1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. goldeapple

goldeapple

goldeapple
Nome: — universo mitológico
Status: Usuário
Sexo: Outro
Localização:
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

goldeapple


⠀⠀⠀⠀Bem-vindos ao Golden Apple!
Um projeto criado no dia 22/04/20 com o intuito ⠀⠀de
⠀⠀⠀⠀aumentar as Fanfics de K-Pop com o gênero Mitologia.
‹ feat > golden child

Golden Apple apresenta: os brothers do Wayv

Postado

Citação:

Olá, meus caros Olimpianos, como estão? Espero que bem.
Só os deuses sabem o quanto alana quis me matar por causa desse jornal (somente a luna e os style-makers do golden vão entender, ks) mas felizmente eu permaneço viva e com o pescoço inteiro!, #GalinhaComentah. Sabe uma das coisas que eu mais amo em fazer pro golden? Jornal de apresentação de tema, mesmo que eu me enrole toda em separar bons conteúdos para vocês, eu acho que eu vou mais ou menos bem nisso, lsks. Se eu contar, acho que vocês não acreditam, mas esse tema foi decidido com 248 votos, extremamente acirrado com outra mitologia que teve 205 votos. Sim queridos olimpianos, a staff do golden não brinca em serviço, e acho que em nosso primeiro ciclo vocês puderam perceber isso. Repetindo que eu ou alana sempre estaremos fazendo um jornal para explicarmos a mitologia do ciclo (eu descobri que não somos desocupadas, ksk) pra ajudar nossa staff e vocês a terem uma melhor compreensão e/ou rendimento. Sem mais enrolação, o tema do nosso segundo ciclo é: MITOLOGIA CHINESA!
Mostrar Spoiler: mitologia chinesa

A mitologia chinesa é formada por elementos de três religiões diferentes: o confucionismo, o budismo e o taoísmo. Assim, os deuses sobre os quais falaremos a seguir vêm dessas três religiões, em especial o taoísmo.

No seu livro de História das Mitologias, Félix Guirand chama a atenção para uma característica peculiar da mitologia chinesa: o conjunto dos deuses (ou panteão) é uma cópia da sociedade chinesa. Da mesma forma como a sociedade se organiza, organizam-se os deuses na sua “sociedade” celeste, com seu corpo administrativo hierarquicamente organizado.

Cada ministério tem seu chefe e seus “funcionários”, cada um deles com uma função previamente definida. Tudo é organizado à semelhança de um Estado. Líderes sucedem-se uns aos outros e funcionários podem ser “demitidos” e substituídos por outros mais competentes para exercer a função.

Outra particularidade da mitologia chinesa é que grande parte de suas divindades não tem origem divina, mas humana. Muitas delas já foram seres humanos um dia e, após a morte, tornaram-se deuses, geralmente devido às virtudes ou boas ações praticadas em vida.

Há muitos deuses na mitologia chinesa. E há deuses para muitas coisas: felicidade, literatura, lar, portas, riqueza, profissões etc.
Mostrar Spoiler: algumas “espécies” encontradas no mundo mitológico chinês

Na tradição astronômica chinesa, a esfera celeste está dividida em quatro grandes palácios ou constelações representados pelo Dragão Verde, Pássaro Vermelho (Fênix ou Suzaku), Tigre Branco (Byakko) e a Tartaruga Negra (Genbu), tendo certas fontes que mencionam o Unicórnio ao invés do Tigre Branco. Os quatro animais celestes são protetores e benéficos, associados também às estações do ano.

⠀⠀・・TARTARUGA NEGRA: A Tartaruga Negra representa o norte, o inverno, a água e a cor negra, é Yin. Nas costas precisamos de proteção e a Tartaruga está aí, em forma de uma montanha, e simboliza o suporte, o apoio e proporciona a segurança, longevidade, boa saúde e relações estáveis. Em algumas outras fontes é dada a Tartaruga o nome de Guerreiro Negro.
⠀⠀・・DRAGÃO VERDE: O Dragão Verde representa o leste, a primavera e a cor verde, é Yang. È um animal fantástico de poderes extraordinários e simboliza a sabedoria, a abundância e a propriedade. O Dragão de cinco garras só pode representar às autoridades imperiais, enquanto que os de quatro garras representava os ministros e os oficiais. Esse animal mítico e misterioso exerce até hoje uma enorme fascinação do povo chinês, é bem fácil entender porque estão tão relacionados à montanhas.
⠀⠀・・TIGRE BRANCO: O Tigre Branco representa o oeste, o outono e a cor branca. Simboliza as virtudes da força e da coragem de um guerreiro, protege e defende de qualquer ameaça.
⠀⠀・・PÁSSARO VERMELHO: O Pássaro Vermelho (Fênix) representa o sul, o verão, o elemento fogo e a cor vermelha. Simboliza as oportunidades, a expansão, a boa sorte e a nossa capacidade de percepção.
Mostrar Spoiler: deuses chineses

divindades de origem taoísta

• Os Três Puros (三清) — Os Três Puros são a trindade taoísta de deuses representando os princípios supremos.

• Quatro Imperadores (四御) — Reis celestes do taoísmo:
⠀⠀・O Imperador de Jade (玉皇大帝) — O Imperador de Jade é o governante supremo de tudo, contado entre as principais divindades taoístas.
⠀⠀・Beiji Dadi (中天紫微北极大帝) — Governante das estrelas.
⠀⠀・Tianhuang Dadi (勾陈上宫天皇大帝) — Governante dos deuses.
⠀⠀・Imperatriz da Terra (后土皇地祇)

• Xi Wangmu (西王母) — Xi Wangmu ou Rainha Mãe do Oeste é a deusa que detém o segredo da vida eterna e a entrada para o paraíso. Originalmente era uma deusa feroz com dentes de tigre e que enviava pragas ao mundo, mas ao ser incorporada ao panteão taoísta, transformou-se em uma divindade benigna. Na mitologia chinesa popular, Xi Wangmu vive em um palácio de jade e, por isso, é considerada a patrona dos mineiros de jade. Ela também possui um pessegueiro que a cada três mil anos produz um pêssego que concede a imortalidade.

• Pak Tai ou Bei Di (北帝, 真武大帝) — Deus taoísta do Norte, Pak Tai é um dos Cinco Imperadores que desde a Dinastia Han são associados a cada um dos pontos cardeais (Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro) segundo a teoria dos Cinco Elementos (wu xing). Em Hong Kong e Macau, são considerados divindades do vento. Pak Tai é também o deus das águas, elemento associado ao norte como a cor preta. Seu animal totem é a tartaruga negra.

• Xuan Nu (玄女) — Xuan Nu foi a deusa que ajudou Huangdi (黃帝), o Imperador Amarelo, a subjugar Chi You (蚩尤) na guerra travada entre os dois. Depois de enfrentarem-se nove vezes em uma guerra cíclica sem que nenhum dos dois vencesse, o Imperador Amarelo retirou-se para o Monte Tai que ficou envolto em neblina durante três dias. Então apareceu Xuan Nu, que tinha cabeça de pessoa e corpo de ave, e aproximou-se do Imperador comunicando-lhe uma estratégia para vencer a guerra.

• Oito Imortais (八仙) — Os Oito Imortais são uma crença taoísta descrita pela primeira vez na Dinastia Yuan. O poder de cada Imortal pode ser transferido para uma ferramenta que pode dar vida e destruir o mal. A maioria nasceu nas Dinastias Tang ou Sung. Eles não só são venerados pelos taoístas como são elementos da cultura chinesa. Vivem na Montanha Penglai.
⠀⠀・He Xiangu (何仙姑)
⠀⠀・Cao Guojiu (曹國舅)
⠀⠀・Tie Guaili (鐵拐李)
⠀⠀・Lan Caihe (藍采和)
⠀⠀・Lu Dongbin (呂洞賓)
⠀⠀・Han Xiang Zi (韓湘子)
⠀⠀・Zhang Guo Lao (張果老)
⠀⠀・Zhongli Quan (漢鍾離)

divindades de origem budista

• Guan Yin (觀音) ou Kuan Yin (觀音菩薩) — Guan Yin é a deusa da compaixão e piedade.

• Hotei (彌勒菩薩) — Hotei é uma divindade budista popular. Deus da alegria e fortuna.

• Dizang (地藏菩薩) — Dizang é aquele que salva da morte.

• Yanluo (閻羅) — Yanluo é o governante do Inferno (forma abreviada do sânscrito Yama Raja, 閻魔羅社).

• Shi Tennô (四大天王) — Os Shi Tennô (Quatro Reis Celestes) são deuses guardiões budistas.
Mostrar Spoiler: algumas histórias do mundo mitológico chinês

A lenda de Bai She Zhuan, a Mulher Cobra Branca


Bai She Zhuan e Xiaoqing, as cobras branca e verde, respectivamente, praticavam magia taoísta e buscavam a imortalidade. Um dia, finalmente, conseguiram se transformar em belas mulheres. Não demorou para que Bai She Zhuan se apaixonasse e se casasse com Xu Xian. Enquanto estava grávida do primeiro filho, porém, um monge budista tentou alertar Xu Xian de que sua esposa era, na verdade, uma cobra, e usou de um ardil para que o marido desse arsênico à esposa.

Enfraquecida, Bai She Zhuan teve de voltar a sua forma escamosa, o que assustou e quase matou Xu Xian. Após uma série de peripécias, a cobra branca foi aprisionada após dar à luz. Anos depois, Xiaoqing resgatou-a, mas o fim da história varia e não se sabe ao certo o que ocorreu a Bai She Zhuan.

A fábula de Kua Fu


Kua Fu foi o líder de um grupo dos gigantes e sua história explica a origem da paisagem geológica de parte da China, assim como traz uma lição sobre humildade.

Vendo seus amigos enfrentarem problemas durante um verão muito quente, Kua Fu decidiu dominar o sol correndo nove dias e nove noites pelas suas terra. Segundo a mitologia, parte do relevo da China teria sido formado assim. Ao fim da história, no entanto, Kua Fu fica exausto e morre de sede, mostrando os perigos da arrogância.

O Zodíaco Chinês


Há muitos mitos que explicam a origem do zodíaco chinês, mas o mais famoso é o da Grande Corrida. Segundo ela, o Imperador de Jade, senhor dos céus, queria encontrar uma forma para dividir o tempo, então decidiu criar uma corrida entre os animais. Os doze primeiros que conseguissem atravessar o rio ganhariam um lugar no calendário, na ordem em que chegassem.

O primeiro foi o rato, seguido pelo boi, que aceitou levar o vencedor em seu chifre, já que ele não conseguiria nadar. Então, vieram o tigre e o coelho, que teve que pular nas pedras do rio para completar a tarefa. Prestativo, o dragão apareceu em quinta, já que parou para ajudar outros animais. O cavalo veio logo atrás, mas se assustou com a cobra e acabou chegando em sétimo, depois da serpente. A cabra, o macaco e o galo chegaram juntos, mas toparam dar o oitavo lugar para a cabra, que era a mais harmoniosa dos três. Depois veio o cachorro, que poderia ter alcançado a outra margem mais rapidamente, mas ficou boiando (literalmente), no rio. Por fim chegou o porco, que parou para comer e tirar um cochilo no meio do trajeto.

Cada ano representa um desses animais, mas os ciclos só recomeçam a cada 60 anos. Isso porque, além de se relacionar com os bichos, o zodíaco dialoga com os cinco elementos: metal, madeira, água, fogo e terra, que por sua vez se relacionam com o ying ou yang, criando um ciclo de 10 anos. Tudo isso gera 60 anos de combinações diferentes.

As pessoas também podem ter um animal interior baseado no mês em que nasceram, um animal verdadeiro, pensando no dia, e um animal secreto, considerando a hora.

Citação:
E é isso, galerinha. Hoje se inicia oficialmente o segundo ciclo do Golden Apple, tendo a nossa primeira postagem de Fanfic e Style, e só posso dizer para que aguardem (e porquê não maratonar as fanfics que nossas maçãs fizeram no nosso primeiro ciclo?) pois nossa staff é sempre a boa promessa de ótimas fanfics e styles. Se cuidem, bebam água e não saiam de casa se não for extremamente importante ♡.

Atenciosamente, Beatriz ou @starsgyu e Alana ou @taehyundai
Adms Gerais do goldeapple

Permalink Comentários (15)

[01/08/2020] Golden Apple, o olimpo grita: NOVAS MAÇÃS!

[31/07/2020] Galeria de Icons : Digam adeus aos gregos

[15/07/2020] Solta o som e vem comemorar aqui no Olimpo! Inscrições abertas.

[09/06/2020] Golden apresenta os espíritos da natureza