1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. crim3s

crim3s

crim3s
Nome: Katherine
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Luis - MA
Aniversário: 28 de Junho
Cadastro:

crim3s


Um breve apunhalado de palavras

Postado

Um breve apunhalado de palavras

Saudações povo terreno, aqui quem lhes comunicava com seu falatório incessante e nada estimulante é a @efemera__, que subitamente extinguiu sua conta desse site amalgamado de vislumbre, sem eira nem beira, sem dúvidas!
Sinto que devo explicações, mais como um débito pessoal, algo estritamente cordial, que reverbera há um tempo. Bem, eu sempre vi o spirit como algo, digamos assim, idílico, um universo repleto de pessoas com talentos que transcendem o mero palavrear. Sempre fui andarilha, jamais pertencendo a lugar algum ou a tribo alguma. Sempre aspirei ser alguém que longe de ser fincarei. Confusa e doentiamente obstinada. Já detive cerca de sete contas no spirt, todas dizimadas pelo crescente e abrangente sentimento de culpa que não se esvai. Culpa por, diante de minha visão deturpada, ser uma escritora retrógrada e ultrapassada. E, bem, levando em conta meu pessimismo, a última coisa que me considero é alguém talentosa.

Certamente, nunca deixei transparecer muito de minha vida na real. Afinal de contas, o que é de meramente surpreendente em um broto de dezesseis anos, baixa estatura, catatonia instaurada e um sorriso sempre enviesado, torto, e grossamente marcado. Não adianta enterrar a sete palmos o passado, o presente e o doravante. De fato, ando passando por contiguas mágoas. A culpa é decerto minha. Tenho uma personalidade auto-depreciativa. Sempre afogando em palavras inauditas, agourando meus gostos, desgostos, meu clichê falho – eu ainda esbravejo enquanto escuto Piece Of Me, tenho uma memória falha, fumo sem saber fumar propriamente, uso casacos no verão, e tenho um vício preocupante em açúcar refinado.


Mas eu voltei. Após tatear o limo do fundo do poço, algumas supuras e rachaduras, mas ainda perduro – amém Queen of Clouds —, e repensar arduamente, profusamente, decidi que, mesmo sem órfã de tudo que se há, ainda assim, apesar dos percalços, e de definitivamente não ser quem eu gostaria de ser. Arquétipo de ferocidade intangível e de gostos saturnos? Bem, acho que já sou suficientemente obtusa por ter comprado um livro de contos russos. Mesmo que a provável dislexia e disforia deixem-me uma lesma para ler. Acho que nesse aspecto eu sempre me supero.
E, bem, eu amo escrever. O que mais posso fazer? Eu apenas não espero deixar minhas próprias inseguranças consumir o que ainda tenho a segurar com estes meus olhos cedentes e nada cadentes.

E eu me sinto grata e agraciada por meu peito estar sopitando em uma alegria, volátil e bisonha, mas verdadeira. E eu sou instável, nisto consisto, mas jamais desisto. Lembro de uma singela frase da Rupi Kaur, sobre aceitar-se como se é projetada. E de como eu de maneira unanime jamais aceitei, e que parte do processo é justamente se entender. E de como toda essa balela de comparação e distorção definitivamente é falho. E, bem, isso como um tudo está estratosférico de confuso. Nada mais justo eu encerrar com uma frase ainda mais destoante da normalidade.
Eu me destrono, eu me corrompo, eu me remonto, mas, apesar das rasuras, eu ainda assim me encontro em meus desmandos desnudos.
E vamos ao que realmente importa:

Sobre projetos:
Pretendo terminar Crônicas de Dois Colegas de Quarto, é uma história que tenho um enorme apego. O Namjoon e o Yoongi ali inseridos sempre ocuparão um espaço vitalício em meu peito, com suas frases de efeito, desalinho sem tamanho, e plenitude que pincela meus vãos tortuosos. E apesar de eu achar a história um tanto desandada, ainda assim pretendo dar do sangue que borbulha em minhas veias um tempero que adicionará coisas minimante surpreendentes.

Laços Viciosos – A primeira fanfic que escrevi. Vhope. Puramente inspirada em Fools do Troye Sivan. É o meu xodó, meu carmesim, meu doce pudim. Contudo, ainda há uma série sucessiva de erros de formatação que pretendo arrematar e deixá-la estonteante. Eu a derradeiramente amo. Espero que apreciem.

Trevo de Cinco Folhas — Foi um projeto absurdamente “avulso”. Para simplificar: não a planejei devidamente. Sinto que ainda não está lapidada a ponto de se tornar reflexiva e crítica, pretendo repostá-la assim que lhe moldar para que se torne o ponteio desnorteante em um frescor nauseante – minhas descrições são sempre divagantes.

Sobre e-mails que nunca serão enviados — Kaisoo. Escrita em forma de e-mails. Sobre términos e reerguer-se em meio ao desterro. Faltam pouquíssimos capítulos para que eu conclua, mas pretendo acrescentar um tom mais intimista a narrativa, levando em conta que são e-mails recheados de lirismo e achismo exacerbado. Ademais, foi uma das primeiras fanfics que escrevi .

Tenho uma taoris arquitetada em minha mente capciosa, uma short-fic banhada em uma comédia chick lit, inspirada no mundo platisficado e levemente frívolo de drag queens juvenis. É algo que ando dando risinhos ao relento escrevendo.
Além de uma Minjoon teen!au – que, supostamente, boatos afirmam, é meu gênero favorito de escrever — tenho umas palavrinhas amalgamadas e dispersas no papel, falta-me encarnar o nível de fangirl expansiva.

E espero que estejam preparados para essa nova era. Meu próprio Circus – melhor álbum da Britney, santo Deus! E mantenham-se firmes. Altivos como relíquias, brilhando em suas órbitas sensacionais. Todos são mais do que uma polegada de olhar pode alcançar.



Escutando: Do You Swear to Tell the Truth the Whole Truth and Nothing but the Truth So Help Your Black Ass - Amanda Palmer
Lendo: John Green - Tartarugas até lá embaixo
Assistindo: Shameless
Comendo:
Bebendo: nescau com mais açúcar que o recomendado
Permalink Comentários (0)

Atualizações do Usuário

Usuário: crim3s
Favoritei a história
História: Guilty Bite
História: Guilty Bite
Joohyun é uma tenista experiente e temperamental que acumula títulos e vitórias extraordinárias. Já Seulgi é uma atleta ascendente que vem conquistando bons resultados e a simpat..
Usuário: crim3s
Favoritei a história
História: Manual de Sobrevivência para Vampiros
História: Manual de Sobrevivência para Vampiros
Jaehyun era diferente de todo resto de sua família, diferente daqueles caçadores insensíveis, ele não via nenhum problema em ter vampiros por aí, eles nunca o fizeram mal algum m..
Usuário: crim3s
Favoritei a história
História: O Conto da Branca de Neve
História: O Conto da Branca de Neve
Eunha estava animada para a festança de dia das bruxas que iria acontecer, aproveitando seu novo visual ela se vestiu da doce Branca de Neve e foi em busca de uma possível divers..
Usuário: crim3s
Favoritei a história
História: Moonlight
História: Moonlight
Vivendo sempre a luz dos holofotes, Kim Taeyeon, uma cantora e dançarina célebre, admirada por milhares de fanáticos e entusiastas pelo mundo, sentia-se frustrada quanto ao rumo ..
Usuário: crim3s
Favoritei a história
História: Falling For Ya
História: Falling For Ya
O ano é 1950, e a rixa entre os motoqueiros e o nomeados cdf's é a principal fonte de brigas e rivalidade na escola pública da pequena cidade de Naju, na Coréia do Sul. Em pleno ..