1. Spirit Fanfics >
  2. Membros >
  3. okiyu

okiyu

okiyu
Nome: — mini may ♡ marizinha)) 共感
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização:
Aniversário: 25 de Janeiro
Cadastro:

okiyu


⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀♡ ↶ 共感 ˀˀˀ
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀، ៸៸ 𝖼𝗈𝗆𝖾 𝖺𝗌 𝗒𝗈𝗎 𝖺𝗋𝖾 (๑・ᴗ・๑)⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝗺𝗮𝘆 ♡'𝘀 𝗼𝘀𝗻𝗳 人 親切 ﹆ 🍓
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ♥️*◟𝖼𝖾𝗓𝗂𝗇𝗁𝖺, 𝗅𝗂𝗓, 𝗍𝗁𝗂𝖺𝗀𝗈, 𝖺𝗋𝗍𝗁𝗎𝗋, 𝗃𝗈𝖾, 𝖼𝗁𝗋𝗂𝗌 ♥️
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ @noonchi 𝘧𝘰𝘳 𝘣𝘢𝘤𝘬𝘶𝘱
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀꒰🌱꒱𝗯𝘁𝘀 ೃ 𝗺𝘆 𝗯𝗮𝗯𝗲𝘀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀₍ᐢ..ᐢ₎

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀📍 @lovelyproject & @moonchildesign

. setembro amarelo: a iniciativa que dura um mês, mas deveria durar o ano todo

Postado



Escreveu 𝐈𝐍𝐓𝐑𝐎𝐃𝐔𝐂̧𝐀̃𝐎

Oioie, pessoas! Tudo bem com vocês? Espero muito que sim :3. Então, o que acontece é que como muitos de vocês já devem saber, Setembro é o mês da prevenção ao suicídio, e para mim, eu acho este um tópico muito importante e queria muito fazer alguma coisinha especial para esta ocasião, entretanto, a criatividade não veio para escrever uma fic, por isso resolvi planejar esse jornalzinho (que por sinal, é o meu primeiro) com algumas coisinhas importantes sobre todo esse movimento tão bonito. Sei que posso estar um pouco atrasada, mas acho que nunca, nunca é tarde para falarmos sobre saúde mental.
Antes de mais nada, é preciso dizer que serão abordados temas sensíveis como suicídio e depressão, então caso você não se sinta confortável, fique livre para não ler, ok? <3

Eai, vamos começar?

Mostrar Spoiler: 𝐎 𝐐𝐔𝐄 𝐄́

O Setembro Amarelo é uma campanha aderida no Brasil em 2014 pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) em conjunto com o Conselho Federal de Medicina (CFM) no mês de Setembro, dado que o dia 10 do mesmo é, oficialmente, o dia mundial de prevenção ao suicídio (decretado pela Organização Mundial de Saúde em 2003) e sendo representado por fitas amarelas. O projeto tem o intuito de abrir debates sobre a importância da saúde mental, alertando para a população a importância que é discutir sobre o suicídio — que infelizmente, ainda é um grande tabu em muitos ambientes e ciclos sociais.
Escreveu 𝑃𝑜𝑟 𝑞𝑢𝑒 𝑎𝑚𝑎𝑟𝑒𝑙𝑜?

O amarelo é uma das três cores primárias, cor esta que representa a luz, o sol, a alegria, a felicidade e dentre muitos outros. Entretanto, essa coloração é usada neste mês por um acontecimento singular ocorrido em 8 de Setembro de 1994, onde um jovem americano conhecido em sua vizinhança por seu Mustang 68 amarelo, qual havia concertado e pintado da determinada tonalidade, tirou sua própria vida dentro de seu carro. O amável e caridoso Mike Emme ou Mustag Mike, de 17 anos, não só deixou uma carta de despedida aos seus entes queridos, como também muita saudade e reflexão.
Devido ao ocorrido com seu filho, o casal Emme resolveu imprimir mais de 500 cartões com algumas lembranças de seu primogênito, acompanhados por uma fita amarela e a frase “Este cartão carrega a mensagem de que há pessoas que se importam e que vão ajudar! Se você precisa de ajuda e não sabe como pedi-la, dê este cartão a um terapeuta, conselheiro, professor, médico, parente ou amigo e diga: "Eu preciso usar Meu Laço Amarelo.” , tudo isso com o intuito de ajudar pessoas que contemplavam o suicídio a desabafarem abertamente e pedir ajuda. As cópias rapidamente se espalharam por todo o país, e logo mais, em alguns outros lugares do mundo também.
Esta simples iniciativa foi o estopim para a criação da campanha “Yellow Ribbon”, que ajudou milhões de pessoas, e futuramente, viria a ser o conhecido Setembro amarelo. Além disso a cor amarela ganhou mais um significado, que nos enche de calor tanto quanto os outros, mas de uma forma tão única: o significado de que você não está sozinho e de que está tudo bem desabafar.



Mostrar Spoiler: 𝐒𝐔𝐈𝐂𝐈́𝐃𝐈𝐎 — 𝐎 𝐄𝐒𝐓𝐈𝐆𝐌𝐀 𝐕𝐈𝐒𝐈́𝐕𝐄𝐋 𝐌𝐀𝐈𝐒 𝐈𝐍𝐕𝐈𝐒𝐈́𝐕𝐄𝐋 𝐃𝐀 𝐒𝐎𝐂𝐈𝐄𝐃𝐀𝐃𝐄

O suicídio é um gesto de autodestruição, realização do desejo de morrer ou de dar fim à própria vida. É uma ação que tem graves implicações sociais, e com a realização deste ato, seis a dez pessoas são diretamente impactadas, sofrendo consequências difíceis de reparar. A cada 40 segundos, uma pessoa se mata no mundo, totalizando mais de 800 mil casos por ano e mais de 11 mil somente no Brasil — quase 1 pessoa a cada 46 minutos. Estes números, infelizmente, vêm aumentando nos últimos anos, sendo a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos no mundo e a quarta maior no Brasil, segundo a OMS.
Tirar sua própria vida não é um pensamento que surge por motivos simples: na verdade, a complexidade por trás dessa ideia deve ser sempre levada em consideração. As maiores causas estão relacionadas a transtornos mentais, principalmente a depressão e a bipolaridade, seguidos pela dependência de substâncias como álcool ou drogas. Não está necessariamente ligado a uma doença mental, mas sim a um momento crítico que pode ser superado.




Mostrar Spoiler: 𝐉𝐀́ 𝐎𝐔𝐕𝐈𝐔 𝐅𝐀𝐋𝐀𝐑 𝐄𝐌 𝐒𝐀𝐔́𝐃𝐄 𝐌𝐄𝐍𝐓𝐀𝐋?

Afinal, o que diabos é isso? Se você pensou que ter saúde mental é sinônimo de ausência de transtornos mentais ou estar feliz a todo o momento, está equivocado. Nos últimos anos, a definição deste tópico vem ganhando mais nitidez e foco devido a evolução dos estudos das ciências biológicas e comportamentais, e segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma boa saúde mental é caracterizada por um estado de bem-estar no qual a pessoa consegue aproveitar sua vida, e ao mesmo tempo, lidar com as próprias emoções — sejam elas positivas ou negativas. Além disso, a estabilidade mental é essencial para a saúde física e a qualidade da interação individual e coletiva.
Acredita-se que o ser humano possui entre cinco a seis emoções básicas, sendo elas: felicidade, tristeza, medo, nojo e raiva (bem divertidamente mesmo). Todas são completamente normais de serem sentidas, por isso é natural terem dias em que nos sentimos mais ‘pra baixo, super estressados, entre outros. Entretanto, a anormalidade começa quando a alteração de humor gera uma angústia significativa no indivíduo, a ponto de interferir em seus pensamentos e sua vida cotidiana. Quando isso ocorre, o ideal é se questionar sobre a própria saúde psicológica, bem como procurar ajuda de familiares e amigos, além de um tratamento adequado.



Mostrar Spoiler: 𝐎 𝐐𝐔𝐄 𝐒𝐀̃𝐎 𝐓𝐑𝐀𝐍𝐒𝐓𝐎𝐑𝐍𝐎𝐒 𝐌𝐄𝐍𝐓𝐀𝐈𝐒?
Na medicina, a palavra transtorno representa uma anormalidade e significa que uma função do seu corpo — nesse caso a mente — pode não estar funcionando corretamente. Os transtornos ou distúrbios mentais significam que uma determinada função psíquica do seu cérebro não está reagindo adequadamente, levando a alterações nas emoções, nos pensamentos e nas interações sociais.
Atualmente, a concepção sobre a causa desses transtornos é de que são “contraídos” a partir de fatores internos — como a hereditariedade ou a disfunção de controle dos neurotransmissores — e externos — como problemas familiares ou experiências traumáticas. Em muitos dos casos, já há uma predisposição genética hereditária, que combinadas com o estresse da vida, torna a pessoa mais vulnerável ao desenvolvimento de transtornos mentais. Apesar disso, esses distúrbios podem ocorrer em qualquer indivíduo; nenhum deles têm um rosto específico, gênero, idade ou classe social, por isso devem ser respeitados e levados a sério. Abaixo está um vídeo bem explicadinho caso queira ver.


Escreveu 𝑇𝑟𝑎𝑛𝑠𝑡𝑜𝑟𝑛𝑜𝑠 𝑀𝑒𝑛𝑡𝑎𝑖𝑠 𝐶𝑜𝑚𝑢𝑛𝑠

𝕯epressão: Antes de qualquer coisa, acho interessante quebrar um pouco os estereótipos, pois nem todo o mundo que está triste tem depressão, e nem todo o mundo que tem depressão precisa estar triste 24 horas por dia. A linha entre a tristeza e a depressão não é tão tênue quanto podemos imaginar, onde alguns dos fatores cruciais para seu discernimento é a intensidade do sentimento, o tempo e o quão isso afeta a pessoa diariamente.
A depressão, no geral, é caracterizada pela sensação de angústia constante, de forma que o indivíduo não se sente motivado a realizar ações comuns do dia a dia ou que antes eram de seu interesse. Muitos acreditam que perderam a capacidade de sentir alegria ou prazer, se desvalorizam e sentem um enorme sentimento de culpa. A falta de energia, cansaço excessivo, falta de concentração, insônia e mudança no apetite são todos sintomas e sensações que geralmente são demonstrados por uma pessoa com depressão. Entretanto, esse transtorno não é tão simples quanto aparenta, possuindo várias classificações, sintomas e graus distintos, afinal, cada pessoa é diferente da outra.
O transtorno depressivo é muito sério e afeta mais de milhões de brasileiros por ano, por isso deve ser tratado e levado a sério.

𝕭ipolaridade ou transtorno bipolar:
Por favor, não confunda o transtorno bipolar com o transtorno de personalidade, pois eles são coisas muito distintas. O distúrbio afetivo bipolar, também conhecido como doença maníaco-depressiva, é um transtorno psiquiátrico complexo, sendo sua característica mais marcante a alternância entre episódios de depressão e euforia. Essas crises são súbitas e variam de intensidade, frequência e duração -- pode ser apenas dias ou até meses, de uma forma leve, moderada ou intensa. O estado de euforia, também chamado de mania, é caracterizado por uma agitação exuberante, compulsão em falar, super aumento da autoestima, irritabilidade, hiperatividade, impaciência, etc. Já o estado depressivo, se caracteriza pelo humor deprimido, a tristeza profunda, isolamento social, alteração nos hábitos alimentares, falta de concentração e outros. Obviamente, cada pessoa se manifesta de uma maneira e não necessariamente irão apresentar todos esses sintomas.
Existem diferentes tipos de manifestação do transtorno bipolar, onde todos eles afetam negativamente o nível de energia, humor e eficiência da pessoa. A causa deste distúrbio ainda é desconhecida, mas já se sabe que a hereditariedade, alterações em certas áreas do cérebro e nos níveis de vários neurotransmissores estão envolvidos.
Não há uma cura para a bipolaridade, mas ter um acompanhamento profissional é de extrema necessidade. Esse transtorno é o segundo maior nas taxas de suicídio no mundo, e deve ser tratado com importância!

Há outros transtornos mentais, como a ansiedade e o TOC, por exemplo, que têm tanta importância quanto.


Escreveu Transtornos mentais não são besteira nem coisa de louco

Assim como o suicídio, os distúrbios mentais ainda são tabus de proporções exorbitantes em nossa sociedade, que gera a uma ignorância totalmente preocupante. Quem nunca ouviu as frases: “isso é tudo frescura.”, “é tudo falta do que fazer.”, “ah, fulano tá só querendo chamar atenção.”, "tanta gente querendo viver e esse povo querendo se matar" ou até mesmo “isso aí é tudo culpa dessa internet que bota isso na cabeça dos jovens!” que atire a primeira pedra. Todas essas falas são muito prejudiciais e desmotivadoras para pessoas que estão passando por momentos difíceis, além de que nenhuma delas é verdade.
Atualmente, a desinformação e o preconceito são os piores inimigos na luta contra os transtornos mentais, e ao realizar uma pesquisa, foi concluído que todo esse desconhecimento contribui com a mistificação dos transtornos. A maioria das pessoas têm dificuldade de expandir o conceito de saúde e doença, no modo de entender que ter saúde não significa não ter algum transtorno, e é justamente esse preconceito que faz com que muitas pessoas queiram se afastar da imagem de alguém com doenças mentais por terem medo de serem vistos como fracos, bem como vergonha do diagnóstico, do tratamento, de procurar ajuda e das pessoas descobrirem sobre a enfermidade.
Mais de 86% da população brasileira já teve ou vai desenvolver transtornos mentais em alguma parte de sua vida, e a melhor solução, é procurar tratamento profissional e receber auxílio da família e amigos.




Mostrar Spoiler: 𝐂𝐎𝐌𝐎 𝐏𝐎𝐃𝐄𝐌𝐎𝐒 𝐀𝐉𝐔𝐃𝐀𝐑?


Lutar contra o preconceito: É muito importante abrir debates sobre o tema e falar abertamente sobre ele, pois isso ajudará muitas pessoas a entenderem melhor sobre o que se trata e as encorajar a buscar ajuda. Além disso, você estará contribuindo para mais indivíduos saberem o quão sério são esses tópicos e pode fazê-los repensar seus conceitos.

Ter empatia acima de tudo, com tudo e todos: Empatia, para mim, é uma das palavras mais lindas e necessárias na atualidade. A empatia nos permite nos posicionar nos lugares de ambas as pessoas: a que está lidando com o problema e a que tem preconceito sobre o assunto. Se alguém disser “ah, isso tudo é besteira! Etc, etc”, mesmo que não estejamos passando por tudo isso, eu sei a angústia e até a raiva sentidas ao ouvir isso, mas combater esse tipo de pensamento com ódio não melhora nada -- na realidade, só piora. Pense que talvez essa pessoa nunca tenha tido informação necessária para entender como é ter alguma doença mental e só propaga o que escuta da família, talvez até dos amigos. Ou até mesmo, ela teve sim a informação, mas continua a pensar que é bobagem. Em ambos os casos, o que devemos fazer é tentar conscientizar o indivíduo de alguma forma que não o agrida, pois tanto você como a pessoa podem acabar se machucando emocionalmente.

Oferecer ajuda: Como falei diversas vezes, o acompanhamento de um profissional é imensamente importante. Entretanto, o apoio familiar e de amigos também é crucial. Se puder, converse com a pessoa, esteja ao lado dela, escute-a. Mesmo que você não seja muito próximo, se vir alguma pessoa chorando (não necessariamente devido a alguma doença), tente dar algumas palavras de conforto, nem que seja só perguntar se a mesma está bem. Este tipo de atitude parece ser irrelevante, mas pode fazer uma grande diferença para quem recebe, é sério.

Aconselhar a procurar tratamento: Muitas vezes, algumas pessoas sempre ficam relutantes, pois podem pensar que não há eficácia no tratamento ou que não precisam. Entretanto, se puder, alerte-as a importância do acompanhamento psicológico/psiquiátrico e como isso pode ajudar.

Escutar: Sei que já citei ouvir antes, mas estarei citando novamente porque é uma ação muito significativa. Escutar alguém que está passando por uma situação difícil a fará se sentir muito melhor, e vale ressaltar que deve-se prestar atenção e ouvir com o coração, sem julgamentos.

Entender que somos diferentes, que ninguém é perfeito e que todos cometem erros. Todavia, devemos escutar cada um dos lados de uma mesma história e procurar lidar com a situação com empatia.

Há este outro vídeo qual achei muito bonito, caso queiram assistir, ele está logo abaixo. Sei que o título se refere a transtornos mentais, mas creio que ele possa pelo menos dar uma luzinha a qualquer pessoa que está passando por uma situação difícil.


Escreveu 𝐸𝑛𝑡𝑟𝑎𝑛𝑑𝑜 𝑒𝑚 𝑐𝑜𝑛𝑡𝑎𝑡𝑜 𝑐𝑜𝑚 𝑎𝑗𝑢𝑑𝑎
Para ajudar pessoas e familiares, o CVV realiza apoio emocional através de um atendendo voluntária e gratuito, sob total sigilo, por intermédio do telefone (188), e-mail, chat e site, disponível 24 horas, todos os dias. Há vezes em que você pode não ser atendido de primeira, pois tendo em mente que é uma organização, os voluntários podem estar ocupados. Entretanto, também há atendimento presencial (infelizmente, não durante a pandemia). Por favor, se você está pensando em suicídio, não desista da sua vida! Há pessoas que se importam com você e querem você bem, inclusive eu.

Antes de começar a fazer o jornal, há uns cinco ou seis dias atrás, vi um comentário de uma pessoa sobre o fato da linha ‘original’ nunca tê-la atendido, e confesso que isso me deixou muito mal porque eu não sabia o que fazer para ajudar e tinha ficado muito preocupada. Passei um tempo pensando e resolvi criar uma “linha direta da escuta”, entre aspas porque não é bem uma linha, e sim uma conta no discord totalmente voltada para escutar os desabafos das pessoas da forma mais anônima que consegui encontrar. Peço desculpas por não dar total privacidade a quem entra em contato, de verdade mesmo, mas foi a maneira mais restrita que consegui pensar, pois sei que muitas pessoas podem não se sentir à vontade em se abrir diretamente.
Caso você precise conversar ou apenas de alguém para te escutar, pode sempre entrar em contato comigo. Se você não se incomoda em desabafar diretamente, minha mp está sempre aberta, ok? Entretanto, admito que não sou nenhuma profissional, então, por favor, se você vem se sentindo mal constantemente, procure ajuda o quanto antes, por favor mesmo. Entretanto, não acho que preciso ser uma profissional para abrir meu coração e lhes escutar para contribuir de alguma forma, pois sinto ser o mínimo que posso fazer, apesar de que confesso me sentir mal por não conseguir ajudar mais.
Caso queira desabafar anonimamente: linha direta da escuta#2381
Caso não se incomode em falar diretamente, pode sempre entrar em contato na mp, ok? <3



Mostrar Spoiler: 𝐏𝐀𝐋𝐀𝐕𝐑𝐀𝐒 𝐈𝐌𝐏𝐎𝐑𝐓𝐀𝐍𝐓𝐄𝐒 𝐐𝐔𝐄 𝐐𝐔𝐄𝐑𝐈𝐀 𝐃𝐈𝐙𝐄𝐑

Eu acho que ainda gostaria de falar algumas coisinhas, então vamos lá.

Você não precisa estar feliz o tempo todo: é normal chorar ou ter medo, pois essas são emoções assim como a alegria ou a raiva. É normal se sentir triste de vez em quando e está tudo bem desabafar sobre seus sentimentos, você não será uma pessoa fraca por conta disso, na verdade, você pode estar sendo mais forte do que imagina.

Não fique com medo: não pense que está sozinho por estar se sentindo dessa maneira. Assim como você, muitas pessoas passam por isso e não é algo de outro planeta. Por isso, não tenha medo de se expressar e falar sobre seus sentimentos. Você não está sozinho.

Tente procurar tratamento: se você se identificou com alguma das situações abordadas, por favor, procure por ajuda. Tente falar com alguma pessoa da sua família que confie ou algum amigo próximo sobre seus sentimentos e busque por um acompanhamento profissional que poderá lhe ajudar. Sério mesmo, por favor :(.

Lembre-se de que tudo passa: eu sei que há vezes em que parece que nada tem solução e a maneira mais rápida é só nos entregar a todos os sentimentos ruins que sentimos. Quando isso acontece, lembre-se de que nada é para sempre, e que toda essa angústia que você está sentindo vai diminuir com um tempo até algum dia desaparecer. Pense sempre que há um amanhã e ele não precisar ser turvo e cinzento como podemos imaginar: ele pode ser um pouco torto, mas ainda sim colorido, da mesma forma que um arco-íris.

Se você se mantiver forte, então eu e várias outras pessoas nos sentiremos felizes em saber que podemos ser fortes também. Por isso, não desista. Você não está sozinho. Você ainda tem muito pela frente. Você é capaz de melhorar, eu acredito em você e você também deve acreditar.





Mostrar Spoiler: 𝐀 𝐂𝐀𝐔𝐒𝐀 𝐓𝐄𝐌 𝐀 𝐕𝐄𝐑 𝐂𝐎𝐌 𝐒𝐄 𝐄𝐗𝐏𝐑𝐄𝐒𝐒𝐀𝐑 𝐀𝐁𝐄𝐑𝐓𝐀𝐌𝐄𝐍𝐓𝐄

Como foi mencionado, um dos melhores modos de ajudar a causa, é falar abertamente sobre o suicídio e saúde mental, e por conta disso, muitos artistas, cantores, escritores, etc, utilizam de sua criatividade para se expressar. Por conta disso, separei algumas obras para vocês relacionadas ao tema.

Músicas:


Nota: tentei recordar de alguma música que falasse sobre o tema e tentei até pesquisar, porém não achei muitas. Caso você saiba de uma, pode deixar nos comentários que estarei adicionando <3.

Fanfics sobre o tema:





Escreveu 𝐵𝑜̂𝑛𝑢𝑠: 𝑖𝑐𝑜𝑛𝑠 𝑎𝑚𝑎𝑟𝑒𝑙𝑜𝑠 𝑝𝑎𝑟𝑎 𝑖𝑙𝑢𝑚𝑖𝑛𝑎𝑟 𝑠𝑒𝑢 𝑑𝑖𝑎!

Então, enquanto tava pesquisando, descobri algo que não sabia e me deixou muito feliz, que era que alguns estabelecimentos ou ruas deixavam acesas luzes amarelas durante o mês de Setembro, representando essa iniciativa tão importante. Então, por isso, resolvi fazer alguns iconzinhos e te convidar a iluminar o site com essa cor tão bonita. Não se sinta obrigado a utilizar, caso queira, use pelo tempo que desejar, não se preocupe. Nem precisa utilizar agora também, afinal, a nossa luta é durante o ano inteiro :). Confesso não sou nenhuma iconmaker (alguns ficaram até bugadinhos e só fui notar depois TT), mas juro que fiz com o coração.
Regras:
Você pode usar à vontade esses iconszinhos, a única condição, é que se pegar algum, você precisa deixar um comentáriozinho de amor para alegrar a próxima pessoa que ler o jornal. Um "Tenha um bom dia!" ou "Tudo bem com você?" já são grandes iniciativas que podem deixar alguém mais felizinhe, então não precisa ter vergonha, ok?















Escreveu 𝐄𝐍𝐂𝐄𝐑𝐑𝐀𝐌𝐄𝐍𝐓𝐎

Então foi isso, gente! Espero que eu tenha conseguido auxiliar vocês de alguma forma. Já peço mil desculpas por qualquer erro, e se puderem me avisar onde errei, ficaria imensamente agradecida. Qualquer coisa, podem sempre me chamar na dm que ficaria muito feliz em falar com vocês. Confesso que posso demorar um pouco, mas sempre apareço, então fica tranquile ♡.
Tenham uma boa semana e se cuidem, ok?
beijinhus no coração ♡


Escutando: Você é importante
Lendo: Seus sentimentos não são besteira
Assistindo: Não deseje a morte de ninguém
Jogando: Tenha empatia
Comendo: Você vai melhorar
Bebendo: Você é imperfeito, mas isso que te torna especial
Permalink Comentários (1)

Atualizações do Usuário

Usuário: okiyu
@Angel_Isa
assistindo filme terror
coração: ah, tranquilo mermão

notificação de fic da Isa
coração: CALMAE MERMÃO Q ISSO
Usuário: okiyu
@Angel_Isa ISAH VC PARE ME DEU UM SUSTO COM A NOTIFICAÇÃO
Usuário: okiyu
@autora_aurorar AURORA??? NOOOO NÃOO AAA :(((
Usuário: okiyu
@yeonna- KSKKASAK ceci agr quem vai morrer sou eu 😭💕
sto boiola aiai :"0
Usuário: okiyu
@cantamor desiste dele não
cornin só é meio corno, mas a gente ama ele