1. Spirit Fanfics >
  2. Mitologia Brasileira

Fanfics de Mitologia Brasileira

Quadrado amoroso

escrita por hinatilha
Fanfic / Fanfiction Quadrado amoroso
Em andamento
Capítulos 2
Palavras 477
Atualizada
Idioma Português
Categorias Mitologia Brasileira
Gêneros Drama / Tragédia, Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Romântico / Shoujo, Violência
S/n é secretária do itachi ela se muda para a mansão dele para trabalhar mais e acaba se apaixonando pelo tobi/óbito que também fica apaixonado pelo Madara e Itachi e acaba tendo um quarteto amoroso
  • 1
  • 1

Os Antigos

escrita por sltecladogmailcom
Fanfic / Fanfiction Os Antigos
Em andamento
Capítulos 7
Palavras 6.273
Atualizada
Idioma Português
Categorias Mitologia Brasileira
Gêneros Ação, Aventura, Fantasia, Magia, Misticismo, Sobrenatural, Suspense
O mundo estava diferente,guaraci costumava ser a própria personificação do sol na terra mas agora era apenas um viajante que andava sem rumo pela terra.Mas um dia,tupã começa a reunir todos de sua antiga tribo celeste para acabar com um inimigo em comum que poderia muito bem destruir o mundo atual.
  • 1
  • 0

A Ordem

escrita por BoombHyde
Fanfic / Fanfiction A Ordem
Em andamento
Capítulos 5
Palavras 7.298
Atualizada
Idioma Português
Categorias Bangtan Boys (BTS), Histórias Originais, Mitologia Brasileira, Mitologia Grega, Mitologia Irlandesa, Mitologia Japonesa, Mitologia Romena
Gêneros Ação, Comédia, Drama / Tragédia, LGBT, Literatura Feminina, Mistério, Policial
Sr.Park é um cara totalmente eficiente em seu trabalho como detetive, até que em uma de suas investigações em meio a uma rua deserta... Acaba tendo sua vida virada de cabeça para baixo por S/N
  • 3
  • 6

24hrs na superficie ou não

escrita por camikonan
Fanfic / Fanfiction 24hrs na superficie ou não
Em andamento
Capítulos 14
Palavras 10.146
Atualizada
Idioma Português
Categorias Mitologia Brasileira
Gêneros Ficção Adolescente, Gay / Yaoi, Lésbica / Yuri, LGBT, Sobrenatural, Violência
cansados de fazer as mesmas coisas os 7 pecados capitais (tambem conhecidos com bts), subiram a superficie para se divertir com os humanos.
  • 4
  • 5

Imagine:jungkook um vampiro pervertido

escrita por kellynhasmith
Fanfic / Fanfiction Imagine:jungkook um vampiro pervertido
Em andamento
Capítulos 72
Palavras 93.374
Atualizada
Idioma Português
Categorias A Barraca do Beijo, A Hora do Vampiro (Salem's Lot), A Mentira (Easy A), ATEEZ, Bangtan Boys (BTS), Blackbear, Blackpink, Legacies, Lendas Urbanas, Mitologia Brasileira, O Melhor de Mim, The Originals, The Vampire Diaries, Tomorrow X Together (TXT), TWICE
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica / Sci-Fi, Gay / Yaoi, Literatura Erótica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
jungkook=Nao sou como os outro vampiro que so querem sangue,eu tambem gosto de fazer outras coisa alem de bebe sangue.
sn=eu nunca e que iria perde minha virgendade com um vampiro so com uma pessoa como eu.
Duas pessoas diferente que ser apaixonam perdidamente,mas sera que o amor e mas forte que a vontade de bebe sangue.
  • 159
  • 263

Um amor diferente

escrita por marcossanfanfics
Fanfic / Fanfiction Um amor diferente
Em andamento
Capítulos 47
Palavras 56.038
Atualizada
Idioma Português
Categorias Mitologia Brasileira
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica / Sci-Fi, Gay / Yaoi, Lésbica / Yuri, LGBT, Literatura Erótica, Luta, Magia, Mistério, Policial, Saga, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
marcos e seus amigos (anderson,cecilia,lucas,maria clara e outros que iram aparecer ao decorrer dos capiulos) eram pessoas normais mais ao decorrer dos anos coisas estranhas aconteceram,o DNA de alguns deles e marcos sempre gostou do Anderson mais ele nao sabia se era amor de verdade pois ele era bi e o anderson ainda nao tinha se descoberto e ao decorrer dessa historia fantastica vamos descobrir se o anderson sente o mesmo confira nos capitulos de um amor diferente <3
  • 7
  • 21

Hogwarts mystery apresenta Alex Capricórnio

escrita por Sabotage002
Fanfic / Fanfiction Hogwarts mystery apresenta Alex Capricórnio
Em andamento
Capítulos 9
Palavras 12.924
Atualizada
Idioma Português
Categorias Animais Fantásticos e Onde Habitam, Harry Potter, Lendas Urbanas, Mitologia Africana, Mitologia Brasileira, Mitologia Grega, Mitologia Japonesa
Gêneros Ação, Aventura, Drama / Tragédia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Gay / Yaoi, Lésbica / Yuri, LGBT, Literatura Erótica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romântico / Shoujo, Saga, Universo Alternativo, Violência
A história é baseada no jogo Harry Potter: Hogwarts Mystery.
Vai contar a história do personagem principal do jogo do meu ponto de vista.
A história não vai seguir totalmente a história do jogo eu vou mudar bastante coisa, mais vai manter os personagens e vários elementos presentes no jogo.
Não é preciso jogar o jogo ou conhecê-lo para ler a história.

Salvem a história pra receber as notificações dos novos capítulos ok

É a minha primeira história espero que gostem se acharem algum erro me perdoem e me avisem ok .
  • 6
  • 4

Tem certeza que você é um demônio?(Errink, Nighitkiller)

escrita por Liz-Lizan
Fanfic / Fanfiction Tem certeza que você é um demônio?(Errink, Nighitkiller)
Em andamento
Capítulos 6
Palavras 1.512
Atualizada
Idioma Português
Categorias Mitologia Brasileira
Gêneros Fantasia, Gay / Yaoi, Magia, Mistério, Sobrenatural, Universo Alternativo
Ink Comyet, um monstro/esqueleto normal, ou era o que todos pensavam, vivia num pequeno vilarejo com seu irmão mais velho: Killer Comyet, os dois tinham grandes segredos, mas nenhum se comparavam ao segredo de sua família/origem, todos do vilarejo ficavam muito curiosos pra saber da origem desses irmãos, pois ninguém do vilarejo nunca tinha ouvido falar dos Comyet, quando um viajante passava no vilarejo os mais curiosos sempre perguntavam se conhecinham a família Comyet, e a resposta sempre era não, muitos queriam acreditar que os irmãos apenas vinheram de muito longe e era por isso que nunca tinham ouvido falar deles.

Todos do vilarejo tentavam ignorar esse fato de ninguém nunca ter ouvido falar dos Comyet, pois os irmãos são pessoas muito boas, sempre querendo ajudar os outros, Killer as vezes bebia mas nunca bebia até a visão ficar turva(torta) e não era um tipo de bêbado que dava trabalho ou era agressivo.

Error Queen, também um morador do pequeno vilarejo e era filho único, ele era um caçador e também era um caçador de demônios, no mesmo vilarejo a 6 anos atrás
(1444) teve um massacre na vila causado por demônios, hoje em dia(1450) não sobraram muitos demônios e ele(Error) pretende matar todos os demônios para a vila ficar segura e não a ver mais nenhum massacre principalmente causado por demônios.

Obs:o Killer vai ser SIM irmão do Ink pois a AU é MINHA eu fiz ela então eu posso fazer OQUE EU QUIZER COM ELA >:€ E nessa AU o Geno e Reaper não existem, a não ser que eu mude de idéia. Vai ter mais personagens só que eu tô com preguiça de colocar na sinopse, eles vão aparecer quando eu mostrar a aparência deles dessa AU, e ao decorrer da história. Essa AU se passa em 1450.

Obs2:como na primeira Obs diz essa AU é feita por mim, ou seja todo desenho que aparecer de agora em diante nessa fanfic, são meus (eu desenhei) e eu desenhei a capa também UwU (eu estou mudando um pouco meu estilo de desenho O-O) e essa fanfic só está na categoria Mitologias e Lendas pois eu não achei a de Undertale TwT.

Obs3 (última): eu sei que vocês querem me matar por não tá continuando as minhas outras histórias em vez disso eu tava fazendo mais uma TwT, é que eu tô pensando em deixalas em hiatos(paradas por um tempo para o(a) autor(a) poder descansar/pensar).
  • 6
  • 7

À deusa da névoa

escrita por LilimarXHarole
Fanfic / Fanfiction À deusa da névoa
Em andamento
Capítulos 2
Palavras 1.479
Atualizada
Idioma Português
Categorias Mitologia Brasileira, Mitologia Japonesa, Tian Guan Ci Fu
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Poesias, Romântico / Shoujo, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Anauê!!me chame Iracema kasumi kei,bem diferente meu nome né,a minha mãe antes de me ter ,ela foi em uma viagem de estudo sobre as plantas,no outro lado do mundo ,onde ela conheceu meu pai, um indígena,uma pajé,um tupinambá ,já a minha mãe e um Índia branca,japonesa,uma curandeira assim como meu pai.
Nós moramos em uma aldeia pequena, Matsuo ,no interior do Japão em Tödoku.
papai nunca deixou de me ensinar os costumes e ensinamentos de nossa raça,o mesmo diz ,que eu tenho um futuro sagrado,que nunca devo me deixar levar pelas ilusões da vida,devo sempre segurar nas mãos dos Deuses é dos bons espíritos.
Hoje haverá uma festa! Para o Deus Tupã é para a Deusa Benzaiten,estou muito ansiosa hoje irei dançar na roda é os Deuses me daram uma visão.

"Traduções do tupi"
 

 

Caraibebê, Apiabebê, Anjo.

abá   -   homem, pessoa, índio
-aba   - sufixo substantivador, podendo também significar “lugar” 
kukuî   -   ficar caindo, ficar-se desprendendo (o fruto, o cabelo, etc.) 
abaré   -  padre
abati   -   milho 
a’e    -    ele (a,es,as) 
ãîa (t-, r-, s-): t-ãîa    -   dente; xe r-ãîa - meu dente; s-ãîa - seu dente 
aíb   -   ruim, mau 
aîuru    -   variedade de papagaio 
akaîu   -   caju
akub (r-s-)   -   quente: xe r-akub – eu estou quente; s-akub – ele está quente; itá-akub-a -pedra quentepedra quente 
akuti   -   cutia 
amana   -   chuva 
aoba - roupa 
(a)pé (r-s-): pé - caminho, estrada; xe r-apé - meu caminho; s-apé - caminho dele 
apek (s) - sapecar, chamuscar, queimar ligeiramente 
pem - anguloso 
apó (s-r-s): s-apó - raiz; xe r-apó - minha raiz; s-apó - raiz dele 
‘ar - cair 
arará - arará (variedade de formiga) 
asab (s) - atravessar, cruzar 
asé - a gente; da gente, nosso (a, os, as) 
atã (r-s-) - duro: xe r-atã – eu sou duro; s-atã – ele é duro; itá-atã – pedra dura
atá (t-r-s-): t-atá - fogo; xe r-atá - meu fogo; s-atá - fogo dele 
aûsub (s) - amar
bebé - voar 
berab - brilhar; brilhante 
byr - levantar-se, erguer-se 
e’em (r-s-) - doce 
eíra - mel 
emimotara (t-r-s-): t-emimotara - vontade; xe r-emimotara - minha vontade; s-emimotara - vontade dele 
endé - tu 
endy (t-, r-s-): t-endy - luz; xe r-endy - minha luz; s-endy - luz dele
epîak (s) - ver
era (t-, r-, s): t-era - nome; xe r-era - meu nome; s-era - nome dele 
ere - prefixo número-pessoal de pessoa do singular 
-etá - muitos (as) 
etama (t-, r-,s-): t-etama - região, terra; xe r-etama - minha terra; s-etama - terra dele
eté (r-s-) - muito bom, verdadeiro, genuíno: xe r-eté – eu sou verdadeiro; s-eté – ele é verdadeiro; abá-eté – homem verdadeiro 
eté (t-r-s-): t-eté - corpo; xe r-eté - meu corpo; s-eté - seu corpo 
gûaîbim - velha 
gûarinim - guerreiro 
-gûasu - sufixo de aumentativo: -ão, grande 
guatá - caminhar, caminhada 
gûeîyb - descer 
gûyrá - pássaro
i - ele, ela, eles, elas; seu, sua, seus, suas 
-’i - sufixo de diminutivo: -inho, pequeno 
-’im - sufixo de diminutivo: -inho, pequeno 
îagûara - onça 
îakaré - jacaré 
îandé - nós (inclusivo); nosso (a, os, as) 
îasy - lua 
îebyr - voltar 
ikó - estar, morar 
iperu - tubarão 
itá - pedra 
ityk - atirar 
îub - amarelo 
îuk - podre 
îuká - matar 
îukyra - sal 
ixé - eu 
îy - machado 
ka’a - mata 
kaî - queimar 
kane’õ - cansado 
kanga - esqueleto, osso (enquanto está no corpo) 
kapibara - capivara 
kariîó - carijó - nome de grupo indígena 
katu - bom 
ker - dormir 
komandá - fava
kopir - carpir 
kûá - enseada
kûara - buraco, toca 
kuî - cair, desprender-se (o fruto, o cabelo, etc.) 
kunhã - mulher 
kunhã-muku-’im - mocinha 
kunumim - menino 
kunumim-gûasu - moço 
kuruba - bolota, grão, caroço 
kuruk - resmungar, resmungão 
kururu - sapo 
kutuk - espetar, furar
kyririm - silencioso 
kysé - faca 
Maíra - nome de entidade mitológica dos antigos índios da costa que serviu para designar os 
franceses, que os índios supunham ser criaturas sobrenaturais. Significa, assim, também, francês. 
mba`e - coisa; ser bruto 
mboîa - cobra 
mbotyra - flor 
-me - forma nasal de -pe - em , para 
mena - maridomena 
mirim - pequeno 
moabaré - tornar padre, fazer padre
moakub - esquentar
moendy - iluminar, acender 
moeté - honrar; legitimar, louvar 
moîebyr - fazer voltar 
mombak - fazer acordar 
mondó - fazer ir
mondykyr - fazer gotejar, destilar 
monger - fazer dormir 
monhang - fazer 
mopaîé - tornar pajé, fazer ser pajé 
morubixaba - chefe, cacique 
mosem - fazer sair 
murukuîá - maracujá 
nde - tu; teu (a), teus (as) 
ne - tu; teu (a), teus (as) 
nem - fedorento 
nha’em - prato 
nhan - correr 
nhandu - ema 
nhe’eng - falar
nhe’enga - fala, idioma, língua, palavra
Nhoesembé - Nhoesembé, antigo nome indígena de Porto Seguro, na Bahia 
nhum - campooby (r-s-) – verde: xe r-oby – eu sou verde; s-oby – ele é verde; ka’a-oby – mata verde
oka (r-s-): oka - casa; xe r-oka - minha casa; s-oka - casa dele
oré - nós (exclusivo); nosso (os, a, as) 
oro - prefixo número-pessoal de pessoa do plural exclusiva 
paîé - curandeiro
pak - acordar 
paka - paca
panem - imprestável 
pará - rio grande; mar 
paranã - mar; rio grande
pari - canal para apanhar peixes 
pe  - prefixo número-pessoal de pessoa do plural 
-pe - em, para (geralmente locativo) 
pe - vós; vosso (os, a, as)peasaba - porto, embarcadouro
peb - achatado 
peem - vós
pereba - feridaperó - português 
petyma - fumo, tabaco 
petymbu - fumarpindá - anzol pinda‘yba - vara de pescar 
pindoba - variedade de palmeira 
pirá - peixe pira - pele 
pitanga - criança 
pok - estourar 
por - pular 
porang - belo, bonito 
pororok - explodir 
potim - camarão
pu - barulho, ruído
pûer - passado, velho, superado, que já foi 
pupé - dentro de 
pyrang - vermelho
pysyk - pegar, apanhar 
pytá - ficar 
ram - futuro, promissor, que vai ser
sem - sair 
siri - siri 
só - ir 
sok - socar, pilar 
sorok - rasgar, rasgar-se 
suí – de (origem, causa, proveniência) 
supé - para (pessoa) 
sy - mãe 
syk - chegar 
sykyîé - temer, ter medo 
syryk - escorregar 
taba - aldeia
taîasu - porco (do mato) 
takûara - taquara, variedade de bambu 
taperá - andorinha 
tapi’ira - anta 
tapiti - coelho 
tatu - tatu 
-te - mas, porém 
tim - bico, nariz, saliência 
ting - branco 
tobatinga - barro branco como cal, barreira branca
tororoma - jorro, borbotão 
tukana - tucano 
tukura - gafanhoto 
Tupã - Deus 
ty - rio, água, líquido
tyba - ajuntamento
tyîuka - pântano, lodo
tykyra - gota, pingo
tyryk - escapulir
u’i - farinha-ûasu - sufixo de aumentativo: -ão, grande
ugûy (t-r-s-): t-ugûy - sangue; xe r-ugûy - meu sangue; s-ugûy - sangue dele
un (r-s) - preto, escuro: xe r-un – eu sou preto; s-un – ele é preto; abá-un-a – homem preto
upaba - lago
uru - vasilha
uruku - nome de planta que fornece tinta vermelha para tingir o corpo, urucu-usu - sufixo de aumentativo: -ão, grande
xe - eu; meu(s), minha (as)
‘y - água, rio
‘ybá - fruta, fruto
 ybaka - céu 
yby - terra
ybyrá - árvore; madeira; arco
ybytyra - montanha
ygara - canoa
ygarusu - navio
ysy (t-, r-, s-): t-ysy - fila, fileira; xe r-ysy: minha fileira; s-ysy - fileira deles
‘ytab -
Ceteeîmibaê, Espirito.

Ibatinqa, Ibitinga, nuvem.

Amandiba, saraiva.

Ara, dia.

Putuna, noite.

Coemitanqa. aurora.

Ara ibicoquime, meio—dia.

Abá, homem.

Anga, alma.

Teté, corpo.

Pocembuera, membro.

Acangapé, crânio.

Taqica, veia.

Canqa, osso.

Taguî, sangue.

Pirâ, pele

Tiaya, suor.

Tendî, escarro.

Aba, cabelos.

Apecum, lingua.

Tendiba, queixo.

Ayûra, pescoço.

Aceoca, garganta.

Atyba, ombro.

Gibâ, braço.

Mbê, mão.

Ecatuaba, mão direita.

Acu. mão esquerda.

Puâ, dedo.

Puâ guacu. polegar.

Mua pendaba, articulação.

Vnha puapem, unha.

Atucupe, dorso.

Potia, peito.

Cama, mama.

Tigne, venre.

Purva,umbigo.

Ique, lado.

Nhia, coração.

Ibâia, Céu.

Coarac, Sol.

Iaci, Lua.

Icapî, orvalho.

Ara, tempo.

Acayûro ig. Ano.

Iaci, mês.

Caruca, tarde.

Tata, fogo.

Tuba, pais e pai.

Ay, cig, mãe.

Tamûa, avó.

Araya, avó.

Taira, filhos e filho.

Tagira. filha (Dêstes dois nomes só usa-o o pai; mãe diz-se Membîra).

Tiquera, irmã mais velha.

Piquiîra, irmã maia nova (Dêstes nomes só usam as mulheres entre si).

Tiqueira, irmão mais velho.

Tibíra, irmão mais moço (Dêstes dois nomes só usam os irmãos entre si. Bem como Quibira, irmão, irmãos somente para com os irmãos. Teindîra irmã, irmãos somente para com as irmãs).

Tûba, Tutira, tio.

Cig, Cygra, tia. (Êsses mesmos indicam tio materno e tia materna)

Coya, gêmeso.

Termireco, marido e espôsa.

Mendara, matrimônio.

Abaiba, futuro espôso.

Cunhaiba, futura espôsa.

Cemiraco, aô bae, viúvo.

Ymen eóbae, viúva.

Tubei îma, pupilo.

Iacitatâ, Estrela.

Opacatúmbae, mundo.

 

 

Ibutû, vento.

Amacûnunga, trovão.

Amaberaba. raio.

Ibi, terra.

Ara, ar.

Ig, água.

Aba, homem.

Cunha, mulher.

Tuibaem, velho.

Guaibino. velha.

Cunumigoacu, moço.

Cunumi, menino.

Pitanga, criança.

Anâma, parente.

Iba. árvore.

Ibitira, monte.

Ceba. fôlha.

Yâ, fonte.

Ita, ferro.

Itâ, pedra

Pirà, peixe.

Roig,. frio.

Ceo, animal.

Guirarupia, ovo.

Mocu, enguia.

Cay, macaco.

Eyruba, abelha.

Potivî, pato.

Ipeca. ganso.

Capiî, grama.

Iguaba, cálice.

Itapigua, cravo.

Mbaê, apapuara, feixe

Itacira. enxadão.

Capiî goacu, palha.

Mbiû, alimento.

Cobra, cobra.

Apicaba. morada.

Piâ, figado.

Cebîra, nádega.

Mâupiâra, bilis.

Tigue perg, intestino.

Ty, urina.

Tyurú.ibexiga.

Vba, coxa.

Acaya, madre.

Tendipia. joelho.

Pi, pê.

Temâ, tibia.

Micu, dedo do pê.

Mitá, calcanhar.

Porucuicôbora, pobre.

Coribae. alegre.

Angaipaba, mau, astuto.

Yyaobeimmbae, nu.

Mbaeaûbora, doente.

Apara. curvo.

Tipibae, triste.

Angaturama. agradável.

Poranga. belo.

Tecobecatu, são.

Atapuâtia, veloz.

Juba, amarelo.

Tinga, branco.

Mormotara, cólera.

Tecoateima, avareza.

Porerobiära, fidelidade.

Tecoacû, felicidade.

Ibatebae, alto.

Boya, servo.

Atapuana, lave.

Poxi, disforme.

Catû, delicado.

Pucu, longo.

Angaibara, magro.

Membeca, mole.

Acuabeimbae, bobo.

 

 

 

 

Dicionário dos verbos mais comuns

 

 

Cepiaca, ver.

Cenduba, ouvir.

Cetûna, cheirar.

Caanga, provar.

Nheenga. falar.

Capucaya, clamar.

Igû, beber.

Pocaucuba, sonhar.

Mbaeû, comer.

Rura, vir.

Menbirara, dar à luz.

Tecobe, viver.

Carom, esperar.

Ayaima, espirrar.

Ierure, pedir.

Abiqui, pentear.

Cenoya, chamar.

Cuâba, conhecer.

Nhemboe, aprender.

Puca, rir.

Ciquiye, temer.

Quera, dormnir.

Ienumûna, cuspir.

Caanga, dizer.

Nheangeru, suspirar

Cecarûya, esquecer.

Gueena, vomitar.

Guapua, assentar-se.

Queraro, velar.

Puama, levantar.

Caruca, urinar.

Poacêma, gemer.

Pitêra, sorver.

Tiû, envergonhar-se.

Yaceô, chorar.

Mano, morrer.

Acanhem, eu morro.

Tîma, sepultar.

Cenonheca, suplicar.

Cepiaca, repreender.

Mondôca, cortar.

Aeî, errar.

Capucâya. enfurecer-se.

Berâba, brilhar.

Rerecô, ter.

Momitâ, dar hospedagem.

Anduba, sentir.

Cô, ir.

Guata, andar.

Moanga, pensar.

Maenduara, recordar-se.

Paraboca, escolher.

Mopotaya, atar.

Porâra, mentir.

Aroca, diminuir.

Angaipaba, delinquir.

Puaya, mandar.

Potara. desejar.

Meenga, entregar.

Moenddî, capî, incendiar.

Mondoca, entalhar.

Abî, errar.

Ecatu, poder.

Nhengara, cantar.

Porabiqui, operar.

Yeaôboca. despojar.

Momiya, mover.

Perâ. evitar.

 

 

Pituba, ungir.

Pobâna, fiar.

Cobaitim, ocorrer.

Cenoya,. chamar.

Mondoroca. quebrar.

Coameenga, morder.

Coquendaboja, abrir.

Raba, desatar.

Cacàba, passar.

Tíma, plantar, esmagar.

Pocuâba, ter costume.

Igtaba, nadar.

Paepûa, depor.

Paepiia, responder.

Moetê. adorar, honrar.

Monbeu, anunciar.

Tiguioca, deitar sangue.

Morîba, consentir.

Acoy, cobrir.

Yucâ, matar.

Moperûa, assar.

Caê, curar.

Moabaîba, impedir.

Apition, ligar.

Cuu. defender,

Cauccuba, amar.

Pitibô, ajudar.

Mogîba, cozinhar.

Amotareima, odiar.

Caanga, medir.

Moequima, umedecer.

Monguya, desatar.

Monguy, moer.

Pita, ficar.

Puru, usar.

Tara, tomar.

Mobibua, coser.

Potareima, recusar.

Iabâba, fugir.

Moete, louvar.

Capîra, limpar.

Mbaeraca. comprar.

Monhanga, fazer.

Cerûra, carregar.

Moyeceâra, misturar.

Moropiâna, comutar.

Paronduba, indagar.

Cupira, levantar.

Yeupîra, subir.

Maramonhanga, guerrear.

Monberaba, ferir.

Apîna raspar.

Mondoca, cortar, tirar.

Cema, sair.

Aôba,, mondêba, vestir.

Iecoacuba, abster-se.

Cica, arar.

Cipîja, regar.

Ceyara, abandonar.

Pitanga rempî, conceber.

Moaguêba, extinguir.

Moabaîba, encantar.

Monbuja, esburacar.

Pitêra, oscular.

Monbuca, perfurar.

Mayaoca, dividir.

Amî, oprimir.

Mogycó, polir.

Moyarû, brincar.

 

Caraibebê, Apiabebê, Anjo.

Ceteeîmibaê, Espirito.

Ibatinqa, Ibitinga, nuvem.

Amandiba, saraiva.

Ara, dia.

Putuna, noite.

Coemitanqa. aurora.

Ara ibicoquime, meio—dia.

Abá, homem.

Anga, alma.

Teté, corpo.

Pocembuera, membro.

Acangapé, crânio.

Taqica, veia.

Canqa, osso.

Taguî, sangue.

Pirâ, pele

Tiaya, suor.

Tendî, escarro.

Aba, cabelos.

Apecum, lingua.

Tendiba, queixo.

Ayûra, pescoço.

Aceoca, garganta.

Atyba, ombro.

Gibâ, braço.

Mbê, mão.

Ecatuaba, mão direita.

Acu. mão esquerda.

Puâ, dedo.

Puâ guacu. polegar.

Mua pendaba, articulação.

Vnha puapem, unha.

Atucupe, dorso.

Potia, peito.

Cama, mama.

Tigne, venre.

Purva,umbigo.

Ique, lado.

Nhia, coração.

Ibâia, Céu.

Coarac, Sol.

Iaci, Lua.

Icapî, orvalho.

Ara, tempo.

Acayûro ig. Ano.

Iaci, mês.

Caruca, tarde.

Tata, fogo.

Tuba, pais e pai.

Ay, cig, mãe.

Tamûa, avó.

Araya, avó.

Taira, filhos e filho.

Tagira. filha (Dêstes dois nomes só usa-o o pai; mãe diz-se Membîra).

Tiquera, irmã mais velha.

Piquiîra, irmã maia nova (Dêstes nomes só usam as mulheres entre si).

Tiqueira, irmão mais velho.

Tibíra, irmão mais moço (Dêstes dois nomes só usam os irmãos entre si. Bem como Quibira, irmão, irmãos somente para com os irmãos. Teindîra irmã, irmãos somente para com as irmãs).

Tûba, Tutira, tio.

Cig, Cygra, tia. (Êsses mesmos indicam tio materno e tia materna)

Coya, gêmeso.

Termireco, marido e espôsa.

Mendara, matrimônio.

Abaiba, futuro espôso.

Cunhaiba, futura espôsa.

Cemiraco, aô bae, viúvo.

Ymen eóbae, viúva.

Tubei îma, pupilo.

Iacitatâ, Estrela.

Opacatúmbae, mundo.

 



 

Cepiaca, ver.

Cenduba, ouvir.

Cetûna, cheirar.

Caanga, provar.

Nheenga. falar.

Capucaya, clamar.

Igû, beber.

Pocaucuba, sonhar.

Mbaeû, comer.

Rura, vir.

Menbirara, dar à luz.

Tecobe, viver.

Carom, esperar.

Ayaima, espirrar.

Ierure, pedir.

Abiqui, pentear.

Cenoya, chamar.

Cuâba, conhecer.

Nhemboe, aprender.

Puca, rir.

Ciquiye, temer.

Quera, dormnir.

Ienumûna, cuspir.

Caanga, dizer.

Nheangeru, suspirar

Cecarûya, esquecer.

Gueena, vomitar.

Guapua, assentar-se.

Queraro, velar.

Puama, levantar.

Caruca, urinar.

Poacêma, gemer.

Pitêra, sorver.

Tiû, envergonhar-se.

Yaceô, chorar.

Mano, morrer.

Acanhem, eu morro.

Tîma, sepultar.

Cenonheca, suplicar.

Cepiaca, repreender.

Mondôca, cortar.

Aeî, errar.

Capucâya. enfurecer-se.

Berâba, brilhar.

Rerecô, ter.

Momitâ, dar hospedagem.

Anduba, sentir.

Cô, ir.

Guata, andar.

Moanga, pensar.

Maenduara, recordar-se.

Paraboca, escolher.

Mopotaya, atar.

Porâra, mentir.

Aroca, diminuir.

Angaipaba, delinquir.

Puaya, mandar.

Potara. desejar.

Meenga, entregar.

Moenddî, capî, incendiar.

Mondoca, entalhar.

Abî, errar.

Ecatu, poder.

Nhengara, cantar.

Porabiqui, operar.

Yeaôboca. despojar.

Momiya, mover.

Perâ. evitar.

 
  • 0
  • 0

Verdades, mentiras, no fim tudo que importa é quem ganha

escrita por MudeiONome
Fanfic / Fanfiction Verdades, mentiras, no fim tudo que importa é quem ganha
Em andamento
Capítulos 4
Palavras 99.579
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais, Lendas Urbanas, Mitologia Brasileira, Mitologia Chinesa, Mitologia Egípcia, Mitologia Grega, Mitologia Irlandesa, Mitologia Japonesa, Mitologia Nórdica, Mitologia Romena
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Fantasia, Ficção, Gay / Yaoi, Lésbica / Yuri, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romântico / Shoujo, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
====AVISO NO FINAL DA SINOPSE======

Em um mundo onde nada é certo ou errado, preso em costumes e práticas desfasadas, cheio de sujeira, corrupção e ideais imorais como julgamos, porém a história é contada do ponto de vista que interessa a classe dominante.
Um pai chora pela "morte" do filho um nobre ganha mais um escravo submisso.

Theo não é alguem normal, desde o nascimento atormentado pelos seus literalmente próprios demônios, vozes que não seção, instintos sanguinários e bestiais. Ele não é o típico herói, ele é um vilão que trilha o caminho que o convém, mas a definição de vilão é estranha não? Só por não acreditar, por duvidar por saber demais sobre o mundo.

O mundo aproximadamente 40 contingentes, um terra bem maior doque a que temos, a que temos é somente oque restou da antiga ou não, talvez ela ainda exista. Um mundo com magia, deuses, semi deuses, anticristos.

Em um mundo onde o estado continua com a igreja católica, um mundo onde ela faz oque quer quando quer e não explica nada, poder corrompe, a igreja fala do bem mas faz ao contrário, porque um Deus tão bom como dizem jogaria as pessoas no inferno só por não crer nele? Não faz sentido, a resposta é simples ele não irá, mas a igreja quer que acredite nisso, melhor forma de se manipular é pelo medo, um medo irracional resultado de séculos de tradições.


Avisos:


A fanfic/história mesmo aborda um tema meio que promoção não acham? Então se se sentir ofendido acil seja por religião ou qualquer outro motivo não leia.
A história contém abusos psicológicos, partes que retratam detalhadamente violência beirando ao nojento (que tentarei amenizar ainda) é distorção de valores. E pode e já fez alguém parar de acreditar em Deus [Sério mostrei as bases históricas que me inspirei e ele paro de acreditar em Deus é na igreja]
Não quero ofender ninguém mas esteja avisado que não será fácil não ofender grupos.
  • 5
  • 1