1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. Girl_Misterious

Girl_Misterious

Girl_Misterious
My Madness Is My Disease
Nome: ໒ 𝑴𝒊𝒔𝒕𝒆𝒓 𝑯𝒐𝒐𝒅 𝒂.𝒌.𝒂 𝑴𝒊𝒔𝒕
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Girl_Misterious - My Madness Is My Disease

୧ ݁𓈒❅˳໋﹢𝐃𝐨𝐧’𝐭 𝐭𝐡𝐢𝐧𝐤 𝐈 ❪ 𝑐𝑎𝑛 𝑡𝑎𝑘𝑒 𝑖𝑡 ❫ˎˊ˗ 𝑾𝒊𝒕𝒉 𝒆𝒗𝒆𝒓𝒚 𝒅𝒓𝒂𝒎𝒂 𝒂 𝒑𝒊𝒆𝒄𝒆 𝒐𝒇 𝒎𝒆⛓༉‧₊ 𝑑𝑖𝑒𝑠 𝐿𝑖𝑘𝑒 𝑠𝑜𝑚𝑒 𝑘𝑖𝑛𝑑 ⁕ 〭፞ ⚠️ ̸̷﹢ׄ𝐨𝐟 #𝐒𝐀𝐃𝐈𝐒𝐓 ((𝟵-𝟭-𝟭, 𝘄𝗵𝗮𝘁'𝘀 𝘆𝗼𝘂𝗿 𝗲𝗺𝗲𝗿𝗴𝗲𝗻𝗰𝘆?))
─ ׄ. ՙՙ˳𝒂𝒅𝒎 𝒆 𝒇𝒖𝒏𝒅𝒂𝒅𝒐𝒓𝒂 𝒅𝒐 @projetoallsaku
ՙՙ۪ @Girl_Satanic @SouDoTae_Jm

୶🌺᮫๋᳝ᣟ᩠ Quer 'αmıgαr? Só chαmαr nα MP!

Caso - O menino da caixa

Postado




Escreveu 𝑵𝒐𝒔𝒔𝒐 𝒅𝒆𝒔𝒕𝒊𝒏𝒐 𝒗𝒊𝒗𝒆 𝒅𝒆𝒏𝒕𝒓𝒐 𝒅𝒆 𝒏𝒐́𝒔

(E lá vamos nós de novo, aiai viu)
Hello pessoas que estão lendo esse treco aqui que eu to fazendo, tudo beleza? Eu espero que sim! Bom, como eu estava no tédio (pra variar né Mist) eu vim aqui trazer um caso que eu já vi a um tempo e que eu lembrei agora. Eu iria falar nesse caso no meu twitter, fazer uma thread pra ele, mas como eu não tenho paciência pra ficar fazendo mil post's, vou fazer aqui mesmo. Bom, primeiramente, eu não vou colocar nenhum link de nada, imagens e etc, porquê ao MEU VER as imagens deste caso são um pouco... Sei lá... Perturbadoras? Podemos se dizer assim. E como eu tenho um cagaço enorme de minha conta ir pra puta que pariu, para o meu próprio bem, não irei colocar links, imagens, nem nada. Porque vou ser franca, prefiro ver espíritos do que ter minha continha derrubada eeeh! (e olha que eu já presenciei casos sobrenaturais yup!)

Para os cacadeiros de plantão! Não se preocupem, não é um caso sobrenatural e sim um caso policial, então num vai ter nenhum demônio aqui, relaxem ai na caminha de vocês. Caso você queira pesquisar sobre o caso, tem vídeos no youtube e um monte de site por aí que fala dele, então num vou ser a primeira e nem a última a falar. Acho que já enrolei demais, vamos logo pro caso vai.




Escreveu Como tudo começou

Bom, o caso ocorreu na Susquehanna, na Filadélfia, quando um viajante passava por uma estrada e ele acabou se deparando com uma caixa escrito: "Mobiliá frágil, não abra com a faca". Originalmente a caixa era para ser (ERA pra ser, nota isso daí, okay?) de um berço, mas, ao abrir, o homem se deparou com algo completamente diferente do que o esperado. A principio, o homem achou que se tratava de um boneco, mas ao olhar mais de perto viu que se tratava de uma criança morta. O garoto estava sem suas roupas e estava enrolado em um cobertor. Tinha um pouco de 1 metro e pesava menos do que 14kg, o que todos nós sabemos que é muito pouco para uma criança (mas né, encontra uma criança morta, dentro de uma caixa, já começa errado por aí né, então eu teria minhas dúvidas. Porque eu Mist, já penso em mil possibilidades. Mas continuando)

O garotinho aparentava ter entre seus 4 ou 6 anos de idade, suas unhas tinham sido cuidadosamente cortadas e seu cabelo também estava, mas não era um corte que um barbeiro hábil faria, já que estava mal cortado o cabelo do menino. Algumas cicatrizes em seu corpo pareciam ter surgido através de cirurgias, e seus olhos mostravam que ele recebia tratamento para alguma condição crônica.

Foi encontrado também uma substância escura no seu esófago, mas ele não tinha comido antes de sua morte. Devido ás contusões, o médico legista determinou que a morte foi causada por golpes na cabeça.

Mas eles não conseguiram determinar a hora exata da morte, já que o menino ficou um tempo exposto ao frio que se fazia naquela época. Outra coisa também importante que achei pesquisando. Dizem que o garoto já havia sido encontrado por outro viajante, porém que resolveu não chamar a polícia e deixar o menino ali. Talvez com medo de ser associado ao caso (porque tem disso, caso vocês não saibam. Alguns dos assassinos ajudam a polícia ou até mesmo "acham" provas, meio que para tentar enganar os investigadores e não se passar por suspeitos)

E também foi um pouco estranho o segundo homem que achou o cadáver da criança, não ter ligado direto pra polícia, já que ele demorou um pouco para ligar, isso fez com que a criança ficasse exposta ao frio e não desce para o legista saber a hora exata da morte da criança (como falei antes)

Foi então que as investigações começaram! Eles primeiro procuraram saber se o menino batia com alguma das crianças da lista de desaparecimento, porém suas descrições não batiam em nada com as das demais. Eles tentaram isso para saber a identidade do garoto, pois o menino foi encontrado dentro de uma caixa somente com um cobertor enrolado no seu corpo. Não tinha o nome dele, data de nascimento, nem nada! Então procurar na lista de desaparecimento podia ter algo. Porém, foi falha essa tentativa.

Os policiais chegaram a ir em diversos hospitais, buscando pelas impressões digitais dele, no entanto, também foi algo que não deu em nada. Depois disso, eles espalharam cartazes pela cidade sobre ele. Mas não deu nenhum resultado, ninguém estava procurando pelo menino! Mãe, pai, familiares, responsáveis, absolutamente ninguém! Então isso deixava a polícia sem pistas do que aconteceu com esse garoto.

E por conta disso, eles chegaram (se liga no nível de bizarrice!) a vestir o cadáver com diversas roupas e fotografar, espalhando cartazes com o menino de roupa. Pra ver se alguém podia lembrar-se dele. (acho meio impossível porque ninguém chegou a reconhecer o rosto do menino, quem dirá vestindo roupas então. Mas okay)

Sem muita saída, a polícia resolveu investigar as pistas. Eles acharam um número de barra na caixa onde o garoto estava, então eles rastrearam esse endereço. No entanto, foi outro beco sem saída, já que a pessoa que comprou esse berço pagou em dinheiro, então não tinha como rastrear, além disso mais 12 (ou 13, não lembro) pessoas chegaram a comprar esse mesmo berço, mas depois eu volto a falar disso.

Com o caso se espalhando, uma testemunha apareceu. Ela dizia que um dia antes, ele viu uma mulher com uma criança passando por aquele lugar, ele chegou a questionar se eles precisavam de ajuda, mas a mulher negou a oferta. Então a pessoa seguiu em frente.

Eles também rastrearam o cobertor que o menino estava enrolado, só que, naquele tempo, havia sido fabricado muitos cobertores iguais aqueles e todos foram espalhados, então foi praticamente impossível. Tinha endereços que davam até para outros países para ter ideia (falando países pois não lembro para qual eles foram, então fica aí jogado no ar.)

Os investigadores chegaram a rondar, questionar e vasculhar o local perto onde a criança foi encontrada. Sempre indo nas famílias que tinham um número maior de filhos. Chegou surgir rumores que uma mulher poderia estar envolvida, já que ela tinha sido acusada de jogar uma de suas filhas no lixo, após a criança morrer de causas naturais.

Cara, os policiais criaram várias teorias, uma delas dizia até mesmo que ele (o menino) poderia ter sido criado como uma menina e por isso não estava tendo resultados, isso até mesmo explicaria o corte de cabelo. Mas mesmo assim, foi um tiro no escuro e não gerou em nada.

Em julho de 1957, os oficiais responsáveis pelo caso resolveram pagar um funeral para a criança. O epitáfio simples, gravado em pedra, dizia “Pai Celestial, abençoe este garoto desconhecido”.

Aos poucos o caso foi sendo esquecido pela população e pelos policiais, pois quase não tinham pistas, ninguém sabia nada sobre esse garoto, então ele foi sendo esquecido. Porém! O Remington Bristow (legista investigador) não sossegou e disse que não poderia simplesmente deixar o caso assim. Ele com seu próprio dinheiro foi em busca de achar novas pistas, saber o que de fato aconteceu com o menino. Bristow chegou até mesmo consultar médiuns a procura de alguma luz para esse caso.

Bristow estava certo de que o pequeno morava em um lar adotivo, mas acabou morrendo, em 1993, sem saber a verdade. Cinco anos mais tarde, o corpo foi exumado e o seu DNA, levado para testes. Mesmo com os avanços neste campo, o exame não resultou em nada novo.(agora eu percebo que não levaria jeito para ser investigadora, meu pai amado.

Em 2002, um psiquiatra de Ohio contatou a polícia da Filadélfia e contou que um dos seus pacientes lhe disse que sabia como o “garoto da caixa” havia morrido. Em uma das sessões, a mulher revelou que seus pais, ambos educadores, tinham comprado a criança para usar como um brinquedo sexual.

Um dia, quando a sua mãe estava banhando o menino, a quem deram o nome de Jonathan, ele começou a lutar e ela o golpeou com força o suficiente para matá-lo. A paciente, que tinha 10 anos na época do assassinato, disse que era ela quem estava na estrada ao lado de sua mãe quando um homem parou para perguntar se precisavam de ajuda.

Tudo parecia fazer sentido e ela sabia de detalhes importantes. Ela até teria esclarecido o que era a substância marrom encontrada no esôfago da criança: ele teria vomitado feijões cozidos que comeu no dia em que morreu.
Mesmo com todos esses relatos, ninguém conseguiu provar se a história contada era realmente verdade.

Foi um caso extremamente difícil, mas que acabou! É triste saber que o pequenino Jonathan havia sido comprado como brinquedo sexual e, que não tivera uma vida com pais que o amassem de verdade. Mas pelo menos agora, ele está em paz em algum lugar. Ainda não sabe se esse caso pode se dar como “acabado”, mas ao meu ver pode sim, porquê a moça explicou muita coisa que esclarecia coisas importantes!

Lembrando que; pode haver coisas incorretas aqui, mas é o que diz o site onde eu tirei minha colinha, então me perdoem caso tenha algo errado, além de que eu to muito cansada pra revisar k.

Mas foi isso! Espero que quem tenha lido isso, tenha gostado (mesmo sendo uma história triste no final das contas) foi bem cansativo procurar as coisas e lembrar de detalhes que não estava citado nos sites. Então é só isso, um beijo procês e fui, bye, bye!




Pois é simples como qualquer um
pode ver: estamos simplesmente
𝒹𝑒𝓈𝓉𝒾𝓃𝒶𝒹𝑜𝓈 𝒶 𝓈𝑒𝓇

Permalink Comentários (2)

[20/05/2020] Curiosidades

[18/05/2020] Me recomendem

[12/05/2020] Cálice de Sangue (Imagine Levi Ackerman)

[11/05/2020] Prévia - Pétalas da Primavera (Imagine Taehyung)


Atualizações do Usuário

Usuário: Girl_Misterious
Favoritei a história
História: Invencível
História: Invencível
Levi Ackarman e Emma Carven, antigos amigos de infância se reencontram após anos de sua separação. dentre esses motivos, um grupo chamado "liberdade" que ambos faziam parte, obri..
Usuário: Girl_Misterious
Favoritei a história
História: Corona Vírus
História: Corona Vírus
Cardi B tem a melhor waifu do mundo e ela pode provar. Só Hinata Hyuuga mesmo para acalmá-la durante a quarentena.
Usuário: Girl_Misterious
Favoritei a história
História: Imagine Levi - Various Sides
História: Imagine Levi - Various Sides
"Levi Ackerman tem vários lados que eu ainda não conheço, e farei questão de descobrir um por um." | Imagine | One-Shot | Você x Levi |
Usuário: Girl_Misterious
Ai, fod*-se! Vou fazer de Diabolik de Lovers e quem não gostar que me processe!
Usuário: Girl_Misterious
Eu tô pensando em fazer um Imagine que eu fiz no youtube em um de Diabolik Lovers, será que eu faço???