1. Spirit Fanfics >
  2. Nana

Fanfics de Nana

Valentine's Day

escrita por LysL0ver
Fanfic / Fanfiction Valentine's Day
Concluído
Capítulos 1
Palavras 2.803
Atualizada
Idioma Português
Categorias Nana
Gêneros Lésbica / Yuri, LGBTQIA+, Literatura Erótica, Universo Alternativo
Hachi aproveita mais um dia dos namorados acompanhada de sua parceira, Nana Osaki.
  • 1
  • 0

Always Forever - Jeon Soyeon (G)I-DLE

escrita por droses
Fanfic / Fanfiction Always Forever - Jeon Soyeon (G)I-DLE
Concluído
Capítulos 1
Palavras 2.245
Atualizada
Idioma Português
Categorias (G)I-DLE, Nana
Gêneros Lésbica / Yuri, LGBTQIA+, Literatura Feminina, Novela, Romântico / Shoujo
Ei, Soyeon... Você se lembra da primeira vez que nos conhecemos?

Eu sou o tipo de garota que acredita em destino. Tenho certeza que foi ele que nos uniu.

Pode rir, eu não ligo. Quero cuidar de você da mesma maneira que faz comigo.
  • 10
  • 3

Hachiko

escrita por Epiphanic_Eponine e Estante_
Fanfic / Fanfiction Hachiko
Concluído
Capítulos 1
Palavras 1.438
Atualizada
Idioma Português
Categorias Nana
Gêneros Drama / Tragédia, Lírica / Poesia, Musical (Songfic)
Apenas não se esqueças de que, em um país do tamanho de uma ilha, há um cachorro leal esperando por você. No mesmo apartamento de número 707.
  • 11
  • 3

My Shining Star

escrita por YuukiS2Chan
Fanfic / Fanfiction My Shining Star
Concluído
Capítulos 30
Palavras 86.579
Atualizada
Idioma Português
Categorias Nana, The GazettE
Gêneros Comédia, Drama / Tragédia, Literatura Erótica, Musical (Songfic), Romântico / Shoujo
Uma banda nova entra para a gravadora, trazendo consigo o talento e a empolgação de uma banda iniciante, chamando toda a atenção do Gazetto, que sequer imaginavam o quanto acabariam por se envolver com a nostalgia do início de carreira, e de um grupo de garotas.

“I'm alone — I had no destination — But you gently held my hand”
  • 17
  • 68

Nanatsu no taizai

escrita por eduardanjm
Fanfic / Fanfiction Nanatsu no taizai
Concluído
Capítulos 2
Palavras 16.199
Atualizada
Idioma Português
Categorias Nana
Gêneros Aventura
Meliodas é o líder dos Sete Pecados Capitais, carregando o título de Pecado da Ira do Dragão. Ele é o proprietário do renomado bar Chapéu de Javali, e o principal protagonista da série. O seu Tesouro Sagrado é a Espada Demônio Lostvayne e seu poder é o Full Counter. Ele também já usou o Mandamento do Amor e é o antigo líder dos Dez Mandamentos, um antigo membro do Stigma, e o filho mais velho do Rei Demônio.
Aparência
Ele é excepcionalmente pequeno se comparado a outros personagens, com cabelos loiros bagunçados e um par de olhos de cor esmeralda. Ele também não tem pelos faciais, o que acentua ainda mais sua aparência adolescente. Ele é relativamente musculoso, possuindo uma variedade de músculos abdominais bem desenvolvidos, e é comum usar uma camisa branca simples comum na frente dos botões e um colete preto sem mangas no topo com uma gravata frouxa. A bainha da espada quebrada é segurada por um cinto de couro verde com fivelas douradas. Sem meias, ele usa um par de botas pretas. O traço mais distintivo dele é o símbolo do Dragão esculpido no alto do bíceps esquerdo, logo abaixo do ombro.

Quando Meliodas foi o líder dos Dez Mandamentos, que ele usava, um revestimento branco sem mangas decorada por um lote de preto botões em forma de X de todo o colar alto, revestimento preto sobre o revestimento, uma cor vermelho escuro do lado de dentro, e um cauda do casaco. ele também tinha calças pretas combinando com botas coloridas. Meliodas também empunhava uma espada grande, mas elegante, mas durante sua batalha com Elizabeth contra o Rei Demônio e Suprema Divindade foi destruída.

Durante seu mandato como líder dos Cavaleiros Sagrados de Danafor, Meliodas usava sua armadura tradicional, bem como Cain Barzad. Há dez anos ele usava uma armadura prateada de corpo inteiro com um capacete único, como o resto dos Pecados. Ele também exercia um punhal que parecia ser sua Tesouro Sagrado. Meliodas foi emitido um cartaz de procurado, como todos os Pecados foram depois de ser enquadrado pelo assassinato do Grande Cavaleiro Sagrado Zaratras. A questão mais atual do seu cartaz de procurado não mostrá-lo com precisão, mas, coincidentemente, faz retratam seu irmão, Estarossa.

Este ajuste é um pouco mais formal como um uniforme com o "Chapéu de Javali" bordado nas costas.

Depois de seu tempo no Purgatório, Meliodas agora tem sete cicatrizes permanentes onde seus corações estão localizados e ostenta um novo preto marca semelhante ao que ele já teve como líder dos Dez Mandamentos. Ele agora usa a roupa de estréia ele já usava.

Em seu Modo de Assalto, a roupa de Meliodas era composta de marcas negras, e Meliodas também. Suas calças estão ligadas a seus pés e tem uma aparência semelhante aos pés de um pássaro, exceto por cinco dedos.

No Purgatório, as emoções de Meliodas usam um colete azul com decote em V, feito com a pele das espécies nativas, que tem três botões de prata em forma de diamante; o colete cobre os ombros e expõe ligeiramente o peito com um pequeno colarinho virado para cima e abre ligeiramente na bainha. As luvas azuis e as calças na altura dos joelhos têm uma aparência semelhante a couro e ambas têm o mesmo botão em forma de losango. Meliodas também parece usar sapatos, em vez de sua escolha habitual: botas.
Personalidade
As características dominantes de Meliodas são sua franqueza e seu total destemor, mostrados quando ele permanece composto vendo o Cavaleiro Enferrujado que mais tarde foi revelado como sendo Elizabeth Liones. Devido a sua horrível comida, quando seus clientes vomitam no chão do Chapéu de Javali, ele instrui Hawk a limpar os restos, e o assusta dizendo frases como "porco assado" se ele reclamar, insinuando que ele pode assar o porco que fala. Ele também é mostrado para ser muito obsceno e adora frequentemente contar piadas. Ocasionalmente, aproveita-se da ingenuidade de Elizabeth e apalpa seus seios, sem vergonha de fazê-lo em público ou diante de seu pai. Ele também tem um forte senso de justiça e está disposto a ajudar as pessoas em perigo. Mesmo quando ele está gravemente ferido, ele tenta não mostrar fraqueza e permanece forte na frente de seus companheiros. Ele mantém ressentimento por si mesmo, considerando-se um fracasso como o irmão mais velho de Zeldris devido ao sofrimento que ele lhe causou.

Apesar de seu título como o Pecado da Ira, ele mantém a fachada de uma pessoa muito calma. No entanto, se seus companheiros ou amigos são prejudicados de alguma forma, ele é mostrado para ser capaz de obter uma extrema raiva. Ele também fica furioso quando alguém tenta pegar sua espada, com essa raiva sendo capaz de assustar até mesmo um Cavaleiro Sagrado e fazendo com que ele deixe uma cicatriz permanente no pescoço de Ban, apesar de suas habilidades de regeneração. Tem sido sugerido que Meliodas é culpado pelo destino de Danafor, dizendo que seu pecado era ser incapaz de salvar o reino.

Ban e Cain apontam que Meliodas tende a ser suave e ingênuo, devido a ele nunca matar ninguém, até mesmo alguém como Guila, que era uma séria ameaça para o grupo. Meliodas não gosta de matar, preferindo ser misericordioso.
Apesar de tudo isso, no entanto, a personalidade de Meliodas já foi muito mais sombria e aterrorizante, pois ele era reverenciado como o demônio mais vil e mais aterrorizante da existência e nenhum outro demônio ousaria desafiar Meliodas quando ele era o líder dos Dez Mandamentos e herdeiro ao trono. Embora não tenha sido mostrado muito como ele era, Meliodas mostra um comportamento severo e arrogante para com qualquer demônio menor, dizendo friamente para Bellion se afastar e chamando-o de impedimento e nem mesmo se importando em dar a ele outro pensamento quando ele começou sua batalha com Mael. Ele não é intimidado por qualquer Deusa, exceto talvez a Suprema Divindade, batalhando implacavelmente com eles todos os dias e também não teme nem mesmo os poderosos Quatro Arcanjos, já que ele está consciente de sua força superando a deles e rivalizando, se não, superando até mesmo o mais poderoso e o fato de que mesmo eles o temem, como mostrado por como ele não parece de modo algum perturbado com a ideia de lutar contra Mael. No entanto, mesmo em tal estado, Meliodas ainda tinha dúvidas sobre a guerra, mas devido à sua lealdade para com o pai, ele nunca hesitou sempre que lutava contra as Deusas. Sua reação raivosa quando o Rei Demônio o chamou de destruidor por seus planos de se tornar seu verdadeiro rei, o Rei dos Demônios, implica fortemente que, mesmo em seu auge, seu pai ainda era mais demoníaco do que jamais foi. No final, foi esse aspecto que permitiu que ele se apaixonasse por Elizabeth e eventualmente abandonasse os demônios por ela, escolhendo parar a guerra sem sentido. Sempre que usa sua Marca Demoníaca, a personalidade de Meliodas muda para ser semelhante à de seu antigo eu, tornando-se fria, silenciosa, implacável e assassina enquanto ele mata e ataca qualquer pessoa perto dele sem piedade além de Elizabeth. Apesar de ser conhecido como um pervertido, os Sete Pecados Capitais revelam que Meliodas nunca demonstrou qualquer interesse por outras mulheres antes de conhecer Elizabeth.Após seu tempo no Purgatório, devido a ter perdido algumas de suas emoções, a personalidade de Meliodas muda drasticamente sempre que ele usa a Marca Negra, tornando-se muito mais implacável e às vezes até sádico em suas batalhas e não perdendo tempo em suas tentativas de matar demônios aliados. Ele afirma que sua visão mudou e é implacável em sua batalha contra Monspiet e Derieri. Durante sua luta com Fraudrin, ele brincou de forma triste com seu inimigo histórico usando um clone com metade de seu poder para dar a Fraudrin a falsa esperança de derrotá-lo, saboreando seu desespero ao perceber o verdadeiro poder de Meliodas. No rescaldo da batalha, Meliodas professa a Elizabeth que ele está verdadeiramente aterrorizado de se tornar essa pessoa novamente.

Sob o comportamento franco e obsceno de Meliodas esconde imensas dores emocionais por ter testemunhado Elizabeth morrer mais de 106 vezes. Devido a isso, Meliodas não tem medo da morte e realmente pretende acabar com sua maldição e a de Elizabeth, que ele admite calmamente que vai destruíla para sempre, para libertar-se e Elizabeth do tormento e assim eles podem se reunir na vida após a morte.

Ao liberar seus poderes demoníacos em uma tentativa desesperada de escapar do Antan no Mayu de Melascula, Meliodas reverte totalmente ao seu antigo eu como o líder dos Dez Mandamentos. Com sua velha personalidade no controle, Meliodas tem sido visto ser facilmente irritado, sendo muito mais brutal, sarcástico, sádico e cruel do que nunca, mostrando um prazer visível e claramente zomba de Escanor enquanto derrotando-o facilmente. Ele também olha para baixo em humanos como a maioria dos demônios, como evidenciado quando ele chamou Escanor de um humano humilde. Ele também foi visto a gostar de lutar, como evidenciado pelo fato de que ele brincou com Escanor ao invés de simplesmente sair imediatamente e matá-lo. Embora arrogante, ele não está acima de elogiar seus inimigos se eles são realmente poderosos, como quando ele abertamente elogiou Escanor por colocar uma luta contra ele.

Após recuperar a consciência após ser derrotado por Escanor, Meliodas recupera suas memórias de Elizabeth e os Sete Pecados Capitais. No entanto, ele se tornou exclusivamente dedicado a quebrar a maldição de Elizabeth e não se preocupa mais em se opor ao Clã dos Demônios, chegando mesmo a aliar-se com seus antigos inimigos e até se tornar o Rei dos Demônios para realizá-lo. Com a maioria de suas emoções, Meliodas ganhou uma atitude muito mais calma e coletiva, sem deixar vestígios de sua antiga franqueza, e também é muito mais severo e direto, como mostrado ao chegar em Camelot e confrontar Zeldris e Estarossa, onde ele diz severamente que tanto Elizabeth quanto o trono do Rei dos Demônios pertencem a ele sozinhos e não tinham escrúpulos em defendê-los poderosamente para fazê-los se submeterem a ele. No entanto, ele retém algum nível de misericórdia para com os Sete Pecados Capitais, ao invés de simplesmente matá-los, ele ofereceu a eles uma chance de se afastarem e admitir que os dias que ele passou com os Pecados não foram todos ruins. Ele também ofereceu a Arthur, a quem ele uma vez atuou como mentor, a chance de deixar o Castelo de Camelot por sua própria vontade, embora ele tenha feito isso de forma dura e impiedosa, dizendo-lhe que não é mais lugar para humanos como ele, e ele deixou os Pecados, e não tinha escrúpulos em contra-atacá-lo quando ele se recusou. Ele não está acima de fazer acordos com outros ao invés de simplesmente forçá-los a fazer o que ele quer ou se livrar deles, como ele prometeu a Zeldris que ele irá cumprir o desejo de Zeldris se ele concordar em ajudar, em vez de apenas matá-lo implacavelmente ou vencê-lo até ele se submeter. Ele também parece ainda ter afeição e atração por Elizabeth, como ele saiu do seu caminho para dizer quando Estarossa disse que ele quer que ela seja sua sozinha e pacientemente tentou fazê-lo entender que se tornar o Rei dos Demônios é a única maneira de salvá-la, mas agora ele pode facilmente tornar-se rude com ela, já que ele disse friamente que não sentiu nada quando ela o abraçou e não teve escrúpulos tentando forçá-la a entender por que ele deveria se tornar o Rei dos Demônios dizendo que a única coisa que ele tinha saído a promessa que ele fez para ela e até mesmo disse abertamente que ele considerava o amor dela por ele ser impresso pela Suprema Divindade e não por sua própria vontade, um fato que ele parecia irritado. Ele pediu desculpas a Zeldris por ser um irmão mais velho, provando que suas emoções não tinham sumido completamente.


História
Há 3000 anos
No passado, Meliodas foi treinado por Chandler e foi o líder dos Dez Mandamentos do Clã dos Demônios, agraciado com o Mandamento do Amor e considerado como o mais provável de se tornar o próximo Rei dos Demônios, por sua força e crueldade. Sua reputação o leva a ser muito temido pelos inimigos do Clã dos Demônios, com até os Quatro Arcanjos do Clã das Deusas temendo e reconhecendo seu poder. Ele ficou como o filho favorito do Rei Demônio e herdeiro verdadeiro e digno, conhecido como o mais vil, mal e aterrorizante, e o mais forte demônio em toda a existência.

Em algum momento, Meliodas salvou Bellion do mais poderoso dos Quatro Arcanjos, Mael. Friamente dizendo ao demônio para se afastar e chamando-o de impedimento, Meliodas não lhe deu nem um único olhar e começou a lutar e forçou Mael a recuar.

No entanto, ao conhecer e se apaixonar pela deusa Elizabeth, ele a escolheu acima de seu clã, abandonando seu título de líder dos Dez Mandamentos, assim como seu mandamento, oficialmente traindo-os no processo, bem como fugindo e matando dois deles. os Dez Mandamentos, Aranak e Zeno, durante a sua fuga. Gowther presume que sua saída tenha sido feita por amor. Esse desequilíbrio de poder que ele criou levou à Guerra Santa, uma guerra que ele em algum momento decidiu participar, tomando partido com seus novos aliados do Clã das Deusas e seus aliados, o Gigantes, Fadas e Humanos. Ele lutou ao lado de Elizabeth, Drole e Gloxinia, como parte do Stigma, até que os reis Fada e Gigante eventualmente desertaram para o Clã dos Demônios por sua razões próprias. Em algum momento, ele lutou com seu irmão mais novo, Zeldris, um membro dos Dez Mandamentos.

Meliodas teve suas memórias alteradas por Gowther (Demônio) fazendo ele pensa ter um irmão do meio estarossa onde ele aparetimente se dava bem isso fez com que a relação entre Meliodas e zeldris diminuir para dar espaço na nova relação de Meliodas e Estarossa.

Durante os últimos dias da guerra, os líderes dos Clãs dos Demônios e das Deusas e seus próprios pais, o Rei Demônio e a Suprema Divindade, respectivamente, tiveram o desafio suficiente de seus filhos e trabalharam juntos para punir Meliodas e Elizabeth pessoalmente confrontado por seu pai divino, Meliodas não podia fazer nada contra o Rei Demônio e foi facilmente dominado e morto ao lado de Elizabeth, que foi confrontada e igualmente sem esperança contra a Suprema Divindade. No entanto, sua punição foi muito pior do que a morte. O Rei Demônio amaldiçoou Meliodas com a vida eterna pelo pecado de pegar a mão de um dos membros das Deusas, e trair e matar seus companheiros. Embora não soubesse por que ele sobreviveu incólume de sua batalha, ele viu Elizabeth morta.

Com a guerra terminada, ele vagou por uma Britânia despedaçada, e eventualmente encontrou uma garota humana de uma tribo selvagem que parecia com Elizabeth, sem as asas. Embora não se lembrasse disso, Meliodas ficou muito próximo dela e um dia recuperou os poderes de sua vida anterior. Quando Meliodas contou a ela sobre isso, a garota recuperou todas as suas memórias, logo Meliodas soube das maldições em que foram colocadas, e prometeu a ela que trabalharia para libertá-las, e viu Elizabeth morrer novamente.

Há 16 anos
Ele continuaria este ciclo por quase 3000 anos até que ele fosse empregado no serviço dos Cavaleiros Sagrados do Reino de Danafor. Foi em Danafor que ele conheceu uma escrava chamada Liz de um reino inimigo de Danafor, mais tarde revelada como uma reencarnação de Elizabeth. Posteriormente, sentenciado à morte, Meliodas libertou-a e pessoalmente se ofereceu para lutar em seu nome, se alguém se opusesse. Mais tarde, ele levou Liz para sua casa, onde eles moravam juntos, muitas vezes tateando seu peito ao qual ela reagiu violentamente. Mais tarde, Liz aproximou-se de Meliodas e tornou-se sua amante, chamando-a de "a pessoa mais importante para ele". No entanto, Fraudrin conseguiu escapar de seu selamento e acabou atacando Danafor, quase destruindo-o. Assassinar Liz bem na frente de Meliodas deixou o último enfurecido. Meliodas depois pediu desculpas a Liz por não salvá-la, mas Liz disse a ele que eles se encontrariam novamente e não esqueceriam por que eles lutaram. Depois de ver Liz morrer, a fúria de Meliodas fez com que seu imenso poder saísse do controle. Essa explosão de poder varreu Danafor da face do mundo e feriu criticamente Fraudrin, deixando-o à beira da morte.

Depois disso, Meliodas encontrou um bebê que era a reencarnada Liz. O casal é descoberto pelo Grande Cavaleiro Sagrado Zaratras que tenta ajudá-los, mas Meliodas o adverte a não tocar em sua mulher. Quando a bebê Elizabeth foi adotada pelo rei Bartra Liones, Meliodas pede para se tornar um Cavaleiro Sagrado de Liones para ficar perto dela, convencendo Zaratras disso ao derrotá-lo sem esforço em uma luta de espadas. Em algum momento, Bartra teve uma premonição da criação dos Sete Pecados Capitais. Portanto, usando a profecia como guia, Merlin aparece revelando que ela já encontrou todos os membros incluindo Meliodas e ela mesma. Meliodas decide unir todos eles para derrotar os Dez Mandamentos no caso de o selo do Clã das Deusas ser quebrado.

Em algum momento, Meliodas, com a intenção de recrutar Ban, chegou à cela do condenado, onde foi advertido pelos guardas da imortalidade de Ban. Ban, acreditando que outra execução deveria ser realizada, afirmou que ele apenas se sentaria como ele foi executado, apenas para descobrir que uma criança tinha entrado. Ban recusou-se a juntar-se a Meliodas e, à declaração de Meliodas de que ele o levaria à força, envolve-o em batalha. Sua batalha resultou em Ban sendo socado para fora de sua cela e Ban, tendo ficado extremamente excitado, pede que a batalha continue. Meliodas responde que, para fazer isso, Ban teria que se juntar a ele, com Ban sorrindo amplamente no convite.

Meliodas também recruta King depois que ele foi preso por crimes falsos, dizendo que ele é um rei maravilhoso por se sacrificar por seu povo.

Há 15 anos
Quando os Pecados Capitais ainda não estavam formados, Meliodas encontra Diane sendo incomodada por um grupo de cavaleiros chamados Cavaleiros dos Trigos Dourados. Depois que ele chega e derruba um, ambos os cavaleiros e Diane dizem a Meliodas para sair. Os Cavaleiros também dizem que Meliodas não deve ajudar Diane, uma vez que ela é um monstro, ao que Meliodas responde que era errado para eles escolherem uma garota. Ele derrota todos com facilidade após os comentários xenófobos. Meliodas mais tarde pergunta a Diane se ela estava com medo, o que a surpreendeu desde que ela era maior do que ele. Isso eventualmente a levou a se apaixonar por ele devido a sua gentileza e tratá-la como se ela fosse uma pessoa normal. Depois que Diane foi presa pelos Cavaleiros Sagrados, Meliodas a libera pela ordem de Rei Bartra. Em algum momento durante este período, Gowther também é recrutado para os Sete Pecados Capitais, no entanto, os detalhes exatos de seu recrutamento, bem como se ele foi recrutado pelo próprio Meliodas ou por Merlin, são atualmente desconhecidos. Além disso, por esse período de tempo, Meliodas e Merlin conhecem Escanor e o convencem a se juntar como o último membro dos Pecados. Com isso, a formação dos Sete Pecados Capitais se completa, com os Pecados se tornando a mais alta ordem de cavaleiros no Reino de Liones, respondendo diretamente ao próprio rei, e também ao Grande Cavaleiro Sagrado, Zaratras, com o Grande Cavaleiro Sagrado sendo seu e único superior além do próprio rei.

Após a formação dos Sete Pecados Capitais, Meliodas e sua equipe participaram de várias missões; uma notável sendo para purgar o Reino de Edimburgo depois que ele foi invadido pelo Clã dos Vampiros.

Há 12 anos
Ele e os Sete Pecados Capitais vão para Edimburgo para impedi-los de se espalharem mais. No entanto, Meliodas logo manda Diane, King, Gowther, e Ban irem em frente, enquanto ele e Merlin pegam Escanor para se juntar à luta. Os Pecados Capitais e os Cavaleiros Sagrados ficaram surpresos com a decisão de Meliodas de trazer Escanor. Graças ao teletransporte de Merlin, Meliodas e Escanor acabam em Edimburgo. Meliodas carrega o Tesouro Sagrado de Escanor, Rhitta, já que Escanor estava em seu modo noturno. Meliodas tenta encorajar Escanor a ter mais confiança em si mesmo, mas ele logo começou a chorar e pediu desculpas por ser tão fraco. Os dois logo se separam e Meliodas se encontra com Ren e Gelda. Os três lutaram um com o outro como Ren acreditavam que Meliodas era seu irmão, Zeldris que os selou muito tempo atrás. Gelda logo queimou Ren viva e revelou que sabia que Meliodas não é Zeldris. Revelando sua história ao Pecado da Ira do Dragão, Gelda deseja morrer, sabendo que não há mais propósito para ela neste mundo desde que Zeldris se foi. Ele sela-a, com uma enorme explosão de poder.

Em um ponto no tempo, os Pecados estavam descansando depois de derrotar um Dragão Tirano quando Ban se interessou pela lâmina quebrada de Meliodas e tentou roubá-la. Este último usa seu misterioso Hellblaze para dar a Ban uma cicatriz que nunca pode se curar apesar de suas habilidades regenerativas. Mais tarde, Meliodas conheceu Dreyfus e Hendrickson enquanto comia com seus colegas Pecados e comentou que seu superior, Zaratras, era invencível. Hendrickson responde à alegação dizendo que ele estava sendo modesto. Meliodas elogia a habilidade de espada de Dreyfus, que fez o último feliz e começou a respeitar o capitão dos Sete Pecados Capitais.

Há 10 anos
Antes de serem incrivelmente enquadrados, Meliodas estava treinando Gilthunder até que Gilthunder ficou chateado ao acreditar que nunca se tornaria tão forte quanto os Pecados Capitais ou seu pai, mas Meliodas disse a ele para abandonar sua atitude negativa e Margaret veio e lhe disse "O Caminho do Cavaleiro". Margaret disse a Gilthunder que ele deveria ser ele mesmo, e não como os Pecados Capitais ou seu pai, e ela acreditava que Gilthunder seria o Cavaleiro Sagrado mais bondoso e forte que animou Gilthunder. No entanto, no dia seguinte, Gilthunder veio correndo em direção a Meliodas e disse-lhe para fugir com os outros. Meliodas foi derrotado em Gilthunder e disse-lhe para explicar tudo, mas Gilthunder lhe disse que algo terrível estava chegando e se ele contasse a alguém, coisas ruins aconteceriam, e Gilthunder não tinha ideia do que fazer. Meliodas disse a Gilthunder que se acalmasse, batendo a cabeça e perguntando o que queria fazer, ao que Gilthunder respondeu que precisava proteger Margaret, mas não fazia ideia de como fazê-lo. Meliodas ensinou-lhe um encanto que poderia animá-lo sempre que se sentisse triste ou terrível, o que era dizer em voz alta que ele era mais forte do que qualquer um dos Sete Pecados Capitais. Gilthunder disse isso, ao que Meliodas apontou que ele deveria se sentir melhor em breve. Meliodas abraçou Gilthunder, disse-lhe que não deveria chorar e, se estivesse com problemas, ele viria em seu auxílio.

Quando eles ainda eram um grupo ativo e recomendado de cavaleiros, eles supostamente convocaram para um antigo castelo depois de derrotar a Rainha dos Trolls e destruir o Grande Altar Druida. Enquanto os Pecados estavam dentro do castelo, discutiram entre si o motivo por trás da ordem que receberam quando Meliodas reclamou que deveriam estar presentes no Festival da Fundação Nacional de Liones e ir beber apenas para King para lembrar ao capitão que ele estava sempre bebendo. Depois que Diane e Merlin especularam se seu superior poderia recompensá-los ou repreendê-los por sua última missão, Meliodas já havia decidido que era uma bronca e lembrou sua equipe para participar do festival mais tarde, para o desgosto de sua equipe. Quando entraram na sala, eles descobriram o Grande Cavaleiro Sagrado, Zaratras completamente espetado até a morte. Logo, eles foram enquadrados pelo assassinato e depois cercados por mais de três centenas de cavaleiros do reino. Quando os Cavaleiros Sagrados de Liones atacaram o castelo, Meliodas deu a sua equipe suas últimas ordens: dispersar e reagrupar mais tarde para descobrir a causa da morte de Zaratras, que todos obedeceram e separaram enquanto lutavam para sair. Na sequência, uma menina tenta ajudar os Pecados Capitais a escapar, mas acaba ficando gravemente ferida e levando Meliodas a libertar sua fúria mais uma vez, mas logo nocauteado por Merlin e selando sua força , mas Meliodas logo esqueceu o evento que o leva a suspeitar da existência de um traidor.

Uma vez que Meliodas acordou, ele veio se encontrar Hawk dentro de uma caverna que estava perto de Camelot quando os dois acabaram falando um com o outro, onde Hawk menciona que ele se sentia como se estivesse a voar no céu, pensando que ele era um dragão de volta em sua vida passada, quando Meliodas pensou que ele era Wandle. Os dois discutiram sobre o nome de Hawk até que Hawk mencionou um restaurante chamado Pig Leg, onde Hawk adorou a sobra, o que levou Meliodas e Hawk a se unirem e trabalharem juntos, já que Meliodas não pode mais trabalhar como cavaleiro. Eles decidiram abrir um bar nas costas de Hawk Mama, chamado Chapéu de Javali, depois que o restaurante Hawk mencionou, tendo Meliodas vendendo seu Tesouro Sagrado, o que ele se sentiu mal desde que Rei Bartra lhe deu essa arma. Desde então, Hawk e Meliodas tornaram-se parceiros nos negócios, sendo Meliodas o proprietário, enquanto Hawk é o limpador de restos possível.

Enredo
Arco - Introdução
Meliodas é visto pela primeira vez no Chapéu de Javali, servindo suas refeições nojentas, e depois pedindo Hawk, um porco falante, para limpar o vômito de seus clientes. Momentos depois, o infame Cavaleiro Enferrujado entra no bar, assustando todos os clientes que acreditavam que ele era um dos Sete Pecados Capitais, e desmorona momentos depois, o que o revela ser uma mulher. A mulher logo acorda, é oferecida comida e questionada sobre o que ela está fazendo em uma armadura. Quando ela começa a explicar que ela está procurando pelos Sete Pecados Capitais, alguns cavaleiros, tendo sido informados pelos aldeões do Cavaleiro Enferrujado, exigem que Meliodas e ele saiam. O jovem e Hawk o fazem rapidamente, e irritam um dos cavaleiros por este último fingindo ser o Cavaleiro Sagrado. Quando a mulher foge para a floresta, eles a notam e vão em sua perseguição. Ela é rapidamente resgatada por Hawk e Meliodas, que pedem para ela continuar sua resposta. Ela então explica que estava procurando os Sete Pecados Capitais para impedir os Cavaleiros Sagrados, que, há poucos dias, haviam orquestrado um golpe de estado e tomado o controle do reino.

De repente, o penhasco em que os três estão de pé é cortado por Twigo. Meliodas, no entanto, resgata todos eles. Depois que ele faz isso, Twigo percebe o brinco da mulher, e então percebe sua verdadeira identidade como Elizabeth, a terceira princesa do reino. Quando o cavaleiro ataca, Meliodas a resgata; ele o faz novamente quando ela desiste de sua vida na tentativa de não envolver Meliodas em seus assuntos. Sorrindo, Meliodas revela seu nome e, portanto, sua identidade. Twigo ataca-os novamente, Meliodas repele o ataque, e, declarando seu título como o "Pecado da Ira", novamente repele o ataque de Twigo com sua espada quebrada, derrotando-o. Meliodas, explicando que ele também está procurando pelos outros Pecados Capitais, oferece a Elizabeth para acompanhá-lo em sua jornada, uma oferta que ela aceita em prantos.

Contratada como garçonete do Chapéu de Javali, Elizabeth recebe um novo conjunto de roupas de Meliodas. Ela então questiona sobre o crime que ele cometeu e duvida se ele é um criminoso real. Inicialmente, ele brinca sobre o motivo, mas, no final, ele não responde adequadamente a ela. Meliodas, Elizabeth e Hawk em breve alcancam Bernia, uma vila famosa por sua cerveja feita a partir do famoso rio da vila; eles, no entanto, acham que o rio está completamente seco. Ao encontrar uma grande multidão de homens tentando sacar uma espada, os três descobrem que no dia anterior, um Cavaleiro Sagrado havia lacrado o suprimento de água subterrânea do rio, impedindo a criação da cerveja Bernia, principal fonte de renda da cidade. Enquanto os homens tentam em vão pegar a espada, um garoto chamado Mead começa a se gabar de seu amigo dos Sete Pecados Capitais, seus comentários só servem para enfurecer ainda mais os aldeões, que começam a culpar Mead por sua crise.

Meliodas leva Mead ao Chapéu de Javali e o alimenta em troca de informações sobre seu "amigo" dos Sete Pecados Capitais. Isso, no entanto, acaba por ser uma farsa. Elizabeth, tendo aprendido que Mead foi quem irritou o Cavaleiro Sagrado, conseguiu que ele lhe dissesse a razão pela qual ele o fez, narrando-o um episódio de sua infância. Os quatro então observam da janela quando dois cavaleiros informam aos aldeões que, se a espada não for removida naquele dia, os impostos serão multiplicados por dez vezes. Como todos os homens, incluindo agora Mead, tentam ao máximo remover a espada, Meliodas, depois de beber um pouco de cerveja Bernia, remove a espada com facilidade, para pagar a bebida, que faz a água represada jorrar como uma fonte.

Algum tempo depois, Meliodas pede a Hawk e Elizabeth para comprar algumas ervas e frutas com as moedas de prata que ele lhes dá, para que Elizabeth ganhe alguma experiência, já que ela, sendo uma princesa, nunca viu uma moeda de prata antes, tendo usado apenas moedas de ouro. Ele também informa que o principal prato do dia será o Dusk Bison que tem atuado como uma praga e destruindo as fazendas das pessoas. Quando os dois retornam de mãos vazias e explicam como perderam os itens que compraram, Meliodas expressa de maneira hilária sua irritação.

Naquela noite, enquanto os aldeões comemoram no Chapéu de Javali, Meliodas instrui Elizabeth a aceitar seu trabalho de forma leve, já que era a primeira vez que trabalhava como garçonete. Durante a celebração, Meliodas sente que Gilthunder, o Cavaleiro Sagrado, lança-se para a aldeia e sai. Do lado de fora, ele encontra Elizabeth, que, tendo cometido muitos erros enquanto trabalhava como garçonete, correu para fora enquanto chorava. Encorajando Elizabeth, Meliodas para a lança, mas só depois de ser empurrada para trás uma grande distância. Ele então envia de volta para Gilthunder, o que leva à destruição do Forte Solgales, e a realização do Cavaleiro Sagrado de que os Sete Pecados Capitais ainda estão vivos. Na manhã seguinte, Meliodas sugere que eles deveriam deixar a aldeia imediatamente e continuar sua jornada, já que seria mais perigoso para os aldeões se eles ficassem lá.

Arco - Floresta dos Sonhos Brancos
Tendo aprendido sobre os Cavaleiros Sagrados evitando a Floresta dos Sonhos Brancos em Bernia, o grupo de três pessoas viajou para lá, especulando que poderia haver um Pecado Capital escondido lá dentro. Depois de caminhar na Floresta dos Sonhos Brancos por mais de três horas e perder o senso de direção, os três encontram várias cópias de Hawk, todas alegando ser a real. Meliodas, impiedosamente derrota todas as cópias, incluindo a real, mas depois descobre cópias semelhantes de Elizabeth. Cada um deles declara fazer qualquer coisa que eles são reais, e Meliodas então os instrui a saltar o mais alto que puderem. Todos eles, exceto a de verdade, fazem isso, já que a calcinha de Elizabeth tinha sido roubada por Meliodas antes, e ela estava envergonhada de pular. Derrotadas, as cópias se mostram como Prankster Imps e se retiram para uma garota gigante, que se revela ser Diane, o Pecado da Inveja da Serpente. Eles então pedem desculpas a ela por permitir que um Cavaleiro Sagrado passe por ele, tendo acreditado que Meliodas é um deles.

Imediatamente depois de ser acordada, Diane ergue Meliodas com a mão, apenas para acariciá-lo e chorar lágrimas de alegria assim que percebe sua identidade. Quando Elizabeth se apresenta para Diane como viajando com Meliodas, Diane pula para a conclusão de que ela e Meliodas são um casal, e faz uma birra. Meliodas, depois de acalmá-la, explica a razão pela qual ele e Elizabeth estavam viajando juntos. Ele então começa uma discussão sobre o dia, dez anos atrás, informando a ela que ele não tem quase nenhuma lembrança do dia, Diane se surpreende. Meliodas narra as únicas memórias que ele tem, que terminam com um dos Pecados Capitais se desculpando com ele. A narração leva Elizabeth a especular a existência de um traidor, e Diane, para declarar que ela ajudará Meliodas. Poucos momentos depois, Hawk percebe uma gigantesca nuvem de trovoada no céu. Um relâmpago então liga todos eles e o assaltante é mostrado como Gilthunder.
  • 2
  • 2

Eu ainda nao te perdi

escrita por _apenas_um_ngm_
Fanfic / Fanfiction Eu ainda nao te perdi
Em andamento
Capítulos 1
Palavras 140
Atualizada
Idioma Português
Categorias Anitta, Arlequina (Harley Quinn), Coraline, Disney, Hello Kitty, Homem-Aranha, Johnny Bravo, Lolirock, Luluzinha, Max Steel, Mega Man, Mirai Nikki, Nana, Naruto, She-Ra, SOS Fada Manu, Soul Eater, Star vs. as Forças do Mal, V de Vingança
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drabs, Drabble, Droubble, Drama / Tragédia, Epopeia (Épico), Esporte, Fábula, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica / Sci-Fi, Gay / Yaoi, Lésbica / Yuri, LGBTQIA+, Lírica / Poesia, Literatura Erótica, Literatura Feminina, Luta, Magia / Misticismo, Mistério, Musical (Songfic), Novela, Policial, Romântico / Shoujo, Saga, Sátira, Sobrenatural, Soneto, Suspense, Terror e Horror, Tragicomédia, Universo Alternativo
tudo estava imdo bem na vida de tachiro quando chego uma menina encrivel.... Chamada Yumi.. Que virou a vida de tachiro cabeca pra baixo
  • 1
  • 0

A Gula que me consome

escrita por gabreu___
Fanfic / Fanfiction A Gula que me consome
Em andamento
Capítulos 12
Palavras 5.693
Atualizada
Idioma Português
Categorias Nana
Gêneros Drama / Tragédia, Literatura Erótica, Policial, Romântico / Shoujo
Essa história se passa depois do arco final de Nanatsu No Taizai após a morte de escanor, que voltará ainda mais forte para para se juntar aos seus 7 companheiros e defender o mundo de uma ameaça ainda mais terrível
  • 22
  • 6

Ren

escrita por Her0ndal3
Fanfic / Fanfiction Ren
Concluído
Capítulos 1
Palavras 280
Atualizada
Idioma Português
Categorias Nana
Gêneros Drabs, Drabble, Droubble, Drama / Tragédia, Literatura Feminina
Quanto mais luto, mais afundo... Os humanos são criaturas vãs.
Se eu pudesse nascer de novo, gostaria de ser um peixe. E nadar num aquário pequeno. Ren e eu, nós dois sozinhos.
  • 12
  • 4

Anime - Zueira - Crush!

escrita por Yukiri-kiri
Fanfic / Fanfiction Anime - Zueira - Crush!
Em andamento
Capítulos 5
Palavras 5.183
Atualizada
Idioma Português
Categorias Acchi Kocchi, Another, Corpse Party, Death Note, Dungeon ni Deai wo Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka, Fairy Tail, Hamatora, Hataraku Maou-sama!, Hatsukoi Monster, Higashi no Eden, Hiiro no Kakera, Hotarubi no Mori e, Hunter x Hunter, Inari, Konkon, Koi Iroha, Inu x Boku SS, Itazura Na Kiss, Jigoku Shoujo, Junjou Romantica, K (K Project), Kaichou wa Maid-sama, Kamigami no Asobi, Kami-sama Hajimemashita, Kämpfer, Kare Kano, Karneval, Kenka Banchou Otome, Kimi ni Todoke, Kiznaiver, Koe no Katachi, Kokoro Connect, Kotoura-san, Love Live! School Idol Project, Lovely Complex, Magi: The Labyrinth of Magic, Marmalade Boy, Mirai Nikki, Nagi no Asukara, Nana, Nanbaka, Naruto, No Game No Life, Noragami, One-Punch Man, Ookami Shoujo to Kuro Ouji (Wolf Girl and Black Prince), Orange, Otome wa Boku ni Koishiteru, Ouran High School Host Club, Ozmafia!!, Sankarea, Seraph of the End (Owari no Seraph), SERVAMP, Shingeki no Kyojin (Attack on Titan), Shugo Chara!, Soul Eater, Suki na Mono wa Suki Dakara Shou ga Nai!!, Suki-tte Ii Na Yo, Tanaka-kun wa Itsumo Kedaruge (Tanaka-kun is Always Listless), Tokyo ESP
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Gay / Yaoi, Lésbica / Yuri, Literatura Erótica, Romântico / Shoujo, Universo Alternativo
Nana: Oie serhumaninhos
Luna: vamo, vamo..
Nana: come sorvete \o/
Luna: Não -.-
Nana: Poxa ;-;. Meu precioso!
Mimii: Uhu..
Tyouko: Isto foi uma animação?
Nana: Galerinha, sou a dona desse baguio que cês tão lendo, sou a narradora de nossas zueira e romances, se é que tem.
Kao: tem?
Noctis: Não sei.
Chuchu: Hmmm... yaoi'zin hehehe
JP: Cruzes mana
Luna: Lembro disso não minha chapa!
Nana: Tá me chamando de plana???!!
Tyouko: Ei, ei, aquietem o rabo!
Nana: Oxe, dexa, vou deixar passar. Vamo começa logo isso!
  • 26
  • 8