Cadaverine

Cadaverine
I Hate Myself and Wanna Die
Nome: Corvine Von Corbeau
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 19 de Março
Cadastro:

Cadaverine - I Hate Myself and Wanna Die

“I'm just a poor boy, I need no sympathy“


But I'm a creep, I'm a weirdo.
What the hell am I doing here?
I don't belong here.


Coração Transilvaniano/Escritora Freelancer/Desenhista (Aceito comission)/Agnóstica/Cantora nas horas vagas/Amante de bonecas/Apaixonada por corvos


Por onde começar falando de mim? Bem, sou o que você rotularia como gótico, pálida, quieta, introspectiva, poética e melancólica. Porém, não sou apenas um estereótipo, eu me descreveria como alguém que apesar de quieta, não poupa palavras para expressar opiniões.

Ficha - Decalaj

Postado

Ficha - Decalaj

❝ ─ Informações Gerais

Nome Completo: Decalaj Păpușă (Decalaj significa “brecha” em romeno, păpușă é Boneca nesse mesmo idioma, tem um grande significado com sua personalidade.)-

Sexo: Feminino - Cis
Nascimento 19/03/2004 Romênia - Cluj Napoca (Transilvânia)

Aparência: Pele extremamente pálida por seu medo mortal de Sol, evitando se expor a este e sempre estado coberta com roupas escuras, da cabeça aos pés. Seu corpo é de estatura baixa, tendo 1.60 de altura, sendo um tanto desnutrido mas ainda assim desenvolvido, ela não é magra, apesar de ser uma das coisas que mais almeja, tem um corpo de coxas bastante grossas, quadris largos, seios médios, traseiro chamativo por seu tamanho relativamente acima da media, braços longos e um tanto finos, sua cintura é muito menor em comparação as outras proporções, resultados de seu prolongado uso de espartilhos, que sempre deixa por baixo de qualquer roupa. Seus cabelos levemente ondulados são negros como o olho esquerdo, repicados e curtos, possuindo bastante volume e sendo mantido em um penteado alto, que é espetado e bagunçado, com uma ondulada franja que cobre ambos os olhos desiguais, o visual gótico clássico. Seus olhos são de cores diferentes, enquanto o esquerdo é de um castanho muito profundo, praticamente preto, o direito é de um cinza claro amedrontador, embora isso, ambos são adornados por escuras olheiras abaixo de si, resultado de seus constantes choros e dificuldade para dormir. Deca possui um nariz curto, um pouco arrebitado e com narinas pequenas. Possui presas afiadas como de vampiro. Abaixo, sua boca é chamativa, tendo um formato peculiar de coração, sendo estreita mas com lábios fartos e pálidos, muitas vezes tingidos com batom preto, roxo ou vermelho escuro. O rosto possui uma mandíbula consideravelmente larga, bochechas rosadas e grandes, que se destacam por conta de sua lividez. Tem mãos pequenas, com unhas roídas e em péssimo estado pela falta de nutrientes. Seu braço esquerdo é constantemente ferido de todas as formas por conta de seus ataques de raiva, possuindo desde queimaduras a cortes e hematomas, quais ela esconde. Costuma vestir roupas longas e largas, que a escondem e mantêm uma aparência fantasmagórica, além disso ela odeia usar sapatos, e sempre usa preto ou azul marinho. É comum que ela apareça com hematomas pelo corpo, tanto por ser desastrada quanto por fazer propositalmente, o que pode ser estranhado, junto de seu comportamento aversivo a nudez ou roupas mais abertas, continuando com uma camisa de mangas longas até nos dias mais quentes. Suas sobrancelhas são espessas e muito expressivas, quase sempre franzidas, acompanhando o olhar morto. Ela pode ser facilmente confundida com um rapaz, sendo muito androgena e tendo uma voz igualmente meio termo, que é bem grossa e fria. Ela sempre está por ai com uma sombrinha, por causa de sua aversão ao sol

Photoplayer: Theda Bara

❝ ─ Aptidões

Poder(es)

Wonderland: Ela pode criar universos paralelos e os moldar da forma que achar melhor com a própria imaginação, podendo teletransportar pessoas, objetos e etc para ele se desejar, criando seu verdadeiro país das maravilhas que é uma dimensão de bolso, qual ela pode acessar a qualquer momento. Ela pode distorcer a realidade, criando portais que rasgam entre ela e levam para lugares inexistentes, que são sempre criados por sua imaginação. A limitação é que nada disso é real, quando ela vai para seu país das maravilhas, a realidade é que seu corpo simplesmente adormece e sua mente é transferida para lá, assim como a de outras pessoas induzidas a esse transe, o que gera muitos problemas com uso prolongado, pois esse mundo de fantasia começa a se misturar com a realidade, gerando delirios e episódios psicóticos. Sentimentos negativos, sua loucura e depressão, tudo isso vai afetar a forma que o mundo paralelo fica, podendo o transformar em um lugar totalmente aterrador.
Vídeo de demonstração

Habilidades Extras: Ela pode controlar os próprios sonhos, tendo uma forma lúcida deles, além de que ela pode transmitir aspectos de sua mente para o mundo real em forma de ilusões.



❝ ─ Vida Pessoal

Apelido(s) Deca. Ela não se importa com quem usa, é até considerado a forma mais fácil de falar seu nome.

Orientação Sexual: Assexual - Assumido

Personalidade: Deca é uma garota solitária, que devido aos inúmeros traumas em sua vida acabou por escolher se isolar das pessoas. Sendo do tipo apática e muitas vezes infantil, ela pode parecer com uma pessoa totalmente desequilibrada em alguns pontos, como sua forte depressão e tendência a surtos de ansiedade, que são controlados com remédios fortes, que a deixam dopada e sempre em uma situação de monotonia e vazio, lhe dando o aspecto de algo sem vida, talvez até mesmo uma boneca como é comparado muitas vezes por sua artificialidade nos movimentos, que são estranhamente travados e sem sincronia. Sua voz também não possui emoção por sua abdicação em pró do tratamento. Ela pode ser sádica quando em batalha, parecendo ter um parafuso a menos por sua ausência de sensibilidade ao atacar alguém de forma fria, se divertindo em torturar psicologicamente as pessoas que a irritam, seu dilema é quebrar as pessoas por dentro, pois dói mais que qualquer dano físico. Ela tem uma paixão fora do normal por bonecas, possuindo uma coleção destas, nas quais se inspira e mantem um risco patamar de beleza para si mesma, obrigando-se a se manter como seus queridos “brinquedos”, sempre evitando comer muito ou ficar exposta ao Sol para não ter danos no corpo, o que a faz ser perfeccionista e exigente consigo mesma, gerando intensa frustração por nem sempre conseguir o que quer, o que gera uma autoestima baixa que pode alterar de forma imprevisível, assim como todo o resto de seu humor. Decalaj pode ser simpática e gentil com as pessoas que se importa, quando se conversa pela primeira vez com ela se tem a impressão de que é uma pessoa fria e quieta, mas quando se fala sobre algo que ela aprecia, como arte, videogames e bonecas, você pode esperar uma reação totalmente contrária, sendo espontânea e falante quanto a isso, tendo um senso de humor macabro e peculiar, gostando de fazer trocadilhos idiotas e piadas ruins, além de comentários inconvenientes. Ela tem um grande aprecio por poesia, que a leva a falar em prosa em algumas ocasiões, quando esta nervosa por exemplo. Seus problemas internos acabam sendo tantos que qualquer um que possa tocar emoções com a própria individualidade se sentiria extremamente pressionado por sua aura, sendo algo incapaz de modificar sem danos colaterais, pois já está demasiado impregnado e impossível de se ajudar, apenas se pode amenizar.
Ela é uma pessoa muito calma, está sempre com a cabeça no lugar, mas isso não quer dizer que seja incapaz de se irritar, caso assuntos sensíveis para ela, que é uma pessoa muito sensível, sejam tocados de forma indelicada, você pode gerar um total caos e a ver fora de si, tendo reações como crises de choro e até raiva, que sempre desconta em si mesma, se machucando com o que puder, desde as próprias mãos a objetos. Ela tem uma grande dificuldade de discernir o real da fantasia que vive em sua mente ,tanto por causa de seus poderes com a qual se isola mais ainda quanto por sua tentativa de escapar da própria realidade. Ela é muito inteligente e perspicaz, sendo observadora e pensativa, sempre analisando os outros, a fazendo reparar detalhes que passariam despercebidos aos olhos alheios. Tem alguns problemas em expressar o que sente, mas quando sente de maneira intensa e única, acaba por falar sem qualquer vergonha sobre si. Ela não é tímida apesar de sua introversão, podendo falar bem em publico e mantendo a compostura. É uma pessoa que consegue ser muito matura para a idade quando quer, podendo muitas vezes agir como uma espécie de protetora para as pessoas ao redor, tentando ajudar. Mas a bagunça em sua cabeça a faz ter grandes recaídas que afastam as pessoas, por conta disso ela mesma não cria vínculos. Ela tem um interesse mórbido por assuntos e coisas sombrias, gostando de estudar cadáveres, dissecar animais e saber de outros temas inapropriados. Deca gosta de dias chuvosos, sempre se molhando nestes, saindo correndo para fora de seu quarto, algo raro, nessas ocasiões, que a deixam verdadeiramente feliz. Sua maior qualidade é sua criatividade e honestidade, não mentindo para as pessoas ao redor, mas sendo sincera de maneira delicada com quem gosta. Seus maiores defeitos são sua exagerada teimosia, ser cabeça dura a torna o tipo de pessoa que nunca pede desculpas ou volta atrás nas palavras e argumentos. Outras de suas falhas são sua insegurança, extrema desmotivação e suscetibilidade a perturbações, além do comportamento imprevisível e antissocial, que a faz querer sempre se isolar em seu quarto. Quando explosiva, situações como discussões exageradas e dramas podem surgir, a dando ainda mais ênfase de que não bate bem da cabeça, apesar disso, ela é consciente da própria situação, de tudo que faz e se passa consigo, recusando-se a buscar ajuda ou tentar mudar, considerando isso apenas seu jeito. Ela não lida muito bem com situações de pressão, em provas importantes na escola ela sempre da um jeito de sair para não surtar, normalmente seu método é enfiar uma caneta na própria mão e poder se livrar da responsabilidade com isso. Ela realmente sente que as pessoas não a entendem, tentando fazer com que elas vejam as coisas da mesma forma que sua mente vê. Deca é do tipo que não tem lealdade a ninguém, fazendo o que acha melhor, podendo ser considerada rebelde, nunca seguindo algo por completo, podendo facilmente trocar de lado caso simpatize com a oposição. Ela sofre de uma síndrome de Alice no país das maravilhas, preferindo a fantasia, pois toda a realidade é muito dolorosa. Deca possui uma língua afiada e não tem medo de a usar, dando respostas secas para perguntas idiotas e apontamentos irônicos para a maioria das coisas, na maioria das vezes com um toque mórbido; Outro ponto a se notar nela é que ela pode se irritar caso alguém discorde do seu ponto de vista, não hesitando em entrar em debates sejam sobre politica, gostos pessoais, música ou ideais.


História: Nascida de uma família conturbada, a pequena Deca foi traumatizada aos poucos com as constantes brigas de seus pais e abandonos vindos do patriarca, que sempre ia embora e deixava-a com sua mãe na própria sorte. A escola também era difícil, sofrendo bullying extremo, mas tendo altissimas notas que a colocavam no topo da classe. Apesar disso, ela começou a se isolar cada vez mais em seu próprio mundo, fosse em vídeo-games, livros ou desenhos animados, sendo obcecada com a história de Alice no país das maravilhas, o que a fazia ficar por horas entretida. Sua mãe percebeu sintomas graves de depressão na garota aos onze anos, a levando ao psiquiatra e logo percebendo a estranha condição da filha, o que a fez ter medo e procurar ainda mais ajuda, até que pode a levar para a instituição que a ajudaria.

Medos, Traumas e/ou Fobias: Ela possui um grande medo de aranhas devido a um documentário sobre picadas mortais delas que viu na infância. Possui um grande trauma de abandono por conta de seu pai, evitando se aproximar para evitar que as pessoas a deixem.

Curiosidades:



❝ ─ Relações

Relação com Lüc: Indiferente

Relação com amigos: Indiferente e muito enigmatica, tentando os induzir a fazer parte de seu mundinho




❝ ─ Termos

Sabe que seu personagem pode não ser aceito? [resposta obrigatória] Sim.

Aceita que seu personagem passa a ser meu a partir do momento que for aceito? [resposta obrigatória] Sim.

Sabe que seu personagem pode morrer ao longo da história? [resposta obrigatória] Sim.

Observações [opcional] Por-favor sem casos sexuais com minha personagem, é tudo que peço, sem assédio, estupro ou o que for com ela, de resto pode matar e torturar numa boa.

Permalink Comentários (0)

[13/05/2018] Bandas de Metal Extremo - Recomendações


Atualizações do Usuário

Usuário: Cadaverine
Favoritei o style
Style: Você também será julgado!
Style: Você também será julgado!
Style para o desafios de style - Desafio 2 Gente, tá dark e gótico, néh?! Eu achei ._. HIAUFHUIAFIHUA' Decidi fazer da Morganinha, porque ela é meio gótica u_u É um anjo caí..
Usuário: Cadaverine
Favoritei o style
Style: Death
Style: Death
Glory of DEATH; programa de edição: Photoshop CC 2015; créditos/agradecimentos: à @psychomisuzu pelo code do menu direito e à @Cheevalier por mo ter passado; Mostrar Spoi..
Usuário: Cadaverine
Favoritei a história
História: Os Campeões de Izalith
História: Os Campeões de Izalith
Izalith sempre fora um reino em ascensão, conhecida por seus cavaleiros reais e suas peculiaridades. Um bruxo até então desconhecido encurralou todo o exército Izalithiano e f..
Usuário: Cadaverine
Favoritei a categoria
Categoria: Naruto
Categoria: Naruto
Naruto Uzumaki é um menino que vive em Konohagakure no Sato ou simplesmente Konoha ou Vila Oculta da Folha, a vila ninja do País do Fogo. Quando ainda bebê, Naruto teve aprisiona..
Usuário: Cadaverine
Favoritei a história
História: Anything Ü Want - Interativa
História: Anything Ü Want - Interativa
Lüc descobriu uma de suas habilidades sobre-humanas na infância, quando trouxe inexplicavelmente sua falecida babá de volta à existência. Ela — que fora assassinada violentamente..