1. Spirit Fanfics >
  2. Boku no Zombie >
  3. Caminhada

História Boku no Zombie - Capítulo 59


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei cedo :v ahuahauahauahau
Antes de começar o capítulo, queria saber se vcs tem interesse de um grupo da fic... tipo, eu criar um e vcs entrarem :v sei la, so pra saber meixmo

Enfim, boa leitura :D

Capítulo 59 - Caminhada


Fanfic / Fanfiction Boku no Zombie - Capítulo 59 - Caminhada

Bem... depois de quase apanhar, as coisas se resolveram, pelo menos em parte - ainda tem o lance do Touya. -, o meu relacionamento com o meio ruivo foi "descoberto" por todos da casa, com exceção daqueles que ja sabiam. O único que percebi se roer com isso foi o próprio Touya, nunca vi tanta obsessão.

Ah, tem também a questão da Momo-san, acabei descobrindo o que ela queria tanto me dizer, e não era lá muita coisa, ela só me disse um local que dava para transar em paz, sem se preocupar se alguém ouviria - mesmo eu me questionando. -, no fim ela pareceu aceitar, alegando que a paixonite por Shouto foi só uma fase.

E com tudo isso, até me esqueci da presença de uma criatura... sim... essa mesma, a Himiko...

Lá estava eu, lavando os pratos bem pleno, quando vi pela janela a minha frente uma cena que me deu arrepios, Himiko e Touya conversando, é o fim do tempos, so pode.

Não sei se foi porque perceberam meu olhar nada discreto, mas a conversa não demorou muito e logo se distanciaram.

Izuku - O que vocês estam aprontando... - Acabei por pensar alto.

Ochako - Quem? - Ouvi-a falando atrás de mim, faltei so quebrar os pratos de porcelana da minha mãe do susto que tomei.

Izuku - Vai matar outro! - Suspirei aliviado, colocando a mão sobre o peito.

Ochako - Osh vai ser estranho assim em outro lugar... - Ouvi seus passos se distanciando.

Agora o mais estranho é ela não ter terminado a frase com algum palavrão...



.



Shouto - Pensando em algo? - Perguntou, preocupado.

Izuku - Apenas preocupado se a minha mãe pegar a gente procrastinando. - Passeia mão nos cabelos bicolores.

Estávamos mais a dentro do terreno da casa, próximos a um bosque, debaixo da sombra de uma árvore, sentando, enquanto Shouto está com a cabeça em meu colo, obviamente que fugindo das tarefas da casa.

Shouto - Quem deu a idéia? - Sorriu ladino, me provocando.

Izuku - Cala a boca, você também é culpado por concordar. - Apertei o seu nariz. - A propósito, quer explorar o bosque?

Shouto - Não trouxe nenhuma arma, como vamos nos defender se encontrarmos algum zumbi?

Izuku - Hm... correr?

Ele riu e se levantou.

Shouto - Gosto de encontros perigosos. - Sorriu ladino e se pôs de pé, dando-me a mão para eu levantar.

E então a minha idéia maluca se concretizou, andamos um pouco além das cercas do terreno, por dentro do bosque. Era silencioso e conseguir ouvir o som dos animais, em sua maioria os pássaros.

Izuku - Sabe... eu me sinto feliz nesse mundo... - Soltei enquanto caminhávamos. - Nunca pensei que acabaria namorando um gângster safado. - Olhei-o de canto.

Shouto - Nem eu um universitário temperamental. - Provocou, andando mais a frente.

Izuku - Ei!




Enquanto isso...

Autora's P.O.V

Não muito longe de onde os dois estavam, todos faziam as tarefas que lhes foram designadas, aparentemente tudo normal, como sempre...

Porém, a movimentação de dois mostra que aquele dia pode não terminar como todos os outros.

Touya - Tudo pronto? - Perguntou, segurando uma corda e uma faca.

Himiko - Hai, os dois saíram, vai facilitar nossa ação.

Touya - Mas ainda tem o seu grupo... eles podem atrapalhar. - Encostou-se na parede, cruzando os braços.

Himiko - Cuido deles, apenas se preocupe com a sua parte. - Soltou um sorriso, logo deixando o recinto.


Notas Finais


Lancei a bomba e sai correndo :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...