1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. Margherit4

Margherit4

Margherit4
Nome: Baby
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Beira do mar
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Margherit4


ㅤㅤㅤㅤ
Ela/dela
ENFP • Sanguíneo/colérico 🔥
Since autumn 2000



fw/h/β @ImaginesLand • fw/h/adm Pmkr @FireFistProject



Farinha de trigo, água, fermento e sal; mussarela, tomate e manjericão.


Lanterna dos afogados
Paralamas do sucesso
━━━━⬤────────────
01:14
⇆⠀⠀⠀⠀⠀◁ || ▷⠀⠀⠀⠀⠀↺



@obelial • @tolquinho • @Blue_bird7 • @Nanahoshi • @atsukais

TAG - Entrevistando o escritor (Margherit4)

Postado

Plena madrugada e eu aqui, porque me conheço e sei que tenho exímias habilidades de procrastinação e esquecimento, por isso, sei que se deixar pra amanhã ou depois, eu simplesmente não vou fazer nunca mais.

Eu nunca fiz tag e não tenho muita paciência pra elas, mas como foi uma das patroas que me marcou e essa é uma das minhas fics mais complexas, eu achei que seria legal fazer pra ajudar o pessoal a entender a loucura que acontece em Minha Rainha. @Nanahoshi, você foi a culpada por esse amor se acabar.

A fic não ta terminada ainda, e ler esse jornal pode fazer com que o leitor entenda coisas que não tinha entendido ainda ou suponha o que ainda vai acontecer
Mas vamo lá
Pra frente que se anda

E vai ficar gigantesco.



Funcionamento:


1 - Todos podem participar.

2 - Monte o jornal respondendo livremente às seguintes questões sobre a sua fic que foi indicada:

I - O que levou você a escrever essa fic? Desafio? Compartilhar alguma ideia? Uma história para conscientizar alguém?

II - Como tirou inspiração para escrever essa fic? (Séries, músicas, memes, experiência pessoal...)

III - Quais dificuldades você teve para escrever essa história?

IV - Qual a parte favorita da história?

V - Alguma curiosidade que queira contar sobre a fic?


3 - Em seguida, você pode citar as histórias que você mais gostou de escrever.

4 - Para finalizar, indique os escritores e suas respectivas fics que você gostaria de saber mais.

5 - Ao postar o jornal, não retire as regrinhas sobre o funcionamento da brincadeira.

6 - O título do jornal deve ser “TAG - Entrevistando o escritor (seu user no Spirit)”, assim fica mais fácil de localizar outras pessoas que estão participando e ler o jornalzinho do outro para conhecer novos escritores e suas histórias.
Tag por: @Srta__Wu





Minha Rainha


Sinopse: A guerra entre o arquipélago Colmena e o país vizinho data desde a época do século perdido e o meu destino como herdeira do trono de Colmena deveria ser continuar o conflito e manter meu povo alimentado e sadio enquanto novos guerreiros fossem treinados e os antigos perecessem.
Quando eu finalmente decidi contrariar meu destino, não foi do jeito que você esperava. Um acordo de casamento foi proposto e meu pai negou imediatamente, mas eu intervim e pus um fim na guerra entre os dois países entregando-me como sacrifício pela paz.
Você não gostou nem um pouco disso, não é mesmo, Pirata do Chapéu de Palha? Mas não se preocupe comigo, eu ficarei bem. Darei continuidade à prosperidade do arquipélago e passarei o resto de meus dias confinada nesse castelo governando este país enorme que você tanto gosta.
Quando seu log pose atualizar, por favor deixe este país imediatamente e torne-se o Rei dos Piratas! Eu não tenho uma dúvida sequer em meu coração de que ninguém além de você poderia governar estes mares! Por favor, Monkey D. Luffy, siga sem mim e retorne a este país um dia para conhecer os futuros herdeiros desse trono que infelizmente não serão seus filhos.
Talvez se eu não fosse uma rainha e você não fosse um pirata, as coisas poderiam ser diferentes, mas eu tive de me casar pelo bem de meu povo e agora pago o preço por ter nascido numa família real. Não poderei ser sua Rainha dos Piratas como você tanto deseja, mas prometo ser a melhor governante da história de Colmena em compensação!
Divirta-se por mim em sua aventura.
Com amor, Oyin D. Kiara.

♕ Luffy x OC ☠ | longfic | slow burn





I - O que levou você a escrever essa fic? Desafio? Compartilhar alguma ideia? Uma história para conscientizar alguém?


O Luffy e a minha criatividade exorbitante.

Apesar de ter contato desde cedo com animes shounen, eu enrolei muito pra começar a assistir One Piece, mesmo sabendo que é muito bom e conhecendo muitos spoilers sobre a obra. Eu sempre me julguei impaciente demais pra assistir algo com tantos episódios, já que eu só tinha assistido Naruto inteiro porque comecei quando criança, acompanhando os semanais na TV e com Dragon Ball, foi a mesma coisa.
Enfim, comecei com 17 anos e o Luffy chamou minha atenção logo no primeiro episódio. Eu fiquei completamente vidrada na personalidade dele, que apesar de parecer tão comum entre protagonistas de Shounen, tinha alguma coisa de extremamente diferente.
Mas ele me conquistou mesmo no arco do Arlong Park, quando se tornou meu personagem preferido de todos os animes que eu já assisti, e no arco de Sabaody, quando ele deu aquele socão satisfatório em vocês-sabem-quem, eu pausei o vídeo e admiti pra mim mesma que finalmente, eu tinha um crush no Luffy.

Minha Rainha demorou meses pra ter um plot sólido, uma protagonista fixa, OCs desenvolvidos, um país que eu mesma criei e finalmente ganhar um doc no drive.
Eu queria escrever uma longifc com o Luffy, e como ele é um personagem que tem um valor emocional gigantesco pra mim, ela tinha que ser minha fic mais elaborada e trabalhosa. Por isso, as atualizações levam tanto tempo, os detalhes são tão calculados e tudo é meticulosamente narrado de forma que os capítulos se encaixem uns nos outros.
Minha Rainha é a minha obra prima, com certeza.



II - Como tirou inspiração para escrever essa fic? (Séries, músicas, memes, experiência pessoal...)



A lista de inspirações pra Minha Rainha é gigantesca, mas aqui eu vou falar sobre a criação do Arquipélago de Colmena.

O Oda é foda, verdade seja dita. Odacchi é um japinha safado que usa referências históricas e inspirações do mundo real para desenvolver lugares e personagens de One Piece e graças a isso, nós, pobres leitores mortais, enchemos nossas cabecinhas confusas de teorias sobre os mistérios de nosso amado e odiado autor fdp.
Mas, enfim... se eu queria escrever uma fanfic de One Piece bem elaborada, resolvi fazer o mesmo que ele: criei um país.
Não deve ser difícil perceber ainda no segundo ou terceiro capítulo que Colmena poderia facilmente ser um país da América Latina. Pois bem, o Arquipélago é completamente inspirado na região do Caribe, só que sem a colonização genocida e com uma guerra, muito mel e uma monarquia absoluta no meio. Uma mistura de Cuba, Panamá, Porto Rico e mais uma penca de ilhas paradisíacas que hablan español or english em volta do mar do Caribe que me serviram de inspiração pra criar Colmena, mas sua cultura tem algumas referências à brasileira.
É óbvio que eu sei que a região do Caribe envolve vários países e não é um arquipélago, afinal, eu tenho estudado aquela região loucamente pra escrever essa fic, mas é só uma inspiração pra um país grandão e cheio de história que eu quis criar.
Em One Piece, Colmena é a terra natal do rum amado pelos piratas, que em nosso mundo é Porto Rico, das "danças sensuais até demais", segundo o Zoro, que na verdade são a Salsa (Cuba), o Reggaeton (Panamá e Porto Rico), o Dembow (Jamaica) e Bachata (Rep. Dominicana), e assim como a área do Caribe, foi considerado um "antro" de portos piratas por um bom tempo no passado, graças à dificuldade da Marinha Mundial para entrar no país (como a da Marinha inglesa pra chegar perto do Mar do Caribe no século XVI).
E sobre as abelhas e flores: Eu visitei um apiário na época em que ainda não tinha passado a ideia de Minha Rainha para o papel, e enquanto a mulher responsável pelas colmeias explicava sobre a organização da sociedade das abelhas dentro de uma colmeia e o quanto cada uma tinha sua função e todas se esforçavam para a perpetuação da espécie e defesa da colmeia, eu tive a ideia de relacionar o país às abelhas, chamá-lo de "Colmena" e criar a guerra.
O fato de que as abelhas simplesmente arrancam a rainha do trono e a jogam fora da colmeia pra morrer quando se cansam dela também foi bem atrativo, pra ser bem sincera.
A ideia das vespas de Montbel da família Wasp veio logo em seguida, quando eu pesquisei um pouco sobre animais inimigos das abelhas e descobri que algumas espécies de vespas-gigantes invadem as colmeias e matam as abelhas para roubar e comer as larvinhas. É um bicho do capeta, né? Deus me livre.



III - Quais dificuldades você teve para escrever essa história?



O Luffy.

Manter o Luffy fiel à sua personalidade original em uma fanfic na qual ele vive um romance não é nada fácil. Existe uma diferença gigantesca entre escrever uma oneshot em que ele inocentemente abraça a [Nome] e diz que quer dar uns bjos nela e escrever uma longfic na qual ele se apaixona pela protagonista e demora meses pra entender por que quer levá-la ao mar.
Na primeira vez em que o Luffy encontrou a Kiara, ele não se apaixonou por ela, obviamente, mas ficou fascinado, porque até então, ele nunca tinha visto uma princesa, e mesmo depois de entrar na Grand Line e conhecer a Vivi, ainda tinha uma visão diferente sobre a Kiara.
Quando ele finalmente chegou em Colmena, com todo aquele papo de que a Kia tinha que ser a Rainha dos Piratas, ainda era algo muito inocente, do tipo "ela é mais bonita do que as outras princesas e mais forte do que todas as garotas que eu conheci até agora, então tem que ser a rainha dos piratas comigo".
Mas é na convivência com a Kiara em Colmena, quando ele imerge na realidade em que ela vive, que o Luffy realmente se apaixona pela Kia, de forma muito inocente, sem que ele perceba o que realmente ta acontecendo.
O momento em que o Luffy finalmente entende por que ele quer tanto que Kia vá para o mar com ele e as mudanças que a presença dela causam no próprio corpo não foi postado ainda. Falta um bom tempo, na verdade.

No momento, ele vê a Kia como uma nakama valiosa e extremamente interessante que ele precisa defender com unhas e dentes e convencer a participar da aventura a qualquer custo.

Mas esse desenvolvimento lento e tortuoso, em meio a uma guerra, com um casamento arranjado e uma Arma Ancestral no meio... Isso está sugando a minha sanidade lentamente, ao mesmo tempo que é extremamente divertido, porque é sobre o Luffy que eu estou escrevendo <3



IV - Qual a parte favorita da história?



EU NÃO POSTEI ELA AINDA AAAAAAAAAAAAAA
Vou voltar aqui e editar esse jornal depois que eu postar só de raiva
Mas pra dizer sem comprometer a história, eu diria que é o momento em que a Kiara finalmente admite pra si mesma que, sim, ela sente algo pelo Luffy que não é só amizade e percebe que o sacrifício que ela tem que fazer pelo país de Colmena é muito maior do que ela imaginava quando assinou o papel.



V - Alguma curiosidade que queira contar sobre a fic?



1. Eu to escrevendo um Especial que conta algumas lendas de Colmena, como as antigas histórias de piratas e a mitologia indígena (que eu mesma criei, porque achei que a mitologia caraíba não se encaixava muito na história não).
Se Colmena é inspirada no Caribe, naturalmente, os nativos eram indígenas.

2. A personalidade, os valores e ideais de Wasp Kyle foram inspirados nos de uma pessoa real.

3. Ainda que a sinopse passe (propositalmente) essa impressão, nem só de Angst vive Minha Rainha.
Juro pra vocês.
Eu não sou tão amargurada quanto vocês pensam, podem ler sem medo.
Mas não esqueçam os lencinhos de papel, porque em Colmena, nem tudo são flores.
Também há sangue e pólvora no arquipélago das abelhas.






Histórias que eu gostei de escrever


Sangue Quente


Sinopse: Eu nasci em um navio pirata que carregava a bandeira do homem mais forte do mundo, Edward Newgate: Yonkou do Novo Mundo e o único homem na história capaz de ser um rival à altura para o falecido Rei dos Piratas, Gol D. Roger.
Naquela frota cheia de homens aos quais o velho Newgate chamava de filhos, eu era a única que carregava em minhas veias o sangue de Barba Branca e foi naquele navio enorme que eu cresci, cercada por piratas.
Anos depois de abanadoná-lo a fim de seguir meus próprios sonhos, tive que retornar em busca da segurança de minha família, mas certamente não esperava encontrar alguém capaz de me surpreender em todos os sentidos: Justamente o homem que tinha em suas veias o sangue do tal Rei dos Piratas, chamando o meu pai de “oyaji”.

Ace x OC | longfic | Completamente reescrita
Antigo título: A Filha do Imperador


Não tem como falar de fic da Baby sem falar de Sangue Quente.
Minha fic mais polêmica e a terceira mais trabalhosa. Por ser uma longfic sobre o meu crush supremo, o Ace, ela é com certeza uma das que eu mais amo.
Sangue Quente é uma loucura, a Sayuri é fora da casa, o Ace só se fode do início ao fim e o romance deles tem de tudo, menos toxicidade e tédio <3
Reescrever essa fic tem sido uma experiência louca e eu estou amando o tanto que eu aprendo sobre a minha própria escrita ao revisar cada detalhe de Sangue Quente.




Invisível


Sinopse: Portgas D. Ace é um garoto popular em sua escola, o talentoso e promissor quarterback do time de futebol americano do colégio.
Apesar de ter a atenção de todas as garotas da escola e namorar a cheerleader mais cobiçada do Ensino Médio de sua cidade, uma garota misteriosa e incapaz de desviar a atenção de seu caderno de desenho acaba por atrair a curiosidade do garoto.
Ela parecia ser invisível a todos daquela escola, no canto mais escondido do fundo da sala, mas não aos olhos dele.

High School AU | shortfic | clichê


Essa fic delicinha e mágica, que obviamente também tem foco no Ace, foi escrita para o @ImaginesLand e já está quase finalizada AAAAAAAAAAAA
Aquela fic do tipo "ai que orgulho, fui eu que escrevi!"
O tema mensal era clichê, mas eu quis fazer diferente.
1. O garoto popular se apaixona pela garota quieta, mesmo sem ser correspondido ou sem receber a atenção dela.
2. A vilã que faz bullying com a protagonista não é atropelada por um ônibus no final da fic.
3. Discurso girl power pra mostrar pras leitoras que todo mundo é maravilhoso pra caralho e não existe gente insuficiente nessa merda.
4. Futebol americano com direito a quarterback surtando na final do nacional.
5. O Ace encoraja a [Nome] a se tornar uma pessoa melhor <3

Regina George não habita nessa fic de clichê colegial.




Garota de Ipanema


Sinopse: A única coisa que Shoyou poderia dizer sobre aquela moça, que tinha o corpo dourado pelo sol e passava pela orla de Ipanema a caminho do mar era que seu balançado, mais belo que um poema, era certamente a coisa mais linda que já tinha visto passar.

Hinata x reader | songfic | sem menção de S/n ou [Nome]


Uma songfic delicinha de MPB com o tangerininha, a primeira de um projetinho pessoal que eu nunca mais escrevi, porque pra ser sincera, travei na do Oikawa.
Help @Deus
Um dia eu prometo que eu posto as outras.






Indicações

@doublePistolz – Tales of a flammable love story
@Akyua – Espatódea
@Blue_bird7 – Um novo começo
@atsukais – Serenata existencialista
@Flor-negra – A herdeira de Amegakure

Escutando: Rock paulera do diabo
Lendo: O livro da mangueira do Paulo Freire
Assistindo: One Piece
Jogando: hate na Nana
Comendo: o c* de quem ta lendo
Bebendo: camomila pra ver se eu durmo hoje
Permalink Comentários (2)

[01/05/2021] To the Sky

[10/02/2021] Haikyuu x Vinícius e Tom


Atualizações do Usuário

Usuário: Margherit4
Saskinho de natal ♥️✨🌲
Usuário: Margherit4
@ange- mini anjo, pra não passar a sensação de romantização, basta dar maior destaque pro sofrimento do protagonista e a sensação de incapacidade de sair da situação.
Usuário: Margherit4
Minha vida é fazer bagunça com o tupperbox no serv do @firefistproject por esse país
Usuário: Margherit4
VIÚVAS, EU VOS INVOCO

VENHAM SE INSCREVER PRA STAFF DO PROJETO DO ACE E BORA TACAR FOGO NA GRAND LINE

https://twitter.com/FireFistProject/status/1447700086276993027?t=_ZHQPVtN6-lp_VkbtB98yg&s=19