1. Spirit Fanfics >
  2. The Owner Of My Heart >
  3. Uma Boa Amiga

História The Owner Of My Heart - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Faz muito tempo, eu sei. 😢😅 peço desculpas. Eu tive alguns problemas nesses anos e deixei meus projetos para trás, mas estou me animando de novo e como eu pretendia que essa fic não fosse tão longa eu espero terminar ela. Espero que gostem, mesmo depois desse tempo todo.

Capítulo 3 - Uma Boa Amiga


Fanfic / Fanfiction The Owner Of My Heart - Capítulo 3 - Uma Boa Amiga

-Pensamentos muito longe, Senhora Hokage?- Kurenai e a pequena Mirai se juntaram a Tsunade e Yue em seu caminho de volta para a festa. Tsunade olha para crianças brincando cada uma no colo de suas respectivas mães. 


-Sim.- Ela olha para Kurenai. -Não precisa de toda essa formalidade quando estamos sozinhas.- Ela sorri e Kurenai fica um pouco envergonhada. 


-Força do hábito. - Kurenai olha para a loira ao seu lado mais uma vez notando que nunca tinha visto ela usar aquela cor antes.- Nunca vi você usando rosa antes, fica bem em você. Idéia da Sakura ou da Ino?- Ela questionou.


-Nenhuma das duas.- Tsunade sorri e olha para a filha.-Yue gosta do cabelo da Sakura, então queria muito que eu usasse algo rosa, Sakura me ajudou com isso. Não é minha cor preferida, mas eu gostei.


Kurenai estava com com um kimono branco e flores vermelhas como detalhe, seu cabelo estava preso em um coque. -Os filhos tem esse poder sobre a gente.- Ela ri e beija a bochecha de sua filha Mirai.


-Sim, é verdade, mas eu estou louca para sair desse kimono. Só de pensar que terá mais outras quatro festas dessas para ir nas outras quatro grandes nações, eu me sinto cansada.- Tsunade suspira o mais dramaticamente possível e as duas riem.


-Se eu puder ajudar em algo, por favor me avise.- Kurenai coloca a mão no braço dela e dá um leve aperto.


-Obrigada, Kurenai! O mesmo serve para você. - Ela sorri olhando para sua amiga que depois de alguns segundos ficou séria. -O que foi?- Seus olhos analisam ela e sua filha por inteiro à procura de algo errado, mas não encontram nada.


Ela oferece um pequeno sorriso triste e questiona. - Você estava pensando neles quando eu cheguei não é? - Ela respira fundo e olha para a filha - Eu me pego fazendo isso também, é incrível como nossa mente pode nos destruir assim não é? 


-Sim, é. Eu estava pensando neles e lembrando quando escolhemos o nome dela e como foi difícil manter a gravidez nas sombras.- Ela fica em silêncio por um tempo. -Você tem feito a terapia?


-Sim. As coisas dos últimos anos foram demais para aguentar sozinha…- Ela olha para Tsunade.- Eu sempre imaginei que era difícil ser uma médica ninja, mais conforme o tempo passou eu comecei a pensar que poderia ser assustador as vezes ou sempre… quando Ino me contou como se sentiu por não conseguir salvar o Asuma.- Ela suspira. -Eu admiro muito vocês ninjas médicos.


-Sim. Você está lá, dando o seu melhor, mas não é o suficiente, seus amigos, entes queridos, conhecidos continuam morrendo em suas mãos.- Ela para por um instante. -Te chamam de a melhor como você sonhou, mas quando eles morrem em suas mãos, quando você tem que dar a notícia para um parente ou alguém próximo, não é isso que você sente ou vê nos olhos deles. - Kurenai lhe lança um olhar de compreensão e deixa ela continuar falando.- As memórias se repetem em sua cabeça várias e várias vezes, memórias da guerra.


-Você está melhor depois da terapia?- Depois que Kurenai e Tsunade se tornaram amigas, ela conheceu muito mais da loira do que imaginaria um dia conhecer, ela sabia que Tsunade era humana e falha assim como ela e os demais, mas como todos os ídolos as pessoas muitas vezes pintavam ela e os seus parceiros como pessoas perfeitas e sem defeitos, vendo ela assim tão de perto, tão humana só fez sua admiração crescer mais.


-Estou. Sakura tem feito um ótimo trabalho criando o hospital psiquiátrico junto com a Ino, elas me dão muito orgulho. Estou impressionada que Sasuke entrou também… eles estão indo muito bem. - Ela sorri. - Como médica eu sei que nada do que sinto ou passei é besteiras, mas quando é com a gente parece, e ligamos para que os outros pensam, acabamos nos afastando do tratamento. 


-Eu acho que agora todos entendem a importância disso ou eu espero.- Ela olha para as nuvens.- Foi muito difícil ver Assuma novamente na guerra… foi muito difícil estar na guerra novamente.- Beijando a cabeça de sua filha ela pensa em como tudo está agora e a importância do que está fazendo para ela e sua garotinha.- Nós queremos paz no mundo, mas também é necessário termos paz dentro de nós.


-Exatamente!- Tsunade abre um pequeno sorriso para Kurenai, as duas entendendo que o assunto acabou ali.


-Logo será o aniversário da Mirai, gostaria que viessem. - Mirai olha para a mãe quando escuta seu nome e abandona a missão de puxar a franja da sua amiga bebê do colo da outra mulher. 


Tsunade ri com a cena.- Claro. 


Kurenai a observa por alguns momentos.-Senhora Tsunade, às vezes encontramos essas pequenas chances se felicidade, de companhia e carinho flertando e provocando a gente na vida depois de perdemos muitas coisas boas. Aproveite essa chance. - Kurenai pisca e Tsunade fica um pouco vermelha e se lembra de Mei. "Eu devo?..." a Loira morde o lábio pensando na ruiva de olhos verdes e levando em consideração as palavras da morena.

Kurenai sorri, ela percebeu algumas investidas da ruiva para cima de sua Hokage, ela sorri mais e pensa em como isso seria interessante.


Voltando ao local da festa elas se separam, Tsunade volta para a mesa dos Kages com sua filha que assim que é vista por Naruto começa a ser paparicada.-Com li- Tsunade e cortada por Naruto que vai rapidamente até ela e Yue. 


-Vovó Tsunade! Pequena Yue, tão fofinha, olha essa bochechas!- Todos da mesa riem do loiro se derretendo pela criança.


-Ela se parece muito com você, Princesa Tsunade.- Onoki se aproxima de Naruto para ver melhor. -Ela é uma criança adorável!- Ele sorri.


O Raikage se aproxima da garotinha e faz carinho em sua cabeça.- Ela vai ser forte como você Hokage.- Yue pega o dedo dele e fica olhando, depois olha para os outros da mesa, todos estão olhando para ela com sorrisos no rosto. 


Gaara faz pequenos bonecos de areia deixando a garota encantada. Mei se levanta e anda até o outro lado da mesa onde está Tsunade e se encaixa entre ela e Naruto para olha Yue. - Quando nós a vimos pela primeira vez ela era tão pequena. - Ela sorri e aperta a bochecha da pequena.- O Senhor Tsuchikage tem razão, ela se parece muito com você, Senhora Tsunade… Então era assim que a senhora era quando pequena, fofinha.- Mei sorri e continua paparicando a garota enquanto Tsunade disfarça a vergonha por se chamada de fofa. "Merda Terumi…" Amaldiçoou mentalmente por fazer isso.


-Tem razão! Hey, vovó você não tem nenhuma foto sua pequena para nos mostrar?- Naruto pergunta com um sorriso enorme no rosto e Tsunade fica vermelha. 


-Não!- Ela respondeu rápido demais.- Não tenho aqui, está no clã, em algum lugar que eu não tenho ideia. - Ela fala mais devagar.


-Não se preocupe vovó, eu aposto que Shizune sabe onde está. Shizune!- Tsunade estremeceu quando Naruto gritou por Shizune e saiu correndo atrás dela. 

 

Hinata segurou o riso pelo comportamento de Naruto e olhou para Tsunade. - Sinto muito!-Tsunade suspirou e viu Mei pelo canto dos olhos e a ruiva deu um sorriso inocente. "Ela está um pouco perto demais" ela sente uma mão em sua perna e percebe que a Mizukage está se apoiando nela. Ela suspira. 


Mei se desequilibrou um pouco e teve que apoiar no joelho da Hokage, ela se amaldiçoou por isso acontecer, não foi exatamente sem querer, ela queria, mas as coisas não estavam acontecendo como ela planejava. "Bem, ela não me socou para longe, isso é bom. Lembro quando ela fez isso uma vez… eu não pretendia aparecer tão idiota." Ela olha para onde a mão está "Eu gostaria que não tivesse tanto tecido entre minha mão e seu joelho, gostaria de sentir a pele dela… preciso parar com esses pensamentos, não vão me levar a nada." Ela fica corada pelos pensamentos que está tendo enquanto brinca com a pequena Yue e com um olhar rápido para o rosto da Tsunade, ela sabe que ela percebeu. Ela então resolve puxar uma cadeira e sentar perto das duas para brincar com a Yue.


-Não se preocupe Hinata, eu já me acostumei com o Naruto.- Ela pode ver Naruto longe andando atrás de Shizune que está junto com Sakura, Ino, Sai e Sasuke. Ele está tentando convencer ela, eles até olham para a mesa dos Kages uma ou duas vezes.


Enquanto isso a pequena Yue vira o centro das atenções dos Kages e Hinata, ela brinca com todos, passando um tempo com cada um. 


Kakashi aparece com seu disfarce que Tsunade já conhece bem, e não perde nem um click de foto dos Kages, Hinata e um Naruto muito indignado por Shizune não concordar em mostrar os álbuns da Família Senju.


Depois de muitas fotos, risadas e algumas histórias de suas infâncias, nada muito vergonhoso para a infelicidade de Kakashi que estava registrando tudo. Yue  acaba dormindo do colo de Gaara que fica segurando ela ali, olhando para ela como se fosse algo que nunca tinha visto antes.


-Vejo que está quase na hora de irmos nos arrumar para hoje noite. - Raikage diz se levantando.- Como quero descansar um pouco, eu já vou indo, com licença Kages, Naruto, Hinata.


-Toda!- Onoki fala. -Eu também estou me retirando, preciso descansar um pouco as minhas costa. 


-E eu vou passar um tempo com a Hinata se me derem licença, a conversa foi ótima!- Naruto fala todo animado e sorridente, mas logo se cala quando nota a expressão furiosa de Tsunade em sua direção, então se lembra de Yue dormindo nos braços de Gaara. - Opa!... desculpe…- Ele da uma risadinha nervosa.


Hinata se levanta e se curva levemente.- Foi um prazer conversar com todos vocês, com licença. - Ela sorri e quando se vira percebe o Naruto olhando bobamente para ela que acaba ficando vermelha o que faz o loiro lhe dar um beijo.


-Tenho que concordar com eles, descansar antes da noite seria ótimo, além disso Yue já está dormindo. Vocês conseguiram cansar ela. - Gaara e Tsunade se levantam e ele entrega a menina para ela.


-Obrigado por ter deixado eu segurar ela, Senhora Tsunade!- Ela sorri para ele e se despendem, ela e Mei observam o jovem Kazekage indo em direção a Rock Lee, Tenten e Maito Guy, ele dá a mão para o seu namorado e ficam conversando.


-Eles são um belo casal, não acha?- Mei se levanta e anda até ela.- Sim, eles são.- Tsunade responde e olha para a ruiva que está admirando o casal primavera, como alguns chamam. 


-O casal primavera de Konoha, eu ouvi dizer.- Mei sorri de lado.-Se fossemos um casal como seríamos chamadas?- Observando a reação da Tsuande ela sorri.- Não sei, não sou eu que dou os nomes, mas é uma pergunta interessante, Mizukage… você poderia me dizer mais tarde, quando estivermos tomando uma bebida.- Mei arqueia a sobrancelha e dá ela um olhar curioso juntamente com um belo sorriso. - Isso é um encontro Princesa Tsunade?- Tsunade ri. -Você é livre para nomear isso na sua mente como bem quiser, quando a noite acabar então você terá sua resposta. Até mais Terumi!-Tsunade se retira com sua filha para casa, Mei observa com um sorriso no rosto.


Mei não pode deixar de ficar feliz com aquilo, mesmo não sendo um encontro, ainda era uma chance. Por fim decidiu ir também para o hotel em que estava hospedada.







Notas Finais


Se puderem me dizer o que acham, onde eu errei, o que esperam, eu vou ficar bem feliz! Novamente me desculpe bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...