1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. FarofeiraHansen

FarofeiraHansen

FarofeiraHansen
Nome: Mαɳµ;♡
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Florianopolis - SC
Aniversário: 26 de Julho
Cadastro:

FarofeiraHansen


“We love the same music which is why we are way we are: Norminah strong. For life.”

彡♡; Amo Pop, Indie, Rock (70, 80, 90), MPB e Alternativas
彡♡; Faço dança e é minha paixão
彡♡; Penso em ser jornalista ou veterinária
彡♡; Sou quase vegetariana e pretendo chegar lá
彡♡; Amo falar sobre o mundo, política, natureza ou até teorias da conspiração, qualquer coisa
彡♡; Minhas matérias favoritas são História e Sociologia
彡♡; Me chamem para amigar, adoro fazer amizades!

#ELENAO

B L A C K B O X

Postado


Bᴇᴄᴀᴜsᴇ ̶t̶w̶o̶ 𝓬𝓪𝓷 𝓴𝒆𝒆𝓹 secret...
ƖƑ 𝕠𝕟𝕖 σƒ τнєм 𝔦𝔰 ̶∂̶є̶α̶∂̶ .


❪ ҉۫۫ો➣ Dados Básicos
➣ Nome Completo
× AmyLee Parrish
O nome AmyLee é composto por dois nomes comuns: Amy (Latim de gênero feminino) e Lee (Anglo-saxâo de gênero masculino). A origem do nome AmyLee coincide do Latim. Amor.

➣ Apelidos
× Amy ou Lee ×

Abreviação de seu nome, dado esse por seus parentes e entes queridos. Tais como poucos de seus amigos, já que gosta de simplesmente ser chamada por: AmyLee.

➣ Data de Nascimento| Idade
× 24 de Abril, 2002. || 18 anos, repetente.

➣ Nacionalidade
× Ela descreve sua etnia como uma mistura de "negro, branco, nativo americano e hispânico", de pais Mexicanos, ela é Americana.

➣ Sexualidade e Gênero
× Feminino, Pansexual.





❪ ҉۫۫ો➣ Dados Pessoais

➣ Personalidade
A estudante descolada e mal-falada de Pace Springfield Academics.
Amylee costuma ser passiva, materialista e pouco afeita a demonstrações de emotividade. Poucas são as coisas que conseguem tirá-la do sério por completo, mas se estressa fácil, até demais. Somente uma boa provocação é capaz de fazer aflorar aquela pessoa agressiva e violenta capaz de fazer alguém se arrepender por provocá-la, passando além de alguns xingamentos a parte, e este seu limite é bem amplo, é preciso muito para fazê-la perder as estribeiras. Ela aguenta até certo ponto, mas, quando estoura, quebra as coisas, xinga as pessoas, perde total controle.

É considerada uma pessoa de personalidade forte, ela não se deixa abalar por quase nada é muito confiante em si mesma. Não liga para o que os outros pensam sobre si e sua personalidade, ela liga o botão "foda-se" e faz o que lhe der na telha.

Não é nem um pouco alegre a todo momento, é um pouco quanto grossa. Não gosta de pessoas que fazem muitas perguntas ou que são ignorantes de mais, ela sabe que todos temos nossos defeitos e que temos trabalhar para melhorar, mas uma coisa que ela mais odeia é ignorância Também esconde por trás de sua aparência tranquila e seus modos "educados", uma mulher sensual e ardente, como poucas.

Uma das principais coisas que ela sabe é que não se deve deixar levar por primeiras impressões. É uma garota extremamente esperta. Ela sempre está tramando algo, afinal, é um tanto quanto sádica e muito vingativa. Realmente sabe como estragar a vida de uma pessoa que ela odeia. Seus feitos sempre acabam com alguma maldade que acaba sendo encoberta por várias mentiras,histórias ou mais complicações. Ela faz de tudo para não ser pega, tudo mesmo.

Nada gosta de algo que é muito delicado ou cheio de flores. Ela sabe que não precisa disto para mostrar que é feminina. Muitas vezes sarcástica e irônica, até mesmo em momentos importunos, tendo isso como seu pior defeito.

➣ História
AmyLee cresceu em Oakland, na Califórnia, porém foi criada por sua tia porque seu pai morreu quando ela era apenas uma criança e sua mãe vivia "dentro e fora" da prisão. De fato, nem nunca manteve ou teve qualquer contato com a mulher. Considera a irmã de seu pai, Sienna, como uma verdadeira mãe e, mesmo reconhecendo sua história, a chama como tal, levando em conta de uma das principais pessoas que teve contato desde os primeiros momentos de vida.



A cidade oeste garantia um custo de vida muito caro ao salário mínimo que tinham como renda, ainda que oferecesse o acolher de alguns vizinhos ou doações que recebiam da igreja, embora estivessem longe de servirem a qualquer Deus com tamanha fé. Aos seus treze anos já ajudava a tia na pequena mercearia que trabalhava - um dos únicos trabalhos fixos que a garantiu em toda a vida - , acanhando o carisma de muitos clientes e tirando proveito das gorjetas que recebia, ainda que usasse um pouco delas para comprar doces toda sexta-feira.

Dentre uma gorjeta e outra, conheceu o pretendente da mais velha, Eric, que, posteriormente, as levaria até Springfield, como a tecla repetida de uma expectativa de vida melhor. De início, apenas flores. Um emprego fixo e uma morada maior do que qualquer uma que a garota já conhecera em vida, não era novidade que o homem era metido com tráfico de drogas e dele tirava mais do que cabia em seus bolsos, ainda que sustentasse aquela ideia por longos anos por quilômetros longe de seu verdadeiro lar oeste.



Desconhece finais felizes, de fadas vê seus contos insistirem em corrigir para falhas. Era como voltar ao passado, os tiros que ouviu recuada ao chão tiraram a vida de Eric quando chegava em casa, aquelas histórias de pagar com a vida não era real apenas em seus filmes favoritos. Dele só pertenciam a gravidez recente de Sienna, logo, obrigadas a morarem em um parque de trailers, o aluguel mais viável que conseguiram dentro de um só salário mínimo e, agora, sem mais gorjetas. A série de acontecimentos levou a garota à perder boa parte de seu ano letivo e, ainda assim, conseguir passar na prova para as pouquíssimas vagas em Pace Springfield Academics, onde estará indo para o seu segundo ano dentro da instituição, para finalizar o Ensino Médio.



Atualmente, AmyLee cuida de sua prima ao contra turno da escola, enquanto Sierra trabalha e, pela noite, conseguiu em pouco tempo um trabalho como garçonete numa lanchonete e cafeteria 24 horas.

➣ Aparência
AmyLee é a dona - com muito orgulho - de uma pele macia como veludo, carregando em cada toque de melanina suas misturas que adora definir e o calor ardente e o sol de suas raízes e memórias da Califórnia.

Seus cabelos são naturalmente escuros, quase negros, embora em grande parte de sua vida o tenha mudado diversas vezes, variando do platinado, vermelho, loiro, alaranjado ou com luzes. Ela adora mudanças e reflete isso muito bem. É, também, grande fã da naturalidade, optando por deixá-lo sempre em suas características onduladas e pequenos cachos quando muito curto.



Seu olhar feito por pelas pupilas amendoadas de cor similar à seus fios de cabelo, por vezes carregando a exaustão e anseio pelo desconhecido. É nele que todo seu rosto se modifica de acordo com o que sente. Seu lábios são preenchidos de forma carnuda, tal como seu rosado natural nunca deixando de ser acompanhados com algum batom sobre eles - geralmente vinho -, destacando-os quando lhe convém


.
Não larga a essência de uma mulher ardente e sensual, ainda que sob camadas largas de roupas. Dona de belas curvas acentuadas e tatuadas em grande parte de seu corpo, tudo o que seu um metro e sessenta e quatro pode apresentar, de glúteos e seios medianos. Naturalmente bela desde a cor de pele aos olhos brilhando em êxtase.

➣ Gostos
× Cappucino || Doces || Seriados antigos || Ouvir discos || Cantar || Comida Texana, bastante apimentada || Bebidas || Fumo || Sexo.

➣ Desgostos
× Preconceito, em qualquer sentido || Arrogância || Ignorância || Muita delicadeza || Comida asiática|| Ser forçada à algo || Incapacidade || Ausência de autoestima.

➣ Hobbies
× Frequentar pubs || Cantar em Karaokes || Socialmente ativa, sempre metida em manifestações || Dançar em frente ao espelho após o banho || Cantar || Tocar bateria.

➣ Traumas/Medos/Fobias
× Tem apresentando fácil sensibilidade á barulhos excessivos, considera muito o estresse psicológico de perder Eric um pouco mais de um ano atrás. Ganhando o fácil assustar e principalmente o tremor em qualquer som similar à tiros, como fogos de artifício.

× Dentro de seus maiores medos cabe o destaque especial para a incapacidade. Ter conseguido um emprego recentemente foi uma de suas maiores bençãos, reconhece e sabe que não cabe folgas e muito menos descanso quando o assunto for estabilidade financeira, temendo o fato de perderem qualquer aluguel e serem despejadas outra vez. Não vê outra saída se não insistir em suas horas extras, quase implorando por elas.

× Mesmo com toda sua forma durona e imprevisível, AmyLee cora toda vez que vê em público uma borboleta. Lhe cabe a Motefobia e anseia para que mantenha sempre longe quando em público.

➣ Possui alguma doença, alergia ou vício?
× Alérgica à abelhas.
× Viciada em cafeína.

➣ Sonhos
Desconsiderando toda a vida boa que poderia dar - e insiste em tentar - para a prima mais nova, AmyLee tem um desejo insaciante pelo canto. Tem um talento para instrumentos e os aprende com facilidade, aproveita sempre aulas vagas e quando pode estar presente na sala de música, sua única oportunidade em tocar piano, seu favorito. Geralmente se inscreve para grupos como os de canto, embora nunca o leve até o fim do ano letivo, por vergonha e problemas internos com outros alunos.

➣ Habilidades e Inabilidades
× Primeiros socorros || Bastante atenta || Cumpre palavras || Persistente até atingir seu objetivo || Dirigir, mesmo sem habilitação

× Excesso de curiosidade || Fazer trabalhos em grupo.


❪ ҉۫۫ો➣ Relações

➣ Família
× Nσɱε× Sienna Ann' Parrish <
× เ∂α∂є × < 34 anos. | Viva |
× ρα૨єηtєรcσ × Tia <

Sua heroína manchada com todo suor e sacrifício dado dia após dia para suas filhas, a vê como uma verdadeira merecedora de todo orgulho, amor e positividade que posso lhe dar. A relação de Amy com sua tia é pacífica, até demais, a garota herdou boa parte de suas raízes por herança de sua fisionomia, foi desde sempre aquela com que tenta se espelhar de alguma forma.

× Nσɱε× Adeya Nomi Parrish <
× เ∂α∂є × < 10 meses. | Viva |
× ρα૨єηtєรcσ × Prima <

Como sua irmã mais nova, Amy a vê como parte de si e tenta a todo custo garantir uma vida e memórias boas de infância para a garotinha. Adora seus momentos em conjunto, trocando muitas festas de finais de semana para fazer companhia ou até mesmo cuidar da pequena, não trocando-os por qualquer outro. Tamanho zelo e afeto por parte da garota é, de fato, imprevisível para quem a conhece longe de casa.

× Pierre Baltazzar
Desde o momento que fora fisgada por Pierre no primeiro dia de aula, ao segundo ano do ensino médio, AmyLee admirou tamanha educação e paciência do rapaz, acompanhado da animação motivadora logo tão cedo. Não pestanejou se deixar levar até a própria sala de aula ao encalço do garoto, realmente agradecida pelo enorme galho quebrado. O considera um colega, nunca falou mais do que poucas sílabas ou mudos sorrisos que correspondem seus cumprimentos. É, de longe, uma das poucas pessoas que suportaria e, quem sabe, conseguiria fazer um trabalho conjunto, considera muito a dedicação dele com o colégio.

× Loyane Waltz
A conheceu em conjunto de Pierre, algo que descobriu sem muito esforço o como se demoravam a desgrudar. A trata de mesma maneira tal com o rapaz, embora reconheça muitos momentos à mais com Loyane, esta que notou presença aos pubs e pequenas festas que AmyLee frequentava. De primeiro momento beberam em conjunto, é algo que a hispânica adora, e admirou ter contato com a garota longe do colégio, tal como a vez em que cantaram juntas num karaokê. Em outros momentos, manteu-se sóbria em relação aos exageros da negra, até mesmo afastando alguns aproveitadores querendo tirar proveito a todo custo. Naquela mesma noite segurou as madeixas cacheadas ao seu mal estar, embora seja muito provável que Loyane não lembre disso.

× Gregory Romanov
Gosta de distância. Amy nunca foi párea para com o garoto, o desgostou de princípio como algo automático, da mesma medida que descartou algumas míseras cantadas vindas dele. Até mesmo já perdeu as estribeiras ao ano anterior quando ficava a encalçando durante a entrada e saída da instituição em que estudam, de toda forma ignorante que já ouvira sobre si mesma, AmyLee descontou um soco na boca dele assim que atravessou o pátio. De fato, não têm uma boa relação desde suas primeiras impressões.

× Amigos
Nunca vangloriou muitos. De todas as amizades que teve, AmyLee não as regou muito bem. Entretanto, vem tentando trabalhar para uma melhor relação, ainda que em seus pontos mais fortes cabem tamanha lealdade e confiança, sua boca é como um túmulo e seu coração é maior do que cabe ao peito. É a forma mais inesperável de quem contar. Questões de afetos são um tanto complicadas, fica realmente atordoada e sem direção quando se vê rendida da necessidade destas.

× Inimigos
Distância, mesmo que isso definiria inanimizades com todo um colégio. Não é párea, realmente desconsidera qualquer contato e expressa muito bem seu desgosto quando necessário. Não odeia, acredita que todo mundo tem um lado bom, afinal, para tornar-se inimigo da garota é preciso muito e, certamente, tem quem consiga.

× Desconhecidos
Não é nada sociável e tão pouco sabe ser quando insistem numa conversa ou amizade. Ainda que esteja trabalhando nisso, tenta garantir uma aparência sincera e neutra, deixando claro seu gostar ou desgostar logo de princípio - é como uma válvula de escape. Outrora, tende a ser um pouco mais atenta quando algo lhe atrai, com destaque aos gostos e assuntos, AmyLee adora conversas profundas e temas polêmicos, ama o fato de defender seus ideais.

× Par
Nunca teve um relacionamento sério, é dona de sentimentos rasos, ainda que deseje transbordar. Isso não é certeza de que nunca se teve pisoteada, dentre tantas paixões platônicas, conhece seu segundo lado da moeda e sabe o quão isso muda seu aparentar. Acredita que venha a ser extremamente leal e digna de tamanha confiança - afinal, além de um relacionamento, enxergaria como uma amizade também. Talvez, só talvez, se derreta extremamente oposta ao bobo, até mesmo ficando corada com demonstrações maiores de afeto, ainda que não saiba muito bem lidar com estas. AmyLee dificilmente diria que ama.


❪ ҉۫۫ો➣ Permissões

Trair (×)
Ser traído (×)
Fumar (×)
Brigar (×)
Usar drogas (×)
Beber bebidas alcoólicas (×)
Ficar bêbado(×)
Ter relações sexuais (×)
Quer par? (×)sim ( ) não

Permalink Comentários (0)

[04/11/2017] I ƒ|α|ℓ|ℓ| เη thє ∂✿૨k

[17/10/2017] ❥ | Y | O | U | T | H |

[30/09/2017] I ƒ|α|ℓ|ℓ| เη thє ∂✿૨kηєรร

[15/04/2017] I'm 𝚝𝚑𝚎 𝓻𝒆𝓪𝓼𝓸𝓷.


Atualizações do Usuário

Usuário: FarofeiraHansen
Adicionei um novo capítulo
História: Hoje Eu Quero Voltar Sozinha - Norminah
História: Hoje Eu Quero Voltar Sozinha - Norminah
A vida de Dinah muda completamente quando uma nova aluna entra no colégio. A adolescente precisa lidar com o ciúme da amiga e também com os inesperados sentimentos que a recém-ch..
Usuário: FarofeiraHansen
Adicionei um novo capítulo
História: Dinah e Normani (Norminah)
História: Dinah e Normani (Norminah)
São duas jovens vizinhas de dezesseis anos. Normani, afrodescendente e apaixonada por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodada pel..
Usuário: FarofeiraHansen
Adicionei um novo capítulo
História: Dinah e Normani (Norminah)
História: Dinah e Normani (Norminah)
São duas jovens vizinhas de dezesseis anos. Normani, afrodescendente e apaixonada por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodada pel..
Usuário: FarofeiraHansen
Adicionei um novo capítulo
História: Dinah e Normani (Norminah)
História: Dinah e Normani (Norminah)
São duas jovens vizinhas de dezesseis anos. Normani, afrodescendente e apaixonada por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodada pel..
Usuário: FarofeiraHansen
Adicionei um novo capítulo
História: Dinah e Normani (Norminah)
História: Dinah e Normani (Norminah)
São duas jovens vizinhas de dezesseis anos. Normani, afrodescendente e apaixonada por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodada pel..