1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. mandyqp >
  4. Favoritos >
  5. Histórias

mandyqp - Histórias Favoritas

12 favoritos

Abracadabra

escrita por soollar
Fanfic / Fanfiction Abracadabra
Concluído
Capítulos 1
Palavras 402
Atualizada
Idioma Português
Categorias Blackpink
Gêneros Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Após descobrir um espelho velho, Jennie Kim, decide fazer uma troca justa com ele. Só não sabia que espelhos eram traíras.
  • 40
  • 2

Queencard

escrita por melight_
Fanfic / Fanfiction Queencard
Em andamento
Capítulos 1
Palavras 1.178
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Comédia, Ficção Adolescente, Lésbica / Yuri, LGBTQIAPN+, Romântico / Shoujo
Rita é loira, popular, rica e possui tudo o que uma alguém pode querer. No entanto, foi transferida de seu antigo colégio por um motivo misterioso e precisará reconstruir seu império na nova escola.

Ela já esperava que, obviamente, fosse enfrentar a abelha-rainha se quisesse tomar o poder. Entretanto, não esperava que essa garota fosse Alissa: inteligente, radiante, ambiciosa e linda, muito linda. Alissa fará de tudo para não perder seu legado para uma novata qualquer.

A disputa das "mean girls" pela coroa será repleta de manipulações, fofocas e intensidade. Porém, o ódio e a vingança podem se transformar em um vínculo um pouco diferente do esperado... Além de revelar muitos segredos e desejos escondidos de ambas as partes.
  • 1
  • 1

Woke up in New York City

escrita por bellocaos
Fanfic / Fanfiction Woke up in New York City
Concluído
Capítulos 1
Palavras 2.997
Atualizada
Idioma Português
Categorias Blackpink
Gêneros Comédia, Drama / Tragédia, Ficção, LGBTQIAPN+, Literatura Feminina, Musical (Songfic)
Rosé é uma garota que se decepcionou com a cidade de Nova York no começo de sua viagem, até conhecer uma mulher por quem se encantaria, e por conta dela vai passar pelas férias de inverno mais inesquecíveis de sua vida

[ !Aviso¡ ]
• A obra foi baseada na letra da música "Livin la Vida loca"
  • 13
  • 8

Minha babá - Chaelisa

escrita por kimbiajisoo
Fanfic / Fanfiction Minha babá - Chaelisa
Concluído
Capítulos 11
Palavras 33.532
Atualizada
Idioma Português
Categorias Blackpink
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Lésbica / Yuri, LGBTQIAPN+
Chaeyoung já era bem grandinha para precisar de uma babá, porém a senhora Park tem uns parafusos a menos e acaba contratando Lisa para cuidar de sua filha.


| Chaelisa | - | Short - fic |
  • 916
  • 378

Fight like a Girl; Sing like a star

escrita por CarolinaBulhoes
Fanfic / Fanfiction Fight like a Girl; Sing like a star
Em andamento
Capítulos 21
Palavras 79.842
Atualizada
Idioma Português
Categorias Blackpink
Gêneros Ficção Adolescente, Literatura Feminina
Precisa-se de caos para dar à luz a uma estrela dançante e Jennie, Lisa, Jisoo e Rosé entendiam muito bem disso.

Aos 16 anos já tinham muito com o que lidar. As pressões sociais, os lares conturbados, os sonhos que pareciam serem inalcançáveis e a vida adulta batendo em suas portas com garras de ferro, tudo isso enquanto o vestibular se aproximava e os hormônios fervilhavam.

Kim Jisoo é a número #1 em tudo o que faz — a garota de ouro, como todos a chamavam. Era bonita, inteligente, rica, campeã nacional de Tênis e um prodígio musical, no entanto vinha sucumbindo lentamente em uma tristeza que ninguém parecia notar.

Já Jennie, após o pai ser preso, decidiu jogar tudo para o alto e focar somente em seu sonho de ser a maior rapper de todos os tempos, sonho este que todos diziam para ela desistir.

Lalisa, cansada de ver uma vez atrás da outra sua mãe ser agredida, resolveu que faria faculdade de direito e colocaria todos os imbecis como ele atrás das grades. No entanto, vinda de uma família pobre, não possue dinheiro para pagar a faculdade e tem de batalhar para conseguir a bolsa oferecida para a nº1 do ranking — ocupado pela perfeição em pessoa, Jisoo.

Rosé a ex-Queen ver da escola foi diagnosticada com câncer e tenta mostrar a todos que é capaz, apesar de todos acharem que ela é uma boneca de porcelana limitada por sua doença.

Entre lágrimas, batalhas e o rompimento de sonhos, elas encontrarão força na amizade e no amor — enquanto tentam, avidamente, sobreviver a adolescência.

  • 1.716
  • 742

Nobody Knows

escrita por hwangi
Fanfic / Fanfiction Nobody Knows
Concluído
Capítulos 21
Palavras 15.030
Atualizada
Idioma Português
Categorias Blackpink
Gêneros Comédia, Drabs, Drabble, Droubble (Minicontos), Ficção Adolescente, Lésbica / Yuri, Universo Alternativo
Onde Kim Jisoo recebe mensagens anônimas de uma, não tão anônima assim, Jennie Kim que diz ser a futura mãe dos seus filhos.




[jensoo | texting]
  • 3.135
  • 428

Girl Meets Evil

escrita por Ghost_Fanfics
Fanfic / Fanfiction Girl Meets Evil
Em andamento
Capítulos 107
Palavras 510.269
Atualizada
Idioma Português
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Blackpink, Got7
Gêneros Ação, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Gay / Yaoi, LGBTQIAPN+, Literatura Erótica, Luta, Magia / Misticismo, Mistério, Policial, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
[Nao aceito adaptações/cópias desta obra]
[EM REVISÃO]
Nasci em Juggi, uma cidadezinha perdida na Coreia do Sul, mas a deixei por não suportar a dor da perda da minha mãe e da minha irmã mais velha. Appa e eu nos mudamos para Seul, que me acolheu e me reergueu como um lar. Mudei de escola, fiz novos amigos, gostava da minha nova casa. Ali, nada era lembrança de um tempo que não voltaria. Era onde eu criava novas memórias para tornar minha vida suportável.

Tudo parecia bem, até agora. De repente, Appa anuncia seu casamento com a Srta. Jeon. De uma vez só preciso arrumar minhas malas, sair da escola, me despedir dos meus amigos e voltar a Juggi, um lugar que odeio. A única parte boa da história é ganhar uma madrasta tão boa, mas até mesmo ela tem seu porém. Seu filho, que se tornará meu "irmão" em poucos dias, Jeon "Arrogante" Jungkook. Ele é um espécime detestável da raça humana. Implicante, prepotente, encrenqueiro e espaçoso. Eu não o suporto, e não quero nem respirar o mesmo ar que ele, quanto mais dividir a casa, o pai, a vida.

Por isso, quando chego a Juggi, não vou direto para minha casa. Peço ao motorista que me leve até onde minha história aqui terminou, o cemitério. Agora estou diante do túmulo que mais parece um abismo onde os pesadelos querem me jogar. "Pessoas morrem, mas o verdadeiro amor é eterno." Arrasto os dedos pelas palavras entalhadas na lápide da minha mãe, lembrando-me de quando as escolhi com meu Appa, oito anos atrás. Leio-as pela enésima vez, ajoelhada sobre a grama coberta de folhas secas.

A melancolia me atinge como um tiro, uma dor que não cessa e que sangra. Algo me diz que meu tormento está apenas começando...

[ABO] [IMAGINE] [HOT] [HÍBRIDO] [SOBRENATURAL] [JUNGKOOK]
  • 34.227
  • 39.613

Além das aparências (Lumity)

escrita por TyFanfics_
Fanfic / Fanfiction Além das aparências (Lumity)
Concluído
Capítulos 24
Palavras 65.384
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Comédia, Drama / Tragédia, Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Lésbica / Yuri, LGBTQIAPN+, Romântico / Shoujo, Saga, Universo Alternativo
[VERSÃO DESCONTINUADA]

Luz não era só um rostinho bonito, a atleta popular capitã dos times de basquete e futebol, a aluna irresponsável, a garota assumida bi com fama de pegadora que não quer relacionamento sério e ama festas.

Amity não era só uma estudante à força, uma CDF de língua afiada, a garota hétero que era responsável até demais, uma associal que detestava pessoas e fazia de tudo pra evitar contato social.

Porque nem tudo é como aparenta ser à primeira vista.

Amity Blight era de família rica e influente. Presa a uma rotina restrita de regras e a importância do status social, além de submetida à acordos com seus próprios pais apenas para ter algum domínio sobre a própria vida.


Enquanto isso, Luz era da classe média. Morando com uma mentora um tanto excêntrica e presa com lembranças repartidas da sua falecida mãe, além de silenciosamente estar enfrentando problemas demais para uma garota tão jovem.

É verdade que as aparências enganam, mas até que ponto?
Mesmo com um começo conturbado, aos poucos elas irão mostrando uma para outra que suas realidades tão distintas ainda podiam coexistir e criar algo totalmente novo.
  • 749
  • 445