1. Spirit Fanfics >
  2. Quando o céu despedaçou

História Quando o céu despedaçou


Escrita por:


Fanfic / Fanfiction Quando o céu despedaçou
Sinopse:
Desajustado e conturbado são os termos pelos quais Akaashi se define. Acostumado a viver a vida com monotonia e preso em seu próprio mundo, ele mal poderia imaginar que uma simples viagem para o interior, durante as suas férias, fariam com que ele repensasse sobre a sua própria existência e as memórias que guardava em segredo no fundo do coração.

bokuaka | 90!AU
Destacado em 06/02/2021 por +miyushu
Há certas histórias que transbordam poesia, e acredito que "Quando o céu despedaçou" é uma delas. Com uma escrita envolvente, a história se desenrola em torno da narrativa de Akaashi, alguém "que não pertence a lugar algum". Linda história, linda escrita e lindos personagens, desenvolvidos de forma tão suave e delicada. Gostaria de conseguir me expressar melhor, pois senti tantas emoções ao ler cada palavra. Infelizmente, só consigo dizer o mínimo, mas sendo totalmente sincera: simplesmente incrível.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 9.955
Favoritos 1.138
Comentários 104
Listas de Leitura 447
Palavras 20.958
Concluído Não
Categorias Haikyuu!!
Personagens Akaashi Keiji, Bokuto Koutarou
Tags Akaashi, Akaboku, Bokuaka, Bokuto, Haikyuu

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama / Tragédia, Famí­lia, Festa, Gay / Yaoi, LGBT, Musical (Songfic), Romântico / Shoujo, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Eu abrigo em mim o vazio do universo
18
3.248
1.338
 
2.
As cidades que eu vi eram cidades imaginárias
10
1.204
1.466
 
3.
O humor dele transformou o caos dentro de mim
6
863
1.610
 
4.
A primeira vez que o sorriso dele me quebrou
6
737
1.580
 
5.
Se eu não lembro da tristeza, então ela não existe
10
665
3.340
 
6.
Os efeitos do amor quando ele age em mim
7
644
2.415
 
7.
As plantações de eucalipto que eu vi no meio do caminho
5
556
1.015
 
8.
Agora que eu provei o gosto do amor
7
656
1.940
 
9.
A palavra "execrável" de Bokuto
8
586
2.850
 
10.
Quando o céu despedaçou
27
796
3.404

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por therapppies
Capítulo 10 - Quando o céu despedaçou
Usuário: therapppies
Usuário
a profundidade da sua escrita é uma coisa surreal. me sinto desolada e ao mesmo tempo tão cheia de sentimento. ler os pensamentos do akaashi sobre pertencimento doeu, machucou tanto porque são sentimentos tão reais. são cicatrizes de pessoas reais. as angustias, as digressões (!!) e os sentimentos dilacerados dele... de alguém que sabe que é fruto de um processo histórico enorme, mas não conhece as histórias da sua própria família. então acompanhar o silêncio e o estranhamento da família do akaashi virando compreensão e amor, foi uma das coisas mais preciosas que já li aqui.

ver o akaashi chamando a avó de “vó”, a conversa com a mãe sobre a sora, ele e o bokuto vendo as estrelas, me fizeram chorar de felicidade. um misto de dor e felicidade, na verdade, e acho que isso é o mais fascinante de tudo. e às vezes era uma frase pequeninha, mas tão bonita, que me fazia parar tudo e sei lá... só apreciar, sabe? voltar pra ler de novo, e sentir quão honesto foi. tô aqui escrevendo o comentário faz mais de vinte minutos e parece que nada que eu escreva vai descrever o que senti quando li. coloquei 1990 do daniel johnston pra tocar e tudo nele grita akaashi. a melancolia, o violão aparentemente sem nada de tão grandioso, mas é só ele abrir a boca que já dá vontade de chorar. machuca, acalenta, mas true love will find you in the end.

obrigada por escrever! suas histórias são obras de arte e vou guardar essa no coração. é uma das coisas mais lindas que li <3

sublime.
Postado por junkdog
Capítulo 10 - Quando o céu despedaçou
Usuário: junkdog
Usuário
enquanto eu lia eu me emocionei tanto. me senti nadando num mar de um sentimento tão bom, que eu nem sei como descrever. ver as coisas se encaixando, encontrando seu lugar, sendo explicadas e nomeadas me deixou extasiada.
a história da sora é tão triste... fiquei com um nó na garganta. mas eu queria elogiar sua sensibilidade em tocar no assunto. foi muito lindo, de verdade. o jeito como você descreveu o amor também, uau. reli os últimos parágrafos um milhão de vezes, porque eles fizerem meu coração borbulhar, eles são tão, tão bonitos. a cada dia acho que me apaixono mais pela sua escrita.
também me apeguei demais, não sei se estou pronta para dizer adeus, haha. estou aqui já querendo ler tudo de novo.
Postado por MidoriShinji
Capítulo 10 - Quando o céu despedaçou
Usuário: MidoriShinji
Usuário
Eu ando meio sensível esses dias e esse capítulo me fez chorar uma quantidade de lágrimas vergonhosa, haha. E de um jeito bom, sabe? Acho que me apeguei tanto aos personagens e a essa história que torço por eles mais do que torço por mim mesma, e ver tudo fazendo sentido aos pouquinhos, se encaixando, é extremamente satisfatório: o título da história, as decisões de cada um, os rumos pelos quais a vida nos leva... Tudo parece não fazer sentido, até que em um momento específico uma chavinha gira na nossa cabeça, e aí passa a fazer. É a compreensão mais prazerosa do mundo.

Já disse um milhão de vezes e vou continuar dizendo: sou apaixonada pela sua escrita, e esse capítulo para mim foi o ápice dela!

P.S.: ver Amor Fati ali no meio me cortou o coração e me encheu de alegria ao mesmo tempo. A vida é aprender a amar nossas circunstâncias, e às vezes a gente tem que aprender isso do jeito mais duro possível.

P.S. 2: bem que você me disse que "O mundo é um moinho" seria relevante para essa história, e não me desapontei ao esperar.