1. Spirit Fanfics >
  2. I Doubt The Stars Are Fine (Reescrita)

História I Doubt The Stars Are Fine (Reescrita)


Escrita por: cherrybombshell

Fanfic / Fanfiction I Doubt The Stars Are Fine (Reescrita)
Sinopse:
Malfoy perdeu um bebê. Anos depois, Harry encontrou uma criança. Demorou menos de 24 horas para descobrirem que esses dois fatos estavam conectados.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 5.636
Favoritos 767
Comentários 83
Listas de leitura 447
Palavras 66.404
Concluído Não
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Harry Potter, Scorpius Malfoy
Tags Aurores, Draco Malfoy, Drarry, Família, Harry Potter, Mistério, Scorpius Malfoy

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama / Tragédia, Famí­lia, Gay / Yaoi, Mistério, Romântico / Shoujo
Avisos: Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1
00; mais preciosa memória
4
526
322
 
2
01; desvantagens da carreira
5
600
5.367
 
3
02; rostos familiares
6
447
5.069
 
4
03; monstro embaixo da cama
6
409
3.516
 
5
04; investigações preliminares
6
378
5.082
 
6
05; o interrogatório
6
362
3.194
 
7
06; girafas, donuts e sorrisos
5
347
4.934
 
8
07; casa refúgio
4
333
4.715
 
9
08; turma de 73
3
305
4.492
 
10
09; dias de paz
6
305
4.795
 
11
10; imprensa marrom
7
270
3.763
 
12
11; contagem regressiva
6
273
2.872
 
13
12; a explosão
5
281
4.993
 
14
13; confissão de culpa
3
265
3.388
 
15
14; vitória pírrica
4
278
3.610
 
16
15; almoço em família
7
257
6.292

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por vxnus91
05; o interrogatório
Usuário: vxnus91
Usuário
preciso comentar que eu tô amando o desenvolvimento psicológico do Harry em relação ao que ele passou (não só sobre a guerra, mas também sobre a criação) e como isso afeta não só as ações dele, mas como ele pensa. também gosto da forma que a criação do Scorpius afeta a forma de agir dele, mesmo nos detalhes. no geral, sou apaixonada em detalhes e você tá de parabéns neles.
Postado por Torchie
05; o interrogatório
Usuário: Torchie
Usuário
Sim, eu queria chegar aqui já fingindo que estive comentando desde o primeiro capítulo, mas eu não consigo, então vamos em partes... É simplesmente incrível, okay? A escrita, o enredo, a forma como os personagens são representados cada um com seus defeitos, qualidades e traumas, realmente me prendeu a atenção desde que comecei a ler (isso aqui pode ficar um pouco grande, por favor, me perdoe). Acho incrível como cada capítulo, cada pequeno parágrafo nunca parece ser escrito de forma forçada, tudo flui e acontece no tempo que é pra acontecer, sem pressa, sem atropelar palavras, sentimentos ou acontecimentos.
Seguindo para o que eu queria ter começado falando kskskkk Eu sei que não é nada saudável para o Harry, não é saudável para ninguém, mas... tenho certo penhasco por workaholics, viciados em café e bolsas pretas abaixo dos olhos, são os personagens que mais me chamam atenção, acho que pode ser também pela trama e pelo desenvolvimento que eles passam no decorrer da história. Por ter esse apego em personagens workaholics, eu acabo entrando em uma guerra onde eu quero muito ver o Harry naquela luta diária de beber café para se manter de pé, mas também precisar muito que ele tenha uma boa noite de sono, porque não quero ver ele colapsar... bem confuso, eu sei
O Scorpius é um fofo, um amor de criança, que passou por coisas que ele nem entende ainda, e eu me pego pensando além, quando ele tiver mais idade para não só saber, mas entender realmente tudo o que aconteceu... como ele reagiria? Como ele lidaria com tudo isso? Ele pode não ter sofrido fisicamente, mas tem um grande buraco psicológico nesse garoto... A parte que mais me machuca e me faz prender a respiração é sempre quando Draco aparece, a reaproximação é uma coisa que não deve ser forçada e tem que vir naturalmente, porque ele é só uma criança assustada, lidando com um mundo completamente novo, lidando com uma realidade onde ele nem sabia que tinha um pai ou que era um, então ver o Draco tão ansioso e tão machucado com coisinhas que parecem pequenas, mas não são, me deixa com o coração apertado. Eu fico tão ansiosa junto dele, com receio do que pode vir depois, tão tensa junto com ele com a mão afagando a cabeça do próprio filho que eu só queria poder botar a mão nas costas dele e dizer que vai ficar tudo bem, que pode ser difícil não poder fazer tudo o que ele gostaria, mas que vai se resolver com o tempo.
Toda vez que o Draco aparece, mesmo quando ele tá lá com uma cara bem amarga para o Harry, eu já começo a me sentir um pouco mais emotiva...
Parabéns, pague a minha terapia kskskkkk
Enfim, o que eu tiver mais pra falar, fica para os próximos comentários, porque esse aqui já tá bem extenso e eu confesso que já não lembro mais tudo o que eu queria falar agora, mas vou acabar lembrando eventualmente, mais uma vez, perdão pelo tamanho do comentário
Essa história já tem um triplex alugado na minha cabeça e tenho certeza que vai ter um cantinho bem especial no meu coração
Aguardo ansiosamente pelas próximas atualizações, porque, sinceramente, ainda não sei o que esperar de todo esse caso, quando eu tiver alguma teoria maluca, talvez eu venha aqui encher o seu saco ksksksks