1. Spirit Fanfics >
  2. Driving Love - Imagine Lee Jong Suk >
  3. "Você é imprevisível!"

História Driving Love - Imagine Lee Jong Suk - Capítulo 11


Escrita por: e jeni272


Notas do Autor


Oiiiii!!! ❤️
Tudo bem?
Estão com frio aí? Calor?
Aqui em SP tá um frio do cão!
Se cuidem! 🤧❤️

Capítulo 11 - "Você é imprevisível!"


Fanfic / Fanfiction Driving Love - Imagine Lee Jong Suk - Capítulo 11 - "Você é imprevisível!"

-Capitulo 11 "você é imprevisível"


Eu volto ao trabalho, Chaemin continuava toda boba sorrindo. 


Porém ela fica assustada e sai até o balcão para pegar café.


Olho para trás e vejo Chin Sun.


-Unnie!!!


-Sem esse cara de Alegre e feliz em me ver! Me conta! Oque aconteceu na casa do… embuste?


-Aigoo… bem…. 


Contei todos os mínimos detalhes a ela.


-Meu Deus… Incrível! Acho que o Embuste sentiu ciúmes!


-Pirou? Ciúmes? Por quais motivos?


-Ora S/n, sinceramente, fiz a coisa certa em não vir.


Eu dou um tapa no braço dela.


-Por que não veio?


-Aish! Agressiva! Eu não vim pois estava ocupada com a Jihyo.


-Jihyo? 


-Sim ela adoeceu, tive que ir vê-la.


-Pobrezinha! Vou falar com ela mais tarde!


Nós duas estávamos conversando até que o CEO aparece surpreendentemente na nossa sala.


Todos se levantam e se curvam a ele, logo se sentam novamente.


*S/n off


*Jong Suk on


-Secretaria Chin...Sun? 


Eu abro a minha porta e não a vejo na mesa dela.


-Ya, Sr. Yang? Viu a Senhorita Park Chin Sun?


-Oh sim, ela disse que foi a sala de designer, vou chamar ela para o senhor!


-Designer? Ah! Não eu vou!


"Na sala da S/N? Essas duas! Como ousam irem fofocar no horário de trabalho?"


Chegando na sala, todos, como de costume, se curvam.


-Senhorita Kang S/n? Está trabalhando? Ou está fofo… -Ela corre até mim sorrindo.


"O-oque essa maluca está fazendo? P-Por que meu coração tá acelerado?"


-CEO! Eu tive uma ideia!!! Oh espere! -Ela recupera a respiração -Estou sedentário, desculpe, mas voltando! Tive uma ideia! 


A Chin Sun se levanta e fica ao lado dela.


-É realmente uma boa ideia, CEO.


-V-vamos em minha sala.


Eu me viro. Tive que dar vários socos no peito, meu coração errava as batidas.


"Achei que aquela desajeitada fosse tropeçar e cair em cima de mim! Aishh coração idiota!"


*Jong Suk off


*S/N on


Chegando na sala, Chin Sun, fica ao lado da mesa e eu se sento a frente do Jong Suk.


-CEO, eu tive essa ideia hoje cedo! Eu estava pensando em vo...


Ele me olha arregalado os olhos.


-Pensando em Vo...dka!  Sabe eu amo beber! Bem mas pensei exatamente nisso! Eu aprendo rápido a usar as coisas, consegui esse protótipo da minha ideia!


Coloco o tablet na mesa e ele pega e olha detalhadamente.


(Exemplo do protótipo na capa)


-S/n…


Ele olha fixamente ao tablet, vejo um sorriso surgindo, assim sorrio também.


-Sim CEO?


-Incrivel… Não imaginei que era criativa! E-Eu estou realmente impressionado! -Ele olha para mim.


"Pare de sorrir assim para mim! No fundo você é o embuste de sempre!"


-O-Obrigada CEO… 


A Chin Sun daí um 'joia" para mim.


Eu sorrio.


-pensei em um nome! Ele levanta sorrindo ainda mais -esse carro por algum motivo me lembrou como se o carro fosse um profeta! Um vidente ou um… -Eu o corto.


-Um viajante do tempo?


Ele me olha surpreso.


-Sim! Wow! Incrível! 


Intencionalmente eu coro e olho para baixo.


A Chin Sun se retira lentamente da sala.


-S/N! O que acha de prophecy? 


-Profecia em inglês? Sim! Como se ele fosse uma previsão do nosso futuro! -Eu me levanto por instinto.


Eu estava muito feliz com minha criação.


Ambos sorrimos juntos.


Eu pego o tablet.


-CEO, não ficou tão bom o protótipo, que tal pedir para alguém mais profissional refaze-lo? 


Ele se aproxima.


-Sim, podemos fazer um vídeo do protótipo e se tudo der certo, podemos fazê-lo S/n! 


-Wow! omo! -Eu fiquei muito emocionada e meus olhos se encheram de lágrimas, mas de felicidade.


Ele ri e sem pensar me abraça.


-Obrigada Senhorita Kang S/N! 


"ok… é um abraço profissional S/n!"


Eu retribuo o abraço.


Logo ficamos envergonhado e nós soltamos.


-Me desculpe… -Ele se solta e se curva.


-Sim. Desculpe-me! -Me curvo também.


Eu pego o tablet.


-Bem, tem suas coisas na minha casa, o Sr.Kim disse que iria deixar suas coisas separadas, ele não encostou em nada íntimo, ele chamou a empregada para isso. Mulher! Empregada mulher!


-Ah, sim! Eu agradeço, eu agradeço como pessoa, não como funcionária, obrigada Jong Suk! Pela moradia temporária.


-Ah sim, de nada.


"Que clima… Melhor sair!"


-Vou voltar a minha sala CEO, obrigado por ouvir minha ideia antes da reunião em equipe!


-Ah sim! Sim…


Me curvo e saio.


"Meu coração!!! Estou morrendo? Aish bate de errar as batidas!!! Aish!"


-S/n? Está bem? 


-SIM! -Eu grito.


-Uou… ok…


*S/n off


*Jong Suk on


"Meu Deus! Coração idiota! Coração idiota! Cérebro! Porque  me fez a abraçar? Aish!!! Ah! Esqueci de deixar uma cópia comigo do protótipo!"


Com muita vergonha mando mensagem a S/n.


_Ah, S/N? Poderia me enviar por email uma cópia do protótipo?_


_Oh sim CEO! 😚_


"POR QUE ESSE EMOJI DE BEIJO?" 

Eu corei tanto, que poderia me comparar com um pimentão vermelho! Um simples emoji me fez ficar envergonhado.


"Espere, é um beijo sem coração, quer dizer que ela não tem interesse? No Brasil eles se despedem beijando o Buchecha! É Isso! Ela não tem interesse! É isso… Ela não tem interesse em mim? Há! Eu que não tenho interesse nela!"


*Jong Suk off


*S/N on


Quando fui responder a mensagem….


"Aish, não podia pedir depois? Eu estou envergonhada! Aish!"


Respondo "Oh sim CEO!", Porém não Clico em enviar.


Eu bato a tela na testa.


-Aish, estou louca, para de pensar idiotices!


*Barulho de mensagem enviada*


Eu olho para a tela, até meus olhos caírem numa bolinha amarela.


"POR QUE ENVIEI ESSE EMOJI?"


Ele estava digitando…


"NÃO RESPONDA! NÃO!"


Fecho os olhos e ouço uma mensagem dele enviada.


"Ótimo vou levar um xingo agora…" 


Abro os olhos lentamente e me surpreendo com a resposta….


_😙_


"O QUE? JONG SUK? ESTÁ LOUCO? MEU DEUS!" 


Joguei o celular longe e me debruço na minha mesa.


"Eu sou idiota e esse embuste é mais ainda, omo, nunca mais olharei na cara dele!"


(Mari: Sinceramente kkkkkk Estou boquiaberta kkkkk sério! Kkkkkk tá acontecendo Brasil! Meu shipp! 😂😂)


QUEBRA DE TEMPO


Deu nosso horário. Arrumo minha coisas…


E eu ainda tinha que ir buscar minhas coisas na casa do embuste… estava morrendo de vergonha!


Desço até o térreo.


Quando as portas do elevador se abre…


"Não, não, não e não!"


O Jong Suk estava de pé na porta.


"Ele não está me esperando né?"


Me aproximo dele e me curvo, logo sigo meu caminho, porém em vão.


Ele segura meu braço.


-Senhorita S/n? 


"Não!"


-Sim? 


-Eu a levo até a minha casa.


"Não quero!"


-Ah sim, Obrigada!


"Qual o seu problema boca? Aish!"


Ele oferece o capacete e eu pego.


No caminho foi um silêncio completo!


Quando chegamos, logo quando abrimos a porta vemos o Taeyang.


-Eu te odeio Lee Jong Suk.


-Olá Hyung.


-"Olá Hyung"? Sério? Por que fez isso?


-Taeyang? Está cheirando a álcool… seria melhor entrar e tomar um banho oppa…


-S/n? Não vá com ele, eu gosto de você! -Ele diz segurando minha mão.


O Jong Suk olha e franze as sobremesas.


-Oppa, está bêbado, melhor entrar, não está falando nada com nada -Tento me soltar.


O Taeyang puxa meu braço e me abraça a força.


-S/n, Estou sobreo! Sério, wow que cheiro de perfume!


-Chega… Hyung sai! 


O Jong Suk empurra a o ombro do Taeyang.


-Não o empurre Jong suk. T-Taeyang, pode me soltar? Por favor?


-Sim… -Ele me solta calmamente.


-Hyung, vamos para dentro, ok? -Jong Suk coloca o braço dele em volta do seu pescoço. -S/n, vamos entrar.


Quando entramos o Sr.Kim vai ao encontro do Taeyang.

 

-Filho? Qual seu problema? Vamos, pode deixar Jong Suk, eu o levo. -Diz Sr. Kim colocando o braço de seu filho em volta do pescoço.


O Jong Suk o solta e os observa subir as escadas. Assim que entram no quarto do Taeyang, ele se vira para mim.


-Desculpe por isso, ele normalmente não bebe muito, não sei por que ele bebeu hoje… Mas fique a vontade.


-Ah sim! Ok! Vou só subir e pegar minhas coisas e ir!


-Ah… Certo! 


-Sim! -Sorrio sem graça.


Eu ia subia as escadas, ele ainda estava parado na escada.


-Com licença, mas… S/N, o que significa aquele beijo?


-Beijo? Q-que beijo Jong Suk?? -enrosco o pé no buraco entre os degraus da escada e me viro para ele.


-Não beijo! Aquele emoji! Aish… Não gosto que me mande emoji! É meio… - Ele olha para o meu pé.


-Ah eu não enviei por que eu quis, o celular bateu na minha testa, daí foi sem… -Olho para o meu pé também.


-Em toda a minha vida, nunca vi um ser enroscar o pé entre os degraus… Meu Deus…


Ele se abaixa e segura o meu pé e o vira com delicadeza.


"Não olhe muito, não olhe muito! Meu pé tá cheio de bolhas…"


Ele solta meu pé, segura meu braço e me guia para o sofá.


-Sente-se. Por favor.


Eu me sento sem ao menos entender o que estava acontecendo.


Ele vai até um armário e pega uma caixa.


Ele se senta no chão a minha frente e coloca meu pé em sua coxa.


-Que bolhas horríveis, por que não passou remédio? Pode inflamar! 


-Eu… não passava pois sempre que eu passava, no dia seguinte fazia outra… eu desisti de passar.


-Por que desistiu rápido? Por que não usou tênis? 


-Bem, está no contrato, "Recomendação usar saltos confortáveis".


-Sim! Confortáveis! O seu está velho! 


-Desculpe, mas é meu único…


-Ah… bem, desculpe pela grosseria.


Ele pega uma pomada da caixa e passa nas bolhas que havia em meus pés.


-Não sente nojo de toca-las? 


-Por que eu sentiria? Eu estou a ajudando, deve ser desconfortáveis.


-Sim, muito!


Ele em seguida pega um band-aid e os colocam no pé.


-Gostou da "declaração de amor" do Taeyang? -Ele ri.


"Uma vez Embuste, sempre embuste…"


-Não foi declaração! Ele está bêbado, não sabe o que fala.


-Não acho que ele mentiu! Conheço meu Hyung, mas gosta dele?


Foi uma pergunta bem direta, meu coração até errou uma batida naquele momento.


-O Senhor é bem direto né?


-Não fui direto ainda.


-Ainda não? Quando for então, nossa! Sinto pena de quem for ouvir.


-Pena? Por que pena?


-Talvez não sinta pena dessa pessoa, você é imprevisível, fora do comum, nunca sabemos como reagirá ou o que dirá.


-Concordo com o imprevisível.


-Sim! Quando eu o conheci, não imaginei que não iria me ajudar com aquele homem, achei que iria me ajudar…


-Desculpe.


-Não tudo bem, você tem seus motivos para não ter me ajudado… 


-Não to me desculpando por isso!


O olho confusa.


-Aish, vou ser imprevisível agora, não se assuste.


-Me Assustar, mas…. 


"???"
























Notas Finais


Dica da Mari: Não se iludem, ainda não! 🤭
(Desculpem pelos erros ortográficos)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...