me - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Comedia Romantica, Drama, Kim Namjoon, Rap Monster, Romance, Shoujo
Visualizações 4
Palavras 1.166
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Segundo capítulo
Espero que gostem, boa leitura. ♡

Capítulo 2 - De volta aos corredores


Fanfic / Fanfiction Accept Me - Capítulo 2 - De volta aos corredores

Gotas de chuva escorriam lentamente através do vidro externo da janela, o céu apresentava tons de cinza que a cada gota caída o deixava mais denso. Necessariamente a luz do quarto devia ser ligada, em plena 06:00 da manhã o dia não dava sinal de muita iluminação.

Meu corpo estava descansado, meus olhos pôs-se a abrirem após o breve bocejo, com isso levantei-me.

                            [...]

Calçando um Converse vermelho, deixei minha cama e avancei a penteadeira branca a frente onde se encontrava minha mochila azul escura, nela abarcando três diferentes chaveiros. 

A porta foi aberta, Nam Hong-Joo entrou com pressa ao cômodo, observando o relógio que pontuava 07:05.

— Que bom que está pronta, vim buscar-lhe. No caminho você pode ir verificar o horário conosco! - Concluindo, Hong-Joo agachou-se puxando uma mochila vermelha embaixo da cama beliche.

Conosco? Há mas alguém com ela? Notei a presença da garota de cabelo curto próxima a porta, que estava a conversar com outras meninas que passavam ali. Suas mechas roxas destacavam seu cabelo loiro, possuía um turbante preto que permitia poucos fios tomarem a frente dos restantes deixando uma aparência descontraída.

— Sim. Preciso me informar antes de ir a aula. - Considerando, saí do quarto esperando Hong-Joo.

Hong-Joo parecia ter pressa, embora parecesse desconfortável com algo optou a tentar mostrar naturalidade. Isso é fácil notar, coreanos sempre buscam modéstia ou honestidade em suas ações e diálogo, Hong-Joo deixou-me confusa.

                         [...]

De volta aos corredores, sem olhares nem conversinhas paralelas, a pressa e as responsabilidades de cada um tomava o lugar de coisas fúteis ou inconsistentes.

O horário encontrava-se emoldurado em uma parede próximas as incontáveis portas, incluía um afinado vidro com transparência suficiente para o entendimento das pequenas letras em hangul. Eram muitos ofícios, muitas salas e diferentes horários, a fluência em coreano travou em minha garganta impossibilitando ler tudo aquilo rapidamente.

— Minha primeira aula é no prédio "E", preciso ir antes das 07:40. Você consegue encontrar o restante sozinha? - Me questionou Hong-Joo.

— Claro, não se preocupe com isso, obrigada por me acompanhar até aqui. - A agradeci reverenciando-a.

Fazendo o mesmo, a garota se retirou acompanhada da loira que nem se quer resolveu se apresentar. Não dei muita importância, aliás, a química que ela provavelmente usou em seu cabelo não cheirava muito bem. Sorri comigo mesma.

Apontei meu dedo tentando achar minha primeira sala, lendo cuidadosamente consegui encontrá-la, 07:40 era o horário e já são 07:26, com certeza devo tomar pressa assim como todos ao redor.

Ao virar retomando o caminho me surpreendi com uma presença repentina, seus olhos fitavam os meus e entrelaçavam o sentimento de antipatia e desgosto ao encontrá-lo. A mesma expressão, os mesmos lacaios ao lado, os mesmos lábios sem  conter um sorriso que não envolvesse sarcasmo. Minha breve observação física do alto garoto me fez notar a diferente coloração de seu cabelo, mudado para tons escuros envolvendo preto. 

— Algo me diz que o dia vai ser ótimo, longo talvez para outras pessoas, até mesmo difícil. - Dirigindo isso a seus amigos, o garoto deu gargalhada.

— Com licença. - Toquei em seu braço o passando para o lado, dando passagem a frente novamente. 

O mesmo considerando minha ação segurou em meu ombro direito.

— Cuidado com suas ações, não procure se prejudicar sem mesmo ter assistido sua primeira aula, Anna. - Encarando-me com seriedade, largou meu ombro.

— Talvez você deva tomar cuidado, se tocar em mim novamente o único prejudicado será você mesmo. - Ousei o repreender, não devo baixar a guarda com alguém que procura problemas sem mesmo ter motivos.

O rapaz aproximou seu rosto de meu ouvido, possibilitando eu ouvir a voz que, de calma passou a ser rígida.

— Sei de você, em um piscar de olhos posso fazer sua imagem mudar. - Foi o que ouvi.

— A única coisa que devia mudar aqui é sua arrogância, no mesmo ritmo que muda seu cabelo. - O repondi encarando seus olhos, com isso poderia me retirar.

O garoto de sobrancelhas franzidas optou por silêncio no momento, deixando-me ir, por mais que eu saiba que ele poderá pegar mais ainda no meu pé.

Veio a tona de que se eu continuasse ali estaria completamente prejudicada, mesmo sem merecer, esse foi o motivo de não usar meu Taekwondo para lhe quebrar dois dedos.

 Meu caminho pareceu ser menor, afinal o prédio "C" era próximo dali. A Universidade é composta por onze enormes prédios, os mais padrões envolviam salas livres para debate e espaços amplos para estudo e intervalos. Nem em todos, mas por volta de uns seis continham lojas de alimentos e também lanchonetes com espaço para alimentação, as famosas cantinas.

Para ir ao encontro deles, era necessário seguir caminhos ao ar livre, alguns envolvia escadas, ladeiras ou até um simples caminho de pedras brancas.

O tempo estava desabando lá fora, meu relógio de pulso marcava 07:34, esses seis minutos restantes era o que eu precisava para chegar a tempo. Caminhei até as mesmas portas de vidro de ontem, que abriam-se a todo instante, sem pausa. Os guarda-chuvas que deviam estar próximo a elas pareciam ter sido todos já encontrado um dono provisório, até que a chuva passasse.

— Oi novamente, quer companhia até sua aula, em meu guarda-chuva? - O rapaz de boné sorria, era Jae-Chan.

— Olá, obrigada eu realmente estou precisando no momento. Estou indo ao prédio "C". - Diretamente o respondi.

— Ótimo, estou indo ao prédio "D", ao lado do seu, o caminho será curto. - Ele começou a andar.

Jae-Chan é de fato muito bondoso, sua gentileza combina perfeitamente com seu sorriso que expressa alegria.

— Queira vir mais próximo, possível que venha a se molhar estando um pouco distante. - Ele me aproximou enquanto andava.

— Ok, mas não quero ocupar muito espaço, também poderá molhar-se apenas me priorizando. - Me preocupei.

— Não há problema nisso. - Esclareceu ele olhando o caminho a frente.

Não pensei no que responder, mas concordei com um simples gesto de consentir com a cabeça. Tanta gentileza, em apenas duas conversas realizadas, de fato há bondade nele.

O prédio cinza rodeado de árvores encontrava-se poucos passos a frente, sua estrutura era incrível, realmente a modernidade tem seu lugar em D.Y.U.

— Está entregue, Ana Cláudia. - Parando na frente da porta giratória do edifício, Jae-Chan despediu-se.

Deslocando-me a entrada novamente agradeci e me despedi. Havia guarda-chuvas ali, caso o tempo insista em continuar fechado estarei segura ao sair para as próximas aulas.

              

                           [...]


Duas aulas seguidas foram concluídas, já são 10:43. Meu próximo destino seria comer, afinal meu café da manhã estava mais que atrasado, até 12:20 eu estarei livre para revisar ou fazer outra coisa que seja importante, a aula prática será aplicada em outro prédio, assim fui informada. 

A chuva havia parado, deixando o vento frio tomar vez, o céu permanecia cinza e sem sinal de sol. Um dia pouco farto talvez, mas não se comparava de  como que sentia-me.







Notas Finais


Espero que tenham gostado, logo sairá continuação! Obrigado por ler ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...