1. Spirit Fanfics >
  2. Histórias Originais

Fanfics de Histórias Originais - Classificação Dezesseis

Asas Da Noite

escrita por jemiBelieber
Fanfic / Fanfiction Asas Da Noite
Concluído
Capítulos 73
Palavras 152.736
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica / Sci-Fi, Luta, Magia / Misticismo, Mistério, Policial, Romântico / Shoujo, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Em meio de uma época de sequestros intencionando fortalecer o mercado negro, os moradores costumeiros de uma pequena cidade acreditavam intensamente que o motivo disto seria posto sobre uma lenda local. Wachowski, um ser das trevas condenado a vagar pela terra..
Enquanto isto, Sophia Hummel, uma estudante sonhadora, corre contra o tempo para tentar reverter a situação de sua mãe em coma. Porém, vê seu mundo virar de ponta cabeça ao cair nas teias venenosas do destino cruel. Ao que parecia ela ser apenas mais uma vítima dos inúmeros sequestros, trazia descobertas sobre seu passado escondido por uma antiga profecia. Os mistérios sombrios do mundo batem a porta, causando-a dificuldade em discernir a realidade da imaginação. Ela jurou odiar o insensível Nicholas, mas não imaginaria que seu destino havia se entrelaçado ao dele antes mesmo que nascesse. Juntos, deverão conter suas indiferenças, lutar contra criaturas mitológicas e controlar uma ansiedade crônica. O emocional fica a loucura com tantas aventuras alucinógenas, mas o trabalho duro é constante para desvendar a famosa profecia, que ronda as dimensões:

"O sangue luminoso renascerá. O amor de dois anjos distintos se unirá em um pequeno botão de inocência e pureza. Esse botão, ao florar, destruirá o destino cruel ao mundo destinado. Apenas o fruto do bem e do mal poderá, enfim, trazer a paz entre as dimensões afinal."

Serão como a água e o fogo, o frio e o calor, a noite e o dia.. Mas o amor plantará sementes que curarão o ódio existente, sararão o coração partido.. O Bem e o Mal passarão por um romance turbulento afinal... E a paz entre as dimensões depende desta união.


"Eu deveria saber que aquele dia não poderia me render o melhor. A sombria escuridão espreitava cada passo meu, pronta a me embarcar em uma viagem sem fim no mar do desequilíbrio emocional. Nada poderia mudar o meu verdadeiro destino. Aquela ponta metálica tão ponte aguda e dolorosa pertencia à faca do sofrimento, a qual me apunhalou de forma devastadora. Em meus planos, cada detalhe do dia era planejado com precisão, mas na prática nada previsto por mim realmente acontecia. Sempre surgiam pequenos problemas com consequências gigantescas, que sempre embaralham minhas ideias. A ansiedade constante que insiste em consumir toda minha razão, leva-me cada vez mais ao fundo do poço, torna minha vida um frequente estado de medo, preocupação e pânico, dominando meus pensamentos e atrapalhando minhas atividades diárias. Por isto, para ao menos ter coragem de enfrentar o dia que se inicia, dependo de terapias e medicamentos. Talvez, um dia, eu consiga me libertar disto, e me permitir viver o lado mais leve da vida..." — Sophia Hummel, protagonista.
  • 4.157
  • 4.864

Me ouça

escrita por silenciei
Fanfic / Fanfiction Me ouça
Concluído
Capítulos 2
Palavras 264
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Lírica / Poesia
mãe, o meu tormento diário é conviver em sociedade.

angst ! social phobia
  • 2.020
  • 59

Garoto, interrompido

escrita por emdji
Fanfic / Fanfiction Garoto, interrompido
Concluído
Capítulos 1
Palavras 186
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Comédia, Drama / Tragédia
Alex Standall estava ocupado demais fingindo se divertir para se intrometer em alguma coisa.
  • 1.988
  • 66

Capuz de Sangue (Trilogia do Capuz - Livro 1)

escrita por magnors e Bane
Fanfic / Fanfiction Capuz de Sangue (Trilogia do Capuz - Livro 1)
Concluído
Capítulos 19
Palavras 54.543
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Drama / Tragédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia / Misticismo, Mistério, Sobrenatural, Suspense
Primeira parte da Trilogia do Capuz. Annie é uma garota como muitas outras, emotiva, altruísta, tímida. Quando uma guerra civil começa em seu país, sua vida é girada de cabeça para baixo, ela se vê envolta em um mar de segredos que quando revelados mudarão completamente sua visão perante o mundo e as pessoas ao seu redor.
'A história que você conhece, mas de um jeito bem diferente.'
  • 1.338
  • 301

Make You Mine (Lumity)

escrita por Piperdog e Lluvia_
Fanfic / Fanfiction Make You Mine (Lumity)
Em andamento
Capítulos 49
Palavras 137.196
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Lésbica / Yuri, LGBTQIAPN+, Romântico / Shoujo, Universo Alternativo
Uma latina estrangeira que não sabe se o que é o amor;
Uma veterana em handebol que não consegue esconder seus sentimentos;
Uma professora de química mãezona;
Um trio de amigos inseparáveis;
O que precisa mais?




——
Essa capa não è minha! Achei no Google, gostaria de dar crédito ao autor!
Essa fic está disponível também no Wattpad
  • 1.204
  • 1.682

Os 15 motivos pelos quais não demos certo.

escrita por LorraneC
Fanfic / Fanfiction Os 15 motivos pelos quais não demos certo.
Em andamento
Capítulos 15
Palavras 11.892
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Romântico / Shoujo
O problema de uma quase relação, é que que ela não tem um começo. Portanto, não pode ter um fim. Mas aqui eu vou te contar o problema de todos os "quases". Tudo, tim-tim por tim-tim. Desde o dia que você apareceu, até o dia que eu parti. Nós dois como plural e conjunto podíamos não ter fim, mas eu e você no singular sim. Decidi te explicar, Stubb, as quinze tragédias, as quinze reações, os quinze defeitos inaceitáveis dessa quase relação. Os quinze e decisivos motivos que me fizeram desistir de você. Os quinze motivos pelos quais não demos certo. Eu decidi explicar porque não pude dar um começo, mas sempre coube a mim dar um fim. E eu espero que você não pense que nunca existiu amor porque agora tem um fim. É exatamente porque eu te amei que eu tô fazendo isso.
  • 1.111
  • 118

Inimigos de infância (romance gay)

escrita por Escritora_Ana
Fanfic / Fanfiction Inimigos de infância (romance gay)
Em andamento
Capítulos 35
Palavras 41.958
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Gay / Yaoi, Lésbica / Yuri, Romântico / Shoujo, Saga, Terror e Horror, Universo Alternativo
Liam Martin e Ethan Reed desde criança sempre nutriram uma rivalidade entre os dois, mas que nunca passava de implicância ou até mesmo insultos. Até que certo dia Liam resolve tirar satisfação com Ethan durante o intervalo da escola por causa de uma fofoca que Ethan havia seduzido sua namorada, Ashley, numa festa no sábado passado. Mas diferente das outras vezes, os dois acabam brigando, o que leva o diretor da escola de uma vez por todas à acabar com essa rixa, e para isso ele propõe que os dois virem amigos em até duas semanas ou percam algo importante para eles.

"Eu não lembro quando ou porque minha rixa com Ethan Reed começou.Mas ela sempre existiu. Ou pelo menos desde do dia que ele se mudou para casa de frente a minha. " - Liam.
  • 1.092
  • 747

Espelho, espelho meu

escrita por sayan-girl
Fanfic / Fanfiction Espelho, espelho meu
Concluído
Capítulos 1
Palavras 100
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Drabs, Drabble, Droubble (Minicontos), Drama / Tragédia
quando foi que a pessoa que me encara de volta deixou de ser eu?

{angst | depressão}
  • 1.010
  • 47

"Os opostos se atraem?" - Livro 1

escrita por Garota_em_Preto_e_Branco
Fanfic / Fanfiction "Os opostos se atraem?" - Livro 1
Concluído
Capítulos 71
Palavras 58.084
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Ação, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Gay / Yaoi, Lírica / Poesia, Musical (Songfic), Policial, Saga
O que faria se você conhecesse um garoto lindo? Porém, completamente o seu oposto, meio mal educado, e, no seu ponto de vista, só se importa consigo mesmo? O que faria se você se aproximasse demais desse garoto e descobrisse o horrível passado que tem atrás dele? E se algo horrível acontecesse com você, e o seu único refúgio fosse esse garoto?
Foi exatamente isso que aconteceu com Melissa, uma garota normal de 16 anos, que já no seu primeiro dia no colégio novo, conhece Gabriel, um "garoto-rock", 17 anos, quieto e fechado em seu mundo. Melissa, uma pessoa curiosa, faz de tudo para saber mais sobre esse garoto. Por que ele era tão quieto? Por que sua família não morava na mesma cidade? Por que ele era emancipado? Conforme o tempo passa, Melissa vai descobrindo coisas horríveis sobre o passado e sobre o próprio Gabriel. Coisas que ela preferia não ter descoberto.
Mas já era tarde demais, ela estava envolvida demais para sequer pensar em se afastar. E agora? Ela ouvirá a razão, que a manda correr para longe desse garoto que escreve poemas e músicas com facilidade, ou ouvirá o coração, que grita para que ela se entregue?

"Eles brigam, batem a porta na cara do outro e ficam sem se falar. Mas os dois voltam. Eles sempre voltam, porque ela pertence a ele e vice-versa. Eles são um do outro e ninguém consegue tirar. São uma espécie de casal de namorados, e melhores amigos, que brincam e brigam. Que uma hora estão bem e na outra não estão nada bem. Sabe a frase "Os opostos se atraem"? Se encaixa perfeitamente para os dois." -

~ comentário escrito por uma das minhas leitoras favoritas, ~Ingrid_Kailane
  • 972
  • 1.276

Clarity

escrita por loudestecho
Fanfic / Fanfiction Clarity
Concluído
Capítulos 151
Palavras 563.890
Atualizada
Idioma Português
Categorias Histórias Originais
Gêneros Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romântico / Shoujo
Sempre acreditei em destino. Sempre acreditei que a nossa vida toda já está escrita, e que, quando um erro era cometido, tínhamos apenas uma chance de concertar as coisas. Nunca acreditei que em meu destino, eu encontraria um amor. Quer dizer, várias paixões, todos têm, mas vários amores? Nem de longe. E quando, finalmente encontramos, não acredito que podemos ser tão idiotas a ponto de deixar um amor escapar pelos seus dedos. Quando encontrei você, sempre fiz de tudo para nunca perdê-lo, mas não sei se você pensava o mesmo de mim... Não fale como eu tento fugir, porque nós dois sabemos muito bem o que escolheremos. Se você me puxar, vou tentar te afastar com todas as minhas forças, mas vou acabar caindo de volta para você. Como sempre volto. Como sempre quero voltar.
  • 955
  • 1.565