História Reviravoltas - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtanboys, Kpop, Mudança, Taegi
Visualizações 19
Palavras 1.571
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não disse que seria mais ágil com esse cap. ? Pois é, voltei! Já estou entrando na reta final da história, e quero que seja algo bom, então tenham paciência com minha pessoa e até logo...

Capítulo 11 - Xl


Yui


Passar o dia com Jin ontem foi muito bom, bem reconfortante. Por mais que briguemos às vezes e que enchemos a paciência um do outro com besteira, eu e Jin somos irmãos bem unidos. Desde pequenos, por causa do serviço dos meus pais, que os impediam de está regularmente presentes em casa, eu e Jin passamos a cuidar um do outro e assim nossa amizade e nossa irmandade se fortaleceu.

Estou deitada no sofá da sala mexendo no celular, quando recebo um convite de amizade no facebook, clico na notificação e vejo quem é. Não a conheço, mas me parece ser uma jovem bem simpática. Aceito seu pedido de amizade e logo a mesma me manda mensagem no chat.


~ Chat online


Jovem: Bom dia, tudo bem?


Yui: Bom dia, estou bem sim e você?


Jovem: Estou muito bem! Obrigada por aceitar minha solicitação.



Yui: Por nada! Por acaso nos conhecemos?


Jovem: Não sei, mas te achei bem familiar! Me desculpa ja chegar assim, é porque você se parece muito com uma amiga minha do ensino fundamental que perdi contato a muitos anos.


Yui: Tudo bem!


Jovem: Aqui, tenho essa foto que tiramos no último dia de aula, junto com alguns outros alunos da classe!


#Foto


Yui: Espera um pouco!


~Chat Ofline


Deixo o celular em cima do sofá e corro até meu quarto, pego uma caixa no fundo do meu guarda roupas e a levo para a sala, me sento no sofá e abro a caixa. Essa caixa estava guardada no meu guarda roupas desde que me mudei para cá, nela eu guardei fotos e outras coisas que me lembram dos bons momentos que passei na minha antiga cidade. Mesmo sendo boas lembranças, ao me lembrar da minha antiga cidade, eu me lembro ainda mais dos momentos ruins que passei, então evito mexer nessas coisas. Olhando as fotos, acho dentro de um envelope a mesma foto que a jovem me mandou no chat, olho atrás da foto e vejo escrito com duas letras diferentes “Clarissa e Yui, nosso último dia na turma da 4º série!”, junto dela estavam as outras fotos dos outros anos que estudamos juntas, já que todo final de ano, depois que noa conhecemos, tiravamos uma foto juntas e guardavamos de lembrança.


-Não acredito! - Digo olhando as outras fotos que estavam no envelope. - Clarissa, eu tinha me esquecido de você! - Sinto uma lágrima escorrendo em meu rosto.


Quando me mudei, bloqueei da minha mente, tudo aquilo que me lembrava do passado, e sem querer me esqueci também de Clarissa, aquela garotinha que me confortava toda vez que alguém fazia alguma maldade comigo, ela me defendia com unhas e dentes, o que me lembrou do dia que ela bateu no menino que me empurrou da escada e a diretora teve que chamar os pais dela na escola por que o menino ficou com as marcas das unhas dela nos braços e no pescoço.

Pego o celular novamente e volto para o chat.


~ Chat Online


Yui: Clarissa, é você mesmo? Não acredito!


Clarissa: Sim, sou eu! Então eu acertei, você mudou tanto, está tão mais bonita e crescida!


Yui: Que saudades, como eu pude ter me esquecido de você?


Clarissa: Como você está? Você sumiu e nunca mais deu notícias!


Yui: Me desculpa, depois que me mudei para cá, eu apaguei da minha mente tudo aquilo que passei ai na nossa antiga cidade, então por consequência eu apaguei os contatos também, me perdoa!


Clarissa: Tudo bem e eu não estou mais morando naquela cidade, me mudei para a Califórnia com meus pais e estou morando aqui já faz 3 anos!


Yui: Que bom! Como está sendo? Como foi depois que eu mudei, viveu uma vida mais tranquila sem ter  que bater em ninguém para me proteger? Hahaha


Clarissa: Digamos que vivi mais tranquila sim, mas senti muito sua falta, mesmo com a encheção de saco daqueles garotos, eu gostava tanto de está com você! E aqui na Califórnia está muito bom, a cidade aqui é linda!


Yui: Que bom, fico feliz que está vivendo bem!


Clarissa: E você, onde está morando agora? E como está sendo?


Yui: Estou morando na Coreia, na cidade natal do meu pai! Aqui está sendo muito bom, aconteceram algumas coisas, mas está tudo resolvido agora! Bem, para ficar melhor de conversarmos, aqui esta meu número, me chama no whatsapp!


Envio meu numero para ela e logo ela me manda mensagem no whatsapp e continuamos conversando e contando sobre o que aconteceu nesses anos que passamos longe. Fico muito feliz em voltar a ter contato com Clarissa, que mesmo depois de anos continua uma pessoa maravilhosa e muito simpática.

Passa-se horas e ainda estamos conversando como se nunca tivéssemos estado longe, pois tantos anos geraram historias para contar. Decidimos manter nosso contato e a nossa amizade depois desse reencontro.

~Chat Ofline


Clarissa precisa sair por causa de um compromisso com os pais dela, então deixamos para terminar de conversar quando ela voltar. Jin chega em casa com algumas sacolas e então me levanto para ajudá-lo.

- Eu to muito feliz, meu Deus! - Digo pegando algumas sacolas.

- O que aconteceu? - Jin fala.

- Clarissa!

- Quem? - Jin pergunta confuso.

- Lembra que na minha 3º série, uma menina que bateu no garoto que me empurrou da escada? - Digo pondo as sacolas na mesa de centro da sala.

- A sim, lembrei! O que tem ela? - Ele diz.

- Tínhamos perdido contato depois que nós mudamos de cidade, mas por coincidência ela encontrou meu perfil no facebook e veio falar comigo! - Digo - Nossa que saudades que bateu dela!

- Que bom que vocês voltaram a ter contato! - Ele responde sorrindo para mim.

- Sim! - Digo olhando dentro das sacolas. - Mudando de assunto, o que são esse tanto de sacola? - Pergunto.

- Ata, são algumas decorações de natal, as nossas já estavam velhas então a mãe mandou comprar novas!

- Porque não me chamou para ajudar a comprar? - Digo tirando algumas coisas das sacolas.

- O Hope me ajudou! - Ele para, olha para a porta aberta e fica procurando. - Ué, falando nele, porque ele ainda não entrou com as outras coisas?

- Ele veio? Faz tempo que não o vejo! - Digo ainda curiando as sacolas.

- Sim! Ele deve ter ouvido a sua voz e voltado para o carro. - Jin começa a rir.

-Como assim? O que eu fiz? - Digo olhando para Jin.

- Não fez nada! Ele está com vergonha de olhar para você depois daquele dia!

- O dia da porta? - Digo com vergonha só de imaginar.

- Sim, ele deve está achando que você pensa que ele é um pervertido ou coisa do tipo! - Ele diz e me sinto meio mal com isso, pois eu não pensaria algo do tipo, mesmo que não nos demos muito bem.

Em relação a essas coisas, Hoseok sempre teve muito respeito comigo, então seria muito errado da minha parte pensar algo do tipo sobre ele.


Paro de mexer nas sacolas e vou até a porta, olho para os lados e o vejo sentado no carro olhando para o teto.

Vou até o mesmo e chamo sua atenção, ele olha para mim e depois desvia o olhar.

- Oi! - Digo a ele.

- Oi! - Ele responde.

- Olha, aquele dia, foi culpa minha de não ter fechado a porta direito, não precisa ter vergonha, eu não te julgo nem nada! - Digo me encostando de costas para o carro.

- Desculpa, você deve ter ficado com vergonha, não foi minha intenção! - Ele diz ainda sem me encarar.

- Sim, fiquei com vergonha, mas já passou! - Sorrio sem graça.

- Eu só estava curioso de como é seu quarto, sei lá! Desses anos todos que frequento essa casa, seu quarto é o único cômodo que não faço a minima ideia de como é! - Ele diz e dessa vez vira o rosto olhando para onde estou. - Eu não fazia ideia de que estaria lá!

- Entendi! Tudo bem, se quiser eu te mostro depois, não precisa ficar na curiosidade! Se bem que meu quarto não é grande coisa, é como um cômodo qualquer da casa! - Começo a rir simpática.

- Tenho certeza que o ambiente lá dentro é diferente do resto da casa! Um ambiente mais sombrio! - Ele fala brincando e começamos a rir.

- Sabe, eu andei pensando esses dias e deveríamos nos dar uma trégua! Sei que a maioria das nossas discussões são por minha causa, mas convenhamos que você implica bastante também!

- Concordo! - Ele diz e sorri como quem se sente em um momento de paz e nostalgia. - Ainda mais nesses dias de festa, acho que seria bem chato, tanto para nós quanto para os outros, se ficássemos de intriga enquanto todos só querem aproveitar e se divertir! - Ele se vira para fora do carro e me olha.

- Então, estamos em paz? - Digo e estendo a mão para ele.

- Em paz! - Ele aperta minha mão e se levanta do carro.


Depois de tanta briga e tanta implicância de ambas as partes, o que nos faltava era atitude de alguma das partes para que tudo virasse passado. Então como todas aquelas brigas, implicâncias e etc. começaram por infantilidade minha, nada mais justo que as desculpas começarem também por mim. 


Tudo resolvido, ajudo Hoseok a pegar o resto das sacolas no carro e levamos para dentro de casa.

Hoje o dia foi realmente muito bom para mim, retomei contato com uma amiga de infância e enfim eu e Hoseok fizemos uma trégua.


Notas Finais


Gente, a Clarissa vai ter um papel indispensável nesse decorrer da história, então não se esqueçam dela! Até o próximo cap. !


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...