~Miyo-chan

Miyo-chan
Ninguém
Nome: N. B. Oddy
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 13 de Maio
Cadastro:

~Miyo-chan - Ninguém

Eu sou ninguém.

Porque ninguém é perfeito.

Academia Elever - Ficha Professor

Postado

Academia Elever - Ficha Professor

Nome:
Shima Lempi Elpis

Os nomes tem origens variadas. Significam, respectivamente, "Mãe", "Amor" e "Esperança". Minha interpretação é "Esperançosa e amável mãe" ou, se preferir, "Esperançosa mãe que ama"
[Faz mais sentido em inglês, "Hopeful Loving Mother"]

Apelido:
Maa
É um apelido que ela mesma se deu. Muitos acham que é um curto de Shima, mas, na verdade, é por conta do som, que parece uma criança chamando a mãe.
Lem
Um apelido alternativo dado por um amigo de infância. Seria como chamá-la de "Mor" [de (A)Mor], um apelido carinhoso que somente o par ou alguém que esteja apaixonado por ela usaria. Na verdade, acho que seria divertido se ela fosse a "professora Crush" de todo mundo, então ficam passando cantadas nela, mas ela não entende, então apelam pro apelido "Lem", assim ela percebe que estão gostando dela~

Idade:
24 anos – 23 de fevereiro – Peixes

Gênero:
Feminino

Sexualidade:
Heterossexual

Origem:
Finlandesa

Aparência:










Tendo uma altura média, 1,72m, Shima é uma mulher de corpo pêra, portanto, seus ombros são estreitos, os seios são avolumados, porém não exageradamente, redondinhos e firmes. Seus quadris são largos, a cintura fina, barriga relativamente sequinha, com apenas um pouquinho – bem pouco mesmo – de banha, mas é só um charme dela, haha.
Coxas bem cheinhas, pernas fortes, canelas cheias de roxos sempre cobertas por meias coloridas.
Seu cabelo é castanho avermelhado com mechas mais escuras e mais claras mescladas. Vai até, mais ou menos, o bumbum e é naturalmente ondulado. Geralmente está solto, mas, por vezes, Shima gosta de prendê-lo em um coque como o da última imagem, ou seja, um coque bagunçado, o que combina com sua personalidade. São poucas as vezes que consegue fazer coques como o da 4ª imagem, na verdade, quando tem tempo, pede para que seu irmão o faça.
Seus olhos são verdes e dóceis feito maçãs, lábios naturalmente rosados também lhe pertencem. Mas o melhor é seu sorriso, amável.

Matéria:
Filosofia

Personalidade:
Felicidade está sempre estampada em sua face, apesar de nem sempre ser verdadeira. É uma pessoa que muito sabe, mas nem sempre consegue colocar toda essa sabedoria em palavras, então apela para gestos, mímicas, desenhos, esquemas, textos, músicas. Criatividade é seu nome do meio, assim como confusão. Com sua simpatia, busca roubar a atenção e o interesse dos alunos como bem pode. Talvez, querendo explorar alguma passagem de algum livro, ela venha fantasiada. Por exemplo, Shakespeare. Ela pode vir fantasiada de Julieta, etc.
É uma doida com [alguma] moderação, visto que procura ao máximo não fugir do assunto da aula. Se quiser conversar com ela durante o intervalo, porém, é outro papo. Em quinze minutos, ela pode abordar cinquenta temas diferentes.

Tudo o que faz é com paixão, ela realmente gosta do que faz e tem essa necessidade absoluta de ser carinhosa, espalhar amor por aí, etc. Mas nunca a um nível idiota. Ela não parece uma babaca fazendo isso, na verdade, parece mais como alguém que ainda acredita no potencial das pessoas, sabe?

Sempre agitada, não precisa de mais do que quatro horas de sono [porém, se passar uma semana dormindo apenas quatro horas por noite, há grandes chances de, de repente, desmaiar de exaustão]. Muito observadora, adora ver e aprender coisas novas.
Desastrada como é, está sempre de joelhos e cotovelos ralados, braços e pernas cheios de arranhões e roxos, roupas sujas/imundas graças à suas aventuras por aí.

Ama rir, mas gosta ainda mais de fazer os outros rirem, coisa que sempre consegue fazer, arrancar um risinho até mesmo da pessoa mais azeda, sem fazer muito esforço. Sua natureza alegre é contagiosa, não é preciso muito tempo na companhia de Shima para se encontrar rindo, seja das bobeiras que ela fala, do comportamento dela, etc. Quando começa a contar uma história, por exemplo, super animada, faz os efeitos sonoros, entra em cada personagem de seu relato, fazendo vozes, poses, caras e bocas. E segue a narrativa até parar com cara de dúvida, uma mão no queixo. "Não lembro o resto", todos riem.

No entanto...
A vida não é um mar de rosas, é?
[Hah! Fique com esse trocadilho maldoso!]
Pois bem. O sonho de Shima sempre foi ter filhos. No entanto, descobriu-se infértil, o que joga seu maior sonho no chão e o destrói, o reduz a cacos.
Por não poder ter filhos, Shima tende a tratar todos com o máximo de carinho o possível, como se fossem seus filhos mesmo. Gosta de mimá-los, de passar a mão em suas cabeças, cuidar, como mãe mesmo, sabe?
Muito desse afeto é demonstrado fisicamente. Shima adora abraçar, andar de mãos dadas, inventar toques, dar beijinhos na testa e nas bochechas.
Tudo o que faz é sempre pensando nos outros. Ela é do tipo que se jogaria sobre uma poça de lama para que os outros passassem sem sujar os sapatos.

É normal ou Elever?
Elever

Tendência:
Passiva.
Tem tendência a mudar de idioma no meio da fala, dizendo uma frase ou duas em outra língua até conseguir voltar à língua habitual.

Como é seu Cosmos?
Milky-way é como um cachorro. Tem personalidade própria e é uma graça, um reflexo da própria Shima. Tem a habilidade de cura instantânea. Se alguém com o cotovelo ralado está o afagando, o animalzinho, grato, faz com que a ferida se feche. No entanto, se alguém lhe chutar, o animal provavelmente começará a chorar/ganir, mas é possível que resolva lhe colocar uma ferida. Portanto, não se trata apenas de cura, mas de criação também.
A gravidade da ferida vai depender da infração. Se alguém machucar Shima, porém... Sangue é garantido se ela não conseguir controlar seu Cosmos.
[Nesse ponto, acho que seria bacana ela conversar com os outros professores, procurando mais experiência. Especialmente com o de Controle de Cosmos]



Objetivo:
Para suprir sua carência por filhos. Como ela não pode gerar filhos e tem essa necessidade de dar amor às pessoas, resolveu direcionar isso aos alunos, aproveitando também para compartilhar tudo o que aprendeu ao longo de sua vida, viajando pelo mundo.

Como trata seus alunos?
Não há privilégios. Ama todos igualmente, embora os atos de cada um definam o quão carinhosa ela será. Por exemplo, se o Marshall começasse de novo com papos preconceituosos, Shima não hesitaria em atirar giz nele. Aliás, é isso que ela faz com que não presta atenção em sua aula. Aproveitando-se de sua ótima capacidade de observação, somando isso à sua mira impecável, ela atira gizes ou pequenas bolinhas de papel nos alunos distraídos. Como brincadeira, após acertar um aluno, faz uma arminha com a mão e aponta para ele, dizendo "BANG!". Mas nem sempre faz isso, por achar um tanto quanto infantil.
Shima procura estudar seus alunos. Então lê se são passivos ou agressivos, presta atenção em seus comportamentos, procura saber de seus históricos e como andam, psicologicamente falando. Se ela percebe que alguém não está bem, procura falar com a pessoa, confortá-le, oferecer apoio.
Lê sobre as tendências dos alunos e, passiva ou agressiva, ela não diferencia. Por exemplo, se alguém tem a tendência de comer a todo momento [Cof, cof, Harry], ela trará em sua bolsa um monte de comida, como barrinhas de cereal, pacotes de biscoitos, etc.
Se um aluno tiver a tendência de beber sangue, ela não se incomodará em fazer um pequeno corte em sua própria pele para satisfazer a necessidade do aluno. Ou o caso de Channie, por exemplo. Se ela perceber que ele precisa costurar alguém, sentará sobre a mesa do garoto, permitindo que costure sua pele.
Ela realmente mima os alunos como se fossem seus filhos.

Que fique avisado que, se mexerem com seus filhos, estão mexendo com ela e isso não é boa coisa.

É conhecido de algum personagem seu?
Não. Mas, se der, seria uma graça ela sempre pedir pro Channie fazer tranças nela, haha.

História:
Desde que foi emancipada, isso é, aos quinze anos, começou a viajar pelo mundo. Aproveitando-se da riqueza que seus pais esbanjavam, absorveu todas as culturas possíveis, o que fez com que aprendesse sete línguas diferentes em um período relativamente curto: três anos. Só foi descobrir seu interesse por filosofia ao assistir uma palestra, na Índia, sobre tal tema. Desde então, o seu interesse por tudo que era material cresceu, abrangindo o imaterial também. Essa sede pelo saber tomou conta de todo o seu ser, Shima não pode saber de algo novo que já quer aprender.
Após vários anos viajando, acabou por encontrar seu irmão, que também explorava o mundo. Os dois, então, resolveram andar por aí juntos, reforçaram os laços. Mas, agora em dois, começaram a aparecer pequenos problemas financeiros. Embora sempre tivessem passagens pagas, tinham que se virar para conseguirem morada. Em um é fácil, é só pedir por um sofá, mas dois já começa a complicar.
Resolveram parar por um tempo, criar raízes em algum lugar. E começaram a procurar empregos. Shima acabou por se tornar professora nessa escola, já seu irmão, Leonhardt, acabou entrando para modelagem como fotógrafo profissional.

Escutando: Bad at Love - Halsey
Jogando: Minha vida no lixo, só pra variar
Permalink Comentários (0)

[04/09/2017] Academia Elever - Ficha Aluno + Ficha Complementar

[27/12/2016] Ficha - Project X

[05/12/2016] Ficha - Ink Heart Academy

[03/09/2016] SATANSOOCHALLENGE: DESAFIO DOS 30 TEMAS


Atualizações do Usuário

Usuário: ~Miyo-chan
Favoritei a história
História: Apartamento 504
História: Apartamento 504
O apartamento 504 era apenas mais um imóvel qualquer, localizado em um prédio velho em alguma parte desprezível da cidade. Tudo mudou, porém, quando em uma bela manhã, os vizinho..
Usuário: ~Miyo-chan
O que eu tô fazendo com a minha vida, cara
Usuário: ~Miyo-chan
O que é dar uma dor? Transferi-la?
Usuário: ~Miyo-chan
Favoritei a história
História: Bulimia: Aquilo que não te mata, te faz sentir fome.
História: Bulimia: Aquilo que não te mata, te faz sentir fome.
Está não é uma história feliz. Afinal, a realidade não tem histórias felizes. Não de verdade. Enquanto uns fingem sorrisos outras sofrem em silêncio traçando um caminho sem v..
Usuário: ~Miyo-chan
Adicionei uma nova história
História: Bulimia
História: Bulimia
Escovo os dentes freneticamente. Onde está o alívio que eu procurava?